O dom de línguas é de Deus ou do diabo? Pastor responde as perguntas mais comuns sobre o tema

49

O falar em línguas é um dos dons do Espírito Santo que, em discussões teológicas, causa mais divergências entre cristãos protestantes tradicionais e pentecostais.

Para ajudar a responder as dúvidas que surgem a esse respeito, o pastor Brian Alarid, líder da Passion Church, em Albuquerque, Novo México (EUA), publicou um artigo no Charisma News.

No texto, Alarid expõe sua interpretação do que a Bíblia diz sobre as principais dúvidas em torno do assunto. “Se você não acredita no dom de línguas ou teve uma má experiência com o movimento carismático, encorajo-vos a estudar as Escrituras com uma mente aberta. Peça ao Espírito Santo para revelar a verdade sobre línguas para você”, afirmou o pastor.

“O falar em línguas é de Deus ou do diabo?”. Para essa pergunta, a resposta de Brian Alarid é bastante objetiva: “A coisa mais importante que você precisa saber sobre o falar em línguas é o que Jesus disse sobre isso, e ele não mediu suas palavras em Marcos 16:17: ‘E estes sinais hão de acompanhar aqueles que crêem: em meu nome expulsarão demônios , falarão novas línguas’. Jesus declarou que as línguas são um sinal sobrenatural que pode e deve acompanhar todo aquele que crê n’Ele”.


“As pessoas fingem quando falam em línguas?”. Segundo o pastor, não. “O dom de línguas é uma linguagem que pode usar o idioma materno ou a expressões celestiais desconhecidas para o falante, e permite a ele se comunicar diretamente com Deus. Paulo disse em 1 Coríntios 13: 1: ‘Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos…’ Quando você recebe o dom de línguas, em uma fração de segundo, o Espírito Santo faz download de um idioma em seu espírito, sem você ter que aprendê-lo. Em 2006, pesquisadores da Universidade da Pensilvânia fizeram imagens do cérebro de cinco pessoas enquanto eles falavam em línguas. A pesquisa foi publicada no The New York Times, e o líder da equipe do estudo foi o Dr. Andrew Newberg, que chegou a esta conclusão: ‘Percebemos uma série de mudanças que ocorreram funcionalmente no cérebro. Nosso achado de diminuição da atividade nos lobos frontais durante a prática de falar em línguas é fascinante, porque estes indivíduos realmente acreditam que o espírito de Deus está se movendo através deles e os controla para falar. Nossa pesquisa de imagens cerebrais mostrou que os voluntários não estavam no controle dos centros de línguas habituais durante esta atividade, o que é consistente com a sua descrição de uma falta de controle intencional ao falar em línguas’”.

“O dom de línguas é seletivo? Somente algumas pessoas o recebem?”. Alarid entende que não: “O dom de línguas era o dom espiritual mais comum na igreja do Novo Testamento. A Bíblia nos diz em Atos 2:4 que todos os 120 discípulos presentes no Pentecostes falaram em línguas no Cenáculo: ‘Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito lhes concedia’. Não sabemos se todos receberam o dom da fé ou cura ou discernimento, mas sabemos que todos eles receberam o dom de línguas. Hoje, existem mais de 600 milhões de crentes carismáticos/pentecostais no mundo, o segundo maior grupo de cristãos depois dos católicos. Pentecostais e igrejas carismáticas são de modo algum um pequeno movimento; Pelo contrário, eles formam o movimento religioso que mais no mundo. O dom de línguas não está reservada para um grupo seleto. Paulo deixou claro em 1 Coríntios 14:5 que ele queria que todo crente orasse em línguas para sua edificação pessoal e profetizasse para edificar a igreja: “Eu gostaria que cada um de vós falasse em línguas, mas prefiro que você profetize’”, escreveu o pastor.

“Existem excessos e abusos com o uso do dom de línguas? Sim, claro, e eles precisam ser corrigidos, mas não jogue fora o bebê junto com a água do banho, rejeitando o dom de línguas completamente. Tomemos as palavras do apóstolo Paulo em 1 Coríntios. 14:39 de coração: ‘Portanto, meus irmãos, procurai com zelo o dom de profetizar, e  não proibais o falar em línguas’”, concluiu Alarid.

49 COMENTÁRIOS

  1. Eu já foi evangélico pentecostal ; muito poucas vezes o ESPIRITO SANTO age em dom de linguas ;maioria das vezes é falsificação,emoção e ate demonios .
    Engraçada que cresce no BRASIL o números de porcos pentecostais que falam em lingua extranha e são na sua maioria caloteiros, neuróticos ,psicopatas ; cresce as seitas penetcostal cresce no mesmo número a violencia e criminalidade.
    52% dos menores infratores são filhos de pais pentecostais ,se deberia espancar esses porcos pentecostais quando seus filhos cometer infração.
    35% dos maiores infratores já teve envolvimento com alguma seita pentecostal
    O PENETCOSTALISMO é fruto da ignorancia do povo brasileiro
    Na verdade são pentesenvergonhas,O BRASIL continuará sendo um putero ate não acabar com essas seitas penetcostais

    • de onde voce tirou esses dados?a criminalidade e a violencia crescem em todo o lugar do mundo ou se nao e isso e alguma outra coisa que. nao presta a proposta do cristianismo nao e construir um mundo melhor mas sim levar as pessoas a cristo. quanto a voce nunca tinha visto tanto odio e magua!! pelo voce que escreve deve ser um fracassado na fe que agora esta querendo colocar a culpa na igreja.

      • Ivan,
        Pode parecer cruel de minha parte, mas eu vi aberrações dessas diante dos meu olhos. O comentarista pareceu duro demais, mas não fugiu da verdade! É claro que tem exceções, mas vem do caráter e do berço que, propriamente, do meio pentecostal.

        • Sim, Mary, ele não está errado de todo, mas apenas quanto aos numeros… “Eu já foi evangélico pentecostal ” … pode até ter sido, mas faltou aceitar a Jesus como unico e suficiente salvador. Veja a forma como o coração ficou endurecido no resto do comentario. “O PENETCOSTALISMO é fruto da ignorancia do povo brasileiro. Na verdade são pentesenvergonhas,O BRASIL continuará sendo um putero ate não acabar com essas seitas penetcostais”. Essa pessoa resolveu fazer o que quer da vida e fica hostilizando dessa forma nos foruns, não pra mostrar que estamos errados, mas para que ELE mesmo acredite que o que esta fazendo é o certo a se fazer. Livre arbitrio é isso…

        • Aberrações eu vi em todo tipo de igreja, pentecostal e tradicional. O q esse rapaz acaba de postar é uma insolência, além de um preconceito enorme contra os pentecostais. Com certeza ele deve ter frequentado uma igreja sem fundamento algum, q coloca uma placa sem vergonha em uma “porta de butequim” qq e se intitula igreja pentecostal. Se vcs ñ viram mudança de caráter em igrejas pentecostais, procurem as sérias q verão.

    • Ñ tô acreditando q estou lendo essa diarréia em palavras. Se essas porcentagens são de pentecostais, procure saber qual é a igreja q mais prega em guetos, subúrbios e lugares mais pobres do país. Qual a igreja q mais resgata infratores e criminosos. Qual a igreja predominante da classe mais inferior financeiramente, mas ñ rejeitada e menos importante. Deve ser por isso essa porcentagem.
      A imbecilidade cresce tanto no mundo secular, no pentecostais e nos ditos intelectuais religiosos… A imbecilidade cresce em todos os lugares…

    • Sou católico pena vc se chamar de porca irmã pois os pentecostais os católicos os evangélicos somos todos irmãos filhos do mesmo deus
      .. falarão novas línguas” (Mc 16,17).

      “… o Espírito Santo que ensina a Igreja e lhe recorda tudo o que Jesus disse, também a educa para a vida de oração, suscitando expressões que se renovam no âmbito de formas permanentes, benção, petição, intercessão, ação de graças e louvor” (do Catecismo da Igreja Católica).

      Sendo o dom das línguas o mais comum de todos os carismas, não deixa talvez de ser também o mais estranho.

      O dom das línguas ou glossologia é, antes do mais, uma oração que se faz a Deus. Trata-se de uma oração feita em língua desconhecida, nunca estudada e nunca ouvida. Quem a profere, empregando sons dos quais não compreende o sentido, sente-se envolvido por um misterioso sentimento de alegria e paz.

      A oração em línguas integra sempre a oração comunitária, onde brota com naturalidade e se traduz numa força poderosa. Faz também parte da oração pessoal, quando as palavras nos faltam, a fraqueza nos invade e se apodera de nós uma sensação de desânimo, impedindo a nossa concentração. Rezar em línguas abre o caminho para uma oração mais profunda, para um contato mais imediato com Deus.

      Jean Lafrance diz que a oração brota do mais profundo do nosso ser como um “grito”, e diz também que “Jesus revela-nos o verdadeiro objetivo da nossa oração, que é a efusão do Espírito Santo no coração de cada um”. Como diz S. Paulo na 1ª Carta aos Coríntios 14,2 “aquele que fala em línguas, não fala aos homens mas a Deus: ninguém de fato entende pois no Espírito diz coisas misteriosas”, e acrescenta em 14,4 “quem fala em línguas edifica-se a si mesmo”.

      O Cardeal Suenens dá testemunho da dimensão espiritual da oração em línguas, quando afirma: “este modo de rezar é uma forma de desprendimento de si, de desbloqueio e de libertação interior diante de Deus e dos outros. Se no ponto de partida da experiência se aceita este ato de humildade, (…) experimenta-se a alegria de descobrir um modo de rezar para além das palavras e para além de todo o cerebralismo. Este modo de rezar é criador de paz e expansão”.

      Na 1ª Carta aos Coríntios 14,15 S. Paulo diz: “Rezarei com o Espírito, mas rezarei também com a inteligência, cantarei com o Espírito, mas cantarei também com a inteligência”. Santo Agostinho chama ao cântico em línguas o cântico no júbilo e explica que o júbilo é uma alegria que não pode expressar por palavras o que se canta com o coração.

      A voz humana expressa o que é concebido interiormente e não pode ser explicado por palavras. “A voz da alma extravasa felicidade expressando o que sente sem refletir em nenhuma significação especial. Para manifestar esta alegria o homem não usa palavras que podem ser pronunciadas ou entendidas, mas simplesmente deixa que a sua alegria irrompa sem palavras”.

      A oração em línguas é apropriada em qualquer circunstância, porque sabemos que é o Espírito que inspira as intenções e as palavras. Como oração de louvor é o meio mais fácil para glorificar a Jesus e ao Pai. Como oração de súplica e intercessão e combate às tentações, é forte e poderosa porque as palavras chegam a Deus mediante o poder do Espírito.

      Quem não se sentiu tocado quando num grupo de oração carismático, espontânea e imperceptivelmente se começa a rezar em línguas, sem que alguém tenha transmitido qualquer ordem ou sinal nesse sentido? Do mesmo modo, quando ao terminar se seguem alguns instantes de silêncio, quem não sentiu ali a presença de Deus, viva e real que nos une amorosamente?

      Lurdes Azinheiro
      Isabel Soares de Almeida
      Grupo Pneumavita, Lisboa

      O texto abaixo é uma reflexão minha, responsável pelo site A crisma.

      Observação: É importante salientar que o dom de rezar em línguas é um dom pessoal, que deve ser usado com muita descrição e para um encontro de si mesmo e com Deus. Vejamos o que São Paulo nos diz:

      “1 Empenhai-vos em procurar a caridade. Aspirai igualmente aos dons espirituais, mas sobretudo ao de profecia.
      2 Aquele que fala em línguas não fala aos homens, senão a Deus: ninguém o entende, pois fala coisas misteriosas, sob a ação do Espírito.
      3 Aquele, porém, que profetiza fala aos homens, para edificá-los, exortá-los e consolá-los.
      4 Aquele que fala em línguas edifica-se a si mesmo; mas o que profetiza, edifica a assembléia.”

      1Cor 14,1 – 4.

    • Mario Alberto Benedetto lynch, lembre que o maior dom é o dom do amor, por tanto, se alguém finge ou não que fala em línguas isso é com essa pessoa e Deus o nosso dever é amar o próximo e esperar a misericórdia de Deus pq somos falhos e mesmo os infratores, os caloteiros, os neuróticos, e psicopatas filhos de pentecostais ou de quem quer que seja não devemos juga-los, mais orar por eles para que a justiça de Deus seja feita da melhor maneira, por que Deus é bom e tudo que ela faz é perfeito então uns vieram para ferir e outros para ser feridos mais tudo é permitido por Deus e tudo tem uma finalidade nos não sabemos mais Deus sabe. Que o senhor te abençoe sempre!

  2. estranhos esses cessassionistas eles nao creem no sobrenatural de Deus isso os leva a conclusao de que as manifestaçoes espirituais sao demoniacas ou seja Deus nao pode mais fazer sinais e prodigios mas o diabo pode . tem algo errado nessa teologia!!

  3. nem todos os que tem o Espírito Santo falam em línguas.

    línguas estranhas sempre são um idioma da terra.

    O dom de profecia é superior ao de línguas mas o amor é o maior dom de todos.

      • clamando

        Vc vai no velho erro da religião evangélica… pegar um versículo isolado, e usa-lo como pretexto para heresia…

        Vc menciona que “Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine.” (1 corintios 13:1) dando a entender que se pode falar linguas humanas e angelicais… errado. É só acompanhar os versículos seguintes que vemos que Paulo está superestimando suas habilidades para mostrar que o amor é maior, ou seja, é como se ele estivesse dizendo: ” ainda que eu levantasse um caminhão, sem amor nada serei…” ou seja, Ele não faz todas estas coisas. É só reparar nos versículos seguintes:

        “Ainda que eu tenha o dom de profetizar e conheça todos os mistérios e toda a ciência; ainda que eu tenha tamanha fé, a ponto de transportar montes, se não tiver amor, nada serei.E ainda que eu distribua todos os meus bens entre os pobres e ainda que entregue o meu próprio corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me aproveitará” (1 corintios 13:2-3)

        Será que Paulo conhecia todos os mistérios? toda a ciencia? ele tinha fé para transportar montes? Ele entregou o corpo dele no fim da vida dele para ser queimado?

        É obvio que trata-se de uma forma de falar para chamar a atenção dos ouvintes da palavra. Portanto, falar em linguas é falar um idioma desconhecido para si, mas que alguém na terra consiga compreender e glorificar a Deus.

  4. O dom é de Deus, mais é um dom muito arrazoado entre os próprios evangélicos por causa de alguns carnudos que se escandalizam no seu uso,Deus não deu e ficam imitando os irmão que tem entendeu?

  5. “Estes sinais acompanharão os que crerem: em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas…”

    Marcos 16 vers.17

    Será que precisa de mais alguma explicação?

    • Precisa explicar sim.
      “Falarão novas línguas” significa que os discípulos não ficarão mais dentro das fronteiras de Israel como se estivesse isolado dentro de um convento.
      “Falar novas línguas” significa ir além das fronteiras de Israel e anunciar o evangelho a todos os povos e nações, é a universalidade do evangelho.
      Essa instrução Jesus deu ao seus discípulos e isso realmente aconteceu.
      “Falar línguas” não é gritar “lambarachuias” e rolar pelo chão ou dando saltinho, isso é carnal e total ignorância.

      • henrjk, mas isso que você disse sobre as fronteiras já foi citado no versículo 15, o evangelho para o mundo. E quando diz que acompanharam os que creem não se refere apenas aos discipulos mas aqueles que viriam a crer, ou seja, todos os crentes. Ou vc não é crente? I cor 14 não vai se referir a línguas estrangeiras e sim estranhas.

        • RWAG
          Língua “estranha” e lingua “estrangeira” são a mesma coisa.
          É uma questão de tradução da bíblia. Não é nada excepcional.
          Quando afirmei que era dirigido aos discípulos, quero afirmar que a nós cabe a mesma coisa.
          De que adianta eu falar língua estranha/estrangeira para uma platéia que só entende português? Que edificação terá a igreja.
          Se o Espírito Santo tem uma mensagem para a igreja, então a mensagem será na forma na qual todos possam entender. O Espírito de Deus não é de confusão.
          Onde congrego há uma senhora moçambicana que falava muito mal o português, então quando ela louvava ao Senhor, fazia no seu dialeto que ela poderia expressar melhor a sua alegria em vez de rebuscar palavras no português. Assim acontecia aos novos convertidos daquela época que quando ouviam o evangelho, glorificaram a Deus em línguas estranhas que nada mais que o idioma nativo na qual melhor expressavam suas alegrias.

