Vídeo: The Voice censura hino clássico cristão e se torna alvo de protestos nas redes sociais

2

O reality show The Voice dos Estados Unidos causou polêmica essa semana por censurar uma música cristã e se tornou alvo de protestos entre os telespectadores.

A canção “Will The Circle Be Unbroken”, um hino clássico norte-americano, foi escolhida por um coral convidado para homenagear o Dia de Ação de Graças, porém trechos da música foram editados.

A edição omitiu a palavra “Lord”, que significa “Senhor”, e também a frase “Salvador que morreu”, que dá sentido a uma das estrofes.

A polêmica edição da letra foi um dos assuntos mais comentados no Twitter e um dos jurados do programa, o cantor Blake Shelton também usou seu perfil na rede social para dizer que não entendia o motivo da censura àqueles termos.


O idealizador da série The Bible, Mark Burnett, é produtor-executivo do reality show para a NBC e afirmou ao site The Blaze que não sabia que a música seria editada.

“Conheço bem essa música da igreja… Eu pensei que tinha ouvido mal… Na refrão seguinte a mesma coisa. Mas como era ao vivo, precisei esperar o próximo intervalo comercial. Sai correndo e perguntei o que tinha acontecido”, contou Burnett, que é cristão.

O produtor esclareceu o que houve com relação à palavra “Lord”, e afirmou que a versão original da canção, composta em 1907, não continha a palavra, que foi adicionada somente em 1935. Quanto à frase “Salvador que morreu”, Burnett não soube explicar o motivo da censura, mas deu a entender que uma justificativa oficial deverá ser dada na próxima edição do programa.

Assista à apresentação:

Assine o Canal

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


2 COMENTÁRIOS

  1. NÃO QUEREM MAIS RECONHECER A SOBERANIA, E O SACRIFICO, QUE O GRANDE DEUS FEZ POR NÓS ENTREGANDO SEU FILHO NA CRUZ.

    PENSA QUE RIQUEZAS E FAMA, VÃO LIVRA-LOS DO GRANDE DIA!!!

DEIXE UMA RESPOSTA