Apóstolo Valdemiro Santiago concede entrevista a Luciana Gimenez na RedeTV!, diz que “igrejas são iguais” e que macumba “pega”

34

O apóstolo Valdemiro Santiago resolveu compensar a falta de horários da Igreja Mundial do Poder de Deus nas emissoras de televisão aberta com participações em programas voltados ao público-alvo de sua denominação.

Após participações em programas do SBT, como Silvio Santos e Domingo Legal, Santiago agora será visto no talk show Luciana By Night, apresentado por Luciana Gimenez, na RedeTV!

A gravação aconteceu na tarde da última terça-feira, 08 de abril, nos estúdios da emissora em Osasco, Região Metropolitana de São Paulo.

Na entrevista, o apóstolo da Mundial disse que igrejas são todas iguais: “As igrejas são iguais, Deus é que faz diferença na vida da gente. Deus não está preocupado com o nome da igreja ou a religião, Ele está preocupado conosco. O Deus que me ama, ama você do mesmo jeito”, declarou.


O apóstolo ainda observou que o princípio de amor ao próximo deve nortear a espiritualidade das pessoas: “Essa história de religião, de placa de igreja, não existe. Reino de Deus não tem um cantinho pra essa ou aquela igreja, não. Me perguntam qual a religião que eu indico: ‘A sua religião?’. Eu falo: ‘Não, porque eu não tenho religião’. A religião deve ser essa: amar a Deus, temer a Deus e amar ao próximo como a ti mesmo”.

Seguindo sua linha de raciocínio, Santiago fugiu de comparações entre as denominações: “Na verdade, eu nem comparo, porque eu prego a Palavra, e as coisas que acontecem na igreja não saem dos meus próprios recursos. Como é Deus que produz aquilo, que faz tudo, eu não poderia nem comparar. Deus é quem decide em qual igreja ele vai operar e qual maneira ele vai operar. De uma igreja para outra, acontecem coisas diferentes, tem um grau de dificuldade mais elevado, milagres. Só que aí não sou eu, não é responsabilidade minha, não é por causa do Valdemiro”, contextualizou.

Para concluir, Santiago afirmou que macumba “pega”, mas acrescentou que o termo representa a existência do mal: “Ah, pega. Em mim não pega não. Eu carregava um patuá na época [da infância na roça]. Uma macumbeira colocou um patuá, disse que era pra me proteger e eu fiquei rebelde com todo mundo. Então [a macumba] pegou, porque eu fiquei amigo dela e inimigo de todo mundo. O mal existe e é isso que eu quero dizer. Não é que a macumba pega, é que existe o mal assim como existe o bem”.

A data que o programa com a entrevista de Valdemiro Santiago irá ao ar ainda não foi divulgada pela RedeTV!.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

34 COMENTÁRIOS

  1. Eu sempre achei que macumba fosse um instrumento de percussao, mas as OVELINHAS como gostam de atacar as religoes afro, sem o menor respeito, e juram que querem que suas crencas sejam respeitadas. diga-se de passagem as ovelinhas veem o demonio ate no espelho,

    • bambi, assim como os evangélicos são popularmente e genericamente chamados de “crentes”, os praticantes das religiões afro são chamados de macumbeiros. quem não conhece “crente” não sabe diferenciar um do outro, quem não conhece as religiões afro também não sabe diferenciar.

      • sobre a questão do mal, é simplesmente uma questão teológica.

        para os espíritas (onde estão incluídos os “macumbeiros”), os demônios são apenas espíritos inferiores, que não evoluíram.

        para os evangélicos e outras denominações cristãs, eles são seres espirituais (anjos) que abandonaram o propósito original de Deus para eles, e se colocaram em oposição ao Criador.

        portanto, não é nenhum preconceito chamar um espírito do candomblé de demônio, é uma questão de crença, e deve ser respeitada. assim como o praticante do candomblé chama o demônio cristão de “espírito não evoluído”.

