Pastores do Quênia pedem armas ao governo para proteger igrejas dos ataques de extremistas islâmicos

10

Preocupados com os ataques contra as suas igrejas e congregações, alguns pastores da região costeira do Quênia estão pedindo armas ao governo do país como forma de se protegerem de extremistas islâmicos.

O pedido dos líderes religiosos foi motivado pelo crescente conflito religioso na região, que se intensificou recentemente depois que os pastores evangélicos Charles Mathole e Ibrahim Kithaka foram mortos dentro de suas igrejas.

Os líderes cristãos afirmam que os ataques aumentaram a devido à radicalização de jovens muçulmanos. Os ataques ocorreram em meio a protestos de muçulmanos que estavam sendo vistos como alvos na guerra de Nairóbi contra o terrorismo.

– Muitas de nossas igrejas não têm qualquer proteção. Elas não têm muros ou portões. O governo deve enviar fuzis AK-47 para cada igreja, para que possamos impedir que elas sejam queimadas, que a nossa propriedade seja saqueado e que nossos pastores e cristãos sejam mortos – afirmou Lambert Mbela, um pastor na igreja do pastor Mathole, durante seu funeral.


Segundo o Charisma News, três semanas antes dos últimos assassinatos, jovens muçulmanos incendiaram uma igreja do Exército da Salvação na área de Majengo em Mombasa, para protestar contra o assassinato do Sheik Ibrahim “Rogo” Omar.

O pedido divide a opinião entre os cristãos quenianos, enquanto alguns afirmam que o pedido de armas reflete a crescente frustração com a insegurança, outros dizem que a medida contraria os ensinamentos bíblicos tradicionais da não violência, ou poderia ainda colocar igrejas e congregações em mais risco.

O reverendo Peter Karanja, o secretário-geral do Conselho Nacional das Igrejas do Quênia, comentou o caso em uma entrevista coletiva em Limuru, perto de Nairóbi, afirmando que não acredita que armar os religiosos irá garantir a segurança, mas que esse pedido demonstra que os quenianos estão ficando cansados com tanta insegurança.

Karanja desafiou o governo a mobilizar pessoal e recursos suficientes para melhorar a segurança em igrejas, escritórios e residências sem ter que armar os líderes religiosos.

– O que não concordo é com que cada pastor deve ser armado para garantir que eles são seguros – afirmou.

Porém, alguns líderes muçulmanos, por sua vez, apoiaram o pedido dos pastores, mas disseram que deve haver um controlo completo de quem recebe as armas.

– É uma boa ideia, mas nem todos os clérigos devem receber as armas. Alguns são desonestos e isso pode representar ainda mais perigo para os outros líderes religiosos – afirmou o Sheik Juma Ngao, presidente do Conselho Muçulmano do Quênia.

Por Dan Martins, para o Gospel+


10 COMENTÁRIOS

    • Senão defenderam os seus, a quem defenderão, ou se acovardarão? Eles nunca atacarão, somente, e é um direito de cada ser humano se defender estando com sua vida em perigo, poupando vidas preciosas de crianças e velhos principalmente. Cada pastor torna-se responsável pela segurança dos membros, quando na igreja. Se assim não fosse, Neemias nunca teria reconstruído os muros de Jerusalém. Neemias 4:11-23. Se ler o capítulo todo vai entender melhor. Devemos primeiro orar e Deus dará a estratégia necessária. A proteção Dele, não nos isenta de fazermos a nossa parte. Fique na paz.

      • Se vê bem pelos seus comentários em geral que você conhece apenas a letra do evangelho.. 2 Cor. 3.6 …a letra mata o Espirito vivifica.. 2 cor.10.4-5 diz que as armas da nossa milicia não são CARNAIS mais sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas.. A igreja de Jesus está perecendo por pensamentos humanos como este. Paulo disse palavras persuasivas de sabedoria humana, porém o evangelho é demonstração do Espirito e do poder de Deus. Armas humanas não matam demônios meu amigo, nossos inimigos não são as pessoas, mas as hostes infernais que a estão usando. Já pensou se todo crente tivesse esse seu pensamento? Onde você vê os apóstolos que foram todos martirizados usando armas humanas? No momento que estes crentes pegarem armas eles estão mortos, pois vão agir fora da vontade de Deus,e vão dar lugar ao Diabo vão ser massacrados é isso que o Diabo quer.
        Responder Coment

      • Jesus repreendeu a Pedro quando ele quis lutar e defender de uma maneira humana a Jesus..Jesus trouxe uma nova aliança, vão ler a Biblia meus amados Mateus 5 “Viste o que foi dito aos antigos olho por olho, dente por dente, eu porém vos digo que não resistais ao mal…Se nós estivessemos no tempo da lei, teríamos de apedrejar os adulteros,os filhos desobedientes,feiticeiros etc. E as leis da Terra? As leis da terra só devem ser obedecidas se não contrariar a lei de Deus. Se Deus diz para não resistir ao mal e dar a outra face ao que lhe bater, não importa se a lei da Terra nos dá direito de nos defender com agressão.

  1. Eu falei que chegaria o dia em que os evangélicos teriam que pegar as armas para se defender, ora essa o nosso Deus esta vendo tudo, e se ficarmos de braços cruzados ele matam a todos e fica por isso mesmo, tem mais e que mandar balas nesses seres revestidos de capeta, e manda-los mais rápido para as beiradas dos quintos dos centro do inferno lugar de capeta e no inferno, eu duvido que por legitima defesa da vida, um crente vai perder a Salva no passado por muito menos Deus matava aos milhares, não somos cachorros que e so matar e pronto, temos os nossos direitos tanto perante as leis terrenas como diante de Deus, chumbo grosso pra eles e tenho dito

    • Concordo plenamente “Se igreja é uma família quem é membro desta família não vai defender os seus? A lei da o direito de se defender. estamos voltando as origens “olho por olho dente por dente”se defender não é gerar uma guerra.É lei da sobrevivência”

    • Se vê bem pelos seus comentários em geral que você conhece apenas a letra do evangelho.. 2 Cor. 3.6 …a letra mata o Espirito vivifica.. 2 cor.10.4-5 diz que as armas da nossa milicia não são CARNAIS mais sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas.. A igreja de Jesus está perecendo por pensamentos humanos como este. Paulo disse palavras persuasivas de sabedoria humana, porém o evangelho é demonstração do Espirito e do poder de Deus. Armas humanas não matam demônios meu amigo, nossos inimigos não são as pessoas, mas as hostes infernais que a estão usando. Já pensou se todo crente tivesse esse seu pensamento? Onde você vê os apóstolos que foram todos martirizados usando armas humanas? No momento que estes crentes pegarem armas eles estão mortos, pois vão agir fora da vontade de Deus,e vão dar lugar ao Diabo vão ser massacrados é isso que o Diabo quer.

  2. Como sempre, religião promovendo conflitos. No sermão da montanha, entre outras tem a bem aventurança que diz : bem aventurados os que promovem a paz. . .Por outro lado, cadê o poder das orações, a proteção de Deus aos seus “filhos e povo eleito” ? Acreditam mais no poder de fuzil, do que em todas orações existentes. Também poderiam pedir um milagre a algum pastor brasileiro expert no assunto.

    • AINDA bem que além de ser ex combatente do glorioso exercito brasileiro manejo bem uma arma acerto um catitu no espraido ou na corrida a trinta metros ou mais na corrida com minha trinta e seis com um fal então pego um safado deste a 100 metros mole mole e comigo não violão mexeu no meu pedaço não mudo a camisa não quero nem saber, quem tem direito em mim e meu Deus, e não um podre do inferno um sacatrapo de satanás, para me defender por legitima defesa em nem pisco o olho e já tou mandando chumbo

DEIXE UMA RESPOSTA