Brasil

Em meio a supersticiosos, atletas cristãos levam a Bíblia nas viagens para competições

Comments (3)
  1. Rubem disse:

    Ter de pelúcia é superstição? A entrevistada não poderiam ter sentimentos com objeto que a torna próxima da familia ? Do meu ponto de vista, se alguem leva pelúcia consigo por um fator simbólico, nada isso intervêm no meio sobrenatural como tentativa de tornar o urso “superior a Deus” ou “urso, fonte de poderes da sorte capazes de alterar os cosmos”.

    Nem Deus vai intervir em esporte, que adianta levar a bíblia? Somente para a leitura, pois é alimento. Não entendo Deus como autoritário que tira a vez dos outros, mas creio que ele vá, por meio de pedidos, orações, dar proteção, saúde… nada de anseios egoístas seriam atendidos, como por exemplo, vencer, neste contexto banal.

  2. luciano disse:

    Tudo que você for fazer na vida e fizer com medo ou duvidando é pecado,então seja um esportista de fé e dedicação.o medo e a dúvida são os maiores adversários de um atleta.

    1. Rubem disse:

      Sua argumentação é bem genérica. Mas se tudo for relacionado à Deus, e tiver relação com teste de confiança, sim, é pecado, pois “erra o alvo”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *