Boato sobre tumor cerebral do papa Francisco causa alvoroço entre católicos; Vaticano nega

54

A divulgação de uma matéria por um jornal italiano alegando que o papa Francisco teria um tumor benigno no cérebro causou alvoroço entre os católicos na última quinta-feira, 22 de outubro, e obrigou o Vaticano a desmentir a informação.

De acordo com o diário Quotidiano Nazionale, o pontífice católico vinha sendo atendido pelo médico japonês Takanori Fukushima, um especialista com reconhecimento mundial por seu trabalho na área de tumores cerebrais e aneurismas.

Na matéria, o jornal aponta que “provavelmente no final do mês de janeiro”, Fukushima teria ido ao Vaticano de helicóptero para fazer uma avaliação da saúde do papa, e teria encontrado uma pequena mancha escura nos exames, o que indicaria um tumor benigno tratável.

O boato se espalhou rapidamente entre os meios de comunicação e causou alvoroço entre fiéis católicos, obrigando o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, a se pronunciar oficialmente, negando a informação.


“A circulação de uma notícia completamente infundada sobre a saúde do Santo Padre por um jornal italiano é gravemente irresponsável e não merece atenção”, afirmou, de acordo com informações das agências de notícia internacionais. “Além disso, como é claramente evidente, o papa continua sua atividade bastante intensa de forma totalmente normal”, acrescentou.

Mesmo com a negativa do Vaticano, o jornal italiano manteve a notícia, afirmando ter certeza da informação. Uma informação da agência italiana de notícias ANSA reiterou parte da publicação do jornal, confirmado que o médico japonês viajou ao Vaticano de helicóptero para consultar o papa.

O diretor do jornal, Andrea Cangini, comentou que já esperava o desmentido por parte da Santa Sé: “Escrevemos hoje, baseando-nos em fontes seguras, que o papa Francisco tem um tumor no cérebro e até ontem perguntamo-nos se seria lícito violar de forma tão evidente a privacidade de um homem”, escreveu Cangini, que assinou o editorial do diário.

Alheio às especulações e desmentidos, o papa dirigiu sua audiência geral semanal diante de dezenas de milhares de pessoas na Praça de São Pedro, sem mencionar direta ou indiretamente qualquer coisa relacionada à publicação sobre sua suposta doença.

54 COMENTÁRIOS

  1. Normal, vírgula.

    Já de algum tempo venho comentando em casa que ele anda cada vez mais trôpego, que os que o auxiliam, estão sempre alertas.

    O papa não é mais aquela pessoa que ingressou, é visível a mudança.

    Se brincar, estão envenenando o papa como fizeram com os dois João Paulo. E não é questão de idade, não. Nada a ver. A confirmação de apocalipse 11, as duas testemunhas previstas ali, ele o bento, mortos na grande praça. Ou seja, inativos.

    • Verdade e ele não é tão idoso assim,catolicos alvoroçados?rapaz já pensou se João Paulo II ressucita?como alguns dizem,a besta e o falso profeta teria milhões de adeptos quase que instantaneamente.

        • Desde 1517 sempre tem um “evangelico” falando que o papa ou o proximo eleito é a besta do anticristo. Tal acusação so mostra falta de conhecimento e falta de boa fé.
          Que tedio e que apego ao falso testemunho que estes acusadores possuem

          • Lopes,

            É mesmo, meu caro, que mania de falso testemunho.

            Papas tão gente fina, papas tão gentis, papas sociais, papas humanos, papas cristãos, papas de Deus, mas os evanjegues vivem a falar mal dos coitadinhos, dos santinhos, dos bonzinhos filhos de Deus.

            E não são apenas eles, os historiadores também, Todos sem exceção ficam falando mal, vão arder todos no mármore do inferno esses papas, digo, esses caluniadores dos zomi de deus, das pontes de deus.

            Tô contigo e não abro. Nós tem mais é que falar desses faladores mermo. Tá combinado, meu irmão. Querem falar? Vão falar dos islamitas, dos judeus…deixe os papinhas de lado, santos papinhas.

          • “Reconhecemos – como devemos – que muito do que os papistas [católicos] dizem é verdade: que o papado possui a Palavra de Deus e o ofício dos Apóstolos, e que recebemos as Sagradas Escrituras, o Batismo, o Sacramento e o púlpito deles. O que saberíamos nós acerca disso se não fosse por eles?’’ (Martinho Lutero, Sermão sobre o Evangelho de São João, cap 14 a 16, pregado em 1537; “Obras de Lutero’’, Vol 24, Sn. Louis. Mo.: Concórdia, 1961, pag. 304)

          • Izabelle,

            Lutero, se disse tal torpeza, o fez quando católico.

            As santas escrituras não são obra dos italianos, sim dos judeus.

            Pare com mentiras.

            Os italianos perseguiram os judeus, e deles tiraram até o culto.

            Eles querem legitimar os séculos infindáveis que imperam o mundo dizendo que é de suas entranhas, quando sequer foram capazes de trazê=la, do contrário, a esconderam sob sete chaves;

            Ninguém deve nada a igreja católica, ela é que deve ao mundo e a Deus, pois não passa de uma extensão do império romano ladrão, cruel e implacável. coisas que ela muito herdou. Era pra ficar apenas com o Cristo, mas não. Morte, roubos, enganações, tudo do império.

          • “Se os protestantes têm tão grande apreço pelas Escrituras, deveriam agradecer aos mosteiros católicos que as preservaram por séculos.” (Hermes C. Fernandes)

          • Izabelle

            Os mosteiros esconderam a bíblia, isso sim. Tanto é verdade que os bispos e padres quando da revolta protestantes, sequer sabiam uma vírgula dela.

            Tua igreja escondeu pra evitar que o povo lesse, consequentemente passasse a contestá-la.

            Italianos espertos, esses do império e depois os da tua igreja.

          • “A Igreja medieval num dexava nóis lê a Briba”, O Catequista.

            “110. A Igreja alguma vez já proibiu a leitura da bíblia?”, Pe. Paulo Ricardo.

            “A Igreja proibiu a leitura da Bíblia?”, Universo Católico.

            “A Igreja Católica proibiu a leitura da Bíblia?”, Apologistas Católicos.

            “As contribuições católicas para a Bíblia”, Veritatis Splendor.

            “Learn The Truth: Martin Luther Did Not Love The Bible, He Hate The Bible’’, Thomas King.

            “Corrupção e Mutilação das Bíblias Protestantes’’, Fim da Farsa.

            “O que o protestantismo omite sobre a Bíblia”, Fim da Farsa.

            “Mentelin-Bibel”, Wikipédia.

            “Johannes Mentelin Issues the First Edition of the Bible in a Modern Language”, History of Information.

            “As frases de líderes protestantes”, Veritatis Splendor.

            “A Bíblia Católica é a única que não é mutilada”, O Catequista.

            “Nada cai do céu. Nem a Bíblia!”, O Catequista.

          • Como a Igreja Católica tratava a Bíblia

            Nos dias de hoje, no mundo democrático em que vivemos, a Igreja Católica Romana libera a leitura da Bíblia aos seus fieis, incluindo em língua vernácula (embora ainda não libere o livre exame). Porém, a intensificação da leitura bíblica e o apego a essa prática não se deu senão após a Reforma Protestante, que buscava nas Escrituras a verdade apostólica e passou a apoiar a leitura da Palavra de Deus. 

            O mundo, enquanto sob o jugo da Igreja Romana, vivia em trevas. O povo, sem as divinas Escrituras traduzidas em sua língua. E o clero, cada vez mais explorando a ignorância deste povo. Neste artigo, iremos passar algumas evidências irrefutáveis de que a Igreja Católica proibiu a leitura da Bíblia e lutou ao máximo contra a divulgação dela. Começaremos com o Concílio de Tolosa (1229), que categoricamente declarou:

            “Proibimos os leigos de possuírem o Velho e o Novo Testamento… Proibimos ainda mais severamente que estes livros sejam possuídos no vernáculo popular. As casas, os mais humildes lugares de esconderijo, e mesmo os retiros subterrâneos de homens condenados por possuírem as Escrituras devem ser inteiramente destruídos. Tais homensdevem ser perseguidos e caçados nas florestas e cavernas, e qualquer que os abrigar será severamente punido” (Concil. Tolosanum, Papa Gregório IX, Anno Chr. 1229, Canons 14:2)

            Os leigos eram proibidos de lerem as Escrituras Sagradas em sua própria língua e até mesmo de possuir a Bíblia. Tais homens que tivessem uma Bíblia em casa deveriam ser condenados, caçados, inteiramente destruídos, perseguidos e caçados nas florestas e cavernas. 

            Nesta época de trevas, a Igreja Católica, a serviço de Satanás, lançava dura perseguição contra o povo de Deus que se apegava às Escrituras, que tinha que buscar locais de esconderijo em retiros subterrâneos para poderem ler a Bíblia, mas a Igreja Católica ordenava caçar e perseguir tais homens até nas cavernas ou em qualquer outro lugar, até serem destruídos por completo. 

            Nenhuma perseguição à Bíblia feita por um não-cristão em toda a história da humanidade se comparou a perseguição elaborada pela Igreja Católica, nem mesmo a de Diocleciano ou a de Voltaire. O Papa Pio IX definia a aversão da Igreja à leitura da Bíblia nestas palavras:

            “A leitura da Bíblia é um veneno!” (Papa Pio IX, Si II 8.12.1964)

            Em 1864 confirmou sua posição, dizendo:

            “A propagação da Bíblia é uma peste!”(Sillabus, 8-12-1864)

            E em sua Encíclica “Quanta Cura”, ele declarou que as sociedades bíblicas eram pestes que deveriam ser destruídas por todos os meios possíveis:

            “Socialismo, comunismo, sociedades clandestinas, sociedades bíblicas… pestes estas devem ser destruídas através de todos os meios possíveis”(Papa Pio IX, em sua Encíclica “Quanta Cura”, Título IV, 8 de Dezembro de 1866)

            A leitura da Bíblia era absolutamente proibida aos leigos e considerada como sendo uma peste:

            “Essa peste (a Bíblia) assumiu tal extensão, que algumas pessoas indicaram sacerdotes por si próprias, e mesmo alguns evangélicos que distorcem e destruíram a verdade do evangelho e fizeram um evangelho para seus próprios propósitos… elas sabem que a pregação e explanação da Bíblia são absolutamente proibidas aos membros leigos” (“Acts of Inquisition, Philip Van Limborch, History of the Inquisition”, cap. 08)

            Wycliffe, que lutou fortemente pela restauração do evangelho bíblico e chegou até a elaborar uma tradução das Escrituras para tirar o povo das trevas, foi chamado de pestilento canalha de abominável heresia, por ter lutado em prol da divulgação da leitura bíblica pelos leigos:

            “O pestilento canalha de abominável heresia, que inventou uma nova tradução das Escrituras em sua língua materna”(Condenação de Wycliffe pelo Concílio de Constança, em 1415)

            As decisões dos concílios eram claras: a leitura da Bíblia era proibida aos leigos, mas, enquanto a Bíblia era um livro proibido, as “Horas da Bem-aventurada Virgem” era permitido:

            “Proibimos ainda que seja permitido aos leigos possuir os livros do Velho e Novo Testamento, êxito o Saltério, ou o Breviário para dizer o Ofício divino, ou as Horas da Bem-aventurada Virgem a quem as desejar ter por devoção; porém proibimos estritamente que esses livros sejam em língua vulgar” (Concílio de Tolosa, 1229, cap. 14)

            Em outra encíclica do papa Pio IX, ele reitera a proibição da leitura da Bíblia em língua vulgar, por sanção geral de toda a Igreja:

            “Nas regras que foram aprovadas pelos Padres designados pelo Concílio Tridentino, aprovadas por Pio IV e antepostas ao Índice dos livros proibidos, lê-se por sanção geral que não se deve permitir a leitura da Bíblia publicada em língua vulgar” (Pio IX, Encíclica Inter praecipuas, 16 de Maio de 1844)

            O papa Leão XII também se revoltou contra aqueles que tentavam trazer ao povo a tão sonhada leitura da Bíblia em sua própria língua:

            “Não se vos oculta, Veneráveis Irmãos, que certa Sociedade vulgarmente chamada bíblica percorre audazmente todo o orbe e, desprezadas as tradições dos santos Padres, contra o conhecidíssimo decreto do Concílio Tridentino [v. 786], juntando para isso as suas forças e todos os meios, tenta que os Sagrados Livros se vertam, ou melhor, se pervertam nas línguas vulgares de todas as nações” (Leão XII, Encíclica Ubi primum de 5 de Maio de 1824)

            O papa Pio VII reitera que não somente ele, mas também os seus predecessores avisavam constantemente que a leitura da Bíblia ao povo é mais um dano do que algo útil, e a única versão permitida era a Vulgata Latina:

            “Porque deverias ter tido diante dos olhos o que constantemente avisaram também os nossos predecessores, a saber: que se os sagrados Livros se permitem correntemente e em língua vulgar e sem discernimento, disso há de resultar mais dano que utilidade. Ora, a Igreja Romana que somente admite a edição Vulgata, por prescrição bem notória do Concílio Tridentino (ver 785 s), rejeita as versões das outras línguas” (Pio VII, carta Magno et acerbo, 3 de Setembro de 1816; Denzinger # 1603)

            Como a Vulgata estava escrita em latim e praticamente a totalidade do povo da época não entendia nada deste idioma (alguns mal sabiam a sua própria língua, quanto menos o latim!), então eles astutamente permitiam somente esta versão da Bíblia, porque o povo não entendia nada do que estava escrito.

          • Hereges são os da tua laia (1 João 2,19). Chegastes tarde demais! Nascestes muito tarde para pretenderdes ser Igreja de Cristo.

            “Irmãos, naquela época não tinha igreja protestante. Glória a Deus, aleluia! Vamos aprender dos nossos pais [padres da Igreja Católica].” – Ana Paula Valadão.

          • “Não fales aos ouvidos do insensato porque ele desprezaria a sabedoria de tuas palavras.” (Provérbios 23,9)

            “Instruir um insensato é tornar a ajustar um vaso quebrado; falar a quem não ouve é como despertar alguém de um sono profundo. Falar da sabedoria com um insensato é conversar com alguém que está adormecendo; no fim da conversa ele dirá: Que é? Chora sobre um morto, porque ele perdeu a luz; chora sobre um tolo, porque é falho de juízo. Chora menos sobre um morto, porque ele achou o repouso; a vida criminosa do mau, porém, é pior do que a morte. O luto por um morto dura sete dias, mas por um insensato e um ímpio, dura toda a sua vida. Não fales muito com um estulto; não convivas com o insensato. Acautela-te contra ele, para não seres incomodado; e não te mancharás com o contágio de seu pecado. Afasta-te dele: encontrarás repouso, e a sua loucura não te causará mágoa. O que há de mais pesado que o chumbo? E que outro nome dar-lhe a não ser o de insensato? É mais fácil carregar areia, sal ou uma barra de ferro, do que suportar o imprudente, o tolo e o ímpio.” (Eclesiástico 22,7-18)

          • Creio em um só Deus, Pai Todo-Poderoso, criador do céu e da terra, de todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigênito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos. Deus de Deus, luz da luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação, desceu dos céus, e se encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria, e se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos, padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as escrituras, e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai. E de novo há de vir, em sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o seu reino não terá fim. Creio no Espírito Santo, Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado; Ele que falou pelos profetas. Creio na Igreja, una, santa, católica e apostólica. Professo um só batismo para a remissão dos pecados, e espero a ressurreição dos mortos e a vida do mundo que há de vir. Amém.

          • De santo vocês não tem nada,os bebem cachaça e matam as mulheres,essas vão pros bailes da vida para trair os maridos,os jovens ficam nos pancadoēs usando drogas,que povo é esse o seu?

          • Aff, não merece nem resposta! Não nos meça com a sua régua, santarrão! Talvez você esteja descrevendo a sua quebrada, pela “riqueza” nos detalhes. Nos últimos anos, é de se notar que quanto mais cresceram as seitas de esquina, cresceu também, concomitantemente, a violência e a dissolução. Nas quebradas só dão os lobos em pele de cordeiro que exploram os mais pobres por palavras cheias de astúcia (2 Pe 2,3). E quanto a mulher traindo é o que mais tem, pois nessas seitas admite-se o adultério, i.e., o re-casamento. Vós sois, pelo que se percebe, sal insípido (Mt 5,13) – e que contamina a terra. Sois a causa do caminho da verdade ser caluniado (2 Pe 2,2), pois em vós não há a verdade (Jo 8,44), só mentira. As vossas más conversações corrompem os costumes (1 Cor 15,33), às quais de agora em diante eu procurarei evitar (2 Tm 2,16), buscando ocupar-me com o que é de Deus (Fp 4,8). Antes encontrar uma ursa privada de seus filhotes do que um tolo em crise de loucura (Pr 17,12).