        • Entendi fofa, mas eu frequentei algum tempo a doutrina Kardecista na qual eu me indentifiquei por um tempo, e posso te dizer que nao tem nada a ver com os rituais de religiao afro, apesar, de haver o que eles chamam de “incorporacao” de espiritos ou entidades, mas cah pra nos, voces adoram meter o pau nas religoes afro

          • é a mesma coisa “fofa”, a diferença é q segundo a doutrina Kardecista, as religiões Afro lidam com espíritos mais inferiores. vê-se logo, q eles são tão ligados à carne, q mesmo desencarnados ainda são dominados por desejos carnais, por exemplo, o pilintra q fuma e bebe. as religiões Afro ainda, ao invés de ajudar esses indivíduos a evoluir espiritualmente, se aproveitam das suas fraquezas para fazer barganhas com eles (oferecem o q eles querem, e pedem proteção, conselhos etc..).

            já os Kardecistas ajudam os espíritos menos evoluídos a evoluírem. os rituais, as formas de acessar o sobrenatural são diferentes.

            eu falo do q conheço fofa, já estudei todas as religiões para não falar do q não sei.

        • Bereiano quem porque voce ta chamano o Cezinha de 171 ,voce bereiano 24 ,a vida dele E xora,nem ele trocano o niqui voces deram sucego pra ele,çujo,nem faser amor comigo ele fwzs mais preocupado com o que voces fais com eke,com dizimo que é nosso sustemto,voces vai dar comifa pra nossos filhos,vai paga carro,casa ,entao para de falar do dizimo e do Cezinha

  2. Até que realmente o boiadeiro falou bem, e não criticou ninguém.

    Mas o Edir Macedo também não fala mal de nenhum adversário. Ele contrata demônios pra fazerem isso:



    Assine o Canal
  3. Deichem ele em pas,nem fazer amor ele consegue mais faser comigo di tanto que voces pertuba ele,voces me paga,eu ja falei pracele nao entra nesse saite

  4. Voce deve cer uma galinha que ele me falo que da disima dos homem tudo ,Mary quandu voce ia na nossa igreja voce nao era galinha asim ta venu,depois tem gente que fala da universal,a Mary quando era da universal era direita agora é galinha ,fica ofereseno essa chana pros homem

  5. Campanha Eu Sou a Universal é verdadeira
    Postado por Redação em 08/04/2014 com 58 comentários

    56
    Eu-sou-a-Universal.
    Em 2 de abril de 2014 o Observatório da Televisão publicou uma nota afirmando que os depoimentos dados para a gravação da campanha “Eu Sou a Universal”, da Igreja Universal do Reino de Deus, seriam armados. A nota, com informações de uma fonte em off, dizia que atores haviam sido contratados para representarem histórias de pessoas que se tornaram bem sucedidas, após se tornarem fiéis da Universal.

    O assunto gerou muitos comentários e em contato com o Observatório, o UNIcom – Departamento de Comunicação Social e de Relações Institucionais da Universal afirmou que não houve armação e garantiu que os personagens que se apresentam nos vídeos não são atores contratados e sim membros fiéis da IURD. A assessoria nega ainda que as histórias relatadas nos vídeos sejam ficcionais.

    A Igreja Universal afirma que “todas as 22 narrativas foram apresentadas por quem as vivenciou e sem qualquer tipo de remuneração.” As pessoas são de fato membros da igreja, que aceitaram contar a guinada positiva e próspera que suas vidas tomaram, após se tornarem membros da Universal, sendo assim exemplos para outros fiéis.

    O Observatório da Televisão então foi em busca de comprovações junto a sua fonte em off e não obteve provas que sustentasse a falsa denúncia. Optamos então por tirar a nota do ar e abrimos espaço para uma retratação. Preferimos confiar nas afirmações de uma instituição séria como a IURD e reafirmamos que o Observatório da Televisão foi induzido ao erro por uma fonte mal intencionada, que mentiu ao dizer que os vídeos da campanha “Eu Sou a Universal” são armados. Diante do exposto assumimos a falha na apuração e o erro por publicar uma nota com informações totalmente falsas.

    Sendo assim nos retratamos e reafirmamos que fomos vítimas de uma fonte sem credibilidade. Não estamos aqui para ir contra ou a favor de qualquer denominação religiosa. Este é um canal de informação sobre televisão. Pecamos por não ouvir ambas as partes envolvidas antes da publicação da nota e pedimos desculpas pela falha na conduta e ética jornalística.

    Confira um, dos 22 depoimentos, que tem sido veiculado, há cerca de um ano, em emissoras de televisão:

    • Em minha cidade um cidadão fez este tipo de endosso gratuito na TV, usando de seu trabalho, sua família, aliás eu o vejo quase todo dia, e a maquiagem que recebeu de roupa, penteado, preparação da mobília, comportamento impecável de grande líder empresarial, apoiado pela diretora da empresa, que de fato é a atendente do telefone da micro pequena empresa sua esposa ajudando-o para baixar o custo com contratação de mão de obra qualificada, foi uma verdadeira montagem, pois é comum o mesmo vir a “igreja” de sandálias havaianas e carregando seus pertences em uma sacola de supermercado, mas sua lisura e honestidade conheço desde tenra idade assim como toda sua família, que lá não frequentam, e que é usada para dar o atestado de boa conduta da denominação, o que é um fato lastimável. Sou responsável pelos meus atos os outros que façam os mesmos, como diz o caboclo “burro velho não morde no freio”.

      • edy

        olha só quem fala… vc que já teve vários nicks aqui… tipico da hipocrisia iurdiana mesmo! e outra, esse nick não tem nada a ver comigo, só pq falou algo parecido com o que vivo dizendo aqui?

        Vcs evangélicos estão com o filme queimado perante os cristãos e a sociedade em geral. Não queremos ser vistos como vcs… hipócritas.

  6. E agora ta virando moda pastores comparecer a programas mundoivisco na televisão eu em, sei não a coisa ta feia a coisa ta preta quem não for filho de Deus ta como sem duvidas na unha do capeta, que qui o waldemiro santiago ganha com isso? sei não eu em, e por essas e outras que gosto e muito do Davi Miranda, podem falar a vontade do Davi Miranda mas realmente eu gosto por demais do Davi Miranda com certeza ele jamais iria em um programa mundoivisco e carnaceral como o programa desta murrer onde somente tem coisas mais que mundanas de onde não sai nada de nada que preste ou de arguna coisa de aproveito, eu em

    • Gloria a Deus que as emissoras de televisão estão dando aberturas para as Igrejas Evangelicas(Apostolos e PAstores) se devenderem de pessoas abestalhadas feito voces e o outro gay abestalhado Jean.

    • Sou um Presbitero assembleiano da mm ministerio missões, portanto sou sim um filho adotivo de Deus deverias tu medir suas palavras para que não venhas a pecar contra um crente, se voce concorda com estes pastores e suas modernidades isto e um problema teu, e concordo com sua posição pois se estiveres errado o seu problema e com o Deus Santo Unico e Verdadeiro,, agora o que não podes e chamar um presbitero homem de uma so mulher pai de familia como eu com este nome que vossa suposta santidade me chamou, mas eu disse mas Em o Nome Poderoso e Misericordioso do meu unico Senhor e Salvador Jesus Cristo eu te perdoo, mas deveis sim tomar cuidado com suas escritas para que não venhas pecar, pois mesmo em escrita tu pecas, pois quando estavas a escrever esta blasfemia com certeza absoluta seres estavão te observando o que estavas a escrever, uns da parte de Deus e outros da parte do diabo, não deis lugar ao diabo resista-o e ele o diabo fugira de voce,

  7. Vou concordar com o explorador da fé, Valdemiro. Não só as igrejas, como também os profissionais religiosos, SÃO TODOS IGUAIS! O provérbio popular que que diz “que toda regra tem exceção”, não cabe aos religiosos, estes sim, são iguais: São loucos por dinheiro; Seus únicos objetivos na vida é meter a mão no bolso dos incautos fiéis. Hipócritas! (2Cor. 11:12-15; Mateus 7:15; 23:27,28,33)

    • Pelos frutos conhecereis a arvore… olha pra sua vida; o que você faz de bom?
      o que você faz para o próximo? nada? isso tem que te preocupar; é filho falar mal, criticar, difamar, os ouros é muito fácil;
      se seus olhos forem maus filho todo seu corpo sera tenebroso…
      que o SENHOR Deus brilhe sua luz na sua vida para que conheça a verdade, conheceres a verdade e a verdade vos libertara. Graças a Deus por Cristo Jesus! Amem!

  8. Eu observo vários defeitos no apóstolo VALDEMIRO, mas querendo ou não na vida dele há varias evidências que se trata de uma pessoa de DEUS, eu não sinto-me capaz de analisar a minha própria conduta e as vezes me surpreendo comigo mesmo.Quantas vezes você se surpreende com a pessoa que você mais gosta? pensem nisso…

  9. Críticar é facil..põe um leproso na sua frente, Abraça ele como faz Valdomiro Santiago, depois veja se ele ficou curado ou se a lepra pegou em você. …A Bíblia diz: ai daquele qur falar de um ungido “Meu”

DEIXE UMA RESPOSTA