Pastor evangélico é preso suspeito de manter a filha presa em casa e a proibir de ir à escola

13

Nesta quarta feira, um pastor evangélico foi preso na Grande João Pessoa (PB), por suspeita de agredir sua filha de 16 anos de idade e a manter em cárcere privado, proibindo-a, inclusive, de frequentar a escola. A prisão foi realizada após uma denúncia ao Ministério Público pelo Conselho Tutelar.

A denúncia partiu da escola que a menina frequentava, quando ela deixou de ir às aulas no início do mês de junho. Segundo o promotor Marinho Mendes, o pastor agredia fisicamente a adolescente e a obrigou a abandonar os estudos. O promotor afirma ainda que foi descoberto que em 2013 a menina já havia abandonado os estudos por ordens do pai.

– Ele [o pai] tinha ciúmes dela, não deixava ela sair para lugar nenhum. Quando ele saia deixava a adolescente trancada em casa – afirmou o promotor, segundo o G1, ressaltando que a proibição começou quando o pai descobriu que a menina havia criado um perfil em uma rede social.

Marinho afirma que o homem deu uma surra na filha quando descobriu sobre seu perfil na rede social, e que os episódios de agressão eram frequentes.


Segundo reportagem da do Bom Dia Paraíba, o pai alega que a filha estaria envolvida com más companhias, e que a mudaria de escola. Porém, a polícia afirma que até mesmo a demora em transferir a menina de escola já configura crime.

O promotor afirma que a menina foi orientada pelo pai a dizer às autoridades que ela havia abandonado a escola por vontade própria. Essa orientação teria sido dada após ele ser informado da denúncia. Apesar da suposta orientação dada pelo pai, a menina confirmou ter sido agredida.

De acordo com a reportagem, o pastor será indiciado por cárcere privado, abandono intelectual e violência doméstica.

13 COMENTÁRIOS

  1. Seria Influência da pregação teórico-conspiracionista do Julio Severo, o qual é totalmente contra o ensino em escolas, havendo, segundo informam alguns sites, retirados seus próprios filhos da escola? Pobres crianças, sem interação social, sem formação escolar, sem diploma… que será delas? Que Deus tenha misericórdia desses inocentes que sofrem nas mãos de fanáticos que espalham seu ódio contra a vida em sociedade.

    • Meu cara mesmo sem diploma Deus cuidará deles , isto que eu digo não significa que eu seja contra os estudos ele simplesmente é uma pessoa que precisa de ajuda, e o que é que tem ser pastor eles também são pessoas e tem direito a errar.

      • Deus cuida, sim, Ana Paula, embora, confesso, não consigo entender, dentro da ótica cristã, milhões de seres humanos que perecem de fome em países de extrema pobreza ou são torturados e abusados em outros de grande repressão.Quanto a Julio Severo, o problema é que ele leva outros ao erro.

  2. Nem todos que se dizem são cristãos. O ser humano e falho, pecador, arrogante e egoísta.
    Precisamos viver e praticar mais as coisas de Deus.
    O ato desse ai que se diz pastor é pura ignorância e falta de sabedoria.

    • “Fiel é esta palavra: Se alguém aspira ao episcopado, excelente obra deseja.
      É necessário, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma só mulher, temperante, sóbrio, ordeiro, hospitaleiro, apto para ensinar;
      não dado ao vinho, não espancador, mas moderado, inimigo de contendas, não ganancioso;
      que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com todo o respeito
      {pois, se alguém não sabe governar a sua própria casa, como cuidará da igreja de Deus?};
      não neófito, para que não se ensoberbeça e venha a cair na condenação do Diabo.
      Também é necessário que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em opróbrio, e no laço do Diabo.

      1 Timóteo 3:1-7

  3. A adolescente foi obrigada a abandonar os estudos!! Já vi discursos, que legitimam este tipo de prática, dentro de igrejas. Estas, geralmente satanizam a ciência e suas teorias e falam que é mais importante aprender os valores cristãos!! Desta forma, quem se dedica ao estudo científico sofre pressão por parte de pastores, que preferem que as crianças e adolescentes sejam pastores ou trabalhem em algo dentro da igreja e ainda falam que estes “trabalhos” são mais importantes do que escola!! É necessário incentivar desde pequeno a busca pelo conhecimento através do hábito de ler e, não incentivar a fazer trabalhos dentro da igreja de forma que ignore a escola!!

DEIXE UMA RESPOSTA