          • OS CRIMES DA IGREJA CATÓLICA

            Poucas instituições no mundo ao longo da história são responsáveis por tantos crimes e acobertamentos de crimes como a Santa Igreja Católica. O farto cardápio inclui desde mortes na fogueira a pedofilia. Para o imaginário popular, a Igreja é imaculada e se situa num patamar de santidade, portanto, imune aos pecados temporais. Isso se deve em parte à imagem que a instituição forjou ao longo dos tempos, algumas vezes cobrando preço de sangue e traumas
            irrecuperáveis.
                       Vamos aos fatos. Com a invenção das famigeradas cruzadas, os cavaleiros da fé saquearam, torturaram e mataram milhares de seres humanos. Eliminaram os homens do mau para impor a Santa Verdade. Em 1099, por exemplo, ao entrar em Jerusalém para expulsar os muçulmanos, os líderes da cruzada, massacraram 70 mil pessoas. O rei Luiz, da França, tido como um santo católico tinha uma prática mais sutil: levava os blasfemadores a pelourinhos e os matava com ferros em brasas, que transpassavam suas línguas. Segundo ele, esses não voltariam a
            blasfemar.
                        Em 1231, a Igreja fundou a sua máquina de extermínio: a Santa Inquisição. Por ela passaram quase 1 milhão de pessoas, essencialmente hereges, judeus, muçulmanos e “bruxos”. Precursor de Hitler, o religioso Diego Rodrigues Lucero queimou vivos 107 judeus convertidos ao cristianismo. Isso sem falar na cobrança de indulgências, loteamento do céu e aplicação de preços monetários para que os fiéis chegassem ao Paraíso. Tudo em nome de Deus.
                        Na Idade Média, a Igreja havia proibido que mulheres cantassem no coral das igrejas.
            Para não ficar sem as necessárias vozes sopranos, os representantes de Deus encontraram uma solução ungida: castrar jovens meninos cuja voz tenha sido considerada bela. Assim, nos corais da Santa Igreja não faltariam nunca os sopranos e contraltos.
                        Mas não é só sob o manto do passado que se esconde a ficha criminal da Santa Sé. Adaptada ao presente, o único senão é a proibição de mandar gente para a fogueira. Duas modalidades veneradas por padres atualmente são a pedofilia e o abuso sexual de mulheres. Só nos Estados Unidos, recentemente foi constatado que 1,2 mil sacerdotes teriam abusado
            de mais de 4 mil crianças. O lamaçal que envolveu 161 dioceses, desmoronou algumas delas, que tiveram que ser fechadas para pagar indenizações às vítimas. O abuso à mulheres também é comum nas paróquias mundiais. A socióloga da religião, Regina Soares Juskewicz lançou um pouco de luz nas trevas paroquiais. Num aprofundado estudo, ela analisou 21 casos de abusos dessa natureza e constatou que a prioridade da Igreja nesse tipo de crime é acobertá-lo a qualquer custo. Há até um decálogo que ensina os líderes a agir em face de abusos sexuais envolvendo padres. Nele inclui subornar a vítima em troca do silêncio,
            desqualificação pública da vítima e exaltação das qualidades do agressor, como bom prestador de serviços à comunidade. No último mandamento, a Igreja se posiciona do lado do agressor e faz todos os esforços para que o crime seja jogado no mar do esquecimento.
                         A Igreja não se importa de conviver com um rosário de pecados. O importante é não gerar escândalo. Em outras palavras: peque, mas esconda a sete chaves. O problema é que abuso de mulheres e crianças não é simplesmente pecado contra as leis divinas. É crime, sujeito a punição terrena, que inclui prisão e indenização da vítima.

                        Ainda vivo João Paulo II pediu perdão pelos “erros” da Igreja Católica ao longo dos tempos. Pronto. Num ato, a Santa Sé se redimiu para sempre com os milhões de injustiçados em séculos de história.

            FONTE:RECANTO DAS LETRAS.

          • Seu papagaio mequetrefe, encerrarei contigo de uma vez por todas!

            ☛ “AS PERSEGUIÇÕES PROTESTANTES”, Discernimento Bíblico.

            ☛ “A inquisição protestante”, Veritatis Splendor.

            ☛ “A Inquisição protestante: “reforma”, intolerância e perseguição”, Apologistas Católicos.

            ☛ “A perseguição dos católicos por franceses calvinistas”, William Thomas Walsh.

            “A INQUISIÇÃO PROTESTANTE”, Berakash.

            “Calvin’s Victims – The Protestant Inquisition I”, Atheist Resourc.

            “Inquisição protestante”, Montfort.

            ☛ “Racismo e Ku Klux Klan”, Montfort.

            “Sobre bruxas queimadas e neurônios tostados”, O Catequista.

            “Inquisição protestante”, Revista de História.

            “A terrível e cruel Inquisição Protestante e sua sanguinária caça às bruxas”, Berakah.

            “Ainda as inquisições protestantes…”, Veritatis Splendor.

            ☛ “O Mito da Inquisição Espanhola”, Youtube.

            “INQUISIÇÃO – A HISTÓRIA NÃO CONTADA (RESPOSTA AOS PROTESTANTES)”, Youtube.

            ☛ “Martinho Lutero: Os absurdos pregados pelo pai do Protestantismo Evangélico”, Ecclesia MIlitans.

            ☛ “O NAZISMO NASCEU DO PROTESTANTISMO (Inédito)”, Cai a Farsa.

            ☛ “A Difamação de Pio XII”, Joseph Sobran.

            “Embaixador de Israel elogia ajuda do Papa Pio XII a judeus”, Terra.

            “Hoje na História: 1937 – Pio XI condena nazismo alemão em Carta Encíclica”, Max Altman.

            “Luteranos reconhecem culpa com relação a Hitler. Entrevista com Stephan Linck”, Julio Severo.

            ☛ “Casos de pedofilia cometidos por pastores superam os de padres no noticiário”, Gospel Mais.

            “O ATEU e as cruzadas”, Youtube.

            “Cristãos MALDITOS e Saladino (o mito europeu)”, Youtube.

            “História da Igreja Católica – parte XX – Os Templários”, Youtube.

            ☛ “Os mitos anticatólicos sobre as Cruzadas não resistem à crítica histórica – 1”, As Cruzadas.

            “Perito desmente mitos anti-católicos sobre as Cruzadas”, Veritatis Splendor.

            “Obama é criticado por historiadores por comparar as Cruzadas com o Estado Islâmico”, Acidigital.

            “Estas são as condições que o Estado Islâmico impõe aos cristãos para permanecerem na Síria”, Acidigital.

            ☛ “Alguns mitos sobre as Cruzadas”, Thomas F. Madden.

            “O mito da minoria radical muçulmana”, Felipe Moura Brasil.

            ☛ “Exposing Martin Luther’s Love Affair With Islam”, Walid Shoebat.

            “Novas descobertas sobre as Cruzadas”, Ecclesia.

            “O que não te contaram sobre as cruzadas”, Pro Ecclesia Catholica.

            ☛ “Cruzadas, Inquisição e Guerra contra as Mulheres: é hora de derrubar mitos”, A Realidade é Cristo.

            ☛ “Idade Média, tempo de emancipação e promoção da mulher”, O Catequista.

      • Que DEUS tenha misericórdia do papa, e que ele venha pregar a verdade e não a mentira enquanto há tempo.

        Ele tem que pregar ao mundo por onde ele anda, que salvação só há em JESUS, que o único mediador entre DEUS e o homem é JESUS.
        Ele tem que pregar batismo pra arrependimento..

        Tem que dizer, que DEUS não divide a glória dele com ninguém, tem que dizer aos fiéis católicos pararem de adorar os santos de barros feito por mãos de homens ,
        Se não for assim, se ele continuar pregando a mentira, seu fim será trágico..lago de fogo e enxofre.

        • No último dia 12 de outubro.,
          2,5 milhões de cristãos no círio da virgem santíssima de Nazaré
          500 mil no santuário nacional de Maria santíssima mãe de Cristo
          25 só na minha paróquia zona norte sp
          Milhões e milhões de celebrações nas paróquias do Brasil

          O santo padre enviou sua bênção apostólica a todo o Brasil pela festa ..

          Os porcos de lutero e satanas chafrundam nos umbrais da escuridão de pavor ao ouvir o santíssimo nome da Maria santíssima é nosso senhor Jesus Cristo.,.

          Paz e bem

          • Parece que você está fazendo um relato de Meca, o rodopio de milhões na capital da Arábia. Os do Pará perdem em número, em grandeza histórica, em organização, em tudo.Vão lá em Meca aprender e lançar tudo aqui, aí sim vai ter concorrência, Por enquanto, a exibição deles lá é bem superior, incomparável até, com todo o respeito. Mas trate de alertar tua igreja, pois ela quer ser em tudo a maioral.

          • Lopes

            Como é que uma pessoa que vive fazendo a vontade do diabo, servindo a satanás que é o teu caso, tem a cara de pau de ficar dando a paz.

            vc vive na paz? vc vive na pertubação do diabo cara, olha pra tua vida, e veja se existe paz , vc é um pertubado, que vive ao contrario da palavra de DEUS.

          • Zezé,

            Na verdade ele quis dizer foi outra coisa, tipo: vá se f., vá pra p.,
            se las. morram todos, fezes pra vocês.

            É fingimento. O diabo não tem paz, finge que a tem, e que a deseja pro próximo.

  2. Todos nós um dia vamos morrer, é notório, com o Papa não será diferente. Sejas quem for, digo: Bispo, Pastor, Papa e toda humanidade… para não errar o caminho da salvação, deve receber a Jesus, como seu único e suficiente Salvador, Ele é a única porta de entrada ao Céu, João 10:9.
    “E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos” Atos 4:12.
    O Papa, como todo homem, também precisa dessa porta.

  3. Lopes
    “2,5 milhões de cristãos no círio da virgem santíssima de Nazaré”
    Como pode ser flamenguista e vascaíno ao mesmo tempo? Ser cristão e idólatra? Ser cristão é quando a fé é depositada somente em Jesus, e não em “virgem santíssima” de Nazaré.
    Outra mentira: a população de Belém – PA, é estimada em 1.5 milhões, como poderia esses adoradores de ídolos, chegar o número de 2.5 milhões?
    Outrossim, ainda temos que levar em consideração os 40% de crentes em Jesus. Em Belém – PA, foi onde se deu entrada os primeiros evangélicos no ano de 1.910, dois escoceses: Daniel Berg e Gunnar Vingren.

      • Sinal dos Tempos: Documentário com cenas chocantes de bispos, sacerdotes e seminaristas, praticando sexo virtual, denuncia a moral cristã destes religiosos

        24.10.2015 –

        A dupla moral das religiões que condenam o homossexualismo e a vida que os religiosos levam fora dos púlpitos é o que o documentarista Dener Giovanini pretende mostrar em “Amores santos”, com cenas de padres e pastores praticando sexo virtual.

        “Nossa intenção é mostrar a hipocrisia daqueles que, independentemente do credo, fazem às escondidas o que condenam dentro da igreja”, afirmou o jornalista, ambientalista e diretor em entrevista à Agência Efe nesta segunda-feira.

        O trabalho, que começou a ser produzido em novembro do ano passado e será lançado no início de 2016, terá formato de longa-metragem e as cenas em alta qualidade, apesar de as imagens terem sido feitas com através da webcam dos religiosos que, sem saber que eram gravados, tinham “relações virtuais” com o ator contratado pela produção.

        “Temos umas 500 horas de gravações com centenas de religiosos católicos, evangélicos, protestantes e anglicanos praticavam sexo virtual na frente da webcam, assim como os arquivos de suas conversas com o nosso ator nas redes sociais”, disse Giovanini.

        O diretor, especializado em documentários e séries para a televisão sobre temas ambientais e que pela primeira vez aborda um assunto social e religioso, explicou que sua intenção inicial era denunciar a violência que os homossexuais sofrem por conta do discurso de “ódio e homofobia” da maioria das religiões.

        “Mas a pesquisa que fizemos nos permitiu perceber que muitos religiosos que têm esse discurso também eram homossexuais. Então decidimos contratar a um ator e inventamos um perfil no Facebook para atrair religiosos”, afirmou.

        Apesar de os dados serem falsos, o ator chegou a ter três perfis, com os quais se aproximava dos religiosos, dizendo apenas ser homossexual. Justas, as três contas chegaram a ter 5 mil amigos.

        “Foram seis meses de contatos e três meses de gravações das webcam. Não imaginávamos a quantidade tão grande de religiosos que atrairíamos nem que teríamos cenas tão fortes deles usando seus hábitos, alguns na sacristia”, afirmou.

        Giovanini contou que todos os perfis que propuseram sexo virtual ao ator foram verificados minuciosamente para confirmar que realmente eram de religiosos. Além disso, foi dada prioridade aos que deixavam clara a atuação através de fotos nas quais apareciam de batina, realizando missas e cultos ou com fiéis.

        Ao fim do trabalho, o produtor apagou os perfis na rede e está adotando uma série de medidas para não expor ninguém. Um exemplo é usar técnicas para esconder o rosto dos religiosos em questão.

        “Não queremos prejudicar ninguém, apenas mostrar a hipocrisia dos discursos de religiões que condenam isso. Não é um filme contra as religiões, mas para mostrar que existe algo errado e perigoso em seu discurso”, afirmou o diretor.

        Quando concluído, o filme vai ter imagens de 150 religiosos de 30 países, principalmente do Brasil, mas também do próprio Vaticano. O diretor acredita que o longa pode provocar um grande impacto na Igreja Católica porque inclui cenas chocantes de bispos, monsenhores, religiosos do alto clero, sacerdotes e seminaristas.

        “Temos vários evangélicos e anglicanos, mas principalmente católicos, talvez porque os sacerdotes católicos, em geral, vivem sozinhos e podem usar livremente a internet, enquanto os evangélicos vivem com as esposas e filhos e têm menos liberdade na internet”, disse.

