Presidiários formam coral e se apresentam na Igreja Batista da Lagoinha

3

Um coral formado por presidiários da Penitenciária de Segurança Máxima Nelson Hungria se apresentou no domingo, dia 17, na Igreja Batista da Lagoinha. O grupo de música gospel nasceu dentro da prisão, após os integrantes se converterem à religião evangélica, através de trabalhos de evangelização desenvolvidos pelas igrejas dentro das penitenciarias.

Os presidiários participaram do culto e também subiram ao púlpito para apresentar duas canções, uma delas foi a música “Galhos secos”, que ficou conhecida recentemente como “Para nossa alegria”.

Os membros da igreja se emocionaram com a apresentação e ficaram de pé para cantar junto com o coral, que ainda cantou outras músicas, o hino “Porque Ele vive”, “Preciso de Ti”, do Diante do Trono, dentre outras . Após o culto o grupo retornou para a penitenciaria.

Assista a um trecho da apresentação:

Assine o Canal

Fonte: Gospel+

3 COMENTÁRIOS

  1. Porquê não chama as famílias das vitimas deses "santos" para cantar junto?Marar, roubar, estuprar, traficar é a maneira mais fácil de se tornar "santo" hoje em dia. Aí depois de tudo que o cara aprontou vira crentelho, paga uma de "santinho" e todos seus crimes foram perdoados. Não existe bandido bom, bandido bom é aquele que deixou de existir!

    • Olá Guilherme! Quero te dizer que sou grato a Deus pela sua vida, pois você hoje tem a oportunidade de conhecer a Deus, quando digo conhecer a Deus,(não estou dizendo que você não conheça) digo saber mais de Deus, ter uma intimidade a mais, conhecer uma pessoa uma pessoa bem, significa que você anda com ela, conversa com ela, sabe as dificuldades dela, sabe seus pontos de vista, você tem informações precisas dessa pessoa, e nós temos a liberdade de escolha, você pode escolher entre a vida e a morte, entre ser livre ou cativo, servir a Deus ou não servir, nós temos a escolha em nossas mãos. Você tem essa escolha. Eles fizeram as escolhas, escolheram certo??? escolheram errado??? fizeram pessoas sofrerem, tiram vidas quem sabe? Você já fez algo que se arrependesse? e se fez, o seu arrependimento foi sincero? só você pode saber, e é claro Deus, que tudo vê, e nada passa desapercebido aos teus olhos, condenado eles já foram pela justiça, (justiça terrena) e o fato deles fazerem uma nova escolha (estarem na igreja) não muda o fato que aos olhos de Deus eles não vão pagar por isso, O Senhor faz com que o sol brilhe pra todos, para os pobres e também os ricos, Ele é Justiça, e não por que agora eles estão na casa de Deus, que Deus não vai cobrar isso deles, Deus é Justo. E o Senhor cobrara aquilo que for necessário. Nós sabemos que existe várias pessoas que se passam por santas, mais no fundo não o são. Isso existe em todos os lugares, nós como pessoas de Deus, procuramos conhecer a vontade de Deus, e fazer o que agrada a Deus, procuramos fazer essas pessoas se achegarem a Deus, ensinando, acompanhando, insistindo com elas, para que realmente elas possam conhecer a Deus de verdade e nunca mais essas maneira de viver que ele vivia o torne a viver. Eu acredito num Deus que transforma vidas, e nós temos que nos apegar cada dia mais a Ele, pois somos seres humanos e estamos sujeitos a praticar os mesmos atos que eles praticaram se sairmos da presença de Deus, é Deus quem nos guarda e livra dessas coisas. Quando o próprio Deus disse que se arrependeu de ter criado o homem, o que você espera do homem? O que quero dizer é que Deus é amor e misericórdia, e Ele nos da chances, Ele nos perdoa, Ele nos transforma. E você é uma pessoa muito especial pra Deus, Jesus te ama e te dá a escolha. O que você escolhe?

    • Fábio Carvalho Nunca matei ninguém, nunca estuprei ninguém, nunca roubei ninguém, em caso de crimes de estupros, morte e pedofilia não tem que ter perdão. Se eles acreditam em deus, eles tem mesmo que pedir perdão pessoalmente o mais rápido possível, afim que não possa cometer os mesmos crimes de novo e depois pagar uma de santinho de novo.Olha cara como vc está sendo respeitoso comigo não quero nem dizer o que penso sobre seu deus, só que não acredito, já acreditei quando era criança mais por obrigação do que por vontade, mas depois que cresci me assumi ateu e assim vou continuar a té morrer. Escolhas ruins todo mundo faz, mas existem escolhas e escolhas, uma coisa eu mandar discutir com um vizinho, ou falar um palavrão na frente dos meus filhos, ou deixar algum deles ler a bíblia são escolhas ruins minhas, que eu posso muito bem acabar escolhendo erroneamente, isso são escolhas que eu posso reparar e que podem não causar tantos danos. Outra coisa é eu tirar uma vida, ou causar um trauma irreparável para uma pessoa , isso são escolhas que depois de feitas não se podem reparar, e a única maneira de prevenir que essas escolhas ruins não voltem a ocorrer, é a morte mesmo. Se um filho meu matasse uma pessoa ou estuprasse eu seria o primeiro a desejar que ele pagasse com a própria vida. A quele que tem frieza para matar, tem frieza para morrer.
      Agora vc me desculpa, mas não quero entrar mais no mérito de seu deus, uma vez que tudo que você disse sobre ele não acredito, e se eu for responder, vou acabar te ofendendo, assim como já ofendi muito por aqui, é um defeito meu que estou tentando concertar. De modos que se vc vier com argumentos baseados em crença nem irei me dar o trabalho de responder, para não te ofender assim como não respondi as suas perguntas.
      Fica em paz!

DEIXE UMA RESPOSTA