Treinador demitido por orar com jogadores após partidas diz que segue dando graças a Deus

0

A tradição construída por um treinador de futebol americano de orar com seus atletas após cada partida, independentemente de uma vitória ou derrota, tornou-se motivo para sua demissão, mas ele segue firme acreditando que manter sua postura foi correto.

Joe Kennedy era treinador de futebol americano na Escola de Ensino Médio de Bremerton, em Washington, Estados Unidos, e foi suspenso e demitido porque, a certa altura, alguém da direção da escola interpretou que o gesto religioso poderia causar problemas à instituição.

A justificativa usada por que a “expressão religiosa poderia ser considerada uma possível violação da Cláusula de Estabelecimento da Constituição dos Estados Unidos da América”, e que ele não aceitou parar com o gesto.

Em um artigo, intitulado “Como agradecer mudou minha vida”, escrito para o jornal Washington Times, Joe Kennedy afirmou que seu gesto de orar em gratidão a Deus foi incompreendido, mas que ele não se arrepende.


“No ano passado, eu perdi o emprego como treinador de futebol da escola por causa de minhas orações. Especificamente, no meio da temporada eu fui suspenso e, finalmente, demitido porque eu escolhi fazer uma oração de agradecimento, como sempre fiz depois de cada jogo, durante os últimos oito anos. A experiência [demissão] tem sido extremamente difícil para mim, mas eu ainda dou graças”, escreveu.

O treinador reconheceu que perder o emprego não tem sido fácil, ainda mais porque ele fazia o que gosta, mas seu consolo tem sido confiar em Deus e em Seus planos: “Dou graças pelo tempo que eu tive com os meus jogadores, apesar de ter sido interrompido. Agradeço a Deus por Sua fidelidade constante, durante todo este tempo difícil para mim e para minha família”, afirmou.

“Agradeço a Deus pela força que Ele me deu e também porque sei que tudo isso é parte de Seu plano maior. Mesmo que eu não entenda agora, sou livre para segui-lo, sabendo que Ele tem um propósito”, pontuou, demonstrando convicção.

Por fim, Kennedy disse que tem orado a Deus para que Ele o mostre qual é Sua vontade: “É como quando você despeja um quebra-cabeça sobre a mesa. No começo você não sabe o que fazer com todas as peças que estão na sua frente. Se você não tiver um ponto de referência para começar, a incerteza pode ser paralisante. Mas quando você ora e agradece a Deus pelo que Ele já fez em sua vida, as coisas começam a fazer sentido. Você pode ver onde os pedaços de sua vida se encaixam para formar a grande figura. Sua vida tem um propósito”, concluiu.

O treinador e seus atletas em oração após uma partida
O treinador e seus atletas em oração após uma partida

SEM COMENTÁRIOS

  1. Vai viver e pagar as contas com pai nosso então. Ele sabe que é proibido misturar religião com esporte. Daqui a pouco vai ter despacho de macumba no pé da trave e vão dizer que é normal. Ele cometeu uma infração grave e foi demitido corretamente. Outro técnico mais equilibrado vai entrar no lugar dele e tudo estará bem. Com certeza deus tem coisa melhor para fazer do que ficar desviando bolas para dentro do gol.

  2. Meu caro, o que seria de nós, se o TODO PODEROSO, não estivesse presente em todas as situações, seja no trabalho, em casa, no lazer, e etc… Se você não o tem por completo, com certeza, algum dia terá sérios problemas. ELE é o meu COMANDANTE, e que dirige os meus passos durante as 24 horas. Onde vou, peço que ELE, vá comigo; afinal, faço parte do SEU EXÉRCITO. Não esqueça que ELE É MISERICORDIOSO, e quer que o homem se arrependa de seus pecados, e venha ao conhecimento da VERDADE. JESUS CRISTO TE AMA, mas abomina a toda a prática, que assim venha infringir à Sua Lei.

DEIXE UMA RESPOSTA