        O documentário também inclui depoimento de gays vítimas de perseguições ou agressão por motivos religiosos, de pais de família que perderam seus filhos por esta perseguição, assim como a fala de seminaristas preocupados com o fato de ser homossexual ou que foram assediados.

        A produção também tem a participação de especialistas no tema, como o teólogo alemão David Berger, que se declarou homossexual e provocou uma grande polêmica. Ele afirmou que grande parte do clero do Vaticano é homossexual e que muitos padres têm apartamentos em Roma para seus encontros.

        De acordo com Giovanini, o filme está em fase de montagem e ainda são necessários, aproximadamente, três meses de trabalho, mas ele decidiu revelar o projeto para aproveitar o Sínodo sobre a família, que acontecerá no Vaticano até o próximo domingo e no qual os bispos discutem temas como a sexualidade.

        “É uma contribuição que fazemos ao Vaticano para que entenda que primeiro tem que se preocupar com o que acontece atrás dos muros da Igreja e com temas como o celibato”, afirmou.

        Fonte: Terra noticias

          • Lopes,

            Faça o seguinte, meu caro.

            Escreva em letras garrafais suas ofensas, bem assim não escreva o xingamento por completo.

            Seja homem, mostre-se quem verdadeiramente é.

          • Lopes,

            Faça o seguinte, meu caro.

            Escreva em letras garrafais suas ofensas, bem assim escreva o xingamento por completo.

            Seja homem, mostre-se quem verdadeiramente é.

            Digo, escreva não de forma resumida e nem em letras normais. Vá e avacalhe logo, o site é tolerante com esse tipo de comportamento, então faça uso. Homem é homem, macaco é macaco. Proceda como homem e assuma tudo que lhe é determinado, você e o site.

  4. Vi hoje na tv uma solenidade em que o papa conduzia tipo um cajado, e ao lado deles, alguns do vaticano.

    A cara do papa é de um zumbi. O andar dele é trôpego.

    Tão envenenando esse papa, repetência ao que se deu com os dois João Paulo. Bento fez foi correr com medo.

    É sério. Bom que os especialistas examinem as imagens dele de antes e de agora. Saim depois em busca de salvar o ser humano que habita o corpo do papa. Não é justo ser crucificado pelos seus, por tantos judas.

    É sério. Eu gosto desse velhinho, mas mesmo se não gostasse, eu alertaria também. Ele e bento são a representação exata de apocalipse 11, que fala da grande praça, que depois conclui do corpo de anciões formado por 24 representantes, tamanho o temor dos cardeais em não aceitar o cargo de papa. Morte certa, quem vai querer?

      • Lopes,

        O papa é evangélico também, a família dele também é, e tudo da igreja valdense, graças a Deus, nossos irmãos.

        Acaso ele é papa. Acaso é papa por causa de um namoro não correspondido. Acaso é papa face os pais terem estimulado.

        Ele é Jesus, ele é da banda do lado de cá, ele é iluminado, ele não tem nada com vocês e tanto é que tá mandando vocês padres trabalharem e deixarem de luxar, faz refeições com os outros, dispensou os carros caros, determinou que as paróquias recebessem os refugiados sírios.

        O papa é igual ao hino que canta de um corinthiano de coração: seu doutor, eu não me engano, meu coração é corinntiano. O papa canta, Senhor eu não me engano meu coração é valdense.

        Durma feliz. Esse papa é igual a Lutero, como seja evangélico.

      • Lopes,

        O papa é evangélico, a família dele também é.

        É tudo da igreja valdense, graças a Deus, nossos irmãos.

        Acaso ele é papa.

        Acaso é papa por causa de um namoro não correspondido.

        Acaso é papa face os pais terem estimulado.

        Ele é de Jesus.

        Ele é da banda do lado de cá.

        Ele é iluminado.

        Ele não tem nada com vocês e tanto é que tá mandando vocês padres trabalharem e deixarem de luxar.

        Faz refeições com os outros

        Dispensou os carros caros.

        Determinou que as paróquias recebessem os refugiados sírios.

        O papa é igual ao hino que canta de um corinthiano de coração:

        “seu doutor, eu não me engano, meu coração é corinntiano.

        O papa canta, “Senhor eu não me engano meu coração é valdense”.

        Durma feliz.

        Esse papa é igual a Lutero, como seja, evangélico.

        • Claro que é evangélico ., pois o santo padre o papa e o maior propagador dos santo evanjelho., agora de uma coisa tenha certeza leviano .

          O santo padre o papa suçessor de Pedro ., não é nunca será herege protestante safado como os da sua laia ., kkkkkkkk

DEIXE UMA RESPOSTA