Bispo Edir Macedo teria feito doação de R$ 10 milhões à campanha de Dilma Rousseff, diz jornalista

69

O bispo Edir Macedo teria doado R$ 10 milhões à campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) à reeleição. A informação foi divulgada na última semana, um dia após a aparição da chefe de Estado na inauguração do Templo de Salomão.

De acordo com o jornalista Jorge Serrão, do blog Alerta Total, a doação teria acontecido antes da inauguração do megatemplo, como uma forma de garantir a presença da presidente no evento.

“O bispo Edir Macedo Bezerra, líder espiritual da Igreja Universal do Reino de Deus, celebrou ontem o resultado político de uma generosa doação de R$ 10 milhões de reais para a campanha reeleitoral do PT. Na inauguração da suntuosa réplica do Templo do rei Salomão, no bairro paulistano do Brás, Macedo teve a honra de posar ao lado da presidenta Dilma Rousseff, mostrando força para seletos 10 mil convidados VIPs, entre governadores, prefeitos, senadores, deputados, ministros de tribunais superiores, desembargadores, juízes e artistas – principalmente da Rede Record, da qual Macedo é ‘proprietário’”, escreveu o jornalista.

A nota foi republicada pelo respeitado site de jornalismo independente Folha Política, o que deu ainda mais repercussão à informação.


O site da Igreja Universal do Reino de Deus desmentiu a informação, dizendo que a publicação era “mentirosa”. No entanto, a nota da Universal não traz assinatura.

“Circula na internet a informação mentirosa de que o bispo Edir Macedo teria doado R$ 10 milhões à campanha de reeleição da presidenta Dilma Rousseff, espalhada irresponsavelmente por sites, blogs e redes sociais. Não bastasse a mentira, o texto ainda é carregado de odioso preconceito e chacota gratuita com a fé de milhões de adeptos da fé cristã. Tenta diminuir o momento extraordinário e histórico que fiéis e tantas outras milhares de pessoas viveram na inauguração oficial do Templo de Salomão, prestigiada pelos mandatários dos mais elevados cargos públicos de nosso País, por líderes empresariais e representantes da sociedade civil. O exercício do jornalismo e da liberdade de expressão exige um mínimo de responsabilidade. Muito cuidado com o que você lê na internet”, afirma o texto publicado pela denominação.

Serrão comentou a publicação da Universal e afirmou que está exercendo direitos constitucionais: “A regra é claríssima na jurisprudência brasileira. A liberdade de imprensa é uma projeção da liberdade de manifestação do pensamento e de comunicação, e assim tem conteúdo abrangente, compreendendo, dentre outras prerrogativas, o direito de informar, o direito de buscar a informação, o direito de opinar e o direito de criticar. O interesse social, que legitima o direito de criticar, está acima de ‘eventuais suscetibilidades’ das figuras públicas”.

69 COMENTÁRIOS

  1. Imagine se Jesus apoiaria Herodes, ou Pilatos.
    Judas, sim, vendeu Jesus por 30 moedas.
    Mas, os tempos são outros, modernos, atuais… glamourosos, ricos.
    Até parece que o céu agora é aqui!

  2. Deve ser mentira, mais mudando de assunto, é… até quando so vai dá universal de notícias aqui? Rapaz eu ja tou ficando enjoado de comentar sobre a universal, vamos dar um tempo gospel+.

      • ENGANO SEU! Não tem nada de inteligente, mas sim de malandro. Dinheiro pedido e ganho do povo não é inteligência. Isso é falta de vergonha na cara. Por sinal com uma oratória de péssima qualidade e duro de ouvir. Não sei como alguém crê nisso. Se fosse inteligente não precisaria de dinheiro da igreja fruto de doação, para segurar a TV Record pela sua incompetência. Dinheiro de trabalho duro e competente, não é igual aos que me dão. VAI QUE COLA!

    • Ué pensei que robin hood fosse teu apelido.
      ATENÇÃO MAIS UMA VEZ STARDUST FOGE DA RESPOSTA, E SIMPLESMENTE FOGE
      1 É SEU COSTUME TODO COVARDE AGE ASSIM
      2 FALTA-LHE CARÁTER CRISTÃO.OU SEJA ELE É MAU E MENTIROSO
      3 DESCONHECE A PALAVRA, O QUE SABE BEM É COPIAR E POSTAR TEXTOS ENORMES QUE NUNCA TIVERAM NADA DELE A NÃO SER A CÓPIA, POR ISTO ADULTERA , MENTE, ENROLA FOGE, DETURPA, SE CERCA DE TANTOS NICKS, QUE SAEM A SEU AUXILIO CONFORME A NECESSIDADE.
      4 TENDO PROBLEMAS PSICOLÓGICOS OU VARIAS PERSONALIDADES, E SOFRE DE VARIAS SINDROMES PATOLÓGICAS E TODAS RUINS, SAI DE PERSEGUIDOR PARA PERSEGUIDO EM SEGUNDOS DE BANDIDO PASSA PARA VITIMA SEMPRE QUE SUAS HERESIAS CAEM POR TERRA.
      5 MEDIOCRE SEMPRE ACUSA SEUS ADVERSÁRIOS DE COISAS QUE NÃO FAZEM,TECNICA USADA CONTRA TODOS.
      6 SE VC CONCORDAR COM ELE MUITO BEM AMIGAVEL DOCE, DISCORDAR SIGNIFICA TER UM INIMIGO FEROZ E MALINO.
      7 CONTA SEMPRE COM A AJUDA DE ATEUS E DESVIADOS FORA SEUS MULTIPLOS NICK.
      LOGO NUNCA ESPERE ELE TE DIZER O QUE É IGREJA , FUGIU QUANDO EU PERGUNTEI E FUGIRÁ DE VC. ELE É APENAS UM ATEU TRABALHANDO, QUANDO FALO DE UM DIA DE TRABALHO HONESTO, É DISSO QUE FALO, POIS TRABALHAR ELE TRABALHA E MUITO, LI COMENTÁRIOS MAIS ANTIGOS ONDE OS IURDIANOS DISSERAM QUE ELE TINHA POR PAI O DAS SAFADEZAS, TEM ATÉ VIDEO DAS PROMESSAS QUE RECEBEU.

      • clamando

        Como vc mudou… na minha chegada aqui no site ficou do meu lado quando eu rebatia as alegações dos iurdianos usando a bíblia… vc era contra a iurd… mas foi só eu passar a falar a verdade sobre a farsa do dízimo que vc me viu como alguém a ser calado…

        Vc se uniu aos iurdianos só para não perder a moleza de receber dízimos… percebeu que eu sabia a verdade e estava disposto a revela-la… o tabu caiu por terra.

        Sei que vc sempre esteve por aqui, clamando…

        • stardust ao chegar aqui eu já estava a muito tempo, voce chegou como jgmixviroustardustbereanofelipeafonso e tantos outros agora é um só janio e por ai a fora, ou seja eu estava aqui brigando com o macedo, nunca com os iurdianos, voce chegou se dizendo desviado e até concordei a principio com muitos pontpos de vista, mas depois vi que eras pago e na verdade ateu fazendo apologia, não só perseguiu os iurdianos, mas a todos os pastores e igrejas, a unica que escapou foi o ali baba e seus quarenta ladrões valdemiro e seu trizímo, coisa que nunca entendi combate o dízimo mas apoia o trizímo, sim sempre foste um ateu quer as igrejas fechadas, quer que as missões pare, então como concordar, só se me desviar e quiser achar argumentos para minha fraqueza, assim como tu fazes

          • clamando

            Como vc mente… nunca disse que era desviado, nunca disse que apoiava trizimo… vc era contra o macedo, mas parece que vc experimentou as tentações do alambique do macedo e mudou de idéia…

            mas vc sempre esteve em PAPAS DE ARANHA comigo… vc sabe disso!

          • Deixa eu ver o inferno faz festa com o trizímo do valdemiro, sai da iurd, odeio o macedo porque sempre pédiu dinheiro….quem mentiu
            QUER ACEITAR A JESUS

          • Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk esseClamando é uma farra,um dia li um comentário dizendo que ele é idoso,mas pelos comentários acho que se trata de criança,ele age com o Stardust como criança no jardim de infancia,implicando,fazendo birrinha,lero lero kkkkk

  3. POR FALAR EM LADRÃO FALAMOS NO NOSSO HOBIN HOOD O PACIENTE STARDUST.
    A doutrina do dízimo é inaceitável para aqueles que ainda não tiveram uma experiência pessoal com Jesus Cristo. Isto porque não foram ainda marcados pela consciência da causa de Deus nem pela prioridade do Seu Reino.
    No Novo Testamento a palavra DÍZIMO aparece 9 vezes e ligadas a duas situações:

    1) Mt 23.23 = Partindo dos lábios de Jesus em relação aos fariseus. Jesus aqui reafirma a necessidade do dízimo, ao mesmo tempo que denuncia sua prática como demonstração de piedade exterior (Lc 18.12) – “Jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto ganho.” Também Jesus denuncia a prática do dízimo como substituição de valores do Reino tais quais: justiça, misericórdia e fé (Lc 11.42).

    2) Hb 7. 1-10 = Eis as lições desse texto: a) O Pai da fé deu dízimo de tudo – v. 2; b) O pai da fé deu o dízimo do melhor – v. 4; c) A entrega dos dízimos se deu não por pressão da lei, uma vez que o povo israelita ainda não existia e, portanto, muito menos a lei judaica – v. 6; d) Hebreus nos faz perceber e reconhecer a superioridade do valor do dízimo que é dado a Cristo (imortal) em relação ao dado aos sacerdotes (mortais) – v. 8; e) O autor destaca que os que administram os dízimos também devem ser dizimistas – v. 9.
    Ser ou não ser dizimista é uma questão de acreditarmos na causa que abraçamos, na “pérola que encontramos.”
    Hoje muitos crentes não são fiéis a Deus na entrega dos dízimos. Para justificar esta atitude criam vários justificativas e desculpas. Se dependessem deles a igreja fecharia as portas. Não existiria templos, nem pastores, nem missionários, nem bíblias distribuídas, nem assistência social.
    Eis as justificativas clássicas dos não-dizimistas:

    I. JUSTIFICATIVA TEOLÓGICA
    Ah, eu não sou dizimista, porque DÍZIMO é da lei. E eu não estou debaixo da lei, mas sim da graça.
    Sim! O dízimo é da lei, é antes da lei e é depois da lei. Ele foi sancionado por Cristo. Se é a graça que domina a nossa vida, porque ficamos sempre aquém da lei? Será que a graça não nos motiva a ir além da lei?
    Veja: a lei dizia: Não matarás = EU PORÉM VOS DIGO AQUELE QUE ODIAR É RÉU DE JUÍZO
    a lei dizia: Não adulterarás = EU PORÉM VOS DIGO QUALQUER QUE OLHAR COM INTENÇÃO IMPURA…
    a lei dizia: Olho por olho, dente por dente = EU PORÉM VOS DIGO: SE ALGUÉM TE FERIR A FACE DIREITA, DÁ-LHE TAMBÉM A ESQUERDA.
    A graça vai além da lei: porque só nesta questão do dízimo, ela ficaria aquém da lei? Esta, portanto, é uma justificativa infundada.
    Mt 23.23 = justiça, misericórdia e fé também são da lei. Se você está desobrigado em relação ao dízimo por ser da lei, então você também está em relação a estas virtudes.

    II. JUSTIFICATIVA SENTIMENTAL
    Muitos dizem: A bíblia diz em II Co 9.7 “Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria” = espontânea e com alegria.
    Só que este texto não fala de dízimo e sim de oferta. Dízimo é dívida. Não pagar dízimo é roubar de Deus.
    Perguntamos também: O que estará acontecendo em nosso coração que não permite que não tenhamos alegria em dizimar? Em sustentar a Causa que abraçamos e defendemos?

    III. JUSTIFICATIVA FINANCEIRA
    “O que eu ganho não sobra ou mal dá para o meu sustento.
    1) O dízimo não é sobra = Dízimo é primícias. “Honra ao Senhor com as primícias da tua renda.” Deus não é Deus de sobras, de restos. Ele exige o primeiro e o melhor.
    2) Contribua conforme a tua renda para que a tua renda não seja conforme a tua contribuição = Deus é fiel. Ele jamais fez uma exigência que não pudéssemos cumprir. Ele disse que abriria as janelas dos céus e nos daria bênçãos sem medidas se fôssemos fiéis. Ele nos ordenou a fazer prova Dele nesta área. Ele promete abrir as janelas do céu! Ele promete repreender o devorador por nossa causa.
    3) Se não formos fiéis, Deus não deixa sobrar = Ageu diz que o infiel recebe salário e o coloca num saco furado. Vaza tudo. Foge entre os dedos. Quando somos infiéis fechamos as janelas dos céu com as nossas próprias mãos e espalhamos o devorador sobre os nossos próprios bens.

    IV. JUSTIFICATIVA ASSISTENCIAL
    “Prefiro dar meu dízimo aos pobres. Prefiro eu mesmo administrar meu dízimo.
    “ A Bíblia não nos autoriza a administrar por nossa conta os dízimos que são do Senhor. O dízimo não é nosso. Ele não nos pertence. Não temos o direito nem a permissão nem para retê-lo nem para administrá-lo.
    A ordem é: TRAZEI TODOS OS DÍZIMOS À CASA DO TESOURO PARA QUE HAJA MANTIMENTO NA MINHA CASA. A casa do Tesouro é a congregação onde assistimos e somos alimentados.
    Mas será que damos realmente os “nossos” dízimos aos pobres? Com que regularidade? Será uma boa atitude fazer caridade com a parte que não nos pertence?

    V. JUSTIFICATIVA POLÍTICA
    “Eu não entrego mais os meus dízimos, porque eles não estão sendo bem administrados.”
    Não cabe a nós determinar e administrar do nosso jeito o dízimo do Senhor que entregamos. Se os dízimos não estão sendo bem administrados, os administradores darão conta a Deus. Não cabe a nós julgá-los mas sim Deus é quem julga. Cabe a nós sermos fiéis.
    Não será também que esta atitude seja aquela do menino briguento, dono da bola, que a coloca debaixo do braço sempre que as coisas não ocorrem do seu jeito?
    Deus mandou que eu trouxesse os dízimos, mas não me nomeou fiscal do dízimo.

    VI. JUSTIFICATIVA MÍOPE
    “A igreja é rica e não precisa do meu dízimo.”
    Temos conhecimento das necessidades da igreja? Temos visão das possibilidades de investimento em prol do avanço da obra? Estamos com essa visão míope, estrábica, amarrando o avanço da obra de Deus, limitando a expansão do Evangelho?
    AINDA, não entregamos o dízimo para a igreja. O dízimo não é da igreja. É DO SENHOR. Entregamo-lo ao Deus que é dono de todo ouro e de toda prata. Ele é rico. Ele não precisa de nada, mas exige fidelidade. Essa desculpa é a máscara da infidelidade.

    VII. JUSTIFICATIVA CONTÁBIL
    “Não tenho salário fixo e não sei o quanto ganho.”
    Será que admitimos que somos maus administradores dos nossos recursos? Como sabemos se o nosso dinheiro dará para cobrir as despesas de casa no final do mês?
    Não sabendo o valor exato do salário, será que o nosso dízimo é maior ou menor do que a estimativa? Porque ficamos sempre aquém da estimativa? Será auto-proteção? Será desinteresse?

    VIII. JUSTIFICATIVA ECLESIOLÓGICA
    “Não sou membro da igreja”
    Acreditamos mesmo que os nossos deveres de cristãos iniciam-se com o Batismo e a Profissão de Fé ou com a inclusão do nosso nome num rol de membros?
    Não será incoerência defendermos que os privilégios começam quando aceitamos a Cristo: (o perdão, a vida eterna) e os deveres só depois que nos tornamos membros da igreja? Somos menos responsáveis pelo crescimento do Reino de Deus só porque não somos membros da igreja?

    CONCLUSÃO
    É hora de abandonarmos nossas evasivas. É hora de darmos um basta às nossas desculpas infundadas. É hora de pararmos de tentar enganar a nós mesmos e convencer a Deus com as nossas justificativas.
    É hora de sermos fiéis ao Deus fiel. É hora de sabermos que tudo é de Deus: nossa casa, nosso carro, nossas roupas, nossas jóias, nossos bens, nossa vida, nossa saúde, nossa família. TUDO É DELE. Somos apenas mordomos, administradores. Mordomos e não donos. Deus quer de nós obediência e não desculpas. Fidelidade e não evasivas.
    Que atitude vamos tomar? Nosso coração está onde está o nosso tesouro. Se buscarmos em primeiro lugar o Reino de Deus, não vamos ter problemas com o dízimo. Amém.

