Escritor Stephen King diz crer em Deus e classifica religião como “uma ferramenta perigosa”

2

O escritor Stephen King, autor de diversos best-sellers, afirmou que acredita em Deus apesar de a religião ser usada por gente mal intencionadas para manipular pessoas ingênuas.

A declaração de Stephen King foi feita à edição norte-americana da revista Rolling Stones. “Eu escolho acreditar que Deus existe e, portanto, posso dizer: ‘Deus, eu não posso fazer isso por mim. Ajuda-me a não tomar uma bebida hoje. Ajuda-me a não tomar uma droga hoje’. E isso funciona bem para mim”, disse.

Stephen cresceu numa Igreja Metodista, mas as “dúvidas” que tinha quanto à organização de uma comunidade de fé o tornaram avesso à religião, que considera “uma ferramenta muito perigosa que tem sido mal utilizada por um grande número de pessoas”.

Mesmo com suas restrições à religião, o renomado escritor diz que escolhe crer em Deus “porque [a fé] torna as coisas melhores”: “Você tem um ponto de meditação, uma fonte de força”, resumiu.


Stephen King é conhecido por escrever histórias de terror e suspense, e já publicou mais de 50 livros, com mais de 400 milhões de exemplares vendidos. Muitos de seus livros viraram filmes, e o mais famoso é “O Iluminado”, adaptado em 1980 por Stanley Kubrick, com o ator Jack Nicholson no papel principal.

O próximo livro de Stephen King será “Revival”, um romance que narra a história de um pastor metodista que condena sua fé após um acidente horrível. De acordo com a sinopse do livro, o personagem narrador da história, Jamie Morton, sente uma sombra cair sobre ele e termina por encontrar o novo ministro metodista da sua pequena cidade na Nova Inglaterra, Charles Jacobs.

No encontro, eles sentem uma conexão que vai reverberar através da vida de Jamie, levando-o para um final que vem sendo considerado “o mais assustador que Stephen King já escreveu”.

2 COMENTÁRIOS

  1. Além da missão de nos Salvador, o segundo ponto que Jesus mais lutou foi contra os “religiosos de sua época”, acho que se Jesus hoje fosse a um culto de Silas e outros da Teologia da prosperidade, quebraria todas as suas “lojinhas”.

    • NÃO CONFUNDA VENDILHÕES DO TEMPLO, COM RELIGIÃO, COM PREGAR AS BOAS NOVAS RELIGAR O QUE ESTAVA DESLIGADO, COM PALAVRAS, FORA DO TEXTO, PARA USAR AS PALAVRAS EVANGELHO E RELIGIÃO COM LADRÃO, VC. É PIOR DO QUE ELES.

DEIXE UMA RESPOSTA