Home » Brasil, Destaque, Política

Deputado Marco Feliciano inicia campanha pela aprovação de projetos que revertam decisão do STF sobre aborto de anencéfalos

Notícias Gospel em seu email

Receba Notícias Gospel em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Deputado Marco Feliciano inicia campanha pela aprovação de projetos que revertam decisão do STF sobre aborto de anencéfalos

O pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) anunciou através do Twitter que enviou à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados pedido para que o Projeto de Emenda Constitucional 03/2011, que possibilitaria ao poder legislativo sustar decisões dos outros poderes que “exorbitem suas funções”, seja colocado em votação.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Feliciano também lançou campanha pedindo que os cristãos enviem e-mails ao presidente da CCJ, deputado Ricardo Berzoini, pedindo que ele coloque em votação o PEC 143/2012, que altera dispositivos da Constituição Federal, e pediu oração de seus seguidores no Twitter: “Hoje começo um processo de tentativa de reversão do caso do aborto dos anencéfalos. Rogo intercessão”.

Trata-se de uma reação à descriminalização da antecipação terapêutica do parto de fetos sem cérebro, popularmente conhecida como aborto de anencéfalos, em decisão recente do Supremo Tribunal Federal.

O pastor afirmou em seu blog que esses projetos seriam “a única forma de sustar estas decisões tomadas pelo STF e que provocam tanto desconforto na sociedade brasileira, que se sente lesada”. Feliciano afirma ainda que as decisões do Judiciário não representam o desejo dos eleitores, que não elegem os ministros do STF: “Não votamos em Juízes, votamos para o legislativo e o executivo. Quem representa o pensamento do povo não podem ser onze homens/mulheres e sim os deputados, senadores e a presidente”.

Marco Feliciano lamenta a decisão e teme que ela seja um precedente perigoso para a descriminalização do aborto em outras circunstâncias: “Hoje abortam o anencéfalo, amanhã ao constatar uma anomalia a mãe pode não querer que o bebê nasça e invoque a decisão do STF, e quem sabe o que virá?”, questiona.

O deputado federal João Campos (PSDB-GO), presidente da Frente Parlamentar Evangélica afirmou que a bancada irá apresentar um projeto pedindo alteração na redação do texto do artigo que protege a vida: “Vamos apresentar uma PEC que altera o artigo quinto da Constituição, incluindo as palavras ‘desde a concepção’ na frase que determina que o direito a vida é inviolável”.



PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

17 comentaram, comente você também!

  1. CARLOS MORETTI disse:

    Bando de ipócritas…falam isso porque vcs ai estão com saude, tudo tranquilo,cada um com seus afaseres,cada um com suas lutas diárias..mas ja param para pensar se na época que suas mães engravidaram se elas tivessem o direito de escolher o seu viver ou não?…..concordo com vcs que tem muitas questões para serem abordadas, mas não se esqueçam que tem pouco tempo que o povo cristão está tomando consiencia do voto,estamos gatinhando ainda…

  2. O deputados, Marco Feliciano”esta correto” em defender a preservação de seres sem cerebro,assim fica facil em mante-los na fé em servidão eterna próprio de pastores (protestantes) que só protesta em defesa da preservação da biblia para arrecadar o dizimo.

  3. Estou de pleno acordo com o dep Marcos Feliciano !

  4. Esse homem não tem crânio… ele tem uma latrina para comportar a merda que ocupa o lugar do cérebro…

  5. Hoje em muitos hospitais se têm notícias que são encontrados muitos fetos sem procedência , será que já ocorre muitos abortos duvidosos , com está decisão holocaustica do STF , será uma brecha para haver assassinatos de crianças , onde muitos medicos irão assinar óbitos como anencéfalos e burlar . Muitos medícos vão se enriquecer com os abortos . então esses crimes o STF terá sua grande parcela de culpa :IRMÃO GARCIA

  6. erivaldo araujo disse:

    Lembrar do passado do Infelizciano é motivo de censura.Imagine se le chegasse a presidente, instalaria uma teocracia talibã, ver se publica ou censorzinho analfa.

