“Vestidos de Pureza”: conheça o movimento de pais e filhas que assumem compromisso com a virgindade até o casamento

4

O compromisso com a virgindade até o casamento deixou de ser algo restrito aos noivos, e passou a envolver também as famílias, num fenômeno cultural nos Estados Unidos chamado “Vestido de Pureza”. Os pais e suas filhas fazem votos de abstinência do sexo até o casamento: eles assumem o compromisso de protegê-las, e elas, de se manterem “puras”.

A cerimônia religiosa do “Vestido de Pureza” exige figurino de gala, além da assinatura do compromisso com a restrição sexual, funcionando como uma versão mais rebuscada do movimento brasileiro Eu Escolhi Esperar.

“As meninas fazem uma promessa de permanecerem ‘puras’ e viverem uma vida ‘pura diante de Deus’, para ficar sexualmente abstinente até o casamento. Seus pais assinam um compromisso de proteger a pureza de sua filha”, resume o fotógrafo David Magnusson, que acaba de lançar um livro de fotos sobre o tema.

No entanto, embora a cada ano o fenômeno “Vestido de Pureza” cresça entre as adolescentes, há controvérsias sobre o conceito do compromisso: “É difícil saber por onde começar com isso… A noção de sexo como ‘impureza’, o fato de que são todas as filhas e nenhum filho, a idéia de vestir uma menina pré-adolescente em algo que se parece muito um vestido de casamento…”, disse o internauta Tom Hawking, listando pontos nebulosos da tradição, num comentário publicado no Huffington Post.


Há ainda a preocupação com as consequências desse culto à virgindade: “Quando ensinamos as meninas que a sua virgindade as tornam especiais e valiosas, estamos enviando a mensagem simultânea que, sem a sua virgindade, elas estão danificadas”, escreveu Jessica Valenti.

No entanto, o fotógrafo Magnusson afirmou que as críticas são exageradas, e revelou que a proximidade com o fenômeno cultural o tornou um entusiasta: “Quando eu ouvi pela primeira vez sobre o ‘Vestido de Pureza’, eu imaginei pais irritados e com pavor de qualquer coisa que pudesse ferir suas filhas ou sua honra […] Mas depois que eu aprendi mais [sobre a tradição], entendi que os pais, como todos os pais, simplesmente querem proteger aqueles que amam – da melhor forma que sabem. Foi também muitas vezes as próprias meninas que haviam tomado a iniciativa de participar. Elas tinham feito suas decisões com sua própria convicção e fé. Em muitos casos, os pais não sabiam o que era um ‘Vestido de Pureza’ até que suas filhas os convidassem”, disse.

Veja fotos do livro de Magnusson:

Jamie and David Clampitt, Shreveport, Louisiana. From the series

Rose and Randall Smoak, Dixie, Louisiana. From the series "Purit

purity balls3

purity balls4

purity balls5

purity balls6

purity balls7

purity balls8

purity balls9

purity balls10

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

4 COMENTÁRIOS

  1. A palavra de Deus dá vários preceitos com relação a isso, mas a meu ponto de vista o povo de Deus prioriza algumas coisas e deixa também outras de lado. Claro que um casamento vai durar mais tempo onde um ou os dois nunca experimentaram o sexo antes, porém há vários outros critérios que Deus citou em sua palavra para que um casamento seja bem sucedido e o mais importante feliz.
    Muitos pais preparam suas filhas para o dia tão especial onde vão adentrar a igreja com um longo vestido branco e fazer um juramento diante de Deus de permanecer casadas até a morte, isso é lindo, mas temos que ensinar o depois dessa grandiosa festa, os conflitos que vão ter, as diferenças, suas novas obrigações agora como Sr(a) casada, etc.
    É por esse descaso que infelizmente temos muitos casamentos fracassados no meio cristão, as pessoas são ensinadas de uma forma superficial como se a união fosse um conto de fadas, como se nunca fossem se decepcionar com seus cônjuges, como se nunca houvesse uma briga, etc, etc, etc.
    Pais preparem seus filhos para um casamento duradouro além apenas da virgindade: ensine seu filho a administrar uma casa, coloque desde cedo algumas responsabilidades aos cuidados dele, ensine sua filha a ser uma mulher sensata, a não gastar mais do que ganha, a ser uma boa dona de casa, a respeitar seu futuro esposo, etc.
    Isso não são coisas sem necessidade, aliás nada escrito da palavra de Deus é em vão, são orientações que devem ser seguidas, não espere seu filho(a) se casar para depois lhe ensinar os conflitos de um casamento, a caminhada se torna mais fácil quando somos preparados antes.
    Desde nosso namoro meu marido já me ensinava o que a palavra de Deus ensinava a respeito, me ensinou a não gastar mais do que deveria, e outras coisas mais, algumas coisas como cuidar de uma casa, aprendi com minha mãe apesar dela não servir a Deus, eu tive essa sorte mas alguns não tem é papel primeiramente dos pais tal ensinamento, depois é obrigação da igreja.

DEIXE UMA RESPOSTA