Porta dos Fundos desdenha da fé em sátira a milagres e diz que é errado agradecer a Jesus

43

O Porta dos Fundos parece ter esgotado o estoque de criatividade e, ao mesmo tempo, decidido focar em seu desprezo pela religião cristã. No último sábado, o grupo de humor publicou outro vídeo usando Jesus como mote para seu esquete.

No vídeo, Fábio Porchat faz uma sátira à gratidão das pessoas a Deus e à fé em milagres, e valendo-se do estereótipo convencionado da aparência de Jesus, surge barbudo e vestido com uma túnica em um hospital, dizendo não curar pessoas.

“Eu não salvei ninguém. Eu não fiz nada. Que fique claro. Não dá para ficar ouvindo pedidinho de todo mundo. Tem mil pessoas nesse hospital e eu vou salvar seis, sete se eu estiver de bom humor. Só para você entender: médico salva vidas e eu tenho mais o que fazer”, diz o personagem.

O fiel que insistia em agradecer é interrompido por um médico que diz que sua esposa tinha falecido há pouco, de forma inexplicável, afinal, ela tinha saído bem da cirurgia. “Deixa eu te falar, isso aí não foi ele [médico] não. Aí foi culpa minha mesmo. Fui eu que matei ela, porque você estava me dando raiva”, intervém o Jesus do esquete.


Ao final do vídeo, uma moça aguarda na recepção do hospital e reage à queda de um abajur: “Tá amarrado em nome de Jesus”, diz ela. Novamente, o personagem aparece dizendo que não amarra nada, e que se o diabo quisesse fazer mal, daria um AVC nela.

Imediatamente, a jovem começa a passar mal, e o Jesus do Porta olha para o chão, comentando com o demônio sobre seu oportunismo dele, e diz que não ajudará a jovem: “Não vou ressuscitar não, vou deixar ela aqui”.

Não bastasse as piadas do vídeo, a descrição do episódio no canal do YouTube também satiriza o Filho de Deus: “Gostaríamos de aproveitar esse espaço para agradecer ao Hospital Casa de Caridade da Guanabara por ceder o espaço para a gravação; aos figurantes que ficaram sem comer por aproximadamente onze horas para aparecerem desfocados por alguns segundos no vídeo; e, claro, ao grande responsável pelo roteiro, direção, luz, som, produção, figurinos, maquiagem, transporte e edição: Jesus”.

43 COMENTÁRIOS

  1. Eu achei engraçado, mesmo sendo Cristão. Acho interessante o jeito de abordagem sobre religião. Claro que Deus interfere em nossas vidas, mas só se permitirmos que ele o faça, e jamais colocará uma cruz sobre os nossos ombros mais pesadas do que podemos carregar. Piadas a parte, quem salva vidas realmente são os médicos. Se todos nós temos liberdade para fazer o que quisermos também vamos sofrer consequências.

  2. Isso se chama falta de talento, apelam demais e a única coisa que conseguem, é trazer atrair maldição para si e seus familiares. Deixo para eles a seguinte frase que para entende-lá precisam de sabedoria do alto: "…é duro para ti recalcitrar contra os aguilhões".

  3. Acabou a graça!! Existem tantos meios para se fazer humor, no entanto, “eles” insistem com o cristianismo.
    “Eles só querem mesmo polemizar e estão conseguindo” Pífios!! rs

  4. Se vcs têm fé que Jesus vai ajuda- los, ótimo. Não há motivos para se incomodarem com os vídeos do Porta.
    Se vcs acreditam que Deus vai puni-los. Então também não há com que se incomodar, já que Deus sabe de todas as coisas né?
    Então se eu fosse uma pessoa de fé eu continuaria cuidando da minha vida e confiando em Jesus Cristo ao invés de ficar ofendido ou incomodado com quem não tá nem aí.
    Pensem um pouquinho.

  5. Wendson Siqueira, sim. Não convém fazer este tipo de trabalho com mulçumanos pois existem muitos radicais, extremistas, que pra entrar num avião cheio de dinamite e se jogar contra um prédio num levam 2 segundos. Como esse tipo de gente, o melhor é ignorar, pq como disse Einstein a estupidez humana é colossal. E em sendo cristão, não encham o peito de orgulho por não fazer isto não, pois isso é o mínimo que se espera de alguém decente.
    Não gostou? Ignora. Sou ateu, aqui e ali há um comentário quanto a isso; escuto, rio junto, respeito, relevo, sigo a vida. SejEm inteligentes.

  6. Deus não amaldiçoa, ele permite a maldição. Como por exemplo a história de Noé. Deus manda Noé construir a arca e dissesse para aquelas pessoas que Deus iria destruir o mundo por causa do pecado (2 Pedro 2. 5). Noé pregava o arrependimento e que as pessoas entrassem na arca. E outro detalhe, ele construia a arca na terra seca. Foi zombado, criticado e tantas outras coisas ruins que vocês possam imaginar e rejeitaram o perdão de Deus.
    O erro de vocês ateus é que enxergam o Deus como uma pessoa má. Ele não é mau, Ele é justo! E outro erro é que vocês querem que Deus seja tolerante com o pecado. É o que NUNCA vai acontecer! Mas Ele têm sido tolerante com o pecador. Arrependam-se das suas iniquidades e creiam que Deus é o único caminho para a salvação. Nós, seres humanos merecíamos o inferno porque todos nós pecamos, mas Jesus Cristo veio a este mundo não para condenar, mas que fossem salvos por ele (João 3:17). Agora, quantos ao que rejeitam… O que eu posso fazer? nem mesmo Deus pode interferir o livre-arbítrio de vocês.

  7. Se ele permite a maldição ele não é bom, que tipo de deus é esse tão carente e insuficiente de si que precisa ouvir que alguém que "o ama" pra fazer o bem? Tanto louvou e tanta "glória" pra um ser que simplesmente é "justo" como se isso não fosse no minimo obrigação não só pra qualquer deus como também pra qualquer pessoa. E sua frase final "nem deus pode interferir o livre-arbítrio de vocês" então porque caralhas ele decide de permite a "maldição" ou não?

  8. Por que os crentes vão ao hospital se o vídeo está errado. Passem a se tratar com seus pastores, ao invés de comprar remédios façam estoque de bíblias e amuletos ungidos. Eu desafio todos os crentes a fazer isso.

  9. Eu fico observando o quanto o ser humano, tem a capacidade de desafiar quem ele não consegue destruí, porque tanto falatório, porque um dia cada um vai usar sua boca para confessar aquilo que sempre duvidou,
    Romanos: 14. 11. Porque está escrito: Por minha vida, diz o Senhor, diante de mim se dobrará todo joelho, e toda língua louvará a Deus.

DEIXE UMA RESPOSTA