  7. ROSNEI GEREMIAS disse:

    EU APOIO

  8. Eu não acredito!! Felíciano na sua busca incansável pela fama e agora pelo poder.
    Vamos orar para colocar cristãos que não usem o púlpito pra se eleger.
    Deus chama pra ser pastor, depois Deus se engana, e chama pra ser pastor político?
    Eu acho este cidadão um bobo. Deveria estar cuidando de vidas e parando de presepada!

  9. Boa tarde, eu vejo que mulheres estão fazendo aborto, tem que ter uma leis mais dura p/ essa mulheres que chegar de tomar remedio para matar uma vida que não pediu, então o juiz do CCJ tem que mandar essa leis para mulheres assinar no Brasil, chegar!

  10. COM CERTEZA. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  11. Thiago Herique Santos disse:

    ABORTO: CRIME GRAVE CONTA INDEFESOS INOCENTES, COVARDIA APOIAR ALGO TÃO MAL E SUJO, DEUS ABENÇOE QUEM COMBATE TAL PRATICA, PARABENS PASTOR FELICIANO.

  12. Ele endente muito de cérebro, isto não é novidade, tanto é que suas pregações são concentrada muito nisto. Existe muitos irmão cabecinhas fofas andando por ai e até postando as bobeiras nos comentários, vítimas destas atrofias cerebral que eles causam as estas pessoas que lhes dão créditos, as estatísticas crescem , as seitas evangélicas estão abarrotadas de irmão seguidores, isto é uma realidade, imaginam a qualidade dos eleitores que teremos nos próximos pleitos, se nada for feito para estancar estas desordens cristãs que estão saltando aos nossos olhos, para os próximos anos teremos uma geração de monstrinhos obedientes a Jesus votando, e dando lugar a estes políticos desqualificados.

  13. Trata-se de um projeto de grande relevância pois impede que onze indicados decidam pela nação, sabendo-se sua função institucional fundamental é de servir como guardião da Constituição Federal, apreciando casos que envolvam lesão ou ameaça a esta última. Não podemos conviver num país onde determinada questões são decididas através de atalhos. Urge a câmara e o senado trabalharem também na revisão do código penal, na questão tributária, tudo que for de interesse da grande maioria do povo brasileiro, é preciso sair da inércia e trabalhar para todos, e não pelas minorias conforme quer e desejam determinados segmentos. Afinal vivemos num país democrático e não socialista.

  14. TANTA COISA PRA RESOLVER PARA OS QUE JA ESTÃO VIVOS , E ELE NÃO RESOLVE.
    PORQUE ELE NÃO PROCURA FAZER UM PROJETO QUE BENEFICIA AS CRIANÇAS QUE JA ESTÃO VIVAS E JOGADAS NAS RUAS. ai ele vai querer se preocupar com quem nem veio ao mundo.

  15. é como dis o bóris é uma vergonha

  16. mais uma vez a inutilidade de elegermos homens, que são9 pseudos reprersentantes evangélicos que vivem a sombra……..de noticias para se promover …..mais projetos sociais nenhum…….projetos para regulamentar os direitos civis nenhum..projetos.para acabar com a pouca vergonha da impunidade…..dos defraudadores dos cofres publicos onde se luclupetam das verbas federais…..as vezes com 17 salarios no ano mais uma fortuna de verbas de restituição..e projetos..nada e não é só o infeliciano na camara com seus pares mas também os nobres senadores que são os legisladores do país deixam pela segunda…….vez que o mpf…assuma a direçãon e vote contra a vontade do povo…….primeiro a poucos meses votaram o direito a união estavel..de gays…….onde até adiquiriram o direito até de adotar crianças pensem que absurdo…..agora denovo tomam a frente do senado e da camara e votam.a lei do assasinato assistido pelo estado..depois que o ladrão arrombou a porta vem o infeliciano e quer botar tranca de ferro……..que absurdo até quando ele vai achar que somos trouxas……………digam não aos politicos evangélicos e votemos nos impios pois diz a palavra que os filhos das trevas são mais prudentes que os filhos da luz…………explico deles sabemos o que esperar..mais daqueles que são nossos representantes quando chegam la e veem o dinheiro correndo solto logo esquecem quem os elegeu

  17. Feliciano não consegue se livrar do anseio pela fama e poder. É tudo que ele quer.

  18. Corre o risco que futuramente as pessoas para fazer um aborto legal, mães tomem remedios com a intenção de destruir o cerebro de uma feto para poder fazer o aborto legalmente. ou algum medicamento que venha a causar encefalia.

  19. BOA NOITE,

    SOU BEL. EM DIREITO E ESTOU IMPEDIDO DE TRABALHAR POR CAUSA DO “EXAME” DE ORDEM QUE É UMA VERGONHA NACIONAL.
    CONTO COM O SEU APOIO PARA DERRUBAR ESTA PROVA OU TORNÁ-LA HONESTA.

    OBRIGADO,

    JOSÉ LEVI

    • Uma pesquisa nos EUA mostrou que em hospitais autorizados e com avançadíssima tecnologia se verificam as seguintes CONSEQUÊNCIAS DO ABORTO:
      - Perfuração do útero;
      -Sangramentos que requerem transfusões;
      - Ruptura do colo do útero ( impacto sobre a capacidade do colo em gravidezes subsequentes;
      - Acidentes com anestesias;
      - Doença inflamatória pélvica (possível infertilidade)
      - Cirurgias não intencionadas (laparatomia, histerotomia, histerctomia, etc.);
      - Perfuração da vesícula;
      - Perfuração do intestino;
      - Retenção de restos ovulares;
      - Anemia;
      - Peritonite (infecção da membrana serosa da cavidade abdominal);
      - Infecções menores de causas desconhecidas;
      - Gravidez tubária não detectada;
      - Embolia pulmonar ( obstrução da artéria);
      - Tromboflebite venosa (inflamação de uma veia que se desenvolve antes de um coágulo sanguíneo);
      - Depressão;
      - Psicose;
      - Suicídio (propensão nove (9) vezes maior);
      - Alto risco de infecção (comum a todo e quaisquer tipo de aborto);
      - Aumento do risco de aborto espontâneo na 2ª gravidez em 10 (DEZ) vezes;
      - Aumento de chance de morte materna em gravidez futura;
      - Alteração nos níveis de consciência profunda da mulher;
      O assassinato de nascituros provoca na mulher “dores emocionais”, ignoradas pelos que querem o direito de matar covardemente esses seres indefesos. Causa um mal emocional muito maior do que a gestação mais difícil. A questão não envolve apenas religião, moral e sim saúde mental, tão importante para o desenvolvimento saudável dessa mulher e de sua família.
      Na concepção a mulher desenvolve vínculo afetivo mãe-filho, incluindo as mulheres que projetam abortar, que vive sentimentos ambivalentes, angustiantes, ficando vulnerável a transtornos psicológicos, a dores emocionais profundas que levam-na a escolhas erradas como, por exemplo, drogas, lícitas e ou ilícitas. Adolescentes ficam tão vulneráveis que passam a ser influenciadas facilmente por pessoas a sua volta e tomam a decisão não como desejo em si, mas como fim mágico de problemas. Namorados, amigos, parentes e até mesmo médicos, e ou psicólogos, podem estar contribuindo para um grande “mal psicológico” para essa mãe. Ansiedade, transtorno de estresse pós-traumático, depressão (e maior risco de suicídio), abuso de substâncias, e outros sofrimentos psíquicos desenvolvidos muito tempo após, que duram anos e até a vida toda. Quando descobre-se grávida, já considera este embrião como o próprio filho, indefeso, e abortar passa a significar, para ela, assassinato.
      O estresse pós-traumático trás lembranças desagradáveis, recorrentes, intrusivas, imagens, pensamentos, percepções, sonhos desagradáveis, recorrentes, sensação de reviver a experiência, ilusões, alucinações, episódios dissociativos com ‘flashback’, e lembranças, mal-estar psicológico quando exposta a fatores que simbolizam ou se assemelham aos aspectos do assassinato traumático, como o contato com recém-nascidos, mulheres grávidas, voltar ao lugar onde se praticou o assassinato do seu nascituro ou submeter-se a um exame ginecológico, evitando quaisquer estímulos associativos. Após muitos anos ainda lembram com detalhes e sofrem com culpa, expressada ou não, no rosto. Tem alucinações auditivas, até ouvindo choro de crianças. Ao ver recém nascidos choram, desenvolvem raiva de bebês e até a total rejeição. Exemplo disso são essas babás que são pegas maltratando bebezinhos. Têm problemas sexuais com o marido por muitos anos, ainda que na época apenas namorassem.
      No aborto de anencéfalos, desenvolvem dor e culpa ainda maior, pois sentem que estão rejeitando uma criança por causa de seu defeito, sendo também traumático, responsável por dores e transtornos psíquicos irreversíveis. E esta criança tem um pai, um irmão, uma família, e não somente a mulher terá problemas emocionais.

      • A diferença entre o óvulo fecundado e vc, é o tempo e a nutrição. A vida começa na concepção. O embrião não pode se tornar outra coisa senão uma pessoa, porque ele já é uma pessoa, tão humano quanto você.
        Todo ser humano nasce para morrer, mas não está no Homem o determinar desta hora.
        A Bíblia usa o mesmo termo para criança ou para feto (como João Batista na barriga de Isabel). Deus não faz acepção entre feto e criança. Ele se relaciona com pessoas que ainda nem nasceram :”…os Teus olhos viram o meu corpo ainda informe, e todas estas coisas iam sendo anotadas no Teu Livro quando elas estavam sendo criadas dia a dia, sem que nenhuma delas ainda havia”(Sl 139. 13-16). Deus usa pronomes pessoais para o feto :”Eu te conheci antes que tu saísse do ventre da tua mãe, e antes que tu saísse da sua madre Eu te santifiquei às nações”(Jr 1.5). “Eu fui escolhido desde o ventre da minha mãe e nas entranhas da minha mãe Ele fêz conhecer o meu nome” (Is 49.1).

  20. Agora se segura Deputado, que vem 'espancamento verbal" por ai esperae só e veras kkkkk

  21. tanta coisa mais séria.. já que neste contexto de crianças, que tal ele iniciar um projeto, que não seja permitido a nenhuma criança de famílias desestruturadas, fruto de gravidez não planejadas, não possam ficar pedindo no "sinal" de transito. ou se drogando de crack nas ruas de todO Brasil, pela que sei estas estão precisando mais de ajuda, do que seres que já nascem praticamente mortos.

  22. Na minha opinião corretíssimo caro deputado, só fizeram o que vossas excelências deixaram de fazer, perderam tempo discutindo a "cor do cavalo branco de Napoleão" e deu no que deu: Não e só o caso dos anencéfalos em outros casos que inclusive vossas excelências deixaram os Todo poderoso do STF pisotear a constituição cobertos e protegidos com suas togas. E certo o que o Deputado diz que não votamos em Juízes, realmente e geralmente são oriundos de famílias abastadas que nunca sofreram as agruras que o povo ou a plebe enfrenta, e mais eles são indicados, conduzidos, nomeados use o termo que quiser para julgar e não legislar e o que estão fazendo e legislar sobre o pretexto de julgar, e disso se aproveitando alguns espertalhões que os provoca com ações.

    

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 431,511 comentários no Notícias Gospel.