          • Muito legal. Agora explique sobre a edificação própria do dom de línguas. Ao menos q eu me edifique falando inglês ou espanhol. Assim sendo, vou ao CCAA…

          • Não, estranhas e estrangeiras não tem a mesma palavra no grego. O dom de línguas para a mensagem na igreja ele deve ser acompanhado de outro dom o “interpretação de línguas”. Se fosse estrangeira ele precisaria de tradução e não de interpretação. Medite em 1 Cor 14 que você entenderá a diferença.

          • RWAG
            A comunidade de Corinto era formada pessoas de várias partes do mundo até onde o império romano alcançou e cada pessoa daquela igreja tinha o seu próprio idioma.
            A língua estranha falada pelos novos convertidos era a sua língua de origem e na visão de quem escreveu o livro de Atos, no caso aqui Lucas, era estranha para ele por não conhece-la.

  6. Creio realmente no dom de línguas, até porque muitas vezes ouvi irmãos falar em línguas, e falavam em línguas estrangeiras que eles mesmos nunca estudaram, mas que eu entendi, como por exemplo: espanhol, italiano, francês e outras línguas desconhecidas.

  7. Bom;eu prefiro ficar com o que está escrito.No pentecostes,todos compreenderam a mensagem não era algo sem nexo. At 2.1-11.Quanto ao que fala em linguas “fala a Deus”. Portanto não é Deus que fala e sim o homem(ou mulher). Por esse motivo tem dominio de si e não só pode, como deve calar-se se não houver quem interprete. I co 14.2,4,27,28
    (melhor examinar todo o cap. 14) A conclusão é: tudo na igreja seja feito para EDIFICAÇÃO. E não para confusão. Se a denominação que você frequenta não respeitar os parâmetros bíblicos, o melhor a fazer é SAIR DELA.

  8. LULALA,
    O que o STARDUST disse é exatamente o que se entende quando se estuda corretamente as Escrituras usada no seu todo, não apenas pequenos versículos. Os dons foram dados somente para a disseminação do evangelho, ou seja, para a edificação da Igreja de Cristo e não de uma pessoa apenas. O Apóstolo Paulo, sabia que na Igreja em Corinto haviam muitos crentes carnais que buscavam também como hoje notoriedade em sinais e o único don que se pode fingir deixando dúvidas é o de línguas, como ele não podia mandar parar a prática, determinou que se não houvesse quem interprete, que se cale, coisa que hoje as igrejas pentecostais não cumprem dizendo algumas que ninguém pode parar o “espírito” contrariando até mesmo o seu fruto que nos dá o domínio próprio.
    Outrossim, devo-lhe participar que quando O Salvador disse para os discípulos não saírem de Jerusalém até que o pai mandasse o Consolador, era porque haveria a festa de pentecostes e viriam Israelitas de toda a parte do mundo para adorar no Templo e essa era a hora de se batizar muitos como foi feito, mas para isso necessitava que as pessoas ali entendessem o que se falava visto que os discípulos só falavam uma quando no máximo duas línguas, não deixe se enganar por fábulas, “conhecereis a verdade e a verdade te libertará”.
    Para finalizar, quando falardes as pessoas mesmo não concordando com seu entendimento, não seja agressivo(a), debata dentro da educação que deveria acompanhar todos os remidos em Cristo.

    Que Deus o(a) abençoe.

    • Filhinho Deus dá o dom a cada um conforme a vontade dele, alguns falam, outros não e lembre se é crer pra ver e não ver pra crer, você queria ver o espirito de Deus é isso mesmo produção? Kkkk nós não somos dignos nem do corpo que temos, nem da comida ou bebida que temos, imagina ver a majestade maravilhosa do espirito santo de Deus, se você tem alguma dúvida vai ai uma dica: se esvazie de todo conhecimento humano seja dum lado seja doutro, e peça entendimento ao próprio Deus, suplique, chore, jejue, implore e clame com todas as suas forças e diga para o SENHOR que você quer entendimento vindo dele, mas, que seja feito a vontade dele sempre, de preferência ore em mente (onde o maligno não tem acesso), e peça com fé, e ele lhe dará como me deu.

  9. Irmãos bom dia, eu achava que o dom de línguas fosse mentira, digo no sentido em que as pessoas o usam e não que o dom não exista, sim o dom existe, estava eu no 7 dia de jejum, pedindo entendimento ao SENHOR, chorava bastante, então enquanto eu orava em casa eu comecei a cantar pra Deus, e me veio uma vontade de falar como algumas pessoas falam em línguas, nesse momento disse em mente ao SENHOR que eu não cria que fosse assim, acreditava que fosse diferente como o que alguns dizem aqui a respeito de que era pra se propagar pelo mundo, e que deveria se manifestar pelo espirito e não por mim, então simplesmente continuei a cantar pro SENHOR, nisso enquanto eu cantava comecei a ” falar em línguas ” então pensei, seria possível? E pensei mais vou dizer algumas palavras diferentes palavras que eu conheço ou seja, mudar a fala, oras eu não conseguia tudo que eu falava em mente (glorificando a Deus logico) era em línguas, INCRÍVEL, fiquei perplexo, oras eu não acreditava que era assim, bem se disser que não falei assim, eu estaria mentindo e testemunhando contra mim mesmo, mais falei, e EU NÃO ACHAVA QUE FOSSE ASSIM, ao que já tinha entendido o dia de pentecostes e outras partes da bíblia, que falam do assunto, na verdade ambos dizem a mesma coisa só que de maneira diferente, pois de fato o dom veio para pregação do evangelho pelo mundo e de fato a maneira de falar é diferente, é só ler com atenção o dia de pentecostes e ver, que a graça e a paz de nosso SENHOR Jesus Cristo esteja em cada um de nós para todo sempre amém, somos todos pessoas más e pecadoras e devemos sempre pedir perdão ao SENHOR, pela nossa falta comunhão com Deus amém.

  10. Falar em linguás e de DEUS ?
    Claro que é , falar para descrentes também.
    Duvidar ou escrachar outras religiões não não é de DEUS.
    Evangélicos são bem fáceis de escrachar é só olhar para os pastores que já temos milhões de motivos.
    O pior é que procurar diferenças entre as religiões(facilita para fidelizar o dizimo) ao invés de procurar o mesmo DEUS que todas as igrejas cristas tem em comum.
    Criam picuinhas e idiotices para dificultar o entendimento do povo sobre CRISTO
    Orar em linguás e um dos 7 dons do espirito santo srs. Pastores é bíblico
    Mas entendo que com pouco prepara e sem nenhuma tradição fica difícil acreditar em dons do espirito santo e até em Jesus pois ele chicoteou os fariseus que tentarão tornar do templo uma feira. onde o dinheiro é que prega mais alto..
    Jesus era humilde abraçou a pobreza ele é o DEUS do amor e do perdão, não o deus do dinheiro da saúde do corpo ou do carro novo ,AMO pelo o que ele foi e é não pelas graças que vai me dar ou que o pastor fala que vai me dar cobrando financeiramente antecipado pelo milagre ( o povo burro que paga valores multas vezes elevado pela vida humilde que levam.)
    Pena pois o DEUS é o mesmo . mas o homem dificulta e cria guerras para serem importantes usando a palavre de DEUS. .Segem a DEUS ou ao Dinheiro ?????

  11. O dom de línguas bíblico não é o dom de línguas usado nas igrejas pentecostais. Primeiro, porque Paulo foi claríssimo em relação a utilização desse dom na igreja:

    Se, porém, alguém falar em língua, devem falar dois, no máximo três, e alguém deve interpretar.
    Se não houver intérprete, fique calado na igreja, falando consigo mesmo e com Deus.
    1 Coríntios 14:27,28

    Agora eu pergunto: qual igreja pentecostal segue esse versículo? Pelo contrário, é aquele monte de gente “orando em língua” ao mesmo tempo, sem ninguém interpretando. E mais, onde raios está o dom de interpretar línguas? Canso de ver gente orando em língua na igreja, mas não vejo ninguém interpretando.

    Segundo, essa passagem em Pentecostes deixa claro que o “falarão novas línguas” referem-se a idiomas conhecidos na terra, não tem nada a ver com “língua dos anjos”. Basta ler atentamente a passagem para entender que haviam pessoas de várias nacionalidades ali e cada um conseguiu entender o que estava sendo dito, ou seja, cada um entendeu em sua língua materna. Se fosse a tal língua dos anjos, só entenderia quem tivesse o dom de interpretar línguas e não foi esse o caso.

    • Oola tudo bem, sei que já tem um ano ou mais isso mas eu estava pesquisando por não entender e li os versículos que vc disse se vc ver essa mensagem é puder me dar um feedback, o que eu entendi foi diferente do que vc entendeu vou expor então, eu entendi que no versículo fala cada qual em sua língua ou seja ele a pessoa com o dom de língua fala em sua própria língua não estou falando do português e sim da língua dos anjos mesmo pois, por exemplo eu acredito que se eu e vc tivermos o dom de línguas nos podemos falar duas coisas mt diferentes e se tiver algum intérprete de língua entre nós ele enterpratara e dessas duas coisas que dissemos podemos estar falando pelo mesmo significado, daí o cada qual em sua língua, com isso eu entendi que, o dom de falar em línguas e pra por exemplo eu sou brasileiro poder ir pra o Japão e lá espalhar a palavra de Deus, e aí lá tem um japonês que tem o Dom de interpretar, eu não vou lá chegar e falar português e ele interpretar, eu vou falar em mistério e o intérprete vai falar em japonês , assim como eu fosse em qualquer outro canto do mundo e falasse em mistério e tivesse um intérprete ele interpretaria em sua própria língua, eu entendi isso pq pensa bem, se no texto o dom de línguas fosse o que vc falou tipo eu nunca aprendi japonês mas deuz me deu o dom de línguas pra eu ir pro Japão e lá espalhar a palavra dele, pensa bem seu eu tivesse falando na língua exata da pessoa a quem estarei profetizando qual seria a razão de ter um intérpretem?? Nenhuma afi al o que eu estiver falando a pessoa já irá entender, bom foi isso que eu entendi se vc puder refutar e me dar uma nova ideia sobre isso eu agradeço quero aprender mais de Deus, eu não falo em línguas

  12. Quem ora em línguas edifica a si mesmo pelo simples fato de que só ele entende, a não ser que haja alguém que interprete o que ele está dizendo. A própria passagem de Coríntios deixa isso claro. Se houvesse intérprete, todos seriam edificados. Isso é mais do que óbvio! Se alguém diz na igreja “Louvado seja o nome do Senhor” todos entendem, podem dizer amém, podem dizer alguém outra palavra de adoração, agora se alguém diz “odecantasi sharamambaia” como alguém pode dizer amém se não sabe o que quer dizer? Não é por acaso que Paulo disse que se houver pessoas orando em línguas sem intérprete quem for à igreja vai achar que eles estão loucos.

  13. Perfeita observação! pessoas estão selecionandoversiculos isolados para provar a sua própria verdade e não buscando com coerência a verdade biblica! Dom de linguas é inteligível! Parabéns

  14. pois bem em pentencoste Atos 2:4 que todos os 120 discípulos presentes no Pentecostes falaram em línguas no Cenáculo: ‘Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito lhes concedia’.
    no proximo versiculo diz que la existiam uma (4) A multidão que estava ali presente, que vinha de diversas nações e que presenciou o milagre ficou espantada, pois aqueles homens reconhecidamente judeus galileus, ou seja, pessoas de uma determinada região que tinha sua língua, sotaques e dialetos próprios, estavam falando palavras que elas conseguiam entender sem a necessidade de qualquer intérprete, que era o modo natural de conversar com alguém que falava outro idioma: “Estavam, pois, atônitos e se admiravam, dizendo: Vede! Não são, porventura, galileus todos esses que aí estão falando? E como os ouvimos falar, cada um em nossa própria língua materna?” (At 2:7)
    então a biblia é bem claraque la haviam gente da mesopotamia , egito ,israel.. etc todos tem liguais de seus paises ex. o brasileiro fala portugues., o EUA fala inglês, e cada discipula foi abencoado sem estudar Deus concedeu o dom de falar em inguas inglesa,japonesa, francesa etc para falar sobre Deus nas espectivas linguas de paises diferentes
    não falando essa lingua que é repetida por muita gente que parece ate reza que repete a mesma coisa e não sabe o significado

DEIXE UMA RESPOSTA