Demitidos por serem cristãos, apresentadores de TV incentivam irmãos na fé a lutarem contra a perseguição religiosa

13

A perseguição religiosa disfarçada no discurso do “politicamente correto” nos Estados Unidos vem coagindo muitos cristãos a se omitirem quando à sua fé, o que resulta num não cumprimento do “Ide”, ordenado por Jesus.

Os apresentadores de TV David e Jason Benham perderam seu programa numa emissora de TV recentemente por declararem abertamente sua fé em Jesus Cristo, mas usaram o episódio como forma de alertar os demais cristãos sobre a necessidade de expandir o Evangelho para retribuir “o que Deus tem graciosamente dado” a todos.

Além do trabalho na televisão, David e Jason são executivos do ramo imobiliário, e foram demitidos da emissora HGTV no meio das gravação dos episódios do reality show que apresentavam.

A direção da emissora explicou que havia optado por demiti-los pois eles haviam concedido uma entrevista compartilhando sua visão cristã tradicional a respeito de casamento, sexualidade e aborto.


No entanto, a demissão gerou uma reação em cadeia, e o caso se tornou uma espécie de publicidade contra a perseguição religiosa. A entidade cristã Faith & Freedom concedeu um prêmio aos irmãos pela atitude de defesa de sua fé.

Na ocasião da entrega do prêmio, David afirmou ao Christian Post que acredita que “os cristãos têm que estar preparados para novos incidentes” como o que ocorreu com ele e seu irmão. “Se as pessoas permanecerem condescendentes e ficarem caladas, a situação ficará pior. No entanto, se exporem sua fé de maneira ousada, sem medo de perder tudo que conquistaram em nome do que pensam e sentem, a adversidade será vencida”, disse.

Com a demissão do programa de TV, David e Jason perderam também outros contratos importantes, mas não se acuaram perante a situação: “Quando estávamos dispostos a fazer isso, o que só Deus pode colocar em nossos corações, nós nos tornamos capazes de ter ousadia o suficiente para falar”, resumiu David.


13 COMENTÁRIOS

  1. Ao contrario dos ateus pagãos, quando o patrão é cristão, colocam na justiça fazem escarcéu , estes ficaram de boa, e fizeram questão de pontuar somo crentes.
    Parabéns, é assim que se faz, não nos aceitam problema deles.

  2. Um pastor evangélico de 36 anos foi preso nessa quarta-feira (25 de junho/2014), suspeito de abusar da própria filha de 12 anos, na cidade Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. De acordo com informações do B.O da polícia, o crime ocorria há mais de um ano e a adolescente era constantemente caso revelasse o abuso.
    A situação foi registrada no Bairro Nova Esperança, na residencia do suspeito, que fica nos fundos da igreja a qual ele pertence. Segundo a PM, a vítima relatou que sofria abuso sexual desde 11 anos de idade. Ela contou que quando negava as relações era agredida pelo suspeito.
    A vítima disse aos policiais que na noite do dia 24 teria sofrido o último abuso até que resolveu procurar ajuda de uma mulher que frequentava a mesma igreja que ela e o pai. Foi essa testemunha que denunciou o caso a PM. A adolescente foi levada para prestar depoimento na central de fragrantes da cidade.
    Algumas horas depois, a polícia foi chamada novamente no bairro, já que o suspeito estava sendo agredido por moradores que descobriram o abuso. Conforme a Polícia Civil, o pastor foi preso e levado para a delegacia, onde confessou que realmente abusava da filha.
    O nome do pastor é Rogério Paz de Araújo e o nome da igreja é igreja evangélica coluna de Deus.

  3. Ve se da para acreditar nisto , agora temos mais um protegido deste site emanuele , o site não deixa responder para ela. é brincadeira, vai ver é stardust com outro nick fake.

  4. Ja perde um emprego por eu ser Crente em Jesus Cristo, e nem por isso me abalei pelo contrario me fortalece o dobro, mas aquele que me prejudicou, em pouco tempos depois foi bateu uma camionete da empresa de madrugado em estabelecimento de baixo meretricio, e foi dispensado por justa causa, e eu em poucos dias estava empregado em outra empresa com serviços muito maiores e bem mais bem pago com um ganhame de quase o dodro que ganhava na dita cuja, portanto aquele que e justo e honesto em seus afazeres diarios e em seu enprego e tem o SENHOR DA GLORIA A SEU FAVOR, não tem que temer tais coisas, jamais deixaria de ser Crente ou omitiria minha Fe nos Ccaminhos Santos do SENHOR JESUS, POR CAUSA DE UM EMPREGO,

  5. gente essas pessoas que cometem tais ato não são evangélicos, e só capa, não olhe para o homem pois olhamos para Deus, pois o mesmo não há falha, não perca a salvação por causa de uma pessoa que não e liberta, procurem a ler a bíblia e fiquem firmados na rocha eterna que e jesus, pois conhecendo a palavra de Deus ,a libertação vira na vida de cada um ser humano, olhem para o alto você ver a grandeza de Deus!!!, ninguém vai prestar conta dos pecados dos outros e só você mesmo, cada um prestara conta sobre você mesma.a bíblia e real e a boca de Deus falando connosco. o diabo sabe da bíblia de cor e salteado, mas não obedece, vamos só obedecer a Deus. amem.

  6. O programa não era deles, nem destinado à pregação ou evangelização. Era uma reality show secular. Esses caras invadem TODOS os espaços públicos ou privados, atropelando as leis, alegando que a lei de Deus está acima de tudo, por isso eles acham que tem o “direito” de levar a palavra em qualquer lugar, para qualquer um, sem serem convidados, provocando constrangimento, numa postura arrogante e inconveniente. Depois que tomam um pito alegam perseguição religiosa.

    • Veja bem se não é a mesma perseguição que fizeram a eles, agora vc também faz, começou mentindo que o programa não era deles, com certeza nem leu a repórtagem, só olhou e disse vou falar mal.

      • Os apresentadores de TV David e Jason Benham perderam seu programa numa emissora de TV recentemente por declararem abertamente sua fé em Jesus Cristo, mas usaram o episódio como forma de alertar os demais cristãos sobre a necessidade de expandir o Evangelho para retribuir “o que Deus tem graciosamente dado” a todos.

  7. Alexandre Medeiros, Na realidade, religião não se prega até porque religião não é bíblico….JESUS nunca disse para pregar religião. Mas em MARCOS 16:15 na Bíblia está escrito: POR TANTO IDE POR “TODO O MUNDO” E PREGAI O EVANGELHO. Observe, PREGAI O EVANGELHO POR TODO O MUNDO….É ordem de JESUS para não covardes. Local de trabalho está no mundo. Não é crime, nem pecado e sim ato de bravura prear evangelho em todo o mundo. Ser demitido ou até agredido por conta de pregar o evangelho é normal. Estevão foi morto a pedradas e é considerado o primeiro mártir. Perseguição por conta de evangelho rende galardão no céu…PARA FALAR QUALQUER COISA PROCURE SABER SE O QUE FALA TEM BASES E FUNDAMENTOS….VC. PERDEU UMA GRANDE OPORTUNIDADE DE FICAR CALADINHO.

DEIXE UMA RESPOSTA