    • O CLAMANDO, DESESPERADO PELO POVO ESTAR CONHECENDO A FARSA QUE É O DÍZIMO ENSINADO E EXIGIDO PELA RELIGIÃO EVANGÉLICA, ESTÁ COM MEDO DE TER QUE TRABALHAR…

      AGORA, PARA TRISTEZA E REVOLTA DELE, VAMOS POR EM PERSPECTIVA OS PRINCIPAIS PONTOS DO SEU HERÉTICO TEXTO EM FAVOR DESSA PRÁTICA ABUSIVA QUE É O DÍZIMO:

      _________________________________________________________________________

      1 – clamando diz: “Se Jesus sabia que o Dízimo, por exemplo, seria alguns dias mais tarde abolido com sua obra, por que ele não deu diretrizes para seus discípulos? Pois se ele não exigiu o Dízimo de sua Igreja, e nem assim seus discípulos-apóstolos, ELES também não proibiram a sua prática. Portanto, não se constrói uma Doutrina ( a abolição do Dízimo) no silêncio das Escrituras do Novo Testamento, ainda que por inferência.”

      resposta: Se Jesus não aboliu o dízimo alguns dias antes de Seu sacrifício, então porque Ele não aboliu a circuncisão alguns dias antes também??? Só por essa pergunta, o argumento do texto copiado do clamando já fica ineficaz. Jesus não falou contra o dízimo, pois enquanto Ele vivia fisicamente entre nós, estava debaixo da lei de moisés (gálatas 4:4) e tinha de cumpri-la, pois veio para cumpri-la. (mateus 5:17). O dízimo era mandamento da lei de moisés e Jesus não poderia ser contra o dízimo enquanto não fizesse o Sacrifício na Cruz… da mesma forma Jesus não aboliu a circuncisão, não aboliu o sábado enquanto o Seu sacrifício ainda não havia sido realizado na cruz para abolir toda a lei de moisés:

      ” tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós e que constava de ordenanças, o qual nos era prejudicial, removeu-o inteiramente, encravando-o na cruz;” (colossenses 2:14)

      “Porque o fim da lei é Cristo, para justiça de todo aquele que crê.” (Romanos 10:4)

      E sobre a alegação de que “não se constrói uma Doutrina ( a abolição do Dízimo) no silêncio das Escrituras do Novo Testamento, ainda que por inferência.”

      Curioso que o apóstolo Paulo diz categoricamente que: “Vocês sabem que não deixei de pregar a vocês nada que fosse proveitoso, mas ensinei tudo publicamente e de casa em casa…Portanto, eu declaro hoje que estou inocente do sangue de todos. Pois não deixei de proclamar a vocês toda a vontade de Deus.” (atos 20:20 e 26-27)

      Se Paulo afirma que tudo que era proveitoso, e toda a vontade de Deus ele, Paulo havia ensinado, e que por isso estava inocente do sangue de todos, porque ele jamais menciona o dízimo em suas epístolas? claramente vemos que o dízimo portanto não tem nada a ver com o mandamento de Deus para os Cristãos.

      _________________________________________________________________________

      2 – clamando diz: “Quer dizer que há base Bíblica no Novo Testamento para a prática do Dízimo? Sim! E não só no NT, mas também no próprio AT, e melhor, fora dos ditames da Lei de Moisés! Vejamos:E os que dentre os filhos descendentes de Levi receberam o sacerdócio têm ORDEM, com base na Lei de Moisés, para tomar de seus irmãos, o povo de Israel, o Dízimo, ainda que eles tenham saído dos lombos de Abraão. Mas, Melquisedeque, cuja genealogia não foi contada entre os sacerdotes levitas, tomou o dízimo de Abraão, e abençoou o que tinha as promessas… Neste mundo, pois, tomam dízimos homens que morrem; mas Melquisedeque, tomou o dízimo de Abraão, porém, não temos o relato de sua morte. Isto quer dizer que ele Vive! E assim, por meio de Abraão, até os descendentes de Levi, que recebe dízimos do povo, pagou também o dízimo a Melquisedeque! (Hebreus 7.4-9).”

      resposta: Em primeiro lugar, cabe uma observação que passa despercebido a imensa maioria dos leigos evangélicos… no novo testamento, realmente o unico lugar que há menção de dízimo é na epístolas aos hebreus… nenhum outro livro do novo testamento trata desse assunto, de atos até apocalipse, a não ser a epístola de hebreus…

      E porque somente a epístola de hebreus no novo testamento menciona o dízimo? porque somente os hebreus (judeus), tinham o mandamento de dizimar… o autor das demais epístolas jamais menciona o assunto dízimo porque os habitantes dessas localidades não eram judeus em sua maioria (romanos, tessalonissenses, efésios, coríntios, filipenses etc… ) e não tinham o hábito de dar o dízimo de suas colheitas e animais. Se o dízimo fosse mandamento cristão, porque nessas demais epístolas Paulo e demais apóstolos nunca mencionam sequer o dízimo? o que prova que dízimo não tem nada a ver com mandamento do cristianismo.

      Retornando agora especificamente ao livro de hebreus, que foi uma epístola endereçada diretamente aos judeus, há a menção de dízimo no capítulo 7, mas trata-se apenas de uma menção, e não ordenança de que se de dízimo. Infelizmente, os que querem fundamentar a heresia de dízimo no novo testamento pegam somente o versículo de hebreus 7:8, ou quando muito utilizam hebreus 7 do versículo 4 ao 9… (caso do clamando), mas porque os defensores de dízimo não convidam os incautos a lerem TODO O CAPITULO 7 DE HEBREUS? vamos agora reproduzir os textos omitidos, a partir do versículo 10:

      “Porque aquele ainda não tinha sido gerado por seu pai, quando Melquisedeque saiu ao encontro deste.Se, portanto, a perfeição houvera sido mediante o sacerdócio levítico (pois nele baseado o povo recebeu a lei), que necessidade haveria ainda de que se levantasse outro sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque, e que não fosse contado segundo a ordem de Arão?Pois, quando se muda o sacerdócio, necessariamente há também mudança de lei.Porque aquele de quem são ditas estas coisas pertence a outra tribo, da qual ninguém prestou serviço ao altar;pois é evidente que nosso Senhor procedeu de Judá, tribo à qual Moisés nunca atribuiu sacerdotes.E isto é ainda muito mais evidente, quando, à semelhança de Melquisedeque, se levanta outro sacerdote,constituído não conforme a lei de mandamento carnal, mas segundo o poder de vida indissolúvel.Porquanto se testifica: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.Portanto, por um lado, se revoga a anterior ordenança, por causa de sua fraqueza e inutilidade” (hebreus 7:10-18)

      E porque os defensores de dízimo no NT só querem que vc leia até o versículo 9 de hebreus 7? porque quando continuamos a leitura vemos que o dízimo, assim como toda a lei de moisés foi abolida, pois o sacerdócio de Cristo é superior ao dos sacerdotes levitas, que sobreviviam dos dízimos, que sempre foram alimentos, e não dinheiro. Jesus não precisa de alimentos físicos, e o alimento dos levitas era o dízimo.

      _________________________________________________________________________

      3 – clamando diz: “Pois quando o cristão Abraão pagou o Dízimo ao sacerdote Melquisedeque (Gênesis 14.20), ele o fez quando ainda não havida sido instituído a Lei de Moisés, ou seja, antes do Dízimo se tornar uma prática obrigatória.”

      Resposta: Não há nenhuma referencia bíblica para afirmar que Abraão era Cristão, visto Jesus Cristo só ter sido revelado a humanidade centenas de anos mais tarde. Abraão não era seguidor de Cristo, para ser classificado como cristão como o clamando quer fazer parecer, distorcendo as escrituras. Essa é apenas mais uma de suas mentiras, da mesma forma quando disse que jacó deu dízimo a um anjo, mas até hoje não conseguiu mostrar isso na bíblia.

      outra coisa que é necessário deixar claro… abraão não era esse “dizimista fiel” que tentam fazer parecer… Abraão deu a décima parte apenas dos despojos que tomou na guerra contra os reis (genesis 14:20) e não de toda a sua riqueza anteriormente acumulada (genesis 13:2)

      “Considerai, pois, como era grande esse a quem Abraão, o patriarca, pagou o dízimo tirado dos melhores despojos.” (hebreus 7:4)

      portanto, biblicamente comprovado que Abraão não dizimou de sua riqueza pessoal como os que deturpam as escrituras com essa mentira do dízimo para cristãos, e sim somente do que tomou na guerra que venceu.

      E sobre dízimo ser anterior a lei por causa de abraão é necessário lembrar que a circuncisão também é anterior a lei de moisés, e ainda por cima, era obrigatória e foi praticada por abraão:

      “”De sua parte”, disse Deus a Abraão, “guarde a minha ali­ança, tanto você como os seus futuros descendentes.Es­ta é a minha alian­ça com você e com os seus descendentes, aliança que terá que ser guardada: Todos os do sexo masculino entre vocês serão circun­cidados na carne.” (genesis 17:9-10)

      Agora fica evidente mais uma contradição evangélica… Anteriormente a lei de moisés Abraão deu dízimo tirado dos despojos por livre vontade, e por isso a religião evangélica diz que o dízimo é obrigatório, mas a circuncisão que Abraão fez antes da lei de moisés e era obrigatória, ordenada por Deus, por outro lado, a religião evangélica diz que não precisa ser observada…

      Contradição… a gente vê na religião evangélica!

      _________________________________________________________________________

      4 – clamando diz: ” Jesus pagou voluntariamente o imposto do Templo de Jerusalém e apoio o imposto devido à César…”

      resposta: Gostaria de saber aonde na bíblia vc viu Jesus pagando imposto de templo de Jerusalém, pois não tenho conhecimento de tal fato. Jesus por outro lado, não ficou só no “apoio” ao imposto devido a césar como vc alega… Ele efetivamente pagou o imposto de césar, dando exemplo:

      “Tendo eles chegado a Cafarnaum, dirigiram-se a Pedro os que cobravam o imposto das duas dracmas e perguntaram: Não paga o vosso Mestre as duas dracmas?Sim, respondeu ele. Ao entrar Pedro em casa, Jesus se lhe antecipou, dizendo: Simão, que te parece? De quem cobram os reis da terra impostos ou tributo: dos seus filhos ou dos estranhos?Respondendo Pedro: Dos estranhos, Jesus lhe disse: Logo, estão isentos os filhos.Mas, para que não os escandalizemos, vai ao mar, lança o anzol, e o primeiro peixe que fisgar, tira-o; e, abrindo-lhe a boca, acharás um estáter. Toma-o e entrega-lhes por mim e por ti.” (mateus 17:24-27)

      _________________________________________________________________________

      5 – clamando diz: “sabendo ainda que não há nenhum texto em toda a Bíblia que proíba a prática do Dízimo, porquê então você (ou eu) não DEVEMOS pagar o dízimo? Porque somos MELHORES do que eles? Pense nisso!”

      resposta: realmente não há texto na bíblia que se proiba o pagamento de dízimo, mas aonde o dízimo é pago em dinheiro, visto o dízimo sempre estar relacionado a alimentos, e não em dinheiro, que já existia naquela época? essa é uma questão que já põe a farsa do dízimo em dinheiro em contradição, a segunda é que se não há proibição, da mesma forma não há obrigação, e ninguém perderá a salvação por não se submeter a esse ensino distorcido acerca do dízimo da lei de moisés.

      E aonde somos melhores dos que os que estavam debaixo da lei de moisés, que tinham por ordenança o pagamento do dízimo das colheitas e animais? pois na nova aliança em Cristo, somos superiores:

      “Em verdade vos digo: entre os nascidos de mulher, ninguém apareceu maior do que João Batista; mas o menor no reino dos céus é maior do que ele.” (mateus 11:11)

      Ou seja, mesmo joão batista, homem exemplar, mas que estava debaixo da velha aliança, é considerado menor do que o menor que está debaixo da nova aliança em Cristo, ou seja, nós cristãos.

      A nova aliança (novo testamento), é superior a velha, que exigia guarda dos sábados, o não consumo de carne de porco e pagamento dos dízimos das colheitas e animais, mas em Cristo Jesus não temos que observar os mandamentos da lei de moisés.

      pensei nisso, e conclui que as suas alegações clamando, não resistem a um exame mais atento das escrituras, sinto muito, mas cada vez mais pessoas estão descobrindo a verdade sobre a farsa do dízimo evangélico, e portanto, sugiro que vc comece a procurar um emprego, pois é biblico:

      “Porque, quando ainda convosco, vos ordenamos isto: se alguém não quer trabalhar, também não coma.” (2Tessalonicenses 3:10)

      biblicamente comprovado: “dízimo, a maior mentira da religião evangélica”

      • blá blá… 2 timóteo 3.16 toda escritura divinamente inspirada é apta para educar,instruir…não para ficar jogando conversa fora,vc não se cansa meu dito irmão de perder seu tempo aqui, deixa quem crê em dar dizimos dar e quem não crer também, pois tudo na Biblia é por fé…para de emprestar a boca para o diabo meu irmão, pois é o unico serviço que você presta neste site, não me venha dizer que conhece Biblia, nem muito menos Deus, pois você é soberbo,contencioso,arrogante tudo isso te falo com base biblica.A Biblia diz claramente para não entrar em debates sem fim… Você está aí a quanto tempo só fala em dizimos…acorda meu vai evangelizar,ganhar almas, orar,jejuar, pois as suas colocações não edificam ninguém neste site.Eu não estou defendendo quem é dizimista nem quem não é,agora você está obcecado,por este assunto, meu quanto tempo você perde aí, você não vai conseguir convencer ninguém, pois quem está convicto da sua fé, não cede a argumentos persuasivos…quem guarda o sábado vai continuar guardando, quem não guarda vai continuar não guardando poir é o que está em Rom14.5 e também é bem aventurado aquele que não se condena naquilo que aprova…Você tem base biblica para não dar o dizimo? amém fica para ti.outros tem base biblica para dar,para de encher linguiça, vá pregar o evangelho.

          • ELDER LIMA
            Na verdade,nós sabemos que estamos dando PEROLAS A PORCOS.
            Estamos desperdiçando nosso tempo, pois o ateu stardust disfarçado sob a capa de desviado da iurd, nunca foi crente ou cristão.
            É pago para estar aqui, nunca teve uma causa nobre, bem ao contrário, esta aqui para denegrir manchar espalhar o maL.
            veja denigre a igreja, os pastores, chama a todos de ladrões.
            ( claro menos o homem do trizímo Caio Fabio desviado e Ricardo Gondim, aquele mesmo que diz que a volta de Jesus é uma utopia e que nem todas as relações homossexuais são promiscuas.)
            ELE ESTÁ AQUI APENAS PARA AFASTAR QUALQUER POSSIBILIDADE, DE PESSOAS QUE AINDA NÃO CONHEÇAM A CRISTO VIR A ACEITA-LO, CLARO QUEM QUER IR AONDE TEM LADRÕES, POR ELE FECHAMOS AS PORTAS E O CAPETA TOMA CONTA.

        • Roberto

          Nos calar é exatamente o que vcs “pró-dízimos” querem. O desespero de vcs pela farsa do dízimo estar caindo é demais e vão usar todas as formas de tentar nos silenciar.

          A imensa maioria dos incautos que dão 10% de sua renda em favor da religião evangélica o fazem por desconhecimento bíblico, medo do “devorador”, ganancia (bençãos sem medidas), ou medo de perder a salvação (alguns dizem que quem não dá dízimo é ladrão e por isso não irá para o céu).

          Essa desculpa de que dízimo é questão de fé é conversa… e a própria bíblia informa que o dízimo não era uma questão de fé, e sim algo obrigatório na lei de moisés… questão de fé seria uma oferta por exemplo, que é algo voluntário.

          E o próprio Cristo em mateus 23:23 informa que os fariseus que era dizimistas “fiéis” negligenciavam a fé… logo, dízimo nada tem a ver com fé.

          E a suposta base bíblica que vc diz que quem dá dízimo tem, eu derrubo tranquilamente com a própria bíblia. E para sua informação, meus comentários sobre a farsa do dízimo já resultou em despertamento de pessoa para essa farsa evangélica.

          E para sua tristeza, continuarei falando sobre a farsa do dízimo a moda evangélica. A verdade tem que ser dita. muitos evangélicos se acham salvos porque estão com o pagamento dos 10% em dia… literalmente, estão comprando a salvação, da qual Jesus já pagou o preço por nós.

          “dízimo, a maior mentira da religião evangélica”

          • Concordo plenamente com Mateus 7.6 perólas aos porcos…O cara desobedece mais de Dez mandamentos para fomentar a neurose dele referente ao Dizimo…Suponhamos que ele estivesse certo em relação ao dizimo, ele está bem dentro da palavra que Jesus disse para os discipulos após fazer referência a questão dos fariseus darem dizimos e desprazerem o mais importante…O tal “Star” não sei o que coa o mosquito e engole mais de dez camelos. “Nos calar é exatamente o que vcs “pró-dízimos” querem”. Calar é uma das coisas mais sábias que ele podia fazer,porém ele não conhece Pv17.28 “Até o tolo quando se cala é tido por sábio” tg1.19 pronto para ouvir,tardio para falar, Pv25.11″ a palavra dita a seu tempo…”;2 tim3.24 “ao servo do senhor não convém contender…Pv26.12;Pv29.20;etc,etc. Para defender sua tese ele parece ser capaz de ir até o inferno, o problema é que depois não há mais volta,acorda star cuidado com a blasfêmia,e o endurecimento do coração…

          • Roberto

            Apesar de tentar passar uma imagem de não ser um “pró-dízimo”, vc acaba se entregando na defesa tresloucada do mesmo… ora… vc defende a heresia do dízimo a moda evangélica, e não quer ser reconhecido como defensor do dízimo? pra que essa vergonha? Ao menos os outros “pró-dízimos” admitem que são defensores de dízimos, e não ficam com essa conversa fiada de que ” quem dá dízimo, amém, quem não dá dízimo, amém também “.

            O simples fato de vc se irritar com os meus comentários que mostram claramente essa farsa mostra a sua defesa em favor dessa heresia que é o intitulado dízimo, ensinado e exigido nos arraiais evangélicos de forma totalmente distorcida do contexto original, onde dízimo era obrigatório somente aos judeus, e que era exclusivamente alimentos…

            Mas a religião evangélica distorceu esses conceitos do dízimo legítimo da lei de moisés e transformou em 10% da renda monetária dos fiéis incautos… e ainda diz que quem não dá dízimo é ladrão e vai pro inferno… (coisa que nem na lei de moisés está mencionada).

            Roberto, Jesus disse sobre dízimo porque era mandamento da lei de moisés e Ele naquele momento não poderia ir contra a lei de moisés, pois a lei não havia ainda sido cumprida por Ele, coisa que só aconteceu na cruz. E todos os que ouviram a admoestação de Cristo em mateus 23:23 eram judeus, portanto obrigados até aquele momento a dar dízimo.

            Depois do sacrifício de Cristo na cruz, vc viu algum apóstolo ensinando sobre dar dízimo, roberto? claro que não, pois o sacrifício de Cristo aboliu TODA A LEI DE MOISÉS, inclusive dízimo, guarda do sábado, proibição de consumo de carne de porco etc…

            Roberto, vc pode mostrar pra mim, na bíblia, um seguidor de Cristo dando dízimo? E em dinheiro, vc já viu isso? Na igreja primitiva vemos algum relato de alguém dando dízimo aos apóstolos?

            Até hoje nenhum pró-dízimo conseguiu provar isso… e vou continuar esperando!

            E a verdade sobre a mentira do dízimo como é ensinado e exigido na religião evangélica não é uma tese, é uma coisa comprovada a luz da bíblia. Mas muita gente quer que esse tabu sobre esse assunto continue. Porque a arrecadação dos lideres evangélicos vai cair e eles terão de trabalhar.

            E vamos continuar confrontando os defensores dessa mentira, porque o dízimo foi totalmente distorcido e transformado em fonte de lucro, para muitos lideres e pastores, e denunciarmos isso é biblico:

            “É preciso fazê-los calar, porque andam pervertendo casas inteiras, ensinando o que não devem, por torpe ganância.” (tito 1:11)

            Claro que vc vai usar textos do velho testamento para tentar fazer parecer que temos que nos calar diante dessa heresia em nome do dinheiro fácil que se tornou o dízimo no arraial evangélico, mas é só verificar o novo testamento que vemos diversos exemplos de que os que pregam a verdade não devem se calar diante de heresias, distorções do evangelho tal qual vemos na religião evangélica.

            Vcs evangélicos dizem viver o novo testamento, mas se baseiam quase que totalmente no velho testamento, coisa que Cristo advertiu: “E ninguém põe vinho novo em odres velhos, pois o vinho novo romperá os odres; entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão.” (Lucas 5:37)

            Vc acha que eu vou ligar para o que vcs evangelicos com suas heresias, envergonhando o evangelho neste país, com seu gospel-ostentação, ficam dizendo a respeito de nós cristãos que pregamos a verdade, sem cobrar por isso?

            “E isto por causa dos falsos irmãos que se intrometeram, e secretamente entraram a espiar a nossa liberdade, que temos em Cristo Jesus, para nos porem em servidão;Aos quais nem ainda por uma hora cedemos com sujeição, para que a verdade do evangelho permanecesse entre vós” (Gálatas 2:4-5)

            “dízimo, a maior mentira da religião evangélica!”

          • ROBERTO
            Mais uma perola aos porcos.ele não entende a beneficiencia do dízimo que transcede a Abraão e jacó passa pela lei ou é aperfeiçoado na lei, para beneficio de todos os homens, infelizmente é um pobre de espirito o poeirinha.

    • 31 Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘Que vamos comer?’ ou ‘Que vamos beber?’ ou ‘Que vamos vestir?’
      32 Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas.
      33 Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas serão acrescentadas a vocês.

    • Mary

      o assunto dízimo já foi encerrado. comprovadamente o dízimo é uma farsa da religião evangélica, porém o clamando não quer se dar por vencido e quer que o povo ainda creia nessa farsa…

      Vender o barco dele para ajudar aos necessitados ele não quer… arrancar 10% todos os meses com a desculpa do dízimo, ah, isso ele quer…

      • STARDUST as pessoas que criticam vc, é que não aceitam as verdades, e o maior medo dos lideres religiosos e perder o dinheiro do povo.
        cara eu sou da universal e trabalho em uma emissora, e sei de tanta sujeira, que se as pessoas sobessem elas ficariam escandalizadas. Só de uma atentada pelo o processo que o bispo macedo e o onorilton estão respondendo a respeito da tv, que da pra ter uma ideia do que aconcetece.

  4. POR FALAR EM ASSUNTO ENCERRADO SOBRE DÍZIMOS
    ATENÇÃO DEVIDO TER DESMASCARADO STARDUST E SUAS FALSAS AFIRMAÇÕES CONTRA OS DÍZIMOS E SEUS CONSTANTES ATAQUES A IURD, INCLUSIVE POSTANDO SOBRE O LADRÃO QUE ASSALTOU A IGREJA, MUITO FELIZ DIVULGA NOTÍCIA QUE DEVERIA CONSTRANGER QUALQUER SER HUMANO, MOSTRANDO QUE MAIOR LADRÃO DO QUE AQUELE É STARDUST.
    Há muito tempo tem se criado múltiplos conflitos em relação ao dízimo, perguntando-se se hoje no Novo Testamento ele ainda deve ser cumprido, vou responder essa questão. Eu sempre cri no Dízimo, que deveríamos praticar isso e escrevi isso nesse blog. Bom, defendia essa prática e continuo defendendo, mas sobre outro aspecto. Espero que compreendam, pois sempre em meu coração houve uma ideologia firme sobre o PRINCÍPIO e BEM MAIOR disso e nunca mudará em meu coração. Fui muitissimamente agredido aqui, ofendido e em nenhum momento os tais “Cristãos”, defendendo suas verdades usaram de suaves ou educadas palavras, mesmo sabendo que aqui do outro lado existe um filho de Deus querendo expor com segurança e temor a Palavra de Deus. Lá em Malaquias 3! Deus começa um tratamento com o povo, uma conversa:

    (Ml 3.7-10) “Desde os dias de vossos pais vos desviastes dos meus estatutos, e não os guardastes; tornai-vos para mim, e eu me tornarei para vós, diz o Senhor dos Exércitos; mas vós dizeis: Em que havemos de tornar? Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação. Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes. Deus explicita ao povo que desde antes já se desviavam dos Seus caminhos e principalmente o que Deus quis enfatizar, que não guardavam os Seus estatutos. Deus enfatiza ao povo que eles estavam lhe roubando, pois na Lei do culto do Antigo Testamento, o dízimo fazia parte integrante das obrigações do povo, não era uma opção, era uma das determinações do culto a Deus. O povo tinha que trazer 10% do rebanho, da colheita, da sua propriedade e isso era convertido para o sustendo da tribo dos levitas que se dedicavam exclusivamente as tarefas do templo e para ajuda as viúvas, órfãos, os sacrifícios e necessitados de Israel. Ora, como parte integrante e obrigatória do culto, Deus atribuía isso como roubo, assim como desviardes dos seus estatutos, assim como o povo levava para sacrifício animal imundo, sego e coxo, da mesma forma lhe omitiam o dízimo, traziam pouco, metade ou nada do dízimo.

    No versículo 9 mostra por que Israel estava sendo amaldiçoada, por que com maldição sois amaldiçoados, estavam roubando a Deus, não estavam cumprindo a aliança de Deus com Israel, os dízimos faziam parte das leis cerimoniais do culto, então não era em si o dízimo o motivo do desagrado de Deus, mas a DESOBEDIÊNCIA, indiferença, falta de fé do povo. Essa era a razão porque o povo não prosperava e murmurava contra Deus e se o povo cumprisse os mandamentos do Senhor, cumprindo fielmente e nisso o dízimo era parte integrante, receberiam benção sem medida, mas lembro, não era em si o dízimo, dinheiro, como se fosse uma negociata, eu te dou, você me abençoa, mas a OBEDIÊNCIA A DEUS, cumprir os termos da aliança. No Novo Testamento estudando com paciência, não vejo mais existir subsídios para sustentar ainda a questão do DÍZIMO. Mas claramente e em inúmeras passagens a Bíblia trata de ofertas e contribuições, o crente tem obrigação de contribuir com a igreja do Senhor. (2Co 8.11-15) “Agora, porém, completai também o já começado, para que, assim como houve a prontidão de vontade, haja também o cumprimento, segundo o que tendes. Porque, se há prontidão de vontade, será aceita segundo o que qualquer tem, e não segundo o que não tem. Mas, não digo isto para que os outros tenham alívio, e vós opressão, Mas para igualdade; neste tempo presente, a vossa abundância supra a falta dos outros, para que também a sua abundância supra a vossa falta, e haja igualdade; Como está escrito: O que muito colheu não teve de mais; e o que pouco, não teve de menos. Além da prontidão de vontade dos servos de Deus, isso deveria se manifestar nas suas obras, Paulo não exigia o que não tinham e quem tinha muito era para ajuda do próximo e para si mesmo e o que pouco tinha não deveria se entristecer, pois tinha sua medida.

    (2Co 9.5-12) “Portanto, tive por coisa necessária exortar estes irmãos, para que primeiro fossem ter convosco, e preparassem de antemão a vossa bênção, já antes anunciada, para que esteja pronta como bênção, e não como avareza. E digo isto: Que o que semeia pouco, pouco também ceifará; e o que semeia em abundância, em abundância ceifará. Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria. E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra; Conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; a sua justiça permanece para sempre. Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, também vos dê pão para comer, e multiplique a vossa sementeira, e aumente os frutos da vossa justiça; Para que em tudo enriqueçais para toda a beneficência, a qual faz que por nós se dêem graças a Deus. Porque a administração deste serviço, não só supre as necessidades dos santos, mas também é abundante em muitas graças, que se dão a Deus. Paulo está aqui mostrando aos Coríntios de antemão que não deveriam ser AVARENTOS! Todos os cristãos tem obrigação de ajudar a igreja e devem fazer isso com alegria, com fé, de coração, não como o povo de Israel que levava ao templo por sua decadência espiritual animal coxo, sego e manco. Deveria ser feito com alegria e de coração e mostra ainda Paulo que o que semeia pouco, pouco recebe e o que muito semeia, muito recebe e como tratado no texto acima, não é uma negociata com Deus, mas demonstração de amor, fé e obediência e isso trará as bênçãos ao semeador. O povo tinha que contribuir conforme sua prosperidade, conforme aquilo que recebeu de Deus (2Co 16.2). Se temos que contribuir com frequência, com amor, conforme nossa prosperidade, logo estamos falando do dízimo. Podemos não chamar palavra DÍZIMO, mas se trata da mesma referência ao Antigo Testamento. Antes a Lei obrigava agora a Graça pede que se faça com generosidade, alegria e proporcionalidade! Quem ganha mais da mais e quem ganha menos dá menos, mas todos DEVEM contribuir segundo os três princípios ensinados por Paulo “Dar com amor, generosamente e segundo sua prosperidade”.

    Se quisermos um referencial temos o antigo testamento, que é 10%, mas ninguém será amaldiçoado se não der os 10%, mas será cobrado por Deus se for avarento, reter a semente que como a própria palavra diz que é Deus quem dá essa semente, e se a semente não é plantada na terra, logo não pode haver colheita. Não der conforme sua prosperidade, pois muitas pessoas que me atacaram aqui brutalmente, sendo cristãos insensíveis, mais parecidos com os fariseus que condenaram Jesus, recebem R$3.000,00, R$4.000,00 e ofertam na igreja R$ 50,00, R$ 100,00 e acham que muito fazem e chamam os dizimistas de burros, os pastores de ladrões e mercenários. Claro que existe isso e muitos se beneficiarão disso sobre a fé do povo, mas não é isso meu foco nesse estudo. Todo Pastor é digno de salário no trabalho Cristão (1Tm 5.8) “Os presbíteros que governam bem sejam estimados por dignos de duplicada honra, principalmente os que trabalham na palavra e na doutrina”. Dupla honra ou dobrado honorários.

    Queridos, não chamem de dízimo, mas ele é um referencial nosso e com segurança digo que o Cristão deve contribuir muito mais do que 10%, pois no NT as referências mostram que os Cristãos davam muito mais que isso. Eu continuo contribuindo com todo amor os 10%, mas chamo de oferta, conforme nos ensina o Novo Testamento! Aqueles que muito condenaram o dízimo e ofertam migalhas a obra de Deus e acham que muito fazem, não dizimem, literalmente como está escrito na Lei e era atribuído aos Judeus e ficou pra trás na Velha aliança, mas agora Jesus prova os corações dos homens, pois demanda da sua vontade dar com Alegria, Generosidade e Proporcionalidade do que ganha. Como disse lá no princípio, eu defendia o dízimo e muito estudei para chegar nessa conclusão do estudo e no fim reconheço que errei em defender a LETRA do dízimo, mas termino com o mesmo coração limpo e alegre, pois essa liberdade de Cristo não mudou a intenção de meu coração, continuo contribuindo com os 10% como oferta e acho que deveria mais! Algumas pessoas jamais vão se desprender da Avareza, vão achar todas as formas e subterfúgios para burlar a lei de Deus, não podem compreender e nem vão abrir seus corações para isso! Mais do que qualquer dinheiro, existe os Princípios de Deus que não podem ser quebrados, o mesmo princípio antes e hoje se fundem, um pela Lei da obediência e a outra obediência pela Graça, uma vez corrompido e endurecido o coração, existirão milhares de formas de não cumprir as palavras do Senhor. Jesus abençoe a todos.

    • O CLAMANDO, DESESPERADO PELO POVO ESTAR CONHECENDO A FARSA QUE É O DÍZIMO ENSINADO E EXIGIDO PELA RELIGIÃO EVANGÉLICA, ESTÁ COM MEDO DE TER QUE TRABALHAR…

      AGORA, PARA TRISTEZA E REVOLTA DELE, VAMOS POR EM PERSPECTIVA OS PRINCIPAIS PONTOS DO SEU HERÉTICO TEXTO EM FAVOR DESSA PRÁTICA ABUSIVA QUE É O DÍZIMO:

      _________________________________________________________________________

      1 – clamando diz: “Se Jesus sabia que o Dízimo, por exemplo, seria alguns dias mais tarde abolido com sua obra, por que ele não deu diretrizes para seus discípulos? Pois se ele não exigiu o Dízimo de sua Igreja, e nem assim seus discípulos-apóstolos, ELES também não proibiram a sua prática. Portanto, não se constrói uma Doutrina ( a abolição do Dízimo) no silêncio das Escrituras do Novo Testamento, ainda que por inferência.”

      resposta: Se Jesus não aboliu o dízimo alguns dias antes de Seu sacrifício, então porque Ele não aboliu a circuncisão alguns dias antes também??? Só por essa pergunta, o argumento do texto copiado do clamando já fica ineficaz. Jesus não falou contra o dízimo, pois enquanto Ele vivia fisicamente entre nós, estava debaixo da lei de moisés (gálatas 4:4) e tinha de cumpri-la, pois veio para cumpri-la. (mateus 5:17). O dízimo era mandamento da lei de moisés e Jesus não poderia ser contra o dízimo enquanto não fizesse o Sacrifício na Cruz… da mesma forma Jesus não aboliu a circuncisão, não aboliu o sábado enquanto o Seu sacrifício ainda não havia sido realizado na cruz para abolir toda a lei de moisés:

      ” tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós e que constava de ordenanças, o qual nos era prejudicial, removeu-o inteiramente, encravando-o na cruz;” (colossenses 2:14)

      “Porque o fim da lei é Cristo, para justiça de todo aquele que crê.” (Romanos 10:4)

      E sobre a alegação de que “não se constrói uma Doutrina ( a abolição do Dízimo) no silêncio das Escrituras do Novo Testamento, ainda que por inferência.”

      Curioso que o apóstolo Paulo diz categoricamente que: “Vocês sabem que não deixei de pregar a vocês nada que fosse proveitoso, mas ensinei tudo publicamente e de casa em casa…Portanto, eu declaro hoje que estou inocente do sangue de todos. Pois não deixei de proclamar a vocês toda a vontade de Deus.” (atos 20:20 e 26-27)

      Se Paulo afirma que tudo que era proveitoso, e toda a vontade de Deus ele, Paulo havia ensinado, e que por isso estava inocente do sangue de todos, porque ele jamais menciona o dízimo em suas epístolas? claramente vemos que o dízimo portanto não tem nada a ver com o mandamento de Deus para os Cristãos.

      _________________________________________________________________________

      2 – clamando diz: “Quer dizer que há base Bíblica no Novo Testamento para a prática do Dízimo? Sim! E não só no NT, mas também no próprio AT, e melhor, fora dos ditames da Lei de Moisés! Vejamos:E os que dentre os filhos descendentes de Levi receberam o sacerdócio têm ORDEM, com base na Lei de Moisés, para tomar de seus irmãos, o povo de Israel, o Dízimo, ainda que eles tenham saído dos lombos de Abraão. Mas, Melquisedeque, cuja genealogia não foi contada entre os sacerdotes levitas, tomou o dízimo de Abraão, e abençoou o que tinha as promessas… Neste mundo, pois, tomam dízimos homens que morrem; mas Melquisedeque, tomou o dízimo de Abraão, porém, não temos o relato de sua morte. Isto quer dizer que ele Vive! E assim, por meio de Abraão, até os descendentes de Levi, que recebe dízimos do povo, pagou também o dízimo a Melquisedeque! (Hebreus 7.4-9).”

      resposta: Em primeiro lugar, cabe uma observação que passa despercebido a imensa maioria dos leigos evangélicos… no novo testamento, realmente o unico lugar que há menção de dízimo é na epístolas aos hebreus… nenhum outro livro do novo testamento trata desse assunto, de atos até apocalipse, a não ser a epístola de hebreus…

      E porque somente a epístola de hebreus no novo testamento menciona o dízimo? porque somente os hebreus (judeus), tinham o mandamento de dizimar… o autor das demais epístolas jamais menciona o assunto dízimo porque os habitantes dessas localidades não eram judeus em sua maioria (romanos, tessalonissenses, efésios, coríntios, filipenses etc… ) e não tinham o hábito de dar o dízimo de suas colheitas e animais. Se o dízimo fosse mandamento cristão, porque nessas demais epístolas Paulo e demais apóstolos nunca mencionam sequer o dízimo? o que prova que dízimo não tem nada a ver com mandamento do cristianismo.

      Retornando agora especificamente ao livro de hebreus, que foi uma epístola endereçada diretamente aos judeus, há a menção de dízimo no capítulo 7, mas trata-se apenas de uma menção, e não ordenança de que se de dízimo. Infelizmente, os que querem fundamentar a heresia de dízimo no novo testamento pegam somente o versículo de hebreus 7:8, ou quando muito utilizam hebreus 7 do versículo 4 ao 9… (caso do clamando), mas porque os defensores de dízimo não convidam os incautos a lerem TODO O CAPITULO 7 DE HEBREUS? vamos agora reproduzir os textos omitidos, a partir do versículo 10:

      “Porque aquele ainda não tinha sido gerado por seu pai, quando Melquisedeque saiu ao encontro deste.Se, portanto, a perfeição houvera sido mediante o sacerdócio levítico (pois nele baseado o povo recebeu a lei), que necessidade haveria ainda de que se levantasse outro sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque, e que não fosse contado segundo a ordem de Arão?Pois, quando se muda o sacerdócio, necessariamente há também mudança de lei.Porque aquele de quem são ditas estas coisas pertence a outra tribo, da qual ninguém prestou serviço ao altar;pois é evidente que nosso Senhor procedeu de Judá, tribo à qual Moisés nunca atribuiu sacerdotes.E isto é ainda muito mais evidente, quando, à semelhança de Melquisedeque, se levanta outro sacerdote,constituído não conforme a lei de mandamento carnal, mas segundo o poder de vida indissolúvel.Porquanto se testifica: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.Portanto, por um lado, se revoga a anterior ordenança, por causa de sua fraqueza e inutilidade” (hebreus 7:10-18)

      E porque os defensores de dízimo no NT só querem que vc leia até o versículo 9 de hebreus 7? porque quando continuamos a leitura vemos que o dízimo, assim como toda a lei de moisés foi abolida, pois o sacerdócio de Cristo é superior ao dos sacerdotes levitas, que sobreviviam dos dízimos, que sempre foram alimentos, e não dinheiro. Jesus não precisa de alimentos físicos, e o alimento dos levitas era o dízimo.

      _________________________________________________________________________

      3 – clamando diz: “Pois quando o cristão Abraão pagou o Dízimo ao sacerdote Melquisedeque (Gênesis 14.20), ele o fez quando ainda não havida sido instituído a Lei de Moisés, ou seja, antes do Dízimo se tornar uma prática obrigatória.”

      Resposta: Não há nenhuma referencia bíblica para afirmar que Abraão era Cristão, visto Jesus Cristo só ter sido revelado a humanidade centenas de anos mais tarde. Abraão não era seguidor de Cristo, para ser classificado como cristão como o clamando quer fazer parecer, distorcendo as escrituras. Essa é apenas mais uma de suas mentiras, da mesma forma quando disse que jacó deu dízimo a um anjo, mas até hoje não conseguiu mostrar isso na bíblia.

      outra coisa que é necessário deixar claro… abraão não era esse “dizimista fiel” que tentam fazer parecer… Abraão deu a décima parte apenas dos despojos que tomou na guerra contra os reis (genesis 14:20) e não de toda a sua riqueza anteriormente acumulada (genesis 13:2)

      “Considerai, pois, como era grande esse a quem Abraão, o patriarca, pagou o dízimo tirado dos melhores despojos.” (hebreus 7:4)

      portanto, biblicamente comprovado que Abraão não dizimou de sua riqueza pessoal como os que deturpam as escrituras com essa mentira do dízimo para cristãos, e sim somente do que tomou na guerra que venceu.

      E sobre dízimo ser anterior a lei por causa de abraão é necessário lembrar que a circuncisão também é anterior a lei de moisés, e ainda por cima, era obrigatória e foi praticada por abraão:

      “”De sua parte”, disse Deus a Abraão, “guarde a minha ali­ança, tanto você como os seus futuros descendentes.Es­ta é a minha alian­ça com você e com os seus descendentes, aliança que terá que ser guardada: Todos os do sexo masculino entre vocês serão circun­cidados na carne.” (genesis 17:9-10)

      Agora fica evidente mais uma contradição evangélica… Anteriormente a lei de moisés Abraão deu dízimo tirado dos despojos por livre vontade, e por isso a religião evangélica diz que o dízimo é obrigatório, mas a circuncisão que Abraão fez antes da lei de moisés e era obrigatória, ordenada por Deus, por outro lado, a religião evangélica diz que não precisa ser observada…

      Contradição… a gente vê na religião evangélica!

      _________________________________________________________________________

      4 – clamando diz: ” Jesus pagou voluntariamente o imposto do Templo de Jerusalém e apoio o imposto devido à César…”

      resposta: Gostaria de saber aonde na bíblia vc viu Jesus pagando imposto de templo de Jerusalém, pois não tenho conhecimento de tal fato. Jesus por outro lado, não ficou só no “apoio” ao imposto devido a césar como vc alega… Ele efetivamente pagou o imposto de césar, dando exemplo:

      “Tendo eles chegado a Cafarnaum, dirigiram-se a Pedro os que cobravam o imposto das duas dracmas e perguntaram: Não paga o vosso Mestre as duas dracmas?Sim, respondeu ele. Ao entrar Pedro em casa, Jesus se lhe antecipou, dizendo: Simão, que te parece? De quem cobram os reis da terra impostos ou tributo: dos seus filhos ou dos estranhos?Respondendo Pedro: Dos estranhos, Jesus lhe disse: Logo, estão isentos os filhos.Mas, para que não os escandalizemos, vai ao mar, lança o anzol, e o primeiro peixe que fisgar, tira-o; e, abrindo-lhe a boca, acharás um estáter. Toma-o e entrega-lhes por mim e por ti.” (mateus 17:24-27)

      _________________________________________________________________________

      5 – clamando diz: “sabendo ainda que não há nenhum texto em toda a Bíblia que proíba a prática do Dízimo, porquê então você (ou eu) não DEVEMOS pagar o dízimo? Porque somos MELHORES do que eles? Pense nisso!”

      resposta: realmente não há texto na bíblia que se proiba o pagamento de dízimo, mas aonde o dízimo é pago em dinheiro, visto o dízimo sempre estar relacionado a alimentos, e não em dinheiro, que já existia naquela época? essa é uma questão que já põe a farsa do dízimo em dinheiro em contradição, a segunda é que se não há proibição, da mesma forma não há obrigação, e ninguém perderá a salvação por não se submeter a esse ensino distorcido acerca do dízimo da lei de moisés.

      E aonde somos melhores dos que os que estavam debaixo da lei de moisés, que tinham por ordenança o pagamento do dízimo das colheitas e animais? pois na nova aliança em Cristo, somos superiores:

      “Em verdade vos digo: entre os nascidos de mulher, ninguém apareceu maior do que João Batista; mas o menor no reino dos céus é maior do que ele.” (mateus 11:11)

      Ou seja, mesmo joão batista, homem exemplar, mas que estava debaixo da velha aliança, é considerado menor do que o menor que está debaixo da nova aliança em Cristo, ou seja, nós cristãos.

      A nova aliança (novo testamento), é superior a velha, que exigia guarda dos sábados, o não consumo de carne de porco e pagamento dos dízimos das colheitas e animais, mas em Cristo Jesus não temos que observar os mandamentos da lei de moisés.

      pensei nisso, e conclui que as suas alegações clamando, não resistem a um exame mais atento das escrituras, sinto muito, mas cada vez mais pessoas estão descobrindo a verdade sobre a farsa do dízimo evangélico, e portanto, sugiro que vc comece a procurar um emprego, pois é biblico:

      “Porque, quando ainda convosco, vos ordenamos isto: se alguém não quer trabalhar, também não coma.” (2Tessalonicenses 3:10)

      biblicamente comprovado: “dízimo, a maior mentira da religião evangélica”

  5. Daqui a pouco o diabo vai procurar uma igreja para fazer uma corrente e se libertar do STARDUS.
    nem o diabo aquenta, TANTA IDIOTICE EM UM CARA SÓ.
    esse camarada e doente mesmo.
    por isso não consegue arrumar nem mulher feia.
    nem a mais desesperada aguentaria isso.

  6. Credibilidade é uma coisa que os responsáveis por esse site não conhecem!
    Ao invés de “Gospel +” deviriam utilizar ” – (menos)Gospel”.
    A maioria das notícias aqui, são “alfinetando” as instituições evangélicas e principalmente a Universal. Se já não bastasse o trabalho que a mídia (Globo & Cia.) faz para distorcer o trabalho realizado pela IURD, também temos os “irmãos” que ajudam essa mídia mentirosa, manipuladora e com interesse apenas em fins lucrativos.
    Parabéns a vocês, responsáveis pelo site, de onde deveria ser portal de notícias com VERACIDADE, mas aqui vemos que, pouco se importa em saber se o que estão divulgando por ai é verdade ou não, porque devem estar desesperados apenas por números e não por verdades.

  7. O povo vão ficar orando sobre as pedras do templo de Macedo.
    Outra idolatria

    Agora pergunto.
    “Qual é a diferença de idolatra ídolos?”

    Acho que já vi essa frase em algum lugar. kkkkk

    • E meu amigo!eu acho que vc nao le a Biblia!vai la medita na palavra e depois critica!vc deve ser adepto ao camdoble deve amar as novelas da.globo e no mínimo deve ter feito inscrição no BBB.KKKK

      • Não leo, eu não suporto novelas, não assisto a rede esgoto, e não chamo as entidades malignas como a universal faz, evocando pra manisfestar.

        Somente critico a hipocrisia desses lideres da universal que exploram os pobres. Não tem limites para macedo e seus bispos explorar os fieis até o último centavo.

        Dar 10 milhões para os pobres ele é capaz de dizer que não tem,mas puxa o saco e doar dinheiro para esses políticos corruptos do PT ai sabe abrir a mão.

        Acreditava nesses homens, hoje não passam de falsos profetas enganadores.

    • Acho interessa que em pleno seculo 21,as pessoas acreditam em papai noel,acreditam em coelhos que bota ovos de chocolate,acreditam que Jesus nasceu em 25 de dezembro,acreditam em cada lorotas!vivemos na epoca modernas,mas as pessoas continua acreditando em tantas mentiras que a midia publica!ta na hora dessas pessoas comprar um despertador mais moderno!pare de viverem na antiguidade!O povo sofre por falta de conhecimento.SABE DE NADA INOCENTES
      kkkk

  8. Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, Me odiou a Mim. Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu; como, todavia, não sois do mundo, pelo contrário, dele vos escolhi, por isso, o mundo vos odeia. João 15.18,19

  9. Bem-aventurados sois quando, por Minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo mal contra vós. Regozijai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; pois assim perseguiram aos profetas que viveram antes de vós. Mateus 5.11,12

  10. alguem me reponde uma coisa? o site noticias gospel, e um site evangelico ou um oficio do inferno? so coloca materias para denegrir a imagem da igreja. porque nao bota os testemunhos que a igreja tem? os viciados que foram recuperados? o trabalho social que a igreja realiza? so Deus!!

  11. Edir Macedo ai de ti fariseu, ai de ti que blasfema contra o meu Espírito! Com a mão ajuntaste e não é para ti e com palavras persuadistes as multidões para a sua propria condenaçâo. Eis que o teu reino não ficará de pé e o teu templo (não meu) não ficara pedra sobre pedra! Eis que tens contristado o meu Espírito e a tua lingua conduziu muitos a perversão agora você vai beber o vinho da minha ira porquanto se levantaste e disseste não serei como Abrãao mas serei mais que Deus diante deste povo, porquanto em teu coração se engrandeçestes eis que Eu o Senhor farei com que a tua vergonha seja exposta e verão quem tu és, assim farei eu que não brinco de ser Deus, eu que abato os altivos e principes das sinagogas de pensamento perverso e levanto do monturo o abatido e necessitado para se assentar entre os principes dessa terra. A gloria que construistes para ti se tornara em desolação e eu mostrarei que com o meu Espírito não se brinca. Você vai pagar pelo sangue dos inocentes quando repousa sobre ti o mesmo espirito que repousava sobre Hitler. Acaso eu deixaria que brincassem com o meu Santo nome e me esconderia? Eis que näo vai ficar pedra sobre pedra deste teu reino e näo meu, o teu imperio chega ao fim…Aguarde e verás!!!
    Assim diz o SENHOR.

  12. Bom mas uma coisa tenho que concordar com o Clamando,O Stardust faz comentários interessantes,mas quando feita uma pergunta a ele que ele não saiba responder ou a outra pessoa está certa ele não tem humildade pra dizer “vc tem razão”,ele muda o foco do comentário,responde algo nada a ver para mudar para outro assunto que é sempre o mesmo dizimo e Universal.Sempre foge de responder muitas coisas.

  13. STARDUST as pessoas que criticam vc, é que não aceitam as verdades, e o maior medo dos lideres religiosos e perder o dinheiro do povo.
    cara eu sou da universal e trabalho em uma emissora, e sei de tanta sujeira, que se as pessoas sobessem elas ficariam escandalizadas. Só de uma atentada pelo o processo que o bispo macedo e o onorilton estão respondendo a respeito da tv, que da pra ter uma ideia do que aconcetece.

    • joão

      Sim, os lideres tem medo que os incautos se deem conta dos enganos doutrinários e vejam o que acontece. Essas sujeirada dos bastidores da iurd/record já foram mostradas pela globo, nos anos 90… só continua na iurd quem quer ficar rico com as promessas deles.

  14. Por incrível que pareça, gostei desse comentário, “RPN disse: 4 de agosto de 2014 ás 3:18 pm
    Ah então quer dizer que a Dilma é a Rainha de Sabá as avessas! Não trouxe presente nenhum para o “”rei”” do templo de soladrão e levou 10 milhões na bolsa.”

    “E, quando Jesus ia saindo do templo, aproximaram-se dele os seus discípulos para lhe mostrarem a estrutura do templo.
    Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derrubada” Mateus 24:1-2.

    “E disse-lhes: Quando vos mandei sem bolsa, alforje, ou alparcas, faltou-vos porventura alguma coisa? Eles responderam: Nada” Lucas 22:35.

    A palavra de Deus diz, “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” Mateus 6:33. Até parece que tem gente que acha, (mas buscai primeiro as demais coisas, aí o reino de Deus é acrescentadas).

  15. Que me desculpem, mas não creio na sinceridade do Macedo e nem dos seus liderados. sou crente em Jesus, frequentei a IURD, por alguns dias, são tantos amuletos que dá pra encher mãos, mais parece um bando de ciganos.

  16. Interessante o final da notícia: a Universal – ou Macedo – contra-atacam, dizendo que a notícia é mentirosa ( ou seja, o conteúdo da notícia, a tal da suposta doação ), alertando para não se acreditar em tudo o que se lê na Internet, sem no entanto citar pessoas, e o cara do site se limita a fazer sua defesa da “liberdade de imprensa, liberdade de informar, liberdade de expressão”, prerrogativa sei lá do quê, “interesse social”, embalado num belo discurso, em vez de reafirmar ou reforçar a informação passada ( da tal doação ), endossando a veracidade do que tenta informar, o que seria o alvo do questionamento da igreja. Se ele não provou a afirmação, esta me pareceu uma saída pela tangente.

  17. Por mais que eu me esforce que O SENHOR Deus Altissimo Confie Em Mim, Ele Me Adverte Me Dizendo > Agora, Pois, Meu Filho, Ouve a Minha Voz Naquilo Que Eu Te Escrevo.( GÊNESIS 27:8.)
    > Eis que nos seus servos não confia e nos seus anjos atribui imperfeição. ( JÓ 4:18.) E Você é 1 Servo Onde Deus Pode Confiar Em Você!, os seus ensinamentos para que você seja aprovado em tudo, é certo que este meu comentário pode não condizer com está matéria, e sim minha participação com este participado nesta participação!. o Amém! é concordância com alguns comentários, pois eu não vi, o Amém! neles!

DEIXE UMA RESPOSTA