Por recuperação de Marisa Letícia após AVC, Lula apela ao médium João de Deus

0

A esposa do ex-presidente Lula, Marisa Letícia, 66 anos, sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico recentemente, e vem sendo tratada na UTI do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. No último domingo, 29 de janeiro, o médium João de Deus a visitou, para uma sessão de “tratamento espiritual”.

João de Deus é um médium procurado por celebridades e já atendeu o ex-presidente Lula. A mais recente sessão de que se tem notícia aconteceu em 2011, quando o político estava sendo submetido a um tratamento contra o câncer na laringe.

De acordo com informações da revista Veja, o AVC sofrido por Marisa Letícia é o mais grave, pois trata-se da ruptura da parede da artéria. A ex-primeira-dama vem sendo mantida em coma induzido há mais de uma semana.

A sedação de Marisa Letícia seria suspensa durante o encontro com João de Deus, mas os médicos realizaram um exame chamado doppler, que avalia os vasos cerebrais, e descobriram que a inflamação na região onde a artéria se rompeu ainda não foi normalizada. Por isso, decidiram manter a esposa de Lula no coma, e adiaram a retirada da sedação para a terça-feira, 31 de janeiro, pois a pressão intracraniana estava regularizada e não havia sinais de hematomas cerebrais, o que os animou.


+ Conheça o médium brasileiro que é acusado de charlatanismo

No entanto, na segunda-feira, 30 foram realizados novos exames, que detectaram uma trombose venosa profunda (um coágulo sanguíneo) nas pernas de Marisa Letícia. Para tratar do caso, introduziram um filtro no local para evitar que o problema evoluísse para uma embolia, que é a obstrução do vaso sanguíneo.

O hospital Sírio Libanês divulgou boletim médico informando que o quadro de Marisa Letícia Lula da Silva é estável e que ela tem tido “melhora progressiva dos parâmetros evolutivos neurológicos”.

“Desde a admissão hospitalar até a presente data, a paciente permanece com controle neurointensivo, apresentando melhora progressiva dos parâmetros evolutivos neurológicos. A paciente permanece estável do ponto de vista cardiovascular, com níveis normais de pressão arterial sem necessidade de utilização de medicamentos para controle pressórico. Não há anormalidades na coagulação, função renal ou hepática da paciente”, resumiu o boletim divulgado na tarde da última terça-feira.

João de Deus

O curandeiro ficou mundialmente famoso quando recebeu em sua “clínica” a apresentadora e empresária norte-americana Oprah Winfrey, em 2012. Atualmente, atende cerca de mil pessoas por dia na Casa de Dom Inácio de Loyola, localizada em Abadiânia (GO).

A fama o fez entrar na mira de críticas severas também. Em 2014 ele foi tema de uma reportagem de um programa de TV da Austrália, que investigou os rituais que atraem milhares de pessoas de todas as partes do mundo.

A conclusão da matéria foi que o autodeclarado médium não cura ninguém. Foram mostrados casos de pessoas que buscaram a ajuda de João de Deus para superar problemas de saúde e terminaram por ter seu estado agravado, ou pior, morrerem em decorrência da falta de cuidados adequados.

“O mundo da medicina moderna não pode tolerar esse comportamento de forma alguma”, observa o médico David Rosengren, comentando os relatos de que João de Deus realiza práticas medievais, como a inserção de tesouras ou pinças de profundidade no nariz, além de raspar um olho sem anestesia, dentre outros casos.


SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA