Destaque

Confissão Positiva: o que é e como funciona a teologia que prega prosperidade e saúde através do poder da palavra

Comments (14)
  1. Kadu Ayres disse:

    Boa matéria.

  2. Ótima matéria, foi a fundo bucar a origem desse movimento anti-biblico.

  3. Ainda podemos acrescentar que Paulo, por três pediu ao Senhor de o curasse de uma certa enfermidade. E Jesus, além de não curá-lo, respondeu " A minha graça te basta"

  4. Vá a EBD e confira a verdadeira prosperidade a luz da bíblia

  5. Infelismente quem antes pregava o evangelho genuino, hoje esta corompido com esta falsa doutrina. Triste!

  6. Falsas doutrinas sempre vão induzir o povo ao erro e afastá-lo da sã doutrina de Deus.Devemos estar bem entendidos na palavra para não sermos engados.Muitos já esquecerem o que é o espírito do evangelho e a verdadeira consciência do evangelho de cristo, sem perceberem.São lobos disfarçados de ovelhas que se infiltraram no meio do povo de Deus e muitos estão desapercebidos por não examinarem as escrituras.Por não se interessarem em conhecer a verdade , mas se acomodarem ao que esses lobos dizem, estão a cada dia mais se afastando da verdade (sã doutrina).Isso é preguiça ou o quê?? Ou pode chamar de desinteresse pela verdade? Cada um dará conta de si mesmo.Pela negligência principalmente!! Povo de Deus se interesse por Deus , pela sua palavra e pare de depender do que os homens falam.Examinai as escrituras!!O povo peca por não conhecer a verdade.Vamos acordar antes que seja tarde!!!!

    1. Fernanda disse:

      Marcela,
      Tenho ouvido musicas lindissimas, com vozes maravilhosas, mas com letras de “confissao positiva”. Fazem o maior sucesso. Um perigo. Estao embaixo da “operacao do erro”. Ate perdi o gosto por tais musicas.

  7. por isso muita gente não recebe o que espera e sai da presença da igreja e de Deus que é pior….!!!!

  8. Dalva disse:

    O que falto nos cristãos é conhecimentos das escrituras, para não ser envolvido em qualquer vento de doutrinas que vão contra a bíblia.

  9. HILDO disse:

    ATE QUE ENFIM UMA NOTA OTIMA PRA COMECAR A SEMANA!

    DESSA VEZ T.C. BOTOU UMA DAS POUCAS RARIDADES DE ESTUDO NA PG NOTICIAS!

    GOSTEI THIAGO!

    TAVA EM TENPO DE MUDAR!

    E PARAR COM AS NOTAS MASSANTES DE POLITICA E GAYZADA!

  10. cleonice disse:

    O povo de Deus padece por falta de conhecimento.
    Excelente matéria.

  11. Acosta Ribeiro disse:

    NÃO É DE PASMAR QUE OS OPOSITORES DA FÉ ESTEJAM ENTRE OS SEUS MAIORES EXPOSITORES?

    Uma vez ouvi um pastor dizer: se um umbandista falar a verdade, os crentes a desprezarão, mas se um ministro do Evangelho falar uma mentira, muitos cristãos a aceitarão!

    Essa afirmação está no âmbito da retórica, e vou fazer proveito dela.

    Quando ouvi essa declaração, estávamos vivendo um período crítico em nossa cidade.

    Muitos pregadores e profetas arrastavam multidões com suas novidades espirituosas.

    Mas minha proposição, se é que posso chamar assim, é a seguinte…

    É espantoso que alguns que se dizem defensores da fé ataquem aquilo que deveriam defender!

    Eles cascavilham a vida daqueles a quem querem macular e garimpam profundamente, a fim de promoverem o descrédito dos tais, em favor de causa própria.

    É incrível os ataques que são lançados contra Kenyon, e àqueles que protagonizaram a mesma visão de fé!

    Chamam-na de Confissão Positiva e de Teologia da Prosperidade, dando tonalidade pejorativa aos termos, com o fim de darem início ou ressuscitar uma caçada às bruxas, ou aos bruxos.

    A busca por referências negativas na vida dos expositores da fé é tão alarmante, que aproveitam qualquer coisa que possa denegrir sua imagem, desde as associações que mantiveram, até pontos negativos que, em algum momento, macularam suas vidas.

    Também fazem tudo para encontrar algo que desacredite a pregação da fé que homens como Kenyon, Hagin, Bud e outros defenderam!

    Falam de suas famílias, condições econômicas, saúde….

    Aceitam qualquer testemunho, até mesmo se alguém aparecer dizendo que eles disseram que reconstruