Pesquisa mostra que a maioria dos adúlteros brasileiros confia que Deus perdoa traições

16

Uma pesquisa feita com pessoas que admitem ser infiéis em seus casamentos revelou que a maioria dos brasileiros têm convicção de que Deus perdoa as traições.

Um levantamento feito por um site que promove encontros extraconjugais através de entrevistas com os inscritos descobriu que 76% dos brasileiros têm certeza que Deus perdoa a traição. Outros 45% dizem que fazem orações a Deus pedindo perdão após se relacionarem com outra pessoa.

Uma curiosidade constatada é o raciocínio dos infiéis quanto ao perdão: apesar de 76% crerem que Deus perdoa, apenas 45% se mobilizam em busca do perdão.

O levantamento mostrou ainda que os brasileiros se preocupam mais com o perdão do cônjuge do que com o divino: 54% dos entrevistados disseram ser mais importante o perdão do companheiro.


Para o fundador do site Victoria Milan, Sigurd Vedal, esse comportamento expõe a crença, por parte dos adúlteros, que conseguir o perdão divino é mais simples e certo do que o perdão do cônjuge.

“A nossa pesquisa nos mostra que o cristianismo não é visto como sendo uma religião promíscua, pelo menos não mais do que outra religião qualquer, embora os cristãos priorizem o impacto da infidelidade no seu cônjuge em detrimento daquele que é causado na sua fé. Eles acreditam veementemente que Deus perdoaria sua infidelidade, enquanto a vontade do parceiro não parece igualmente benevolente”, opinou Vedal.

Entre as questões sobre infidelidade feitas a 3.544 pessoas, o site incluiu no levantamento perguntas sobre o cristianismo, religião da maioria dos brasileiros. Confira:

É cristão?
Sim – 82%
Não – 18%

Considera o cristianismo uma religião de pessoas infiéis?
Sim – 9%
Não – 45%
Não mais do que as restantes – 46%

Acredita que Deus perdoa casos extraconjugais, caso ocorram por uma boa razão/causa?
Sim – 76%
Não – 24%

Busca a Deus pelo perdão da sua infidelidade?
Sim – 45%
Não – 55%

Acredita que se tornasse mais religioso se parasse de trair?
Sim – 12%
Não – 88%

Acredita ser mais importante o perdão de Deus ou o do seu cônjuge?
De Deus – 46%
Do cônjuge – 54%

Considera as festividades cristãs uma boa ocasião para compensar os seus pecados e procurar o perdão?
Sim – 36%
Não – 64%

16 COMENTÁRIOS

  1. Parece que todos estão errados, uma vez que o que a palavra de Deus fala do pecado do adultério é que é um pecado contra o corpo do pessoa, contra o corpo da companheiro(a) quebra de Aliança e um grande pecado contra Deus. Diz ainda que existe pecado em que o Presbítero pode orar mais há pecado em que não se deve colocar as mãos e nem orar, isso é claro para os pecado de Morte que são o adultério, a Prostituição, o homicídio, o furto e o Roubo. No caso do adultério o(a) adultério(a) terá que confesse e pedir perdão para a esposa a Igreja, e a Deus. assim se a esposa perdoa-lo ele está muito bem pode pedir perdão a Igreja e a Deus e tudo vai ficar bem após seis meses em que terá que ficar excluído da comunhão e Santa Séia na Igreja e caso tenha algum cargo cortado do cargo. Esse é o procedimento correto que ensina a Biblia, que ensinou Jesus e Deus através de seus profetas.

  2. Ainda tem uma coisa muito importante que é o caso em que o(a) companheiro(a) não o perdoe, poderá se divorciar e se casar sem nenhum problemas já o adultero(a) só poderá se casar para viver em paz com Deus e a Igreja quando o companheiro(a) morrer ou terá que suplicar-lhe o perdão e reatar o casamento ou ficar sem companheiro e caso se casa será adultérios(as) e os filhos de adúlteros e adulteras, serão impuros como o da fornicação, da prostituição e das não crentes, mais o da (o) adúltero tem um grande problema que serão alem de impuros homossexuais, lesbidas e feiticeiros agoireiros. Isaías 57:3 e os filhos da fornicação, prostituição, adultério e das)(os) não crente em cristo tem maior tendencia o violencia motivos pelos quais tem aumentado a violência no mundo.

    • uai, mas a biblia não diz que se deve perdoar 7 x 70?

      onde está na “bribria” que depois que se divorcia, pode casar novamente?

      nunca vi essa autorização!

      divorciar-se não é autorização para se casar novamente.

      ahhh já sei, vcs INTERPRETARAM ASSIM. claro.

      normal isso kkkk

  3. EU TAMBÉM ACREDITO QUE DEUS PERDOE A TRAIÇÃO; PORÉM EM PRIMEIRO LUGAR A PESSOA DEVE ESTAR ARREPENDIDA DE FATO E DE VERDADE, EM SEGUNDO LUGAR; A CONSEQUENCIA DO PECADO É TÃO HORRÍVEL E CRUEL QUE NÃO VALE E NUNCA VALEU APENA PECAR; POR ISTO CONTINUO LONGE DO PECADO.

  4. A maioria das ditas igrejas cristas evangelicas tupiniquins ( com certeza mais de 90 % ), estao tao contaminadas pela maligna teologia da prosperidade que o que vale mesmo e a grana, o fiel da igreja tendo dinheiro, ai ele pode tudo, pode transar, pegar a mulher ou o homem que quiser, sair com quem quiser, fletar e namorar como bem entender que se da um jeitinho brasileiro pra tudo , agora, se o fiel for um pe rapado, ai ta lascado.

  5. A maioria das ditas igrejas cristas evangelicas tupiniquins ( com certeza mais de 90 % ), estao tao contaminadas pela maligna teologia da prosperidade que o que vale mesmo e a grana, o fiel da igreja tendo dinheiro, ai ele pode tudo, pode transar, pegar a mulher ou o homem que quiser, sair com quem quiser, fletar e namorar como bem entender que se da um jeitinho brasileiro pra tudo , agora, se o fiel for um pe rapado, ai ta lascado mano.

  6. Todo e qualquer tipo de pecado é pecado,o pecado leva a morte e somente jesus tem o poder de advogar por você pecador.se você pecou peça perdão a Deus e não peques mais,mais se continuar pecando você vai para um lugar onde há fogo e ranger de dentes.

  7. Deus autorizou o divorcio mais não autorizou novo casamento, casamento é só um, há não ser em caso de morte.. Muitas igrejas evangelicas fazem casamentos de pessoas divorciadas.. Separou? Fica sem casar, é melhor obdc a Deus do q a carne..

  8. EM THIAGO 5:16 ESTÁ ESCRITO; CONFESSAI AS VOSSAS CULPAS UNS AOS OUTROS; QUANDO O PECADO É DE MORTE: COMO ADULTERIO, FORNICAÇÃO, ASSASSINATO ETC., A MELHOR E MAIS EXPERIENTE PESSOA E A MAIS CONFIAVEL É O ANJO DA IGREJA O PASTOR; SE ELE NÃO FOR DIGNO DE CONFIANÇA ELE RESPONDERÁ DIANTE DE DEUS.

  9. Não é de estranhar, a Bíblia incentiva o incesto e a pornografia.
    Farez e Zara foram fruto disso e pasmem, estão na genealogia de Jesus, o homem que não possuí genealogia.

DEIXE UMA RESPOSTA