Bispo Edir Macedo figura nas primeiras colocações em lista dos “mais poderosos do Brasil”

96

Recentemente, o iG começou a publicar em seu portal uma lista com os 60 nomes mais influentes do país. Entre os nomes divulgados, aparecem figuras importantes e conhecidas do cenário nacional, entre eles políticos empresários e líderes de outros segmentos da sociedade. Entre eles está o bispo Edir Macedo, que aparece na posição número 16 da lista.

Figurando entre aqueles considerados os “mais poderosos do país”, o líder da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) e proprietário da Rede Record é apontado pela publicação como um homem com forte influência política, econômica, social e midiática.

De acordo com o iG, o poder de Macedo vem da forte ligação existente entre a Igreja Universal e a Rede Record, e afirma ainda que “as duas formam uma espécie de força centrífuga e centrípeta simultânea, que alimenta e diversifica os dividendos surgidos da igreja”.

Os números relacionados a Edir Macedo também ganharam destaque na lista que o classifica como o 16º homem mais poderoso do país. O primeiro destaque é relacionado ao tamanho e alcance da IURD, que está persente em 170 países nos cinco continentes. Apenas no Brasil são 1,8 milhão de fiéis, segundo o IBGE; número que sobe para 8 milhões nas contas da igreja. A fortuna de Macedo também recebeu destaque, principalmente depois de o religioso ser apontado pela revista Forbes com um dos como um dos bilionários do mundo, com uma fortuna avaliada em US$ 1,1 bilhão.


Edir Macedo mostrou seu poder de influencia também com o lançamento da sua biografia intitulada “Nada a Perder”. Dividida em três volumes, dos quais dois já foram lançados, a biografia do fundador da Igreja Universal já superou o best-seller mundial “50 tons de cinza” e também as biografias de Steve Jobs e Eike Batista no número de cópias vendidas.

Outro evangélico a figurar na lista é o deputado Eduardo Cunha, na 55ª posição. Depois de se envolver em uma série de escândalos, Cunha alcançou o Planalto e é descrito pelo iG como “dono de um poder que se ramifica por diversas instâncias e setores da República”. Ao falar da extensão do poder do deputado evangélico, o iG destaca que ele tem notória influência sobre determinados fundos de pensão e estatais, como Furnas e sua respectiva entidade de previdência privada, o Real Grandez, além de esbanjar ascendência sobre a bancada do PMDB.

Outro político bastante conhecido entre os evangélicos a figurar a lista é o deputado Jean Wyllys. Considerado por muitos líderes religiosos como um desafeto e, até mesmo, inimigo dos evangélicos, Wyllys ganhou notoriedade ao vencer o Big Brother Brasil, e se tornou o único deputado federal assumidamente homossexual do Brasil. Na 58ª posição da lista, o deputado é um dos mais conhecidos líderes do ativismo gay no Brasil e ganhou uma notoriedade negativa no meio cristão, sobretudo por seus constantes embates contra o deputado e pastor Marco Feliciano.

Por Dan Martins, para o Gospel+


96 COMENTÁRIOS

  1. Quem deu todo esse poder financeiro e midiático?

    A bíblia responde:

    ” E disse-lhe o diabo: Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória; porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero” (Lucas 4:6)

    • MAS RECEBEREIS PODER AO DESCER SOBRE VOS O ESPIRITO SANTO, E SEREIS MINHAS TESTEMUNHAS.

      Quando JESUS fala de receber poder ele se refere, a uma totalidade que o ESPIRITO SANTO DA ÀQUELE QUE O RECEBE.

      Pois suas manifestações são: ESPIRITO DO SENHOR, ESPIRITO DE SABEDORIA, ESPIRITO DE CONHECIMENTO, ESPIRITO DE TEMOR DO SENHOR, ESPIRITO DE FORTALEZA, ESPIRITO DE CONSELHO, ESPIRITO DE ENTENDIMENTO.

      Isso torna a pessoa poderosa.
      e esse poder se extende em 3 linhas.

      PODER ESPIRITUAL. Para vencer o pecado
      PODER POLITICO. para liderar e influenciar
      PODER ECONOMICO.para conquistar, estabelecer.

      POR ISSO VEMOS QUE A UNIVERSAL E UMA IGREJA PODEROSA.
      PORQUE TEM O ESPIRITO DE DEUS.
      PORQUE OBEDECE O ESPIRITO DE DEUS.

      POIS ESTA ESCRITO: PODEROSO É AQUELE QUE EXECUTA AS SUAS ORDENS.

      Mas não é esse o bispo macedo tal mal falado? e difamado?

      E AGORA A MIDIA É OBRIGADA A DIZER QUE ELE É INFLUENTE, E PODEROSO…

      Isso me faz lembrar JOSE, MOISES, JEFTE, GIDEÃO, DAVI, DANIEL, SADRAQUE, MESAQUE ABEDNEGO.
      E outros tantos que a midia do passado foi obrigada a exalta-los.

      QUE DEUS DE VIDA LONGA AO BISPO MACEDO, E QUE ELE POSSA SEMPRE SER SERVO COMO É.
      Pois como esta escrito: QUEM ME SERVIR O PAI O HONRARA….

          • O NUBIA ESTUDE MAIS um pouco a biblia. vc e o stardust são carentes de conhecimentos biblicos.

            JESUS DISSE: TODA AUTORIDADE ME FOI DADA NO CEU E NA TERRA…

            Na terra JESUS deu essa autoridade aos homens que nele crê.

            O que vc acha que é poder?
            vc acha que é aqueles raios que saem das mãos das pessoas nos desenhos animados? kkkkkkkkk

            JESUS DESPOJOU OS PRINCIPADOS E POTESTADES..
            Pelo menos vc sabe o que é um principado?ou uma potestade?

            Principado é huuuuuuuuuuu

            não eu não vou responder estude e descubra…

            TODO PODER É AUTORIDADE SEJA ESPIRITUAL, POLITICA, ECONOMICA FOI DA DA A JESUS É ELE HA DEU A TODO O QUE NELE CRÊ…

            Vc acha que JESUS vem buscar uma igreja que esta vivendo debaixo dos pés de satanas?
            não ele vem buscar uma igreja formada por vencedores.
            leia apocalipse o final de cada carta.

            ESTUDE A BIBLIA VC É O STARDUST.
            para depois vir discuti-la.

          • edy

            Ele falou um monte de frases soltas…cade as referencias bíblicas? Aonde podemos conferir isso que ele disse na bíblia?

            Falar que tá na bíblia é facil… Queremos ver ele dizer aonde que tá dito isso que ele falou…

          • kkkkkkkkkkkk claro Vai Arrebentar vc näo vai responder pq certamente não tem essas palavras na biblia,o unico poder que o Edir tem é o de manipular psicologicamente as pessoas para arrancar dinheiro delas pra manter os luxos dele.

          • AI O EX –
            Esse é o problema de crente que não tem o ESPIRITO SANTO PARA CONFIRMAR DENTRO DELE, O QUE É E O QUE NÃO É.
            Eles precisão de ler,ver tocar sentir. como tomé…

            Porém para aquele que tem o ESPIRITO DE DEUS JESUS DISSE:
            Ele vos ensinara todas as coisas..

            A BIBLIA DIZ: RECEBEREIS PODER AO DESCER SOBRE VOS O ESPIRITO SANTO…

            A principio desse poder é o divino.

            SE A PESSOA TEM PODER DIVINO, LOGO ELA TERÁ TAMBÉM O PODER POLITICO, POIS TODOS VÃO QUERER SEGUI-LA E APRENDER COM ELA.
            E Consequentemente ela terá o poder economico, POIS UMA COISA ATRAI A OUTRA.

            QUANDO DEUS FALA DE PODER ELE FALA DE PODER PARA .
            SER , DEPOIS FAZER E TER.

            Quem tem o ESPIRITO SANTO TEM PODER PARA :
            SER– FILHO DE DEUS.A quantos O receberam, (…) deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus» (Jo 1, 12)

            PARA FAZER SUAS OBRAS:Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai.
            João 14:12

            E PARA TER O QUE QUIZER:E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.
            Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei.

            Hora se posso ter o que quero isso significa que todo poder economico me foi dado.

            BASTA CRER É PLANTAR PARA COLHER.

          • nubia

            eu não te falei que a pergunta que vc fez era difícil? era só ele responder em qual livro, capítulo e versículo da bíblia se encontra esses supostos ensinamentos dele para que ficasse comprovado que o que ele diz é verdade… mas ele é capaz de escrever outro texto longo, mas não de prová-lo na bíblia. É isso a tática dele… enrolar, enrolar, enrolar… provar na bíblia nada!

            É por essa falta de coerencia com a bíblia aliado aos escandalos e decepções que o povo tá abrindo os olhos e deixando o engano religioso dessa organização.

            o ibge comprova: de 2000 à 2010, cerca de 11% deixaram a iurd… e vai continuar deixando. Só vai lá ficar os que querem ficar ricos.

            ” Ora, os que querem ficar ricos caem em tentação, e cilada, e em muitas concupiscências insensatas e perniciosas, as quais afogam os homens na ruína e perdição.” (I Timóteo 6:9)

  2. MAS RECEBEREIS PODER AO DESCER SOBRE VOS O ESPIRITO SANTO, E SEREIS MINHAS TESTEMUNHAS.

    Quando JESUS fala de receber poder ele se refere, a uma totalidade que o ESPIRITO SANTO DA ÀQUELE QUE O RECEBE.

    Pois suas manifestações são: ESPIRITO DO SENHOR, ESPIRITO DE SABEDORIA, ESPIRITO DE CONHECIMENTO, ESPIRITO DE TEMOR DO SENHOR, ESPIRITO DE FORTALEZA, ESPIRITO DE CONSELHO, ESPIRITO DE ENTENDIMENTO.

    Isso torna a pessoa poderosa.
    e esse poder se extende em 3 linhas.

    PODER ESPIRITUAL. Para vencer o pecado
    PODER POLITICO. para liderar e influenciar
    PODER ECONOMICO.para conquistar, estabelecer.

    POR ISSO VEMOS QUE A UNIVERSAL E UMA IGREJA PODEROSA.
    PORQUE TEM O ESPIRITO DE DEUS.
    PORQUE OBEDECE O ESPIRITO DE DEUS.

    POIS ESTA ESCRITO: PODEROSO É AQUELE QUE EXECUTA AS SUAS ORDENS.

    Mas não é esse o bispo macedo tal mal falado? e difamado?

    E AGORA A MIDIA É OBRIGADA A DIZER QUE ELE É INFLUENTE, E PODEROSO…

    Isso me faz lembrar JOSE, MOISES, JEFTE, GIDEÃO, DAVI, DANIEL, SADRAQUE, MESAQUE ABEDNEGO.
    E outros tantos que a midia do passado foi obrigada a exalta-los.

    QUE DEUS DE VIDA LONGA AO BISPO MACEDO, E QUE ELE POSSA SEMPRE SER SERVO COMO É.
    Pois como esta escrito: QUEM ME SERVIR O PAI O HONRARA.

    • Como que o bispo Macedo é servo? Se ele financia com dinheiro dos fiéis, a programação promíscua da Record, como a Fazenda, novelas, e programas de auditório com conteúdo impróprio! Se ele fosse servo, pelo menos não permitiria tanta promiscuidade na rede de televisão que ele comprou com dízimos, ofertas e sacrifícios. Não quero dizer que a Record deveria ter uma programação totalmente evangélica, não, mas deveria ter os seus limites, por que ele critica tanto a programação da Rede Globo, e diz que é do diabo, mas às vezes faz pior do que a Globo??? Como ele mesmo diz: É OU NÃO É?
      Só não vê quem não quer!!!

  3. IGREJA UNIVERSAL A ALGUNS ANOS ATRÁS ERA UMA BENÇÃO ATÉ AI TUDO BEM, DEPOIS QUE ELE COMEÇARAM A AGIR SORRATEIRAMENTE DESCOBRINDO MEIOS DENTRO DA PALAVRA PRA ENRIQUECIMENTO E TECNICAS DE PSICOLOGIA PARA ENGANAR OS INCAUTOS QUASE FUI DESTRUIDO MAIS SENHOR ME ABRIU ENTENDIMENTO E FUI LIBERTO DESSA IGREJA..QUE APERTO GLORIAS A DEUS

    • O Leco o problema foi os seus maus olhos e coração malicioso.

      a iurd e a mesma.

      SUA VIDA MOSTRA A VERDADE QUE JESUS DISSE EM JOÃO 8.
      O escravo não fica sempre na casa , O FILHO SIM PARA SEMPRE.

      E como vc é um escravo seu dia chegou e vc saiu da casa.
      PORÉM OS FILHOS PERMANECEM FIRMES E FORTES…

      • a iurd é a mesma?

        curioso que antigamente vc passava na calçada, na frente da iurd e tinha um obreiro ou um pastor pra te atender. Hj em dia só tem seguranças na frente da iurd…

        tem certeza que a iurd não mudou não?

        • Infelizmente a igreja universal mudou e muito.
          Era proibida certas coisas e agora são aceitas.

          Até a programação da record mudou.
          Quando não tinha novelas a programação era muito boa.

          Hoje é uma vergonha.Incentivando a prostituição, lascívia, avareza, bebedice homossexualismo e outras obras da carne.

          Só não enxerga que não quer.

      • Vai arrebentar, porque voçê julga só quem é forte é quem é da IURD quando uma pessoa sai de uma denominação,vai para IURD, voçêis não fala nada´só recebe como membro,mas quando á pessoa resolve sair voçêis critica, fala que a pessoa é um escravo.Porque? EU sou da IRD e não concordo com essas coisas JESUS chamou para paz, e não para ser escravo, de nenhuma denominação. À minha força vem do SENHOR não dá IURD.

      • A igreja Universal é a mesma???
        Há alguns anos atrás não existia esse negócio de SESSÃO DO DESCARREGO(usar esse termo SESSÃO, já faz lembrar sessão espírita), não existia a TERAPIA DO AMOR, os pastores e bispos não se vestiam todos de branco(como pai-de-santo), não usavam termos como: encosto, pai das luzes, carregado/a. Quando foi que o Senhor Jesus Cristo, ou qualquer dos apóstolos usaram de algum desses termos???
        Onde está escrito na Bíblia que pra libertar as pessoas de espíritos malígnos é necessário se vestir todo de branco, e fazer uma Sessão?
        Há alguns anos atrás não existia isso na IURD não!!!
        Como que Igreja Universal não mudou???

  4. Eu vivia igual a vocês que falam mal e são fracos.
    Até que um dia alguem que me ama viu o meu sofrimento e levou-me a Igreja Universal.
    Alguem lá me ajudou, me mostrou o caminho.
    Doente, empresária falida, cheia de demônios(como quem fala mal), tornei-me próspera,
    curada,feliz.
    Este é a igreja que falam, as portas estão abertas para vocês, que com certeza estão precisando muito.

  5. Quando se lê e interpreta tudo a partir de Jesus, nenhuma religião, filosofia, sistema de governo, ou as ilusões das virtudes humanas — ficam em pé!…

    O modo como Ele tratou o mundo dos sistemas humanos, seus governos, Direitos, Leis, Poderes, e Presunções…, sim, Seu modo de ver e interpretar o mundo dos homens sempre indicou a total falta de esperança de Jesus no homem como criatura capaz da paz e da justiça que logo não se corrompam…

    Daí Ele dizer que o Seu reino não é deste mundo, não tem uma geografia-política e nem tampouco possui uma manifestação fora dos atos que emanem de corações; de tal modo que Ele disse que não se deveria buscar o reino de Deus aqui, ali ou acolá…, mas apenas dentro do coração.

  6. “O poder de Macedo vem da forte ligação existente entre a Igreja Universal e a Rede Record, as duas formam uma espécie de força centrífuga e centrípeta simultânea, que alimenta e diversifica os dividendos surgidos da igreja”.

  7. Se fosse uma rede de bebidas, de tráfico de drogas ou de pessoas, se fosse tráfico de armas, tráfico de prostituição, mas é uma emissora falida comprada a preço de banana na época, aí não deve ser objeto de destaque?

    O pastor fala de Deus, de Cristo, mas abaixo vi o stardut dando a entender que ele é um discípulo do diabo, pois o diabo é que gosta de influenciar, de poderio, de mandar.

    Então estamos esperando um Cristo que todos os reinos não vão se ajoelhar aos pés Dele? Ou seja, isso não significa poder econômico, financeiro e tudo por acaso não?

    Bom, a não ser que alguns “sem noção” estejam achando esse mundo uma graça faltando comida, casa, paz, relacionamentos acabados, loucuras e outras enfermidades.

    Ora, ora, já faz dois mil anos que Cristo esteve aqui dizendo que o Reino de Deus tinha sido implantado aqui na terra também, mas ficam certas figuras jogando tudo para o porvir, para o além da morte, para a eternidade, consequentemente as pessoas não procurarem instalar aqui e agora na prática o que Cristo falou, o que seja, o Reino de Deus.

    Muitos países conseguiram debelar muitas coisas que eram do diabo, como a miséria, as intrigas, diferentes de outros em que, políticos corruptos são entronizados, o povo vive na miséria, em guerra com o tráfico, com torcidas de futebol, jogando bombas e matando o próximo, destruindo sonhos.

    Este país é bem um exemplo de sonhos frustados, pois nada funciona para os pobres, mas quando se fala em poder e em pessoas que possam mudar, aí vem os espirituais dizer que é para o pós tumulo, numa demonstração clara de desautorização do Filho de Deus, o Reino de Deus aqui na terra. Bom samaritano aqui não vale essa parábola.

    • o Demonio tbm fala de Deus.uma rede de prostituição sim.a fazenda é o que?as novelas podres cheias de cenas de sexo. ele paga sim o premio da fazendo com o dinheiro dos dízimos e ofertas.já foi comprovado.bebidas?bebe mais que qq um adora um wisky importado.é um falso profeta e o demônio já espera por ele no inferno.

      • Líderes religiosos e seguidores devem ser exemplo e dar também, sucede que cometem erros;

        Digo isso em face dos erros de Pedro, vez que metido a maioral, orgulhoso e tentou contra a morte do próximo, no caso o guarda, além de denegar Cristo.

        Cristo não somente bebia vinho, mas também o fabricou, refiro-me à ceia de o primeiro milagre, respectivamente, todavia nunca se excedeu nem em bebida e nem em comida, muito menos noutras coisas, sendo um um homem de comportamento mediano, com seja, nem como queriam hipócritas metidos a santos e nem como queriam os pecadores, pendendo de forma sadia para um lado e para outro.

  8. Chamando a atenção de Deus ou dos outros?

    Meditando na cura da mulher que há doze anos sofria de uma hemorragia chegamos a conclusão que não é necessário ter conhecimentos bíblicos e tampouco pertencer a uma instituição religiosa para chamar a atenção de Deus e alcançar o seu favor.
    Ela veio por trás da multidão, ninguém a viu!
    Ela não chamou a atenção de ninguém!
    Ela não se colocou a frente do Senhor Jesus, gritando ou coisa parecida!
    Ela não orou, mas dizia: Se eu apenas tocar nas suas vestes ficarei curada!
    Ela imediatamente ficou curada!
    Ela só disse o que lhe havia acontecido quando solicitada!
    Ela teve medo, porque como tinha uma hemorragia não podia tocar em nada, muito menos em outra pessoa; a religião não permitia!
    Ela teve medo, porque não conhecia o Senhor Jesus e poderia ser chamada a atenção ou criticada por ele, pensando ser ele um religioso!
    Ela mostrou que não é necessário se mostrar para os outros para chamar a atenção de Deus!
    Ela não pagou nada, pois já tinha gastado tudo!
    Ela deu exemplo que não podemos desistir!
    A única ponte entre ela e o Senhor Jesus foi a FÉ!
    Vamos em frente!
    Bom fim de semana a todos!

  9. STARDUST disse: 29 de setembro de 2013 ás 3:23 pm
    vc pregou essa mensagem na iurd???

    Responder Comentar
    ex. disse: 29 de setembro de 2013 ás 3:47 pm
    Qual problema filha?

    KKKKK Eu ri muito dessa parte.

    Parabéns pela pregação pastor Eduardo, é por ai mesmo.

    • edson souza

      Se vc viu aquele video do ex-pastor da iurd o diego, lembra dele?

      Então… Ele falou que uma vez pregou sobre salvação na iurd e levou uma bronca do regional! Pq esse tipo de mensagem não rende $$$ !

      Claro que pregando a vdd o diego não ficou muito tempo na iurd…

  10. Mas voltando ao papi poderoso do Moyses …

    Li por bem rapido por ai’ o vai se arrebentar dizendo que o Didi Macedo tem poder temporal por que a biblia promete isso e aquilo. Se essa linha de pensamento fosse verdade, então a biblia so’ teria sido escrita para ser cumprida na vida do Macedão, ja’ que apenas ele e nenhuma outra pessoa dentro da IURD detem esse “poder”..

    Na verdade essa influencia de Macedo nada tem de espiritual, muito pelo contrario ate’, ele o conseguiu atraves de golpes desleais e puxadas de tapetes que vem dando desde o inicio da fundação dessa empresa-seita, o cunhado dele o R.R,Soares que o diga…

    Edir Macedo so’ e’ poderoso, poderoso entre aspas, pq ser dono da segunda maior rede de televisão do Brasil, se o vai se arrebentar fosse dono de rede de televisão, ele tbm seria poderoso, ao inves de ser apenas esse cupincha que e’. … Alias, rede de tv que ele comprou descaradamente com dizimos e dinheiro não-tributado para depois colocar no nome dele e da mulher. Num pais de leis eficientes, ele estaria preso e perderia a concessão publica, mas no Brasil ele e’ figura influente. Alguem sabe dizer se o nome do Fenandinho Beira-Mar entrou tbm nessa lista??

    • Sim, Paulo, ninguém pode ignorar esse detalhe.
      Aliás esse grande detalhe faz toda a diferença!
      Imagine se todos que professam a teologia da prosperidade chegassem a esse patamar, os meios de comunicações estariam entupidos pelos pastores e não haveria espaço para mais ninguém!
      A fala do Vai arrebentar é a profissão de fé dos iludidos. Ele só enxerga o que quer ver!

