Pastor diz que não foi nomeado embaixador dos EUA em Israel; Jornal o aponta em outro cargo

0

O pastor Mike Huckabee chegou a ser anunciado pela imprensa internacional como o futuro embaixador dos Estados Unidos em Israel, mas em um comunicado oficial informou que, na verdade, ele não foi escolhido para a posição. Entretanto, analistas continuam afirmando que ele poderá ocupar um cargo no primeiro escalão do governo de Donald Trump, mesmo que não seja na diplomacia.

De acordo com o influente jornal The New York Times, Trump considera nomear o pastor – que já foi governador do Arkansas e pré-candidato à presidência dos Estados Unidos em duas ocasiões – como Secretário de Saúde e Direitos Humanos em seu governo.

A informação de que o pastor seria nomeado embaixador dos Estados Unidos em Israel foi inicialmente divulgada pelo jornal Daily Mail, a partir dos relatos de uma fonte no gabinete de transição do presidente eleito.

Nas redes sociais, Huckabee confirmou que se reuniu com Trump, mas deixou em aberto a possibilidade de integrar o governo. A cautela se explica: existem outros três nomes influentes disputando a mesma posição, incluindo o ex-governador de Louisiana Bobby Jindal, que já atuou como secretário do Departamento de Saúde e Hospitais do estado, e o atual governador da Flórida, Rick Scott.


A possibilidade de que a promessa de Trump de mudar a embaixada norte-americana para Jerusalém seja cumprida gerou revolta nas autoridades palestinas, que fizeram ameaças políticas aos Estados Unidos.

Diante da repercussão, o jornal inglês publicou uma correção da informação, admitindo o erro de sua matéria inicial.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA