Família afirma que “foi um milagre” encontrar idosa de 96 anos que passou 3 dias perdida na floresta Amazônica

1

O reencontro da idosa Raimunda de França Lima, de 96 anos, após ficar perdida na floresta Amazônica por três dias e quatro noites, sem se alimentar e dormir, foi marcado por emoção e demonstrações de fé.

Dona ‘Dica’, como é conhecida carinhosamente, mora na comunidade Mentae, na região do Arapiuns em Santarém (PA) Ela saiu para passear numa tarde de domingo e acabou se perdendo na mata, só sendo encontrada dias depois por moradores da comunidade.

– Foi um grande milagre de Deus. O amor de Deus foi mostrado através do milagre de encontrar ela viva e muitíssimo bem – afirmou a neta de dona Dica, Ildes Lima, que cuida da avó e afirma ter nela um exemplo de superação.

– São duas marcas fortes dela, a saúde e a coragem. – ressaltou Ildes.


Nádia Roberta, esposa de um dos netos de dona Dica, participou das buscas comentou sobre os momentos de tensão passados pela família até reencontrar a idosa.

– Teve momento que a gente perdeu a esperança. Nós, na comunidade, achamos que não íamos encontrar ela com vida. (…) Foi inexplicável a gente chorou de felicidade – relatou, segundo o G1.

Religiosa, dona Dica conta que em nenhum momento perdeu a fé, e que esteve orando o tempo todo para que Deus afastasse dela os perigos da floresta.

– Eu dizia: ‘Jesus, estou andando por aqui e o senhor continue na minha companhia. Disseram que para cá tem onça, se tem, o senhor afaste para muito longe Jesus’ – relatou a idosa.

Por Dan Martins, para o Gospel+


1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA