Ataques de grupo muçulmano causam destruição de 20 igrejas cristãs na Nigéria

6

Ataques promovidos por um grupo islâmico deixou mais de 20 igrejas cristãs destruídas no último mês na Nigéria. Os ataques aconteceram no estado de Benue, que tem 95% de sua população composta por cristãos.

Segundo o Portas Abertas, os responsáveis pelos ataques são um grupo de muçulmanos conhecidos como Fulani. Oriundos de estados vizinhos, eles atacaram várias comunidades, matando fazendeiros Tiv, uma maioria etno-linguiística no estado de Benue, e ateando fogo às suas casas. Os Fulani são um grupo étnico migratório de vaqueiros do norte da Nigéria e de toda África central e ocidental.

Até mesmo o governador de Benue, Gabriel Suswam, teve seu comboio atacado em uma emboscada por vaqueiros Fulani no último dia 11 de março, envolvendo seus agentes de segurança em um tiroteio em uma das vilas mais afetadas da região de Guma. Suswam escapou ileso ao ataque.

De acordo com Yiman Orkwar, presidente da filial da Associação Cristã da Nigéria em Benue, cerca de 20 igrejas do Ministério de Todas as Nações Evangélicas foram destruídas durante os ataques.


– É um ataque que tem acontecido dos dois lados: para tomarem a nossa terra e converter as pessoas ao islã; mas nós resistimos. Eles têm matado todos que encontram nas vilas. Eles matam as mulheres e crianças com crueldade. O que eles têm feito é bárbaro e muito similar aos ataques dos terroristas do Boko Haram – afirmou Orkwar, ao World Watch Monitor.

Orkwar acusou também o governo de não demostrar preocupação suficiente com os ataques e com a segurança da região, e pediu que mais soldados fossem enviados para o estado.

– O governo federal não pode permitir que esse genocídio que está acontecendo no estado de Benue continue. Recentemente, outras 14 pessoas foram mortas por um grupo muçulmano. Não podemos permitir que esses assassinatos indiscriminados continuem – afirmou.

Após uma reunião em que discutiram os ataques, Orkwar e o líder muçulmano da comunidade Hausa emitiram uma declaração conjunta afirmando que as comunidades muçulmanas não vão sancionar a violência. No comunicado, os líderes religiosos pedem para que os cristãos e muçulmanos se mantenham fiéis à declaração conjunta de paz feita pelas igrejas e mesquitas.

Por Dan Martins, para o Gospel+

6 COMENTÁRIOS

  1. Os muçulmanos radicais continuam fazendo o que fizeram no passado, a ferro e fogo converter os povos.

    Ora, se querem atacar o ocidente, aliás o ocidente, no caso as américas, tem-se que comete erro grande, pois as américas são formadas por povos que sofreram bullyng, como os negros que para cá foram vendidos pelos seus, pelos judeus fugindo da perseguição católica, pelos americanos do norte fugindo da perseguição inglesa.

    Caros muçulmanos, que não mostram seu rancor contra o governo russo que matou a muito no Afeganistão? Que dominou países de matriz islã por anos?

    Covardia acertar coitados cristãos, pessoas que não são responsáveis pelas ações de seus governos.

    Bater em velhinhos, em doentes, em bêbados, em mulheres, qualquer um bate.

  2. O islã é uma “religião” que já nasceu negando Cristo como Filho de Deus e prega a morte de cristãos e judeus. O pior é que eles acreditam que estão prestando culto a Alá em matar tanta gente.

  3. Existem muitas religiões no mundo e muitos livros tidos como sagrados. Em meio a tudo isso, há uma maneira segura de reconhecermos a verdadeira Palavra de Deus e o seu plano de salvação. A Bíblia Sagrada prova ser verdadeira.

    Esse estudo está disponível em Evangelismo.blog.br. Nele, você descobrirá o engano do profeta Maomé, que sem qualquer fundamento ou verdade, afirmou que o Senhor Jesus Cristo nos ensinou a morrer e também a “matar” pela causa de Deus (Sura 9:111 – Alcorão).

    Convido a todos os muçulmanos que porventura acessarem esta notícia a raciocinarem:

    Faz sentido levar uma vida casta na terra (o Alcorão ensina isso) para depois no paraíso levar uma vida promíscua e libertina, com setenta virgens? Onde está a lógica nisso?

    Evangelismo.blog.br
    ..,

DEIXE UMA RESPOSTA