Israel

Anexação de parte da antiga Judeia e Samaria é rejeitada por primeiro-ministro de Israel

Comments (2)
  1. Da mesma forma que não existe Antiga Londres, Antiga Paris, Antiga Roma, Antiga Jerusalém ou Antiga Belém, não existe Antiga Judéia ou Antiga Samaria. É Judéia e Samaria e pronto.

    1. Roberto Kedoshim disse:

      Compreendo o que queres dizer. Sou jornalista e, dependendo do público alvo, as vezes vejo-me diante de algumas situações onde tenho que usar a expressão Cisjordânia. Entretanto, quando isso acontece incluo sic entre parêntesis. Infelizmente os portais, sites e blogues cristãos estão perpetuando estereótipos falaciosos do ponto de vista histórico. Dói-me quando leio, por exemplo, expressões como “Palestina na Época de Jesus”. Ora, na época de Jesus já não mais existia a Palestina. E mesmo que existisse seria uma estreitíssima faixa de terra que não ficava nem Judeia nem na Samaria. A Palestina (sic) popular foi uma invenção romana posterior aos tempos de Jesus. Outro exemplo: Procurem a expressão “palestinos” nos jornais e livros publicados antes dos anos 1960 e não vamos encontrar nada! Até mesmo os mais radicais opositores dos judeus se referiam aos “árabes residentes na Palestina” em seus pronunciamentos. À partir dos anos 60, Yasser Arafat “inventou” o povo palestino, nenhum cristão contestou, e hoje até mesmo tradicionais publicações cristãs referem-se àqueles árabes como palestinos (sic). Creio que compete a nós, que temos nas mãos modernos mecanismos de comunicação, esclarecermos esses detalhes. Em todo caso, sou muito grato pela forma cordial com que respondeste. Fraterno abraço.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *