Brad Pitt diz que “doutrinas sufocantes” o fizeram deixar de ser cristão e se tornar ateu

37

O ator Brad Pitt, 51 anos, admitiu que se tornou ateu depois de ter abandonado a fé cristã, e afirmou que considerava “sufocantes” as doutrinas a que foi submetido na infância.

Pitt foi criado em uma família batista de Missouri (EUA), e afirmou à revista Telegraph que os ensinamentos recebidos em casa ou na igreja incluíam “toda culpa cristã sobre o que se deve ou não fazer”.

Deixando transparecer certa mágoa com o excesso de rigor de seu pai, o ator reconheceu que a rigidez em momento algum comprometeu a integridade dele: “Meu pai poderia ser mais brando. Mas uma coisa que meu pai, sempre estressado, foi capaz, foi de fazer as coisas por si mesmo. Ele era muito grande na integridade — e isso influenciou muito sobre o que devemos tentar fazer agora”, afirmou.

Vindo de uma família de classe média – o pai de Brad Pitt dirigia uma transportadora –, o ator disse em 2007 à revista Parade que as doutrinas impostas pelas igrejas o deixaram confuso, e que por isso, resolveu deixar de acreditar: “Eu ia para reuniões de avivamento e era movido pelo Espírito Santo, e eu ia para shows de rock e sentia o mesmo fervor. Então me diziam: ‘Isso é música do diabo! Não participe disso!’. Eu queria experimentar coisas que a religião disse para eu não experimentar”.


Quatro anos depois, Pitt revelou que nunca conseguiu compreender a mensagem de providência divina pregada nas igrejas: “Muitas pessoas acham que a religião é muito inspiradora. Eu mesmo achei muito sufocante. Eu cresci com o cristianismo e me lembro de questioná-lo extremamente. Algumas coisas não deram certo para mim. Eu cresci aprendendo que Deus cuida de tudo, mas nem sempre funciona dessa maneira”, lamentou.

Mesmo com todas essas mágoas, Brad Pitt desempenhou importante papel na conversão ao Evangelho do ator Shia LaBeouf, que ficou tocado com a história de seu personagem no filme “Corações de Ferro” (inspirado em fatos reais) e procurou saber mais sobre o cristianismo.

A esposa de Brad Pitt, Angelina Jolie, 40 anos, tem uma visão diferente sobre a fé. Em entrevista à revista People, a atriz e diretora falou sobre o impacto que a história do atleta Louis Zamperini – que se converteu ao Evangelho em uma cruzada do evangelista Billy Graham e foi combatente durante a Segunda Guerra Mundial -, contada no filme “Invencível”, teve sobre sua crença: “Quando houver um obstáculo, você tem que enfrentar o desafio, e não ser dominado por ele. E nós não estamos sozinhos no mundo. Eu não sei se há um nome para isto — religião ou fé —, só que há algo maior do que todos nós, que é único e belo”.


37 COMENTÁRIOS

      • Marcelo

        É o contrario do que vc escreveu ai, quem tem que se recolher na sua insignificância, é esse ator mundano, a Bíblia diz, que o mundo jaz no maligno, a pessoa quer servir a DEUS e ao diabo ao mesmo tempo, e ainda tem gente que defende esse tipo de conduta.

        ou serve a JESUS , deixando a patifaria do mundo podre, ou vai pro inferno de cabeça pra baixo.

          • Acredito que envolva a todos que professam a fé e não a praticam. Doutrinas são balizas designadas por homens de acordo com os mundo ao seu redor. Fé é algo que a pessoa tem ou não tem. Amar o mundo mais do que a Deus é abrir mão da fé em Cristo. Usar a igreja para proveito próprio também. Por isso sigo Jesus e não Malafaia ou qualquer Pastor. Por isso acho lamentável que o Brad Pitt e tantos outros tenham perdido a fé, porque sem fé é impossível agradar a Deus… e seu Deus não existe nada!!!

      • os coerentes sao uma minoria infima.
        a maioria eh de pessoas que agem normalmente, sem fanatismos.
        dentre estes, temos os hipocritas, que sao os que apenas tem discurso, mas que nao agem de acordo com o que dizem defender.

      • Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
        E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.
        2 Timóteo 4:3,4

        • esse tempo sempre houve.
          o problema eh que antigamente os que nao eram cristaos eram discriminados.
          dai que muitos ateh fingiam acreditar na biblia.
          hoje nao ha motivos para tal fingimento.
          imposicao religiosa eh algo que precisa deixar de existir.

    • “Um semeador saiu a semear a sua semente e, quando semeava, caiu alguma junto do caminho, e foi pisada, e as aves do céu a comeram;
      E outra caiu sobre pedra e, nascida, secou-se, pois que não tinha umidade;
      E outra caiu entre espinhos e crescendo com ela os espinhos, a sufocaram;
      Lucas 8:5-7…”E a que caiu entre espinhos, esses são os que ouviram(a palavra de Deus) e, indo pordiante, são sufocados com os cuidados e riquezas e deleites da vida, e não dão fruto com perfeição;

  1. Será que os católicos daqui são iguais ao ator?

    A maioria abandona.

    Reclamam da mesmice do padre, da mesma ceia, das ladainhas(só melhorou depois de usarem os hinos evangélicos), dos sermões sem graça dos padres, de ter que ir todos os dias para igreja e se confessar e beber o pão e comer o vinho, eta, isso é só os padres que fazem.

    • os católicos estão cansados de pagar dízimos, ofertas, pagar taxa de tudo, as mensalidades caras das escolas e universidades católicas, tudo que compram é vinte por cento mais caro pra ser repassado pra igreja.

      • Levaiana,. seu passatempo favorito é falar da igreja católica ( como se a sua seita fosse diferente )

        Leviana, um dos seus líderes pede 10 mil reais por uma benção e voce ainda tem a cara de pau de falar dos outros ????

        • Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
          E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.
          2 Timóteo 4:3,4

        • Aprenderam com a seita romana de constantino, a que tomou e toma terras, dinheiro, casa, inocência de crianças, altera o livro sagrado, paga indenizações caras pra não ser publicado. Ora, uma professorona desse tipo, quem é que não aprende. Pior ainda, ela manda os alunos dela fazer isso nas igrejas dos outros.

          Tua seita não se aceita nunca, ou seja, não se ajeita nunca,

    • Levi Varela você é igualzinho a maioria dos evangélicos sempre julgando e criticando apontando o dedo os donos da verdade. Capaz de nunca ter sido católico apronta apronta depois passa para igreja evangélica ou melhor protestante ai fala que encontrou JESUS sendo que JESUS nunca esteve perdido e sai agredindo os católicos sendo que se você realmente conhece a palavra de DEUS saberia que todos somos filhos de DEUS e aceitaria a Mãe de JESUS e nossa MÃE MARIA por que na BÍBLIA fala que quem não a aceita não terá salvação. Mas como os evangélicos não todos a maioria são linguarudos e fofoqueiros mesmo como você já estou acostumada

  2. Ele esta certo, ao frequentar o protestantismo parece que vivemos dentro de uma prisão, cheio de repressão reprimindo as coisas normais e cotidiana na vida, como sexualidade. Na minha época não podia ver televisão, ouvir musica, usar roupas extravagantes esportivas. Dentro desta reina o negativismo e a paranoia. Isso não é viver em abundância, é viver na escravidão.

    • Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
      E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.
      2 Timóteo 4:3,4

  3. Para os que estão em CRISTO,e para os que querem estar em CRISTO.
    Sabendo-se que,quanto mais as pessoas amam o mundo,mais distanciam de DEUS.e a sua salvação deixa de ser o seu principal objetivo;ninguém que vai a uma igreja procurar algo que não seja,DEUS,SEU FILHO JESUS CRISTO E O ESPIRITO SANTO,CERTAMENTE SAIRÁ VAZIO E DESCONTENTE.se ele encontrar qualquer outra coisa que não seja estas, é porque não é a casa de oração,independente do nome que o homem haver dado ao local, e este certamente continuará vazio.

    Isaías 56: 5-8 – Também lhes darei na minha casa e dentro dos meus muros um lugar e um nome, melhor do que o de filhos e filhas; um nome eterno darei a cada um deles, que nunca se apagará.
    E aos filhos dos estrangeiros, que se unirem ao Senhor, para o servirem, e para amarem o nome do Senhor, e para serem seus servos, todos os que guardarem o sábado, não o profanando, e os que abraçarem a minha aliança,
    Também os levarei ao meu santo monte, e os alegrarei na minha casa de oração; os seus holocaustos e os seus sacrifícios serão aceitos no meu altar; porque a minha casa será chamada casa de oração para todos os povos.
    Assim diz o Senhor DEUS, que congrega os dispersos de Israel: Ainda ajuntarei outros aos que já se lhe ajuntaram.
    Isaías 56:5-8
    Mateus 21:12-13 – E entrou Jesus no templo de Deus, e expulsou todos os que vendiam e compravam no templo, e derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas;
    E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; mas vós a tendes convertido em covil de ladrões.

    João 3:1-36 – E havia entre os fariseus um homem, chamado Nicodemos, príncipe dos judeus.
    Este foi ter de noite com Jesus, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele.
    Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.
    Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer?
    Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.
    O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.
    Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo.
    O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim étodo aquele que é nascido do Espírito.
    Nicodemos respondeu, e disse-lhe: Como pode ser isso?
    Jesus respondeu, e disse-lhe: Tu és mestre de Israel, e não sabes isto?
    Na verdade, na verdade te digo que nós dizemos o que sabemos, e testificamos o que vimos; e não aceitais o nosso testemunho.
    Se vos falei de coisas terrestres, e não crestes, como crereis, se vos falar das celestiais?
    Ora, ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o Filho do homem, que está no céu.
    E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado;
    Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
    Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
    Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.
    Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.
    E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más.
    Porque todo aquele que faz o mal odeia a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas.
    Mas quem pratica a verdade vem para a luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque são feitas em Deus.
    Depois disto foi Jesus com os seus discípulos para a terra da Judéia; e estava ali com eles, e batizava.
    Ora, João batizava também em Enom, junto a Salim, porque havia ali muitas águas; e vinham ali, e eram batizados.
    Porque ainda João não tinha sido lançado na prisão.
    Houve então uma questão entre os discípulos de João e os judeus acerca da purificação.
    E foram ter com João, e disseram-lhe: Rabi, aquele que estava contigo além do Jordão, do qual tu deste testemunho, ei-lo batizando, e todos vão ter com ele.
    João respondeu, e disse: O homem não pode receber coisa alguma, se não lhe for dada do céu.
    Vós mesmos me sois testemunhas de que disse: Eu não sou o Cristo, mas sou enviado adiante dele.
    Aquele que tem a esposa é o esposo; mas o amigo do esposo, que lhe assiste e o ouve, alegra-se muito com a voz do esposo. Assim, pois, já este meu gozo está cumprido.
    É necessário que ele cresça e que eu diminua.
    Aquele que vem de cima é sobre todos; aquele que vem da terra é da terra e fala da terra. Aquele que vem do céu é sobre todos.
    E aquilo que ele viu e ouviu isso testifica; e ninguém aceita o seu testemunho.
    Aquele que aceitou o seu testemunho, esse confirmou que Deus é verdadeiro.
    Porque aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus; pois não lhe dá Deus o Espírito por medida.
    O Pai ama o Filho, e todas as coisas entregou nas suas mãos.
    Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece.

    • Por que “lamentável”? Deixa o cara viver a vida dele, meu. Ou será que só presta se for cristão. Cunha é cristão. Marcos Pereira também. Eu não me comparo com nenhum desses dois – esou ateu.

  4. Um semeador saiu a semear a sua semente e, quando semeava, caiu alguma junto do caminho, e foi pisada, e as aves do céu a comeram;
    E outra caiu sobre pedra e, nascida, secou-se, pois que não tinha umidade;
    E outra caiu entre espinhos e crescendo com ela os espinhos, a sufocaram;
    E outra caiu em boa terra, e, nascida, produziu fruto, a cento por um. Dizendo ele estas coisas, clamava: Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.
    E os seus discípulos o interrogaram, dizendo: Que parábola é esta?
    E ele disse: A vós vos é dado conhecer os mistérios do reino de Deus, mas aos outros por parábolas, para que vendo, não vejam, e ouvindo, não entendam.
    Esta é, pois, a parábola: A semente é a palavra de Deus;
    E os que estão junto do caminho, estes são os que ouvem; depois vem o diabo, e tira-lhes do coração a palavra, para que não se salvem, crendo;
    E os que estão sobre pedra, estes são os que, ouvindo a palavra, a recebem com alegria, mas, como não têm raiz, apenas crêem por algum tempo, e no tempo da tentação se desviam;
    E a que caiu entre espinhos, esses são os que ouviram e, indo pordiante, são sufocados com os cuidados e riquezas e deleites da vida, e não dão fruto com perfeição;
    E a que caiu em boa terra, esses são os que, ouvindo a palavra, a conservam num coração honesto e bom, e dão fruto com perseverança.
    Lucas 8:5-15

  5. A questão é que Jesus não é seita,religião ou filosofia de vida quando a graça do Senhor alcança nosso coração e nos rendemos a ele viver dentro de regras para uma vida santa não é uma ação do homem para agradar a Deus mas uma reação ao amor dele que nos preenche e nos constrange quanto a Deus cuidar de tudo ele não disse que teriamos uma vida facil livre de dores no mundo tereis afliçoes jo. 16.33 porem ele que cuida de tudo usa essas afliçoes para trabalhar nosso carater e nos levar a semelhança de Cristo

  6. O obscuro site CETICISMO.NET dedica-se a tentar provar que Jesus é um mito.
    Que nunca houve um homem com esse nome e que fosse o Salvador.
    Todos nós temos liberdade para crer em Jesus ou não.

    Jesus era judeu e hoje os próprios judeus O renegam, dizendo que o messias prometido em seus livros sagrados ainda não veio.
    Estão, porém, todos errados.
    Ele veio, já sabiam pelos profetas que ele viria, e mesmo assim fizeram dele o que quiseram e depois o mataram.

    Mesmo quando ele esteve entre nós, foi desprezado quando afirmou que seu reino não era deste mundo e quando falou sobre não pagar o mal como o mal e o perdão das ofensas.
    Os judeus queriam que o Enviado fosse um libertador político-militar que os livrasse do jugo do império romano, mas quando Jesus lhes recomendou que perdoassem até mesmo os odiados dominadores do Império, foi desprezado.

    Quando o governador Pilatos perguntou à multidão qual prisioneiro queriam que ele libertasse, eles escolheram Barrabás, o zelote, pertencente ao grupo de resistência contra Roma.
    Provavelmente o “ladrão” Barrabás (que não era ladrão, o NT foi escrito todo em grego, e a palavra usada no original foi LESTÉS, “bandido”, mas era na verdade um revolucionário), ele estava mais perto do conceito que o povo fazia de “messias” do que Jesus.

    Porém, não acreditar em Deus é uma estupidez.
    Nem os povos mais selvagens jamais foram ateus, todos sabiam da existência de um ser superior que criou tudo o que existe.
    O mundo não pode ter saido do nada, pois o nada sendo nada, nada pode criar.

    Deus é tão bom e sábio que permite a seus filhos não acreditarem nele.
    Porém ele está em toda parte, eu o vejo no sol, nas plantas, na chuva, na sequência interminável de dias e noites sem que jamais o sol se esqueça de voltar a iluminar de manhã, nas inabaláveis órbitas dos planetas, na maravilha que é o corpo humano…

    Se eu mostrar o meu relógio a alguém e disser que ele se construiu sozinho, dependendo dos ouvintes serei gratificada com risos ou com o silêncio.
    Ora, o relógio para existir, precisou de um fabricante e antes ainda, da indústria que produziu suas minúsculas peças e as reuniu à perfeição.
    E assim foi com tudo o que há no Universo.

    Como é que a menor das sementes gera a maior das árvores?
    Como é que a terra jamais se esquece da semente depositada ali pelo lavrador?
    Como é que quando anoitece a gente não tem dúvida de que o sol voltará de manhã?

    Portanto é impossível negar, por absurdo que é, a existência de ALGUÉM, um ser inteligente que a tudo criou e a tudo mantém.
    E esse ser, como precisamos dar-lhe um nome, o chamamos de “DEUS”.

DEIXE UMA RESPOSTA