      • Mary, ele gosta de ser iludido

        “Esse povo é rebelde; são filhos mentirosos, filhos que não querem saber da instrução do Senhor.
        Eles dizem aos profetas: “Não nos revelem o que é certo! Falem-nos coisas agradáveis, profetizem ilusões”

        Isaías 30:9-10

      • AINDA BEM QUE ELE TEM INFLUENCIA COMO: ” forte influência política, econômica, social e midiática”. GRANDE FRACASSO PARA UM CARA QUE SE DIZ LÍDER RELIGIOSO. COMO TAL, NÃO TEM INFLUÊNCIA NENHUMA.

        • Bingo!
          Jorge Vinicius vc colocou o dedo direto na ferida. Como lider espiritual e como pastor de almas, Edir macedo e’ um FRACASSO, apesar de todo o sucesso econômico que o enlistou noexclusivo rol dos bilionários. Visto pelo lado religioso, ele nao passa de um mercenário bem-sucedido, um falso profeta influente, ele e’ quem melhor representa.a decadencia do movimento evangelico brasileiro, que se tornou um terreno pantanoso onde o que impera e’ a idolatria ao dinheiro.

          • Paulo

            edir macedo era da nova vida. Tentou ser pastor lá mas ninguém o consagrou… sairam de lá ele, RR soares e mais 3 insatisfeitos… rr soares foi consagrado pastor mas edir macedo ainda não tinha recebido a consagração ao ministério pastoral… aí vc sabe né… rr soares é marido da irmã de edir macedo e na época eram bem próximos… rr soares consagrou edir macedo à pastor… foi na base da amizade mesmo.

            Aliás quem confirmou que rr soares consagrou edir macedo à pastor mais pela amizade foi o próprio crivella, num evento com pastores da Assembléia de Deus, que está disponível no youtube.

            A nova vida não queria levantar edir macedo ao ministério pastoral e fora da NV macedo ainda tinha dificuldades em conseguir alguém que o consagrasse como pastor… como RR soares já tinha sido consagrado, ele mesmo consagrou edir macedo. Mas foi pela amizade mesmo.

            Hj eu entendo porque ninguém da nova vida foi louco de consagrar edir macedo ao ministério pastoral. Agora RR soares por outro lado deve meditar no que fez.

            “A ninguém imponhas precipitadamente as mãos. Não te tornes cúmplice de pecados de outrem. Conserva-te a ti mesmo puro.” (I Timóteo 5:22)

          • nubia

            eu sei que muita gente gosta do RR soares, e o acha muito educado… mas procure saber como funciona a igreja da graça, que é uma iurd mais moderada e comportada… muitas heresias da iurd também estão presentes lá.

            RR soares usa o pulpito para oferecer assinatura de tv… isso é proibido na palavra de Deus… é fazer comércio dentro do templo. E RR soares usa a estrutura da denominação para beneficiar os filhos e parentes nos bastidores. Quase todos os filhos de RR soares estão na política… adivinha de onde vieram os votos?

            óbvio que não dá para comparar RR soares com edir macedo, mas RR soares não é tudo isso que aparenta. Eu mesmo já assisti na tv pregações totalmente sem base bíblica dele.

          • Stardust,tem alguns assuntos ke cada hora vc fala uma coisa,se a igreja pra vc somos nós,lá é um lugar como outro qualquer pra vc,entao nao tem nada a ver,ele vender os liv
            ros dele ,tv no pulpito,agora as coisas mudaram,eles pagam caro,por uma hora na tv,
            assim como pra nós tudo ,gira infelizmente em torno do dinheiro,é tb pra eles,é caro pra se manter uma igreja,pra colocar os cultos na tv,eu o defendo até ,desde que não tenha enriquecido e faça uso em beneficio próprio com o dizimo.

          • nubia

            A igreja, biblicamente falando somos nós! não é um templo físico… esse templo físico que estão chamando de igreja na vdd é denominação.

            Jesus não mandou ninguém construir esses templos… nem seus apóstolos! Jesus mandou fazer discípulos. Mas como o sistema evangélico é corrupto, eles criaram essa doutrina de que o templo é a igreja e que deve ser sustentado pelos dízimos.

            templo do espírito Santo somos nós, a igreja somos nós e dízimo não é dinheiro e nunca foi obrigatório aos cristãos.

            Essa é a vdd que os religiosos não contam pra vc nubia…

            Vc tem duvidas de que Jesus fez a obra de Deus? E os apóstolos? então… vc sabe que eles fizeram a obra de Deus, mas vc vê eles recebendo dízimos e construindo templos para que essa obra de Deus fosse feita? E leprosos eram curados, mortos ressuscitados, aleijados andavam… vc tem visto isso nessas denominações que exigem dízimos?

            Isso é invencionice dos religiosos evangélicos, nubia… é o sistema religioso evangélico… ora, a bíblia afirma que os cristãos seriam alvos de comércio… leia 2pedro 2:3…

            Os apóstolos recebiam sim, ofertas… isso é obvio na bíblia… mas o que eles faziam com as ofertas recebidas? construiam templos físicos??? não… eles sustentavam o verdadeiro templo… as pessoas!

            ” Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos.E repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha.” (atos 4:34-35)

            entendeu nubia, a diferença???

            Temos que sustentar sim o templo… mas o verdadeiro templo não é uma construção física… o verdadeiro templo são os cristãos!

            ” Não sabeis que sois Templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (I Coríntios 3:16)

            nubia, sustente o verdadeiro templo… a pessoa!

            ” recomendando-nos somente que nos lembrássemos dos pobres, o que também me esforcei por fazer.” (Gálatas 2:10)

            Quer fazer a verdadeira obra de Deus? A verdadeira religião ?

            “A religião pura e sem mácula, para com o nosso Deus e Pai, é esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e a si mesmo guardar-se incontaminado do mundo.” (Tiago 1:27)

            Pagar 10% do seu salário todos os meses com a desculpa de manter um templo físico funcionando, falsamente chamado de igreja, ou casa de Deus não é fazer a obra de Deus… mas isso os pastores que distorcem a verdade bíblica não vão te ensinar!

            E sobre RR soares, procure se informar aonde ele mora e como ele vive… talvez sua impressão sobre ele mude… dá uma pesquisada…

          • Nostradamus(stadut)

            “A ninguém imponhas precipitadamente as mãos. Não te tornes cúmplice de pecados de outrem. Conserva-te a ti mesmo puro.” (I Timóteo 5:22)

            Quer que isso, cara pálida? Quer dizer que Deus ao consagrar como rei Saul, tornou-se cúmplice dos erros dele? Quando Deus nos fez, também O fez de cúmplice?

            Sei não, mas acho que você passou mais fome que qualquer outro brasileiro na infância, pois só se explica tantas distorções assim a ausência de um cérebro não sadio, como seja, mal formado em face da carência vitamínica e demais.

            Outra coisa, Cristo somente foi batizado, uma espécie de unção, somente pelo fato de que João Batista era seu primo e amigo?

            Você fica limitado às coisas terrestres, de cargo, de dinheiro, de ascensão, meu caro, você é pior que silas, valdomiro, rr soares, edir juntos, pois fala e se interessa nesse assunto bem mais.

  11. AINDA BEM QUE ELE TEM INFLUENCIA COMO: ” forte influência política, econômica, social e midiática”. GRANDE FRACASSO PARA UM CARA QUE SE DIZ LÍDER RELIGIOSO. COMO TAL, NÃO TEM INFLUÊNCIA NENHUMA.

  12. ESTUDO BÍBLICO:

    “AS 10 MAIORES MENTIRAS SOBRE OS 10 POR CENTO DOS DÍZIMOS”

    Muitas igrejas insistem no ensino errôneo de que os dízimos ainda são obrigatórios mesmo para os cristãos que vivem debaixo da graça de Jesus Cristo, e se utilizam de argumentos que se tornaram verdadeiros mitos dentro da comunidade evangélica, porém como eles dizem que o dízimo é 10 por cento, vamos usar o mesmo princípio numérico e verificar biblicamente as 10 argumentações mentirosas mais difundidas a respeito do dízimo.

    1º MENTIRA – “O DÍZIMO FOI ORDENADO POR DEUS NO JARDIM DO ÉDEN, POIS A ÁRVORE DO CONHECIMENTO REPRESENTA O DÍZIMO”

    Na verdade, biblicamente o dízimo foi ordenado no monte sinai (levíticos 27:30-32; Números 18:21-24) e portanto, não foram instituidos no Jardim do Éden, pois sequer é mencionado que Adão e Eva receberam o mandamento de dizimar. A associação que muitos religiosos que insistem em receber dízimos fazem de que a árvore do conhecimento do bem e do mal (Gênesis 2:9), pois não era permitido a Adão e Eva comer dela (Gênesis 2:17) portanto ela seria segundo eles um “símbolo” do dízimo, mas isso é uma associação esdrúxula, pois sequer há um texto bíblico que faça uma ligação entre essa árvore do Jardim do Éden e o dízimo da lei de moisés, sequer se diz que a árvore ocupava 10% do espaço do Jardim do Éden. Trata-se portanto de mais um argumento ridículo usado pelos líderes religiosos para levar o povo a acreditar que o dízimo não era somente obrigatório perante a lei de moisés.

    2º MENTIRA – “O DÍZIMO SEMPRE FOI OBRIGATÓRIO MESMO ANTES DA LEI DE MOISÉS”

    O dízimo antes de sua ordenança no Sinai era voluntário, sendo mencionado apenas 2 vezes antes de se tornar obrigatório, Abraão deu uma única vez um dízimo do despojo de guerra quando resgatou seu sobrinho ló e jacó fez um voto a Deus (gênesis 14:17-20, gênesis 28:20-22)

    Pelas seguintes razões, Gênesis 14:20 não pode ser usado como exemplo para os cristãos dizimarem: 1º – A Bíblia não diz que Abraão deu obrigatoriamente esse dízimo. 2º – O dízimo de Abraão não foi um dízimo santo, da Terra Santa de Deus, produzido pelo povo santo de Deus. 3º – O dízimo de Abraão foi somente do despojo de guerra (hebreus 7:4). 4º – O dízimo de Abraão a Melquisedeque aconteceu apenas uma vez e Abraão mudava sempre de lugar. 5º – O dízimo de Abraão não proveio de sua riqueza pessoal. 6º – O dízimo de Abraão não é mencionado em nenhuma parte da Bíblia, seja no velho ou no novo testamento a fim de respaldar o ato de dizimar. 7º – Visto como nem Abraão nem Jacó tinham um sacerdócio levítico para manter, eles não tinham lugar algum onde entregar os dízimos, durante os seus muitos deslocamentos.

    No caso específico de Jacó, lemos o seguinte: “Fez também Jacó um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta jornada que empreendo, e me der pão para comer e roupa que me vista,de maneira que eu volte em paz para a casa de meu pai, então, o SENHOR será o meu Deus;e a pedra, que erigi por coluna, será a Casa de Deus; e, de tudo quanto me concederes, certamente eu te darei o dízimo” (Gênesis 28:20-22). O texto bíblico é claro, que Jacó fez um propósito particular (um voto) de que se Deus fosse favorável à ele, que ofereceria à Deus o dízimo. Não se vê também neste caso nenhuma ordem explicita de Deus ou algum sacerdote a mando Dele, para que Jacó dizimasse, e vemos que foi uma promessa de Jacó para Deus, não há relatos posteriores na Bíblia que ele tenha de fato dizimado, apenas se observa a sua promessa, seu compromisso de entregar o décimo de tudo que viesse a obter daquele momento em diante. Outra vez, não vemos na Bíblia nenhuma passagem em que vemos escrito que devemos dizimar como Jacó fez, portanto trata-se de mais uma mentira que os líderes criaram para tentar fazer parecer que os dízimos eram obrigatórios antes mesmo da lei de moisés.

    3º MENTIRA – “O DÍZIMO DOS ALIMENTOS DO VELHO TESTAMENTO FOI SUBSTITUÍDO POR DÍZIMO DO DINHEIRO NOS DIAS ATUAIS”

    Não há um versículo na biblia informando que dízimo obrigatório da lei de moisés possa ser ouro, prata, moeda, dinheiro, etc. Dízimo sempre foi apenas alimento do campo vegetal ou animal (levíticos 27:30 e 32) mesmo quando havia metais preciosos como moeda corrente. Abraão no seu tempo comprou uma sepultura para sua esposa por 400 ciclos de prata (gênesis 23:16)

    Embora já existisse dinheiro, a substância do dízimo divino jamais foi dinheiro. Ele era o “dízimo do alimento”. Isso é muito importante. Os verdadeiros dízimos bíblicos eram sempre somente o alimento proveniente das fazendas e rebanhos, somente dos israelitas que vivessem exclusivamente dentro da Terra Santa de Deus, as fronteiras nacionais de Israel. A fartura provinha de Deus e não da manufatura ou habilidade do homem.

    Existem 15 versículos de 11 capítulos e 8 livros, de Levítico 27 a Lucas 11, que descrevem o conteúdo do dízimo. E o conteúdo jamais, repito, jamais incluía dinheiro, prata, ouro ou qualquer outra coisa, além de alimento. Mesmo assim, a definição incorreta de “dizimar” é a maior mentira que está sendo pregada sobre esse ato, hoje em dia. (Veja Levítico 27:30,32; Números 18:27,28; Deuteronômio 12:17; 14:22, 23, 26; 2 Crônicas 31:5; Neemias 10:37; 13:5; Malaquias 3:10; Mateus 23:23 e Lucas 11:42).

    Não se observa portanto em toda a bíblia, alguém entregando dízimo em dinheiro, pois dízimo era décima parte dos alimentos ( agropecuários ou agrícolas ), e jamais foi entregue em dinheiro. E o dinheiro já era corrente nos tempos bíblicos, pois o próprio moisés que recebeu a lei para o povo lidou com dinheiro: “Então, Moisés tomou o dinheiro do resgate dos que excederam os que foram resgatados pelos levitas.Dos primogênitos dos filhos de Israel tomou o dinheiro, mil trezentos e sessenta e cinco siclos, segundo o siclo do santuário. E deu Moisés o dinheiro dos resgatados a Arão e a seus filhos, segundo o mandado do SENHOR, como o SENHOR ordenara a Moisés” (Números 3:49-51)

    Mais uma prova de que o dízimos sempre foram alimentos podem ser vista nessa passagem bíblica: “DOS DÍZIMOS NÃO COMI no meu luto e deles nada tirei estando imundo, nem deles dei para a casa de algum morto; obedeci à voz do SENHOR, meu Deus; segundo tudo o que me ordenaste, tenho feito” (Deuteronômio 26:14)

    Portanto, mais uma mentira dos líderes que ensinam sobre a obrigatoriedade dos dízimos é revelada, quando dizem que nos tempos bíblicos dízimos eram entregues em alimentos porque dinheiro ainda não existia, mas abraão e até moisés lidavam com dinheiro, e mesmo assim na obrigatoriedade da lei de moisés nunca se pagava dízimos em dinheiro, pois dízimo sempre foi a décima parte dos alimentos, do campo e animais, e nada tem a ver com a exigência de entrega de 10% do dinheiro que os cristãos recebem para esses líderes que ensinam erradamente sobre dízimos. Dízimo nunca foi pago em dinheiro, apenas em alimentos. Se o seu pastor ou líder insistir em dizer que pode ser pago em dinheiro exija que ele mostre alguém dizimando em dinheiro na bíblia, pois dinheiro já existia e era usado naquela época.

    4º MENTIRA – “O DÍZIMO FOI DADO POR DEUS AOS LEVITAS DA VELHA ALIANÇA E HOJE OS PASTORES DA NOVA ALIANÇA SUBSTITUIRAM ESSES LEVITAS PORTANTO DEVEM RECEBER DÍZIMOS”

    O dízimo foi dado aos levitas, mas para que eles fizessem todo o trabalho da tenda da congregação (Números 18:21-23). Se hoje os membros leigos fazem mais de 90 % do trabalho e os pastores recebem todo o dízimo isso não é biblico, é humano. Na igreja primitiva de atos, um levita, chamado josé de sobrenome barnabé dava ofertas ao invés de receber dízimos dos apóstolos e membros da igreja cristã: “José, a quem os apóstolos deram o sobrenome de Barnabé, que quer dizer filho de exortação, LEVITA, natural de Chipre, como tivesse um campo, vendendo-o, trouxe o preço e o depositou aos pés dos apóstolos” (atos 4:36-37) Portanto fica evidente que com a mudança do sacerdócio mudou a lei: “Pois, quando se muda o sacerdócio, necessariamente há também mudança de lei” (hebreus 7:12)

    Na economia hebraica, o dízimo era usado de maneira totalmente diferente da que hoje é pregada. Mais uma vez, os levitas que recebiam o dízimo inteiro nem sequer eram ministros ou sacerdotes – eles eram apenas servos dos sacerdotes. Números 3 descreve os levitas como sendo carpinteiros, fundidores de metal, artesãos de couro e artistas, que mantinham o pequeno santuário. E 2Crônicas 23-27, durante o tempo dos reis Davi e Salomão, os levitas também foram peritos artesãos, os quais inspecionavam as obras do Templo. Vinte e quatro mil deles trabalhavam no Templo como construtores e supervisores; seis mil eram oficiais e juízes; quatro mil eram guardas e quatro mil eram músicos. Como representantes políticos do rei, os levitas usavam o seu dízimo para servir aos oficiais, juízes, coletores de impostos, tesoureiros, guardas do Templo, músicos, padeiros, cantores e soldados profissionais (1Crônicas 12:23,26; 27:5). É obvio que esses exemplos do uso bíblico da entrada do dízimo nunca se tornam exemplos para a igreja de hoje. É importante saber que na Antiga Aliança os dízimos nunca eram usados para evangelizar os não israelitas. Neste ponto o dízimo falhou. Vejam Hebreus 7:12-19. Os dízimos jamais estimularam os levitas e sacerdotes da Antiga Aliança a estabelecer uma única missão fora do país, para encorajar um só gentio a se tornar israelita (Êxodo 23:32; 34:12,15; Deuteronômio 7:2). O dízimo da Antiga Aliança era motivado e exigido por lei, não pelo amor. De fato, durante a maior parte da história de Israel, os profetas foram os principais portadores da Palavra de Deus e não os levitas e os sacerdotes que recebiam o dízimo.O falso ensino é que os anciãos e pastores da Nova Aliança estão simplesmente continuando de onde os sacerdotes da Antiga Aliança deixaram e por isso devem receber o dízimo. A função e o propósito dos sacerdotes da Antiga Aliança foram substituídos, não pelos anciãos e pastores, mas pelo sacerdócio de todos os crentes. Como outras ordenanças da Lei, o dízimo foi apenas uma sombra temporária, até a vinda de Cristo (Efésios 2:14-16; Colossenses 2:13-17; Hebreus 10:1). Na Nova Aliança cada crente é um sacerdote de Deus (1 Pedro 2:9-10; Apocalipse 1:6; 5:10). E como sacerdote cada crente oferece sacrifícios a Deus (Hebreus 4:16; 10:19-22; 13:15-16). Então, cada ordenança que havia sido previamente aplicada ao antigo sacerdócio foi anulada no Calvário. Visto não pertencer à Tribo de Levi, até mesmo Jesus Cristo foi desqualificado. Desse modo, o propósito original de dizimar já não existe (Hebreus 7:12-19; Gálatas 3:19, 24, 25; 2Coríntios 3:10).

    Portanto, não há nenhum mandamento no novo mandamento do cristão entregar os dízimos aos pastores, pois o dízimo somente podia ser recebido pelos levitas: “Ora, os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm mandamento de recolher, de acordo com a lei, os dízimos do povo, ou seja, dos seus irmãos, embora tenham estes descendido de Abraão” (hebreus 7:5), e os levitas só existiam na velha aliança da lei de moisés, pastores não são substitutos deles pois são ministros de Deus (I Coríntios 4:1) e nem sequer é ordenado que se deva entregar dízimos em favor da obra de Deus, pois ela é sustentada pelas ofertas voluntárias (2Coríntios 9:7).

    5º MENTIRA – “O DÍZIMO RECEBIDO É SOMENTE PARA USO DOS PASTORES”

    Biblicamente, o dízimo pertencia aos levitas (números 18:21-23), mas também para se fazer um festival ao Senhor (deuteronômio.14:22-27) e a cada terceiro ano, para os levitas, órfãos, viúvas e estrangeiros, os quais comiam o dízimo ajuntado dentro das suas portas (deuteronômio14:28-29). Se ofertas e dízimos eram sagrados ao Senhor e não podiam ser comidos por pessoas comuns neste caso Deus abre um exceção, visto que para ele misericórdia é melhor que sacrificio (Oséias 6:6; Mateus 12:7), a vida dos carentes é preciosa ao senhor (veja um exemplo disso em Lucas 6:1-10)

    Portanto mais uma vez, é biblicamente demonstrado que os dízimos recebidos pelos levitas não eram de uso exclusivo deles… os necessitados ( órfãos, viúvas e os de fora de israel ), também se beneficiavam dos dízimos dos alimentos recebidos pelos levitas. Essa conversa de que só os pastores e líderes religiosos podem hoje usufruir dos dízimos não encontra respaldo bíblico. Trata-se de mais uma doutrina de homem.

    6º MENTIRA – “CRISTÃO QUE NÃO DÁ O DÍZIMO SERÁ VITIMA DO “DEVORADOR”
    Se você é evangélico provavelmente já deve ter ouvido alguém falar a respeito do devorador. Muitas igrejas pregam a respeito desse ser. Mas o que os líderes religiosos gananciosos não fazem é mostrar aos membros que a admoestação de Malaquias é dirigida somente à nação de Israel, e não aos cristãos de hoje que não dizimam:

    “Sentença pronunciada pelo Senhor CONTRA ISRAEL contra Israel, por intermédio de Malaquias” (Malaquias 1:1)

    e, se destina especificamente, aos SACERDOTES CORRUPTOS:

    “Agora, ó sacerdotes, para vós outros é este mandamento.Se o não ouvirdes e se não propuserdes no vosso coração dar honra ao meu nome, diz o SENHOR dos Exércitos, enviarei sobre vós a maldição e amaldiçoarei as vossas bênçãos; já as tenho amaldiçoado, porque vós não propondes isso no coração” ( Malaquias 2:1-2)

    Eles estavam ofertando ANIMAIS coxos, cegos mudos, e defeituosos:

    “Ofereceis sobre o meu altar pão imundo e ainda perguntais: Em que te havemos profanado? Nisto, que pensais: A mesa do SENHOR é desprezível. Quando trazeis animal cego para o sacrificardes, não é isso mal? E, quando trazeis o coxo ou o enfermo, não é isso mal? Ora, apresenta-o ao teu governador; acaso, terá ele agrado em ti e te será favorável? – diz o SENHOR dos Exércitos.” (Malaquias1:7-8)

    Quanto a Malaquias 3, notamos que Deus manda trazer somente “DÍZIMOS” para as câmaras do depósito do templo, para que haja “comida” ( alimento, ou mantimento ) em minha casa. Isto é , mantimento = produtos alimentares (ver dicionário da língua portuguesa)

    O texto mais famoso citado para falar a respeito do devorador é Malaquias 3:11, que diz: “Por vossa causa, repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.” Esse texto é a continuação de Malaquias 3:10, o tão famoso texto que fala a respeito de dízimos no Antigo Testamento. os líderes gananciosos dizem que o “devorador” mencionado nesse texto é um demônio que destrói as finanças daqueles que não dão os 10%, ou seja, que não são dizimistas. As pessoas que pregam nessa linha trazem ameaças de destruição financeira aos seus ouvintes se os mesmos não forem dizimistas fiéis.

