Home » Destaque, Esportes, Internacional, Vídeos

Ao receber prêmio pelo gol mais bonito do ano, brasileiro exalta a Deus e lembra Davi contra Golias; Assista

Publicado por Tiago Chagas em 12 de janeiro de 2016
Tags: , , , ,

Notícias Gospel em seu email

Receba Notícias Gospel em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Ao receber prêmio pelo gol mais bonito do ano, brasileiro exalta a Deus e lembra Davi contra Golias; Assista

O atacante brasileiro Wendell Lira recebeu ontem, 11 de janeiro de 2016, o Prêmio Puskas, por ter marcado o gol mais bonito de 2015. A eleição, promovida pela FIFA, contou com a votação de internautas de todo o mundo. E no discurso, o jogador atribuiu o momento a Deus.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Essa é a primeira vez que o prêmio não é entregue a um jogador que atue em campeonatos de ponta. Quando Wendell marcou o gol, atuava pelo Goianésia, em uma partida do Campeonato Goiano, e quando foi indicado como autor de um dos gols mais bonitos, estava desempregado.

“Queria primeiramente agradecer a Deus por esse momento único na minha vida, de estar aqui, conhecendo grandes jogadores que são meus ídolos, e que eu conhecia só de videogame, e hoje estou podendo conhecer pessoalmente. Queria agradecer muito à minha família, à nação brasileira que votou em mim, à minha esposa e minha filha”, disse o jogador em seu discurso.

Na votação aberta – que reuniu mais de 1,6 milhão de votantes – Wendell teve 46,7% dos votos, superando jogadores famosos como Lionel Messi (eleito o Melhor do Mundo pela quinta vez), Carlitos Tevez e outros, de acordo com informações do portal Uol.

“Queria deixar uma passagem bíblica. Creio eu que quando Davi e Golias… quando Golias apareceu, todo mundo olhava para ele e falava: ‘ele é muito forte, grande, não tem como ganhar dele’. E Davi, quando olhou para Golias, disse: ‘Ele é muito grande, não tem como não errar’. É assim que temos de enfrentar os problemas diários da nossa vida e é assim que eu agradeço a todos. Muito obrigado”, afirmou, sob aplausos.

A vitória de Wendell Lira no Prêmio Puskas é simbólica, pois marca uma quebra de paradigma em relação aos palcos onde os gols mais bonitos são selecionados. “Antes dele, a honraria só havia sido dada a gols marcados em campeonatos de ponta. Foi na Copa do Mundo, por exemplo, que James Rodriguez trilhou seu caminho para ganhar a disputa no ano passado. O mais longe do topo que o prêmio Puskas chegou desde 2009, quando foi criado, foi o Brasileirão (com Neymar, em 2011) e o Campeonato Turco (com Stoch, em 2012)”, destacou a reportagem do Uol.

Veja o discurso de Wendell Lira e os gols da disputa:

Mais Lidas da Internet

Recomendado para Você - Gospel+

Comentários via Facebook

4 comentaram, comente você também!

  1. Cabeleireira do Jd. Palma acusa pastor de dar calote de R$ 5 mil

    Uma cabeleireira de 29 anos, moradora do Jardim Palma, procurou a polícia nessa segunda-feira para denunciar o pastor de uma igreja evangélica do Jardim Riviera. Segundo ela, o religioso se aproveitou da sua boa-fé e a deixou com um prejuízo de quase R$ 5 mil, além de ser o responsável pela inclusão do seu nome nos cadastros de maus pagadores.

    A cabeleireira conta que, há cerca de dois anos, começou a frequentar os cultos comandados pelo pastor. “Ele parecia confiável. Eu e minha família gostávamos muito dele.”

    Em meados do ano passado, alegando precisar comprar equipamentos de som e fazer melhorias no imóvel onde funciona a igreja, o pastor teria procurado a cabeleireira e pedido 15 folhas de cheques em branco emprestadas. “Ele me convenceu de que iria usar para igreja e me pagar os valores dos cheques, mas não foi o que aconteceu.”

    Segundo ela, dos 15 cheques, nove foram usados para comprar coisas para a igreja. Os outros foram para o uso pessoal do pastor. “Os primeiros cheques, ele pagou direitinho. Depois começaram os problemas. Em setembro, foi o cheque do som que ele comprou para os cultos… Ele não me pagou. Tive de procurar o rapaz e pedir para devolver o cheque e eu devolvi o som. Depois, o pastor até me acusou de ter roubado o equipamento da igreja, mas ele não pagou o cheque e o valor era alto.”

    Depois do episódio, a cabeleireira procurou o pastor e pediu o restante dos cheques de volta. “Ele me devolveu quase todos. Ficou faltando um. Quando o questionei, ele disse que tinha rasgado depois de preencher errado. Eu acreditei.”

    Em dezembro veio a surpresa. “Eu estava em casa quando o gerente do banco me ligou avisando a respeito de um cheque no valor de R$ 2,5 mil que foi depositado na minha conta e estava sem fundos. Levei um susto, porque não tinha dado nenhum cheque neste valor.”

    A cabeleireira foi até a agência e descobriu que se tratava daquele cheque que o pastor havia dito que tinha rasgado. “Eu fiquei muito brava. Procurei ele, mas ele não me atendeu. No telefone, ele disse que não iria me pagar, que a dívida era problema meu.”

    Revoltada, a cabeleireira procurou a polícia e fez um boletim de ocorrência no 3º DP. “Sei que assinei os cheques e entreguei a ele. Mas eu confiei nele. Ele é um pastor. Nunca imaginei que fosse capaz de uma maldade dessas.”

    A cabeleireira disse que, somando todos os cheques usados e não pagos pelo pastor, o prejuízo chega a quase R$ 5 mil. “Por causa dele, meu nome foi parar no Serasa e no SPC. Estou morrendo de vergonha e não posso comprar mais nada a prazo.”

    O Comércio procurou o pastor para comentar o caso. Na igreja, as portas estavam fechadas e ninguém atendeu ao chamado. O mesmo aconteceu na residência do religioso.

    O caso, agora, deve ser investigado pela polícia.
    Fonte gcn

    • deixa eu te fazer um gol eminha!
      Te dou um xeke legal!

    • Emanuelle,

      Gostaria que você fosse mais um pouquinho profissional.

      O jornalismo que se preza tende a ofertar ao leitor mais elementos.

      Então que busque e forneça o nome da igreja e do pastor, além da identificação dos envolvidos, o pastor e a pessoa supostamente lesada por ele.

      Menos ou mais que isso, minha cara, é condução de uma proposta discriminatória, evidente contra as igrejas evangélicas, diferentemente de que foi publicado contra tua igreja aqui que gerou o filme americano em fase de lançamento relatando da pedofilia, não ela em si, mas da institucionalização católica em esconder.

    • Manu,vc nao comenta a materia,e apedreja alguns que darao conta de si mesmos diante de Deus e porque na sua fe caotica e na sua igreja filosofica nao tem um unico a dar testemunho nao e mesmo?

    

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 555,814 comentários no Notícias Gospel.