Menos de um ano após ser agredida, pastora Renee Murdoch testemunha: “Deus me curou completamente”; Assista

7

A pastora norte-americana Renee Murdoch, agredida violentamente por um morador de rua no Rio de Janeiro, gravou um depoimento falando de sua recuperação e de sua gratidão a Deus por ter sobrevivido.

Renee foi agredida dia 26 de outubro de 2012 enquanto caminhava na Barra da Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro. A violência do ataque foi tamanha que a pastora teve traumatismo craniano e precisou ficar internada por meses na UTI.

Na ocasião, o morador de rua Alexandre Luis de Oliveira Francesco, 38 anos, foi agarrado por transeuntes e só foi salvo de um linchamento quando guardas municipais chegaram ao local da ocorrência e evitaram que ele se tornasse outra vítima.

O delegado que atendeu a ocorrência afirmou que o morador de rua demonstrava estar alterado e afirmava reiteradas vezes que não gostava de mulher.


Pouco menos de um mês depois a pastora recebeu alta hospitalar, e em dezembro foi homenageada pela Câmara dos Vereadores da cidade como reconhecimento pelos serviços prestados por ela como missionária.

No vídeo publicado na última terça-feira, 01 de outubro, no canal da Igreja Luz às Nações no YouTube, Renee afirma que “é quase difícil acreditar que foi há menos de um ano atrás que eu quase morri”.

Às margens de um rio no Oregon, a pastora diz ainda que “é difícil sentar aqui e não chorar vendo o que eu estou vendo… A graça do Senhor. E Deus é tão poderoso que me curou completamente!”, e finaliza: “Nem fez um ano ainda, e eu to muito bem”.

Assista:

Assine o Canal

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

7 COMENTÁRIOS

  1. TEM uns caras ai do andar de cima que são totalmente dominados por hostes demoníacas são cavalos do diabo e não sabem, o Anta mondel e um gay ateu vagabundo e sem vergonha, dominado por espíritos malignos o coloca de quatro para outro homem o desonrar fazendo-o de prostituto, dominado uma mula a serviço dos infernos, e por isso que ele e contra tudo que se diz de DEUS, um gayzao safado e não devemos dar libra a conversas de espíritos malignos do inferno mas não e somente ele não ai no andar de cima esta infestado deles, sai dai povo de Deus não se misture com esta gentalha dominada nem lhes de credito

    • Voces ja notaram que este tal de Anta Mundana adora os textos do Johnny Bernardo e da Raquel Elana, tudo o que é so critica para enfraquecer a cultura cristã ele adora, ele, como um bom psicopata desalmado, ateu, comunistalha e ate meio bicha pelo jeito, odeia a moral cristã, esses comunalhas não são como as pessoas normais, dai eles culpam aos outros seus fracassos e decepções, o errado nunca é eles, eles se enganam pensando que são fracassados por causa da moral cristã ocidental, a verdade é que os comunistalhas são fracassados por serem estupidos mesmo, fazem tudo errado e convenientemente jogam a culpa na moral cristã ocidental.

    • Pq quando um evangélico é contrariado ele tenta denegrir, ofender e falar da orientação sexual da pessoa como se fosse “pecado”? rs
      Resposta: Pq NÃO TEM argumento melhor. Ofender é a reação imediata dos ignorantes sem controle emocional.

      Quanto a homossexualidade, vamos estudar mais um pouquinho antes de falar de “dominado por espíritos” ou babaquices semelhantes.
      Mitologia bíblica não é ciência e nem estudo. É ACHISMO.
      Não me interessa questionar a “fé” de ninguém. Apenas a ignorância.

      • Penso realmente que é preciso respeitar a opinião das pessoas, considero cada qual com suas ideias e posicionamentos, contra ou a favor, desde que de modo nenhum humilhemos outrem com conhecimentos que muitas vezes estão baseados naquilo que ouvimos de outros. É muito importante questionarmos, analisarmos, fazermos a nossa própria pequisa de campo, para sair em defesa de nossos pensamentos e posicionamentos. Pesquisar é apropriar-se de um conhecimento em todos os ângulos possíveis, e então formar nossa rede de argumentos, estes tais, possivelmente receberão contrários e a favor. Para afirmar que um coisa é mitológica,ou de opção sexual, ou opção religiosa, ou fato cientifico, etc. É preciso saber argumentar e dar base fundamentada em conhecimentos específicos e de estudos aprofundados de tal área seja ela qual for. A intolerância gera muitos desentendimentos e também falta de respeito ao outro. É preciso mudar esta mentalidade.

DEIXE UMA RESPOSTA