Zé Roberto diz que sonha com união do corpo de Cristo para que o Brasil “seja conhecido como uma nação que adora a Deus”; Assista

6

O jogador Zé Roberto externou o desejo de ver a igreja unida no Brasil para que o país seja reconhecido como uma nação justa.

Volante consagrado no futebol e com passagens vitoriosas por alguns dos maiores clubes do mundo, atualmente Zé Roberto atua no Grêmio e concedeu entrevista ao programa De tudo um pouco, da Rede Super de Televisão, emissora da Igreja Batista da Lagoinha (IBL).

Zé afirmou que os cristãos não devem se acomodar e trabalhar para que o Brasil seja transformado através do Evangelho: “Se juntarmos forças como Corpo de Cristo, que é a Igreja, eu acho que a nossa nação passa a não ser somente conhecida como uma nação do Carnaval ou do futebol, mas uma nação que adora a Deus. E quando isso acontece, a presença de Deus faz a diferença na vida de todos”.

O jogador acredita que, quando parar de atuar profissionalmente, poderá se dedicar a um ministério: “Eu louvo a Deus por esse chamado que ele tem na minha vida, porque não fui eu que o projetei, não foi algo que eu almejei, mas foi algo que o Senhor projetou. Hoje eu ainda estou exercendo a minha profissão como atleta profissional, jogador, mas sei que quando terminar o Senhor tem algo nessa direção”, afirmou. Confira:


Assine o Canal
Assine o Canal

20 anos de carreira

Com uma extensa carreira no futebol, Zé Roberto tem 40 anos e iniciou sua trajetória na Portuguesa há 20 anos. Atuou também pelo Real Madrid, Flamengo, Bayer Leverkusen, Bayern de Munique, Santos, Hamburgo e Al-Gharafa, antes de se transferir para o Grêmio.

Pela Seleção Brasileira, Zé Roberto disputou duas Copas do Mundo, em 1998, na França e em 2006, na Alemanha, quando foi incluído pela FIFA na Seleção do torneio. Conquistou os títulos da Copa América em 1997 e 1999 e da Copa das Confederações em 1997 e 2005.

6 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA