Em homenagem às vítimas de Paris, cantor interpreta “Tu És Fiel, Senhor” no The Voice; Veja

3

A edição norte-americana do The Voice prestou uma homenagem às vítimas dos atentados terroristas de Paris, e um dos participantes interpretou a música “Great is Thy Faithfullness”, um clássico da música cristã mundial, que na versão em português chama-se “Tu És Fiel, Senhor”.

Jordan Smith, candidato apontado como um dos favoritos à conquista do prêmio, entusiasmou ao público e aos jurados com sua interpretação ao piano da canção composta em 1886 por Thomas Chisolm.

O jurado Blake Shelton não se conteve em seus elogios: “Vindo de um fim de semana no qual coisas horríveis aconteceram em Paris, ficamos com os ouvidos pesados nos últimos dias. Agradeço por isso”, afirmou.

O cantor Pharrell Williams, outro jurado do reality show, disse que a emoção sentida durante a música foi enorme: “Cara, você me colocou de pé no meio da canção […] Eu acho que todo mundo tem de correr para o iTunes agora. Eu não me importo sobre o voto. Vão para o iTunes agora e comprem esta canção com esse cara agora mesmo”, disse.


O programa tem o mesmo formato da edição brasileira apresentada pela TV Globo, com os participantes concedendo entrevistas logo após deixarem o palco. Smith afirmou, quando foi abordado pelo apresentador, que escolheu a música por viver a mensagem da letra: “Deus provê. É como se ele nos dissesse: ‘Eu vou fazer tudo por você e tudo que você tem a fazer é acordar todas as manhãs e ser quem você é’”, disse o intérprete.

O conselho de Pharrell Williams foi seguido pelo público, que colocou o single de Jordan Smith em segundo lugar das mais vendidas na plataforma de músicas da Apple.

Confira a interpretação de Smith:

“Great is Thy Faithfullness” (“Tu És Fiel, Senhor”)

Assine o Canal

3 COMENTÁRIOS

  1. OS DOIS GRANDES MEDOS DOS RELIGIOSOS MUÇULMANOS SÃO QUE OS MUÇULMANOS COMUNS LEIAM E CONHEÇAM O ALCORÃO E A BÍBLIA

    Amados entendam e tirem proveito disso!

    E estou procurando pessoas que queiram desmistificar o Islam para os muçulmanos, se quiser, será um prazer ter você;

    ENTENDAM

    – O SEGUNDO GRANDE MEDO DOS LÍDERS RELIGIOSOS MUÇULMANOS é que o muçulmano comum leia e entenda o que realmente está escrito no Alcorão, pois a maioria deixaria de ser muçulmano. (Leia mais abaixo):

    – O PRIMEIRO GRANDE MEDO DOS LÍDERES RELIGIOSOS MUÇULMANOS é que o muçulmano comum leia e entenda a Bíblia, pois a maioria dos muçulmanos aceitaria a Jesus como Salvador. (Leia mais abaixo):

    TIREM PROVEITO
    Visto que os dois maiores medos dos líderes religiosos é que o muçulmano comum leia e compreenda tanto o Alcorão como a Bíblia, você pode tirar proveito disso, por amor ao Deus e ao muçulmano:

    – Conheça o Alcorão para que possa falar ao muçulmano o que realmente o Alcorão diz.
    – Apresente o seu conhecimento da Bíblia e de Cristo… o muçulmano quando ouve adequadamente fica extasiado e acaba aceitando a Jesus.
    – Faça isso por Cristo, com Cristo e em Cristo, (Romanos 11:36, “ Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.”)

    SAIBA
    O SEGUNDO GRANDE MEDO DOS LÍDERS RELIGIOSOS MUÇULMANOS é que o muçulmano comum leia e entenda o que realmente está escrito no Alcorão, pois a maioria deixaria de ser muçulmano.
    – Você saiba que 99% dos nunca leram o Alcorão em suas línguas maternas? Eles recitam o Alcorão, muitas vezes, em árabe antigo. É o mesmo que um brasileiro recitar a Bíblia em latim. Vai entender muito pouco. Os muçulmanos NÃO ESTUDAM o Alcorão, simplesmente o recitam. Em suma, o muçulmano não sabe de fato o que diz o Alcorão.

    O ALCORÃO diz que o Planeta Terra é Plano! Muitos deixariam de crer no Alcorão como um livro divino só em saber disso! Aliás, o Alcorão é recheado de afirmações anticientíficas.

    O ALCORÃO diz, na Surata 17:1, Al Isrá, A Viagem Noturna, diz que o Profeta Maomé foi transportado de Meca para Jerusalém, lá entrou no Templo de Salomão, fez as genuflexão (oração ritmada), e depois ascendeu aos céus onde recebeu a ordem de realizar as cinco orações diárias. SÓ QUE ISSO É UMA GRANDE MENTIRA, pois na época, ano 600 dC não havia nenhum Templo ou Mesquita no local e o Templo de Salomão já tinha sido destruído nos anos 70 aC pelo General Romano Tito. Esse verso do Alcorão, bem como esse Hadith é muito conhecido pelos muçulmanos. O que eles não sabem é que NÃO existia nem Templo e nem Mesquita naquele local! Muitos ao tomarem conhecimento disso logo percebem que estavam sendo enganados por espíritos de demônios, pois Allah jamais mentira dizendo que levou o Profeta Mohmand a um lugar que simplesmente não existia mais! E, como não foi Allah que levou (ou deu um sonho que levara) o Profeta, então o profeta foi enganado por espíritos de demônios mentirosos que se passaram por Allah e logo, todo muçulmano que faz as Cinco Orações Diárias estão se submetendo a espíritos de demônios e não a Allah. Ao saberem disso, muitos muçulmanos percebem logo que o Islam é Satânico e não tem nada a ver com Allah, que é verdadeiro. Muitos abandonam o Islam, outros chegam a rasgar o Alcorão.

    Leia agora essa GRANDE MENTIRA escrita no Alcorão:
    1. Glorificado seja Aquele que, durante a noite, transportou o Seu servo, tirando-o da Sagrada Mesquita (em Makka) e levando-o à Mesquita de Alacsa (em Jerusalém), cujo recinto bendizemos, para mostrar-lhe alguns dos Nossos sinais. Sabei que Ele é Oniouvinte, o Onividente. (Sura 17:1).

    QUE SABER MAIS, E PRINCIPALMENTE PARTICIAR, ENTRE EM CONTATO!

  2. O ALCORÃO NÃO COPIOU NADA DA BIBLIA
    Quem fala isso não conhece a Bíblia, o Alcorão e e história do profeta Maomé.

    O Profeta Maomé conversava com judeus superticiosos e católicos medevais altamente superticios(e não com cristãos, como se divulga)

    Isso é fácil em perceber, entre outras coisas, pelas histórias bizarras que mostram que o Alcorão não tem nada de Deus

    Veja por exemplo
    – histórietas judaicas, que não está escrita na Bíblia, mas do imaginário popular dos judeus, que espíritos de demônios (jins) eram escravos de Salomão que ia até o fundo do mar pegar pedras preciosas para o Rei.

    – histórietas judaicas, que não está escrita na Bíblia, mas do imaginário popular dos judeus, que um peixe seguia (sic) a Abraaão no deserto (sic) clamando a Abraão: me coma, me coma

    O Profeta Moamé fazia uma conferência com judeus e católicos. Despois dessas conferência ele optava por um ponto de vista e assim “profetizava”. Na verdade o Profeta Maomé profetizava “conforme as circunstâncias”, e os muçulmanos acham isso virtude (sic)!

DEIXE UMA RESPOSTA