    O DEVORADOR É MESMO UM DEMÔNIO? A resposta é não! Os que afirmam que esse devorador citado no texto é um demônio, no mínimo, faltaram em algumas aulas de interpretação da Bíblia. A primeira coisa a sabermos é que no Antigo Testamento, a aliança que vigorava era uma aliança baseada na obediência. Se o povo fosse obediente às leis de Deus seriam abençoados. Essas bênçãos eram visivelmente mandadas em forma de paz e boas colheitas e prosperidade. Se fossem desobedientes, seriam amaldiçoados. Falta de paz e colheitas ruins estavam em vista aqui. (Deuteronômio 28). Em uma das ameaças de maldições em suas colheitas, que Deus manda ao povo através do profeta Joel, vemos que: “O que deixou o gafanhoto cortador, comeu-o o gafanhoto migrador; o que deixou o migrador, comeu-o o gafanhoto devorador; o que deixou o devorador, comeu-o o gafanhoto destruidor.” (Joel 1:4). Uma maldição que tinha em vista a destruição da lavoura.

    O texto de Malaquias 3:11 diz a mesma coisa: “Por vossa causa, repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.”. Esse devorador certamente se tratava de um tipo de gafanhoto altamente destrutivo ou outro “bicho” que acabava com as plantações (que eram a base da economia do povo de Israel). A ação devastadora desse “ser” acabava com a prosperidade do povo em pouco tempo atacando suas lavouras. Quando o povo era obediente a Deus e cumpria a Sua lei, que no caso desse texto é a lei de dizimar, Deus abençoava suas colheitas e negócios. Esse é o sentido desse texto. Assim, não faz sentido usar esse texto para afirmar que o devorador era um demônio ou coisa parecida. Nem faz sentido ameaçar as pessoas hoje em dia com esse “devorador”

    “repreenderei o devorador” Versículo 11 (Não é dinheiro que faz isto, é o próprio Deus)

    Devorador, segundo a bíblia, nunca foi demônio, e sim, gafanhotos, que Deus enviava como pragas a terra para castigar o povo, e estes gafanhotos, Deus os chamavam de “O meu grande exercito” (Joel 2:22-27) …”repreenderei o devorador ” significa… espantarei a praga do meio da vossa plantação (gafanhotos), veja também Levítico 11:22 e Naum 3:16.

    Os líderes gananciosos que ensinam que esses “devoradores” são demônios que irão causar doenças na família, o carro vai viver quebrando etc, aproveitam o desconhecimento dos cristãos do verdadeiro devorador ao qual Malaquias se refere, o gafanhoto que devorava as colheitas da nação de israel. Não há confirmação nenhuma no novo testamento de que quem não dizima será vitima desse “devorador”… quando um ladrão quer tomar o dinheiro de uma pessoa, ele a ameaça, pois se pedir provavelmente a vítima não entregará o seu dinheiro, e por conta disso o ladrão usa o recurso da ameaça, para forçá-la, da mesma forma agem esses pastores que insistem em receber dízimos pois usam um texto fora de seu real contexto para ameaçar dizendo que o mesmo “devorador” que viria sobre a nação de israel se não dizimasse virá para aqueles que não entregam seus dízimos a eles.Trata-se portanto de mais um ensino distorcido da bíblia para forçar os cristãos que não estudam a bíblia a dizimarem.

    Hoje em dia, a classe mais pobre é a que mais contribui para beneficência. E, mesmo assim, ela permanece na pobreza. Os dízimos não são uma garantia para alguém enriquecer depressa, em vez da educação, da determinação e do árduo trabalho. Se Malaquias 3:10 funcionasse realmente com os cristãos da Nova Aliança, nesse caso milhões de cristãos dizimistas já teriam escapado da pobreza e se tornado o grupo mais rico do mundo, em vez de continuar sendo pobre. Portanto, não existe evidência alguma de que a vasta maioria dos pobres “pagadores do dízimo” tenha sido abençoada pelo mero fato de o entregar. As bênçãos da Antiga Aliança já não estão em efeito (Hebreus 7:18-19; 8:6-8,13).

    Portanto, não há nenhuma possibilidade de um cristão ser vítima do “devorador” (demônio) por causa de não ser dizimista, pois nenhuma maldição da antiga aliança pode atingir aos cristãos da nova aliança em Jesus ( gálatas 3:13 )

    7º MENTIRA – O DÍZIMO SERVE PARA MANTER A IGREJA FÍSICA HOJE, POIS ELA SUBSTITUIU O TEMPLO JUDAÍCO ONDE SE ENTREGAVAM OS DÍZIMOS.

    Nada poderia estar mais longe da verdade. Trata-se de outro falso ensino os religiosos que exigem dízimos de que os edifícios chamados “igrejas”, “tabernáculos” ou “templos”, substituíram o Templo do Velho Testamento como locais de habitação divina.

    A Palavra de Deus jamais descreve os grupos da Nova Aliança como ”tabernáculos”, “templos” ou “edifícios”. Os cristãos não “vão à igreja”. Eles se “reúnem para adorar”. Também, visto que os sacerdotes do Velho Testamento pagavam o dízimo, então, logicamente, o dízimo não pode continuar. Nesse caso, é errado chamar um edifício de “armazém do Senhor” para receber os dízimos (1 Coríntios 3:16-17; 6:19-20; Efésios 1:22-23; 2:21; 4:12-16; Apocalipse 3:12). Com respeito à palavra “armazém” comparem a 1 Coríntios 16:2 com a 2 Coríntios 12:14 e Atos 20:17, 32-35. Durante vários séculos após o Calvário, os cristãos nem mesmo possuíam um edifício próprio (que chamassem de armazém), visto como o Cristianismo era uma religião ilegal e sofria perseguições.

    Após o sacrifício de Jesus, o véu do santuário se rasgou: “E o véu do santuário rasgou-se em duas partes, de alto a baixo” (Marcos 15:38) e hoje, cada cristão é um santuário onde habita o Espírito Santo: “Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (I Coríntios 3:16) Não há sequer um Templo ou santuário físico para que os cristãos levem os dízimos pois: “O Deus que fez o mundo e tudo o que nele existe, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em santuários feitos por mãos humanas” (Atos 17:24). Jesus sequer fundou uma igreja física, pois a verdadeira igreja é espiritual.

    1. Que autoridade nos dá a Palavra de Deus para estabelecermos igrejas denominacionais ou não denominacionais em meio ao testemunho cristão, quando as Escrituras condenam a criação de divisões entre os crentes? (1 Coríntios 1:10; 3:3; 11:18-19)

    2. Com que autoridade vinda de Deus os cristãos denominam suas assim chamadas “igrejas” como Presbiteriana, Batista, Pentecostal, Aliança, Cristã Reformada, Anglicana etc., quando não há na Bíblia instruções para nos reunirmos em qualquer outro nome além do nome do Senhor Jesus Cristo? (Mateus 18:20; 1 Coríntios 5:4)

    3. Será que existe qualquer base na Palavra de Deus para chamar esses edifícios de “igrejas”? A definição bíblica de “igreja” é de uma reunião de crentes que, pelo evangelho, foram chamados para fora, tanto dentre os judeus como dentre os gentios, e são unidos em um único corpo a Cristo, sua Cabeça no céu, pela habitação do Espírito Santo. (Atos 11:22; 15:14; 20:28; Romanos 16:5; 1 Coríntios 1:2; Efésios 5:25)

    4. Onde há no Novo Testamento uma referência mandando os Cristãos construírem templos e chamarem esses locais de “Cada de Deus”, sendo que Deus não habita em templos feito por mãos humanas? (Atos 7:48 e 17:24).

    Dizer que os dízimos são necessários para manter a igreja e sustentar os pastores e líderes não tem fundamentação bíblica neotestamentária, O apóstolo Paulo estava entre os que insistiam em trabalhar com as próprias mãos pelo seu sustento (Atos 18:3; 1Tessalonicenses 2:9-10; 2Tessalonicenses 3:8-14). Embora ele não tenha condenado os que recebiam sustento pela obra em tempo integral, também não ensinou que tal sustento fosse ordenado por Deus, para difusão do Evangelho. (1 Coríntios 9:12). De fato, duas vezes em Atos 20:29, 35 e também em 2 Coríntios 12:14, ele até mesmo encoraja os anciãos da igreja a trabalharem para manter os necessitados da igreja (Eu só queria ver um dos pastores atuais trabalhando para ajudar os pobres da igreja!).

    Para Paulo, a expressão “viver do evangelho” significava “viver segundo os princípios da fé, do amor e da graça” (1 Coríntios 9:14). Conquanto verificasse ter “direito” a alguma ajuda, ele concluía que a “liberdade” de pregar o seu evangelho era mais importante, a fim de cumprir a sua vocação de Deus (1 Coríntios 9:15; 11:7-13; 12:13,14; 1 Tessalonicenses 2:5-6). Enquanto trabalhava como artesão de tendas (atos 18:3), Paulo aceitou uma certa ajuda, porém se gloriava de que o seu pagamento ou salário era o fato de poder pregar livremente, sem se tornar um fardo para os outros (1 Coríntios 9:16-19).

    Em nenhum lugar desde Atos 7:58 (onde Paulo é mencionado pela primeira vez) até suas epístolas, não vemos o apóstolo Paulo orientando alguém a dizimar nem recebendo dízimos dos cristãos, portanto uma prova clara que a igreja primitiva não tinha o dízimo como uma doutrina cristã e inquestionável como se vê hoje nessas igrejas que dizem seguir fielmente as Escrituras.

    Paulo deixou claro que os que pregavam o evangelho tinham todo o direito de serem supridos com as ajudas e doações voluntárias dos cristãos (I Coríntios 9:11 e 14, Filipenses 4:18 ), mas nunca disse que seria dos dízimos! Sequer há mandamento seja do Senhor Jesus ou de seus apóstolos dos cristãos entregarem seus dízimos nos “templos” que hoje conhecemos como igreja, pois Jesus nunca fundou uma igreja física, nem ordenou que se fizessem construções para ali os seus seguidores se reunirem! Se o dízimo fosse tão necessário e importante como esses líderes gananciosos querem fazer parecer, teria o apóstolo Paulo esquecido de mencionar algo tão importante? obviamente que não, pois ele é categórico ao dizer: ” jamais deixando de vos anunciar coisa alguma proveitosa e de vo-la ensinar publicamente e também de casa em casa” e ” porque jamais deixei de vos anunciar todo o desígnio de Deus” (atos 20:20 e 27)… ou seja, tudo que era necessário ele, Paulo, ensinou e o Apóstolo Paulo nunca incentivou ou ensinou os cristãos a dizimarem!

    Portanto comprovadamente os dízimos não são obrigatórios serem entregues, muito menos nas igrejas físicas de hoje.

    8º MENTIRA – “DAR OFERTAS, MESMO ACIMA DE 10% DA SUA RENDA, NÃO TEM O MESMO VALOR ESPIRITUAL, POIS QUEM NÃO DÁ O DÍZIMO ROUBA A DEUS E NÃO SERÁ SALVO POIS ESTÁ DEBAIXO DE MALDIÇÃO”

    Tanto a bênção como a maldição de Malaquias 3:9-11, perduraram somente até o término da antiga Aliança, ou seja, até o Calvário. A audiência de Malaquias havia voluntariamente reafirmado a Antiga Aliança (Neemias 10:28-29. “Maldito aquele que não confirmar as palavras desta lei, não as cumprindo. E todo o povo dirá: Amém” (Deuteronômio 27:26, citado em Gálatas 3:10). E Jesus Cristo deu um fim a essa maldição, conforme Gálatas 3:13: “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro”. Portanto nenhuma maldição proveniente da não observância da lei de moisés (e o dízimo pertencia a ela) atinge aos cristãos. Mas os lideres gananciosos que recebem dízimos escondem isso dos membros.

    Mas não é porque o Cristão não seja mais obrigado a dizimar que ele esteja isento de ajudar na propagação do evangelho e em favor dos necessitados pois: “Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria” (2coríntios 9:7).

    “Também, irmãos, vos fazemos conhecer a graça de Deus concedida às igrejas da Macedônia; porque, no meio de muita prova de tribulação, manifestaram abundância de alegria, e a profunda pobreza deles superabundou em grande riqueza da sua generosidade.Porque eles, testemunho eu, na medida de suas posses e mesmo acima delas, se mostraram voluntários” (2coríntios 8:1-3) Essa era a prática da igreja de Deus que Cristo estabeleceu.

    Os princípios de dar no Novo Testamento, na 2Coríntios capítulos 8 e 9 são superiores ao dizimar, que não é obrigatório aos cristãos.

    Os seguintes princípios de dar voluntariamente na Nova Aliança estão fundamentados na 2 Coríntios 8 e 9 (1). Dar é uma “graça”. A 2 Coríntios 8 usa oito vezes a palavra “graça”, referindo-se à ajuda aos santos pobres (2). Dar primeiro a Deus (8:5). (3) Dar-se a si mesmo para conhecer a vontade de Deus (8:5) (4) Dar em resposta ao dom de Cristo (8:9 e 9:15). (5) Dar com desejo sincero (8:8, 10, 12 e 9:7) (6) Não dar por causa de mandamento algum (8:8,10; 9:7). (7) Dar além de sua capacidade (8:3, 11, 12) (8) Dar para produzir igualdade. Isso quer dizer que os que têm mais devem dar mais, a fim de suprir a incapacidade dos que não podem dar mais (8:12,14) (9) Dar com alegria (8:2). (10) Dar porque está crescendo espiritualmente (8:3,4,7). (11) Dar porque deseja crescer espiritualmente (9:8, 10, 11). (12) Dar porque está ouvindo o Evangelho ser pregado (9:13).

    9º MENTIRA – “JESUS MANDOU OS CRISTÃOS DAREM O DÍZIMO NO NOVO TESTAMENTO”

    O falso ensino é que Jesus ensinou a dizimar, em Mateus 23:23, dizendo que isso está claro no Novo Testamento.

    Em primeiro lugar, A Nova Aliança (o novo testamento) não teve princípio no nascimento de Jesus, mas na Sua morte (Gálatas 3:19, 24, 25; 4:4). O dízimo não é ensinado na igreja, depois do Calvário. Quando Jesus falou sobre o assunto em Mateus 23:23, Ele estava simplesmente ordenando a obediência às leis da Antiga Aliança, a qual ele endossou e obedeceu até chegar ao Calvário.

    Não existe um único texto do Novo Testamento que ensine a dizimar após o período do Calvário. (Atos 2:42-47 e 4:32-35 não são exemplos para se dizimar, a fim de sustentar os líderes da igreja). Conforme Atos 2:46, os cristãos judeus continuavam a adorar no Templo. E conforme Atos 2:44 e 4:33,34, os líderes da igreja compartilhavam igualmente o que recebiam com todos os membros da igreja (o que hoje os líderes gananciosos que recebem dízimos não fazem).

    Aliás, Jesus sequer é mencionado dizimando ou recebendo dízimos… e porque os líderes gananciosos pedem dízimos em nome de Jesus sendo que o próprio Jesus disse: “em meu nome, expelirão demônios; falarão novas línguas;pegarão em serpentes; e, se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal; se impuserem as mãos sobre enfermos, eles ficarão curados” (Marcos 16:17-18)… Ele nunca disse ” em meu nome receberão dízimos…”

    Portanto comprovadamente mais uma mentira desses homens que se dizem ordenados por Deus a exigirem dízimos dos cristãos incautos foi desmascarada! Jesus nunca ordenou que os seus discípulos e futuros apóstolos recolhessem dízimos… e porque esses líderes acham que podem fazer diferente? Bem o Senhor Jesus profetizou sobre esses tipos: “Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores” (Mateus 7:15)

    10º MENTIRA – “JESUS RECEBE DÍZIMOS DOS CRISTÃOS CONFORME HEBREUS 7:8″

    O início do capítulo 7 de hebreus é apenas citação do Antigo Testamento, onde fala do sacerdócio de Melquisedeque. Em Hebreus 7:5 diz: ” E os que dentre os filhos de Levi receberam o sacerdócio tem ordem, segundo a lei, de tomar os dízimos do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão”

    A lei foi dada por intermédio de Moisés, ao povo, direcionada aos filhos de Levi, especificamente aos que receberam sacerdócio para trabalhar nas tendas das congregações ( montagem e desmontagem de tendas no deserto), os quais tinham ordem, segundo a lei de receber os dízimos dos seus irmãos. Agora note o relato do versículo 11 e 12:

    Hebreus 7:11: De sorte que, se a perfeição fosse pelo sacerdócio Levítico (porque sob ele o povo recebeu a lei), que necessidade se havia logo de que outro sacerdote se levantasse, segundo a ordem de Melquisedeque (referindo-se ao Salvador) e não fosse chamado segundo a ordem de Arão? (menção a Moisés, o qual introduziu a lei ao povo).

    Hebreus 7:12: Porque mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança na lei.

    Meditando no texto acima, especificamente nestes versículos, onde a palavra assegura que os sacerdotes Levíticos recebiam os dízimos segundo a lei (Hebreus 7:5), Porque através deles (sacerdotes Levíticos) o povo recebeu a lei (Hebreus 7:11) e mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também, mudança na lei (Hebreus 7:12), porque se a perfeição fosse pelo sacerdócio Levítico (pelo qual o povo recebeu a lei), qual a necessidade de que enviasse outro Sacerdote? Mudou o Sacerdócio, necessariamente se faz mudança na Lei.

    A lei dos dízimos foI direcionada especificamente aos filhos de Levi, aos que receberam o sacerdócio e não havendo mais “Levitas”, nem “templo”, nem sacerdote a oferecer sacrifícios, pois O Salvador já o fez, logo,se aplicada aos crentes hoje, ela torna-se intempestiva e ilegítima, porque os “pastores” de hoje não são levitas nem foram proibidos de trabalhar, nem menos tiveram promessas de herança de dízimos para sustento por não ter tido herança nas distribução de terras prometidas ao povo israelita por herança.

    Outra particularidade, no capítulo 18 do livro de Números, o Senhor Deus adverte aos sacerdotes levitas dizendo: Na sua terra, possessão nenhuma terás, e no meio deles nenhuma parte possuirás; eu sou a tua parte e a tua herança no meio dos filhos de Israel.

    Gostaria de recomendar aos pregadores contemporâneos (os que querem se assemelhar aos sacerdotes levitas que recebiam dízimos), seria bom que guardassem os mandamentos do Senhor para aquela tribo, os quais não possuíam bens materiais, pois o Senhor era a herança dos sacerdotes levitas.

    Recapitulando: Hebreus 7 apenas faz a menção pós-Calvário de dizimar, numa explanação de porque o sacerdócio levítico deve ser substituído pelo sacerdócio de Cristo, porque o sacerdócio levítico era fraco e ineficiente. Estude Hebreus 7 e sigam a progressão do versículo 5 ao versículo 12 e ao versículo 19.

    Porém, líderes gananciosos insistem em apenas mostrar hebreus 7:8 aos membros, onde segundo eles, Jesus receberia dízimos dos cristãos: “Aliás, aqui são homens mortais os que recebem dízimos, porém ali, aquele de quem se testifica que vive” (hebreus 7:8)

    Apenas mostrando esse versículo isoladamente aos membros desavisados, querem dar a entender que esse versículo manda os cristãos ainda dizimarem, sem ler todo o real contexto do capítulo 7 de hebreus.

    Portanto hebreus 7:8 não fala de Jesus recebendo ainda dízimos dos cristãos, pois o contexto do capítulo 7 de hebreus fala na verdade da superioridade do sacerdócio de melquisedeque em relação ao levítico que era sustentado pelos dízimos. Cristãos não tem o mandamento bíblico de dizimarem.

    Considerações finais:

    Em Hebreus 7,8,9 e 10, neste 4 capítulos deixa bem claro a questão do sacerdócio perfeito, que, quando mudado o sacerdote Levítico, veio o Cristo, e mudando o sacerdócio se muda a lei ( Hebreus 7:12 ) portanto, notamos, que no novo testamento, não há ninguém dando dizimos em dinheiro, sendo que já existia, porque, Jesus foi traído por moedas, e a viúva ofertou moedas, mas dízimos, foi mencionado em alimentos, hortaliças ( Mateus 23.23 ) jamais em dinheiro, e o próprio Senhor Jesus, relatou que o dízimo era da lei para o povo de Israel , …”o mais importante DA LEI “. (Mateus 23:23)

    Paulo não mencionou dízimos, nem outro apóstolo qualquer deixou exemplo de tal prática. Em Corintios 9, Paulo pede donativos para suprir necessitados e não para manter despesas de instituições religiosas. Em Atos 4:32 em diante, notamos a generosidade dos irmãos,vendendo tudo e depositando aos pés dos apóstolos, para que se fosse feita DISTRIBUIÇÃO AOS NECESSITADOS, de forma a não haver necessitados entre eles ( esta é a justiça que excede a dos fariseus religiosos que apenas punham seus dízimos das hortaliças e achavam que estava, cumprindo sua parte) em Mateus 23:23 e Lucas 18:12. Tal prática dos fariseus, mostra religiosidade e eles não praticavam a fé, de fato, que , quem diz que dizimar é um ato de fé, é engano, porque os fariseus dizimavam , mas não praticavam a fé. O jovem rico, não foi indicado por JESUS a dizimar, e sim, vender e REPARTIR com os pobres. Jó nunca dizimou, e mesmo assim era próspero.

    Abraão só deu o dízimo uma só vez, e não foi em dinheiro, foi despojos, sobras de conquistas de guerra, dizimo de sangue, após matar os reis e tomar seus bens.

    Jacó prometeu dar o dízimo, ( um voto particular dele ) em Gênesis 28:20-22 , mas a bíblia não fala que ele cumpriu…

    Abraão não foi a “suposta” casa do tesouro ( igreja ) mas Melquisedeque lhe saiu ao encontro para receber sua parte, devido ser rei de Salém e receber por que passava em tal parte, imposto semelhante ao que Jesus nos ensinou a pagar a César (Mateus 22:21). Isto é, JESUS mandou sermos fiéis ao estado e não sonegar impostos.

    Os cobradores de impostos ao se converter, restituíram 4 vezes mais aos que haviam defraudado, e foi nisto que Jesus afirmou: “hoje houve salvação nesta casa” (Lucas 19:9)Repare que o Salvador não o mandou dar dízimos.Todas as vezes que você quiser dar algo á Deus, e restituir a Deus com gratidão, faça isto dando ao seu próximo, pois assim,estará cumprindo a palavra na íntegra, conforme Mateus 25 deixa bem claro esta questão.

    No sétimo ano, Israel, não trazia dízimos, devido ser o ano sabático,a terra descansava (Levítico 25:4) Mas e será que a igreja atual faz isto? Fica sem receber dizimos no sétimo ano?

    O DÍZIMO era vendido POR DINHEIRO,devido a distância de levar onde o Senhor escolhera, para santificar seu nome, e o próprio dizimista COMIA DOS SEUS DÍZIMOS, administrava o dízimo, hoje em dia quem come dos dízimos são os pastores, que administram os dízimos, dando ordem quê e no que será empregado os dízimos do povo. Estes ditos “sacerdotes” ( pastores) não são levíticos, nem exercem função sacerdotal superior a qualquer irmão que seja, e muito menos têm eles o direito de administrar o dízimo pessoal de cada um.

    Quanto a sacerdotes, sabemos todos nós somos, depois de Cristo nos fazer um sacerdócio real, nação santa , povo eleito de DEUS, passamos a ter livre acesso ao Pai através de CRISTO que , na sua morte, o que nos separava foi rasgado do alto abaixo, a saber o véu que separava o lugar santo,( local onde entravam os sacerdotes) do lugar santíssimo (onde só entrava o sumo sacerdote 1 vez por ano para pferecer acrificio pelo pecado do povo).

    Paulo recebeu muitas vezes ajuda da igreja, mas era para se manter, e não era salário mensal como se estivesse numa empresa. Paulo trabalhava (atos 18:3) , e em nada pesava os irmãos e a igreja.

    Se Paulo disse: “sede meus imitadores como eu sou de Cristo”, será que nesta parte, os pastores que exigem dízimos imitam à Paulo? Vemos Jesus ou Paulo recolhendo ou ensinando sobre dízimos?Em 2Coríntios 9:9, Paulo cita o salmo 112:9, onde fala da generosidade com os mais pobres: “Conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; A sua justiça permanece para sempre”. (2 Coríntios 9:9)

    Nada falou de dízimos em dinheiro, e sim, contribuições voluntárias , para “suprir” os que não tem, algo que, é totalmente visto por Deus. Paulo faz uma coleta para “DISTRIBUIR”, hoje em dia se faz uma distribuição (de envelopes) para ajuntar, não para os pobres, mas, para os cofres de uma instituição, que se preocupa mais com a posição social, status, templos, fama, nome, competição, horários de TV, rádios, sites, eventos, shows, viagens, lazer para líderes, carrões, mansões, aviões, e ainda se diz que é expansão da obra de Deus…

    Cada dia os patrimônios religiosos estão ainda maiores, e o evangelho mais distante do que a igreja primitiva pregava e vivia, tudo por causa de dinheiro. A biblia fala para não reter e sim dar. Será que a igreja faz isto? Ou antes retém,para construir seu império e se fortalecer mais e mais, visando dominar a maior parte possível do globo terrestre, e arrebanhar o maior número de pessoas possível, como se tudo fosse uma partida de competição: “Quem tiver mais membros é o vencedor”

    Paulo afirma: “Porque nós não estamos, como tantos outros, mercadejando a palavra de Deus; antes, em Cristo é que falamos na presença de Deus, com sinceridade e da parte do próprio Deus” (2Coríntios 2:17)

    Deus abençoe a todos que leram este estudo e que o Espírito Santo tenha conduzido a leitura e o entendimento para compreender que dízimos não são mais obrigatórios.

    “Antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, tanto agora como no dia eterno” (2Pedro 3:18)

  13. Eis os verdadeiros poderosos:

    “Antes, como ministros de Deus, tornando-nos recomendáveis em tudo; na muita paciência, nas aflições, nas necessidades, nas angústias,
    Nos açoites, nas prisões, nos tumultos, nos trabalhos, nas vigílias, nos jejuns,
    Na pureza, na ciência, na longanimidade, na benignidade, no Espírito Santo, no amor não fingido,
    Na palavra da verdade, no poder de Deus, pelas armas da justiça, à direita e à esquerda,
    Por honra e por desonra, por infâmia e por boa fama; como enganadores, e sendo verdadeiros;
    Como desconhecidos, mas sendo bem conhecidos; como morrendo, e eis que vivemos; como castigados, e não mortos;
    Como contristados, mas sempre alegres; como pobres, mas enriquecendo a muitos; como nada tendo, e possuindo tudo.”

    2 Coríntios 6:4-10

    • nubia rafaely

      Eu não gosto de tatuagens. Eu penso (opinião minha) que o cristão deve evita-las.

      Nosso corpo é templo do Espirito Santo então devemos preservá-lo.

      Essa é minha opinião. Mas fazer um tatuagem não faz ninguém perder a salvação não. Mas eu não gosto de tatuagem acho feio…

      • Cristäos nao fazem pq fez parte da lei,no N.T não fala especificamente sobre marcar o corpo,,quer dizer com a morte de Cristo foi abolido só parte da lei(dizimo) outras nao ( tatoo por exemplo))?

      • “Mas fazer um tatuagem não faz ninguém perder a salvação não”

        Já vi cada tatuagem com imagem do demônio, que eu duvido que o camarada que for cristão fazer uma tatuagem dessas, quero ver ele ir pro céu, só se for o céu do capeta.kkkk

  14. nubia

    Realmente a lei de moisés proibe fazer marcas no corpo. Porém a lei foi abolida com a morte de Cristo. O cristão até pode fazer tatuagem, mas não é um bom testemunho. Além disso vc escandaliza os irmãos da fé. Fazer tatuagem não manda ninguém pro inferno mas o cristão que ouve a voz do Espirito Santo nem vai querer fazer uma tatuagem.

    No novo testamento não há uma proibição clara a se fazer marcas no corpo mas nosso corpo é templo do Espirito Santo então não vou querer fazer desenhos ou textos nele.

    • No que eu quero chegar é no dizimo,assim como a tatuagem,nao continua sendo bem vista pelos cristaos,prevalece como era na lei,tb nao é errado devolver o dizimo,nao para manter luxo de pastor,mas para manter a obra,claro sem esperar nada em troca de Deus,é tão gratificante ajudar ministérios,nao esquecendo nunca de ajudar os que precisam tb.

      • nubia

        Não é pecado vc dar 10% do seu salário numa congregação. O problema é esse falso ensino de que quem não faz isso vai perder a salvação, que vai ser alvo do devorador…

        Isso é mentira… Dízimo não é obrigatório. E nunca foi dinheiro.

        Mas vc dar 10% do seu dinheiro não é pecado não… Fique tranquila!

    • “O que diz a Bíblia a respeito de tatuagens e piercings?”

      Resposta: A lei do Velho Testamento ordenou aos israelitas: “Pelos mortos não dareis golpes na vossa carne; nem fareis marca alguma sobre vós. Eu sou o Senhor” (Levítico 19:28). Portanto, apesar de não estarem os crentes sob a lei do Velho Testamento nos dias de hoje (Romanos 10:4; Gálatas 3:23-25; Efésios 2:15), o fato de ter havido um uma ordem contra tatuagens deveria nos fazer pensar sobre a questão. O Novo Testamento não faz menção sobre os crentes fazerem ou não tatuagem. Em relação às tatuagens e piercings, um bom teste é determinar se podemos ou não, com honestidade e sã consciência, pedir a Deus que abençoe e use esta atividade particular para Seus bons propósitos. “Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus” (I Coríntios 10:31). A Bíblia não se coloca condenando tatuagens ou piercings, mas também não nos dá razão alguma para crermos que Deus nos deixaria fazê-los. Outra questão a considerar é o recato. A Bíblia nos instrui ao recato no vestir (I Timóteo 2:9). Um aspecto do vestir recatadamente é nos certificarmos de que cada parte que precisa ser coberta com roupas está adequadamente vestida. Entretanto, o significado essencial do recato é não chamar atenção para si mesmo. As pessoas que se vestem com recato o fazem de maneira tal que jamais chamam atenção para si mesmas. Tatuagens e piercings, com certeza, são chamativos. Neste sentido, as tatuagens e piercings não são recatados. Um princípio importante das escrituras a respeito de casos sobre os quais a Bíblia não lida especificamente é que, se há dúvidas se isto agrada ou não a Deus, então é melhor não fazê-lo. “Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado” (Romanos 14:23). Precisamos ter em mente que nossos corpos, assim como nossas almas, foram redimidos e pertencem a Deus. Apesar de não se aplicar diretamente a tatuagens e piercings, I Coríntios 6:19-20 nos dá um princípio: “Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.” Esta grande verdade deve sempre pesar no que fazemos e até onde podemos ir em relação a nossos corpos. Se nossos corpos pertencem a Deus, deveremos sempre nos certificar de que temos Sua clara “permissão” antes de neles deixarmos “marcas” com tatuagens e piercings.

      FONTE: Gotquestions

  15. nubia

    A igreja, biblicamente falando somos nós! não é um templo físico… esse templo físico que estão chamando de igreja na vdd é denominação.

    Jesus não mandou ninguém construir esses templos… nem seus apóstolos! Jesus mandou fazer discípulos. Mas como o sistema evangélico é corrupto, eles criaram essa doutrina de que o templo é a igreja e que deve ser sustentado pelos dízimos.

    templo do espírito Santo somos nós, a igreja somos nós e dízimo não é dinheiro e nunca foi obrigatório aos cristãos.

    Essa é a vdd que os religiosos não contam pra vc nubia…

    Vc tem duvidas de que Jesus fez a obra de Deus? E os apóstolos? então… vc sabe que eles fizeram a obra de Deus, mas vc vê eles recebendo dízimos e construindo templos para que essa obra de Deus fosse feita? E leprosos eram curados, mortos ressuscitados, aleijados andavam… vc tem visto isso nessas denominações que exigem dízimos?

    Isso é invencionice dos religiosos evangélicos, nubia… é o sistema religioso evangélico… ora, a bíblia afirma que os cristãos seriam alvos de comércio… leia 2pedro 2:3…

    Os apóstolos recebiam sim, ofertas… isso é obvio na bíblia… mas o que eles faziam com as ofertas recebidas? construiam templos físicos??? não… eles sustentavam o verdadeiro templo… as pessoas!

    ” Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos.E repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha.” (atos 4:34-35)

    entendeu nubia, a diferença???

    Temos que sustentar sim o templo… mas o verdadeiro templo não é uma construção física… o verdadeiro templo são os cristãos!

    ” Não sabeis que sois Templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (I Coríntios 3:16)

    nubia, sustente o verdadeiro templo… a pessoa!

    ” recomendando-nos somente que nos lembrássemos dos pobres, o que também me esforcei por fazer.” (Gálatas 2:10)

    Quer fazer a verdadeira obra de Deus? A verdadeira religião ?

    “A religião pura e sem mácula, para com o nosso Deus e Pai, é esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e a si mesmo guardar-se incontaminado do mundo.” (Tiago 1:27)

    Pagar 10% do seu salário todos os meses com a desculpa de manter um templo físico funcionando, falsamente chamado de igreja, ou casa de Deus não é fazer a obra de Deus… mas isso os pastores que distorcem a verdade bíblica não vão te ensinar!

    • stardust,
      O corpo de Cristo (nós), podemos nos reunir em qualquer lugar, seja em casa, estádio, praças, etc.
      No entanto quando o corpo cresce e tem-se muitos membros acaba não cabendo em casas ou locais pequenos, aí nesses casos, nada mais lógico do que ter um local abrigado da chuva, sol, etc… por isso da compra ou aluguel de espaços, para a corpo de Cristo se reunir.

      Da mesma forma que gostamos da comodidade de ter luz, internet, tv em casa, podemos ter também um local para nos reunir-mos como igreja. Jesus realmente não mandou construir estes locais, mas da mesma forma, não mandou termos luz, internet e tv em nossas casas. Mas pra termos isso cabe a nós membros arcar com os custos.

      • jeann

        responda para mim… o que é a verdadeira obra de Deus…

        dar 10% de sua renda mensal num templo físico, ou ao invés disso dar 10% de sua renda mensal em favor dos necessitados?

        Imagine que sua renda já está 90% comprometida, e só sobrou 10% e vc tem de decidir entre uma coisa ou outra… meditando, o que vc acha o mais certo ( e cristão ) a fazer?

        Estaremos esperando a sua resposta… eu a bíblia!

        • A pergunta não é pra mim,mas já vou responder a traves da palavra.

          “A religião pura e sem mácula, para com o nosso Deus e Pai, é esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e a si mesmo guardar-se incontaminado do mundo” (Tiago 1:27)

        • Stardut,

          Da sua lógica se conclui que não deva mais construir escolas para formação da vida acadêmica.

          Engraçado, enquanto o Estado construiu escolas para você frequentar diariamente, daí aprender, muitos órfãos estavam passando fome. Assim você subiu em conhecimento às custas da fome das viúvas e dos órfãos.

          Há agora, entendi, escola é escola, igreja é igreja, portanto coisas diferentes.

          Meu caro, o mundo nunca foi justo, busca-se a justiça.

          As igrejas não vivem de construções de templos, sim na propagação do evangelho que serve de educação para o homem, que depois de educado nas igrejas passa a assistir, conscientiza-se da necessidade ajudar o próximo , seja com palavras seja com mantimentos.

          Sugiro que você crie escolas ao ar livre, meu caro, sob sol, chuva e sereno, lá inscreva seus filhos, sobrinhos, parentes e aderentes.

          Quer que isso? E ainda trazer essa versão de que a igreja primitiva era assim, ou seja, Deus quando autorizou a construção do templo a Davi/salomão, estava esnobando e tirando da boca de carentes. Meu caro, você pode ate tirar enquanto constroi, mas em compensação o resultado de uma escola para ensinar as coisas de Deus prevalecerá por gerações e mais gerações.

          Fique atento, pois enquanto isso, todos os dias são inaugurados casas de shows em qualquer cidade do interior, ou seja, escolas do inferno,

        • stardust,
          Acho que não entendesse o que eu falei, da mesma forma que vc gasta um valor X para pagar a mensalidade da internet, a mensalidade da academia, tv a cabo ou qualquer outra coisa, qual o problema de contribuir com algum valor mensal para manter um local para nos reunir-mos ?

          Da mesma forma eu poderia perguntar pra vc, o que é mais “certo” fazer, pagar uma mensalidade de uma academia, comprar um computador/tv, pagar a mensalidade da internet, pagar a sua luz ou tv a cabo, ou ao invés disso tudo pegar esse dinheiro e ajudar os necessitados ?

          Se vc estiver fazendo isso parabéns, mas senão, não vejo porque criticar a respeito disso.

  16. stardust,vc se contradiz,quando fala sobre templo fisico e ao msmo tempo julga o que esta sendo feito em cima do pulpito ,ja que segundo vc seria um lugar como outro qualquer,qual sua surpresa um pastor vender livros ou tv a cabo ,para manter a obra,ou para ajudar na evangelizaçao,é contráditorio

    • nubia

      qualquer lugar, seja um templo físico ou um campo aberto, onde está havendo uma reunião de cristãos é a congregação…

      congregação de cristãos não é um templo físico, é a reunião dos cristãos… claro que isso pode ser feito num templo físico sem problemas, mas pode ser num estádio, numa praça, até mesmo em casas.

      Vc sabia que a igreja primitiva congregava em casas? um irmão abria as portas de sua casa e ali congregavam:

      “saudai igualmente a igreja que se reúne na casa deles.” (Romanos 16:5a)

      “”No Senhor, muito vos saúdam Áqüila e Priscila e, bem assim, a igreja que está na casa deles.”” (I Coríntios 16:19b)

      Portanto, qualquer ambiente que esteja sendo feito o culto não pode ser usado como fonte de lucro ou comércio… seja o culto realizado em casa, no estádio, na praça ou no templo denominacional.

      nubia consegui ser mais claro agora?

  17. vídeo de Crivela falando que Edir Macedo foi consagrado a pastor pelo seu cunhado R.R.Soares por uma questão de amizade.


    Assine o Canal
  18. A verdade doí!!!! Por mais que neste vídeo ele cite o nome da IURD saibam que a ideia aqui não é denegri-la e sim combater o ensino equivocado:



    Assine o Canal
  19. COMUNICADO IMPORTANTE:

    Venho através deste comunicado informar que estou deixando de comentar no G+. Nada contra o site, que é fonte de informação, mas é uma decisão pessoal após orar e pedir direção a Deus. O Espírito Santo me mostrou a minha falha aqui. Levei um puxão de orelha “santo”. Peço perdão pela precipitação. Sei que todos somos falhos. E eu não vou esconder os meus erros. Não vou negar que cometi um erro, vários aliás. Peço perdão a todos que em maior ou menor grau se sentiram ofendidos com algo que eu disse.

    Peço perdão a todos que comentam aqui e em especial o clamando, edy ( ex ) e o vai arrebentar. Peço perdão a outros que não consigo lembrar. Peço que me perdoem pois eu pequei, errei. Peço que relevem. Não levem a sério. Eu errei e assumo publicamente meu erro.

    Peço perdão também a edir macedo, valdemiro santiago, marco feliciano, valdemiro santiago, silas malafaia e outros líderes religiosos que não consigo lembrar. Pequei contra vcs. Peço que igualmente me perdoem por tudo. Eu estou me retratando aqui que não agi corretamente com vcs também. E que Deus abençoe vcs e seus respectivos ministérios.

    Ao povo da iurd e outras denominações. Peço perdão. sim, pequei contra vcs também.

    A todos que não consigo lembrar, sejam comentaristas do site, ou pessoas do meio evangélico que se sentiram ofendidos com algo que eu disse, novamente peço perdão. Deixo a todos a seguinte mensagem de Cristo:

    ” [Mas, se não perdoardes, também vosso Pai celestial não vos perdoará as vossas ofensas.]” (Marcos 11:26)

    Estou pedindo perdão a todos. Os que me perdoarem, também terão seus pecado perdoados, pois todos somos pecadores.

    Agradeço aos que amigos que fiz aqui. Deus os abençoe da mesma forma que aos que estou pedindo perdão.

    Estou deixando o G+, e peço aos que comentam aqui que eu pedi perdão, que me perdoem. Vcs podem me responder?

    clamando, vc me perdoa? edy vc me perdoa? vai arrebentar vc me perdoa? E todos que se sentiram ofendidos comigo, vcs me perdoam?

    Aguardo as respostas.

    • Meu caro Stardust

      Li as suas considerações acima expostas, daí resta e cumpre suplicar a Deus que risque seu nome à força do livro do pecado – pois o inimigo nº 1 dagente não quer que saber de arrependimento – ato contínuo registre no livro da vida ante o fato de que é manifesto o seu arrependimento.

      O grau de conhecimento seu é suficiente para fazê-lo um bom Pedro, um bom Paulo, daí que crie uma igreja ao seu molde e passe a ensinar o que sabe, tendo certeza que daqui a 20 anos sua descendência não será em menor número que cinco mil, tudo resultado do Íde e pregai o evangelho, fazendo discípulos em todas as nações.

      Que Deus o guarde, e quanto a ofensa, nada que me ofendesse, apenas as discussões.

    • Que coração de pedra desse pessoal.

      O Stardust pediu perdão as 12:22, ja’ estamos indo para as 23hs e ninguem perdoou ainda.

      Clamando, edy, vai se arrebentar, alguem em casa????

      • Paulo!

        O mais incrível foi ver o Vai arrebentar negar o perdão ao Stardust. Nessas horas as pessoas mostram o que são, verdadeiramente.
        Mas, vi vc falar que ia assumir o lugar do Stardust e eu tive esse mesmo sentimento. Afinal, ele só usou a bíblia falando para cristãos, supostos leitores da mesma! E não foi compreendido…
        Mas, eu tb posso continuar a saga do Stardust… E, porquê não???
        Núbia, aprendi a gostar de vc, sabe? Te amo em JESUS! Vc não ficou só e o Stardust vai voltar!
        Vamos aguardar, ele virá muito melhor!
        Mary.

  20. Hoje em dia as pessoas querem provas da existência de Deus e sentem raiva das pessoas que fazem a vontade de Deus(pastores e as demais pessoas que são usadas para ganhar almas para o reino de Deus) o por que disso e por que daquilo.Na verdade no interior dessas pessoas há ausência de Deus,são cheias de perguntas (dúvidas) a melhor resposta para tudo é buscar a Deus com sinceridade e se humilhar diante Dele reconhecendo que é único Senhor de suas vidas.Não adianta convencê-los debatendo e dando referências Bíblicas,pois surgirá outras perguntas,se na verdade o problema está no vazio e na ausência de Deus em suas vidas,quando tiverem um encontro real com Deus,saberão o que estou descrevendo tudo isso.Detalhe não foi o bispo Macedo,mas a igreja universal foi uma porta que me levou a ter um encontro com Deus,e agradeço primeiro a Deus e depois à ele, o mesmo usado por Deus por conhecer a verdade(a palavra de Deus) pois após ter um encontro com Deus me tornei a pessoas mais feliz do mundo e consequentemente tirei as minhas próprias conclusões.Assim como muitos os criticam,um dia fazia parte desse meio,e contra fatos não há argumentos.Deus abençõe à todos.

DEIXE UMA RESPOSTA