05 bandas evangélicas nacionais que marcaram sua geração

Cinco bandas evangélicas que marcaram sua vida e entraram para história da música cristã nacional. Essa lista vai te fazer lembrar de momentos inesquecíveis de muito louvor a Deus, comunhão e alegria.

1

Poucas coisas conseguimos gravar tão bem na memória quanto a música. As bandas evangélicas nacionais que marcaram sua geração através da música se tornam mais do que simples grupos de músicos tocando instrumentos.

Para nós, ouvintes, muitas dessas bandas evangélicas nos acompanham por tantos anos, e por tantas situações, que chegam a compor nossa própria história de vida, assumindo lugar definitivo no coração como parte da família.

Pensando nisso, montamos uma seleção de 05 bandas evangélicas nacionais que fizeram história, ajudando a influenciar e conduzir milhões de pessoas ao conhecimento de Deus.

Se você nunca ouviu falar de alguma delas, o que é muito difícil, certamente deve ter escutado suas letras na voz de muitos intérpretes.


Para fazer a seleção, primeiro tivemos em mente que não se trata de um ranking sobre o que é ou não melhor, mas sim de quais bandas tiveram músicas que marcaram geração.

Tendo em vista que as opções são muitas, os critérios usados na escolha  foram dois:

01 – Alcance de público/popularidade – A capacidade da banda de ser reconhecida por diferentes públicos, gerações e estilos, incluindo o meio secular;

02 – Tempo de exposição, versões e referências – O tempo que passou/passa em evidência na mídia, quantidade de gravações e influência exercida sobre outros músicos, intérpretes e compositores.

Vamos ao resultado?

01 – Rebanhão

Resultado de imagem para rebanhão
Formação atual do Rebanhão, com Carlinhos Felix, Paulo Marotta e Pedro Braconnot.

Fundada em meados de 1979, inicialmente composta pelos músicos Janires Magalhães Manso (vocal), Pedro Braconnot (tecladista), Paulo Marotta (baixo), Kandell Rocha (bateria), Zé Alberto (percussão) e Carlinhos Felix (guitarra).

Rebanhão é um marco da música evangélica nacional, por ter ousado não apenas musicalmente, com estilos “demonizados” na época, como o pop e o pop rock, mas pela mensagem visual despojada dos músicos (influência tropicália) e letras evangelísticas de conteúdo crítico, a exemplo do clássico “Palácios” e “Salas de Jantar”, cujo refrão já dizia em 1981 “Se a tristeza tentar pegar o seu coração, Pegue a guitarra e cante um rock. Pra louvar Jesus, Pra louvar Jesus”.

A banda Rebanhão sofreu várias alterações na formação, do primeiro álbum, Mais doce que o Mel, lançado em 1981, até 1992, tendo pausado suas atividades no ano 2000. Todavia, para nossa felicidade, Rebanhão retomou atividade e pretende lançar um DVD comemorando 35 anos de carreira.

Dentre os muitos clássicos da banda, destacamos “Velho Amigo”, regravado como clipe pela formação atual da banda.

02 – Banda Kadoshi

Resultado de imagem para banda kadoshi
Banda Kadoshi – Formação atual com Silas Furtado e seus dois filhos, Willian Furtado e Alex Furtado

Apesar de ter iniciado atividade ainda em 1970, a banda Kadoshi originalmente composta apenas por familiares e conhecida como “Atos II”, se firmou como tal no final da década de 80, vindo agregar outros nomes de peso a partir de 1998, como o rapper Dj. Alpiste e a cantora Priscila Angel (Priscila Felício), dentre outros.

Kadoshi chama atenção pela grande qualidade musical e versatilidade, mesclando gêneros como soul music, pop, blues, Reggae e até o rock, como na canção “Cristo faz a cabeça”, se projetando no cenário nacional não só no meio evangélico, mas também no secular, ganhando destaque em diversas mídias, disco de ouro em 1994 e prêmio de melhor banda em 1996.

Os álbuns “Encontro” (1992) e “Compromisso”, lançado em 1993, certamente são os mais conhecidos do público, com músicas como “Há Momentos”, “Filho Pródigo” e “Compromisso”. Com tamanho repertório e influência por décadas no cenário evangélico, Kadoshi sem dúvida possui bagagem suficiente para entrar em nossa lista.

03 – Grupo Logos

Resultado de imagem para grupo logos
Grupo Logos – No centro, o casal Paulo Cezar e Nilma Soares, fundadores da banda.

Para muitos um ministério de louvor “de igreja” com muito sucesso, para outros uma banda como as outras, mas para a grande maioria essa definição é o que menos importa, pois o que vale mesmo é que independente da classificação o Grupo Logos marcou diversas gerações e até hoje faz parte do cenário evangélico nacional com a mesma qualidade sonora “aveludada”, teologicamente madura e tecnicamente impecável.

Fundada em 1981 pelo casal Paulo Cezar e Nilma Soares, a “Missão Evangélica Logos” (antes, “Grupo Elo”) ou simplesmente “Logos”, é uma banda considerada de música popular brasileira cristã. Com uma discografia extensa de 18 álbuns, não é por menos que tem no seu repertório diversos clássicos como “Autor da Minha Fé”, “Portas Abertas”, “Situações”, “Expressão de Louvor”, “Espinhos” e “Mão no Arado”.

Uma característica notável do Grupo Logos é a sua atuação discreta, sem utilização da mídia tradicional, grandes patrocínios e marcas em seu trabalho. Por essa razão, muitos ainda desconhecem a banda, apenas dos 35 anos de carreira, embora possam ter ouvido algumas de suas canções em rádios, igrejas e por meio de intérpretes, sem fazer ideia que até hoje o Grupo Logos possui uma agenda de “shows” bastante movimentada.

03 – Novo Som

Resultado de imagem para grupo novo som
Banda Novo Som e sua formação atual, com Alex Gonzada (centro), Mito (esquerda) e Geraldo Abdo.

Formada em 1982 por Alex Gonzaga, Lenilton Silva, Mito, Marcio Antunes e Sérgio Antunes, a banda sofreu várias alterações de integrantes, por onde passaram Ney, Natinho, Ademilson Fernandes e Rubens Gomes, ficando após um tempo com a formação que permanece até hoje, composta por Alex (vocal), Mito (teclado), Geraldo Abdo (bateria) e Marcelo Horsth (Guitarra) e Eduardo Tenório (Baixo) como convidados.

A banda Novo Som é de pop, pop rock, “balada” e hard rock melódico, também considerada romântica devido algumas letras que falam sobre paixão e relacionamento.

Ganhadora de vários prêmios, como melhor banda de 1994, 1995, 1997, 1999 e vários discos de ouro, possui clássicos como “Pra Você”, “Acredita”, “Escrevi”, “Meu Universo”, “Venha ser Feliz”, “Voz do Coração”, “Vale a Pena Sonhar”, dentre outros.

Com discografia respeitável de 15 CDs lançados, 05 coletâneas, 04 DVDs, musicalidade de nível altíssimo reconhecida também no meio secular e até hoje atuando assiduamente, a banda Novo Som é, sem dúvida, uma gigante nacional da música cristã evangélica que marcou sua geração.

04 – Banda Catedral

Resultado de imagem para banda catedral
Banda Catedral – Formação atual com Joaquim Cezar Motta (KIM) no centro, Guilherme Morgado (direita) e Júlio Cezar.

Conhecida também no meio secular, mas principalmente por cristãos de vários segmentos, a banda Catedral também ajudou a expandir o conceito de “rock gospel” através de músicas em tom de crítica social, política, alternando mensagens de amor a Deus, esperança, comunhão, bem como reflexões sobre temas típicos do cotidiano, incluindo relacionamentos amorosos, motivo pelo qual também é considerada uma banda de pop rock romântico.

Uma das únicas (ou a única) bandas reconhecidas evangélica que transitou com facilidade em todos os públicos, ganhando grande notoriedade no meio secular, foi justamente por isso alvo de várias polêmicas.

A banda, no entanto, formada em 1988 inicialmente pelos irmãos Kim (voz), Cézar (Guitarra – in memoriam), Júlio (Baixo) e os amigos Guilherme (bateria) e Glauco (tecladista), sempre fez questão de reafirmar sua identidade evangélica, na tentativa de sanar quaisquer dúvidas sobre sua declaração de fé.

Vencedora de vários prêmios como discos de platina, ouro, troféu talento e dona de uma das maiores vendagens no segmento cristão da época, totalizando mais de três milhões de discos.

Catedral possui clássicos como “Você”, “O Silêncio”, “Mais que um Sonho” e “Perto de Mim”, todos do primeiro disco “Catedral 5 Anos – Ao vivo”, lançado em 1993, um marco na trajetória do grupo.

Além desses, outros sucessos como “Pai Nosso”, “Quando o Verão Chegar” e “Amor Verdadeiro”, do álbum “O Sentido”, lançado em 1995, também marcaram a geração e até hoje não são apenas relembrados, como tocados por entusiastas do grupo.

Com vasto material de 23 discos lançados, 07 coletâneas e vários DVDs, diferente do que muitos imaginam, a banda Catedral continua em atividade, completando 28 anos de carreira fazendo shows, gravações e novos projetos. Seu último trabalho foi o Extended Play (EP) “Epílogo”, lançado em 2014.

05 – Oficina G3

Resultado de imagem para oficina g3
Oficina G3 – Formação atual com Jean Carlos, Alexandre Aposan, Mauro Henrique, Duca Tambasco e Juninho Afram.

Fundada por Juninho Afram, Wagner García e Walter Lopes em 1987 (G3), sofreu várias alterações de membros, passando por ela Luciano Manga (vocal) e Pedro Geraldo Mazarão (acredite, é o PG!). Atualmente sua formação oficial conta com Juninho Afram (guitarra), Duca Tambasco (Baixo), Jean Carlos (teclado) e Mauro Henrique (vocal) e Alexandre Apozan (bateria).

Nos critérios estabelecidos para formar essa lista, Oficina G3 é a banda mais se adapta, pois apesar de ser uma banda com DNA genuinamente de “rock pesado”, possui músicas que conquistaram todos os públicos, sendo tocadas até mesmo como cânticos congregacionais, tal como as versões “Espelhos Mágicos”, “O Tempo”, “Magia Alguma”, “Perfeito Amor”, “A Lição”, “Autor da Vida”, dentre outras. Isso, claro, devido a sua versatilidade, que transita entre gêneros diversos, como hard rock, pop rock, metal progressivo e o melódico.

Com músicos de altíssimo nível técnico, todos endorsement de marcas famosas, Oficina G3 é considerada uma das melhores bandas de rock cristão do mundo e se destaca também no cenário secular e internacional, tendo recebido o prêmio Grammy Latino em 2009, com o álbum “Depois da Guerra” na categoria de melhor álbum cristão em língua portuguesa, além de mais duas indicações, vários discos de ouro, troféu talento e promessas.

A banda possui 11 discos lançados, 04 DVDs e 05 Coletâneas, além de novos projetos em andamento. Com 28 anos de carreira e no “topo” entre os gigantes da música evangélica nacional, Oficina G3 também dá muito destaque a mensagem das suas canções, sempre “cristocêntricas”, teologicamente maduras e socialmente reflexivas.

E ai, o que você achou da lista? Certamente ficaram de fora ótimas opções de bandas evangélicas que também marcaram geração.

Mande sugestões deixando seu comentário logo abaixo. Quem sabe na próxima lista acertamos em cheio na sua opinião.

Abraço e até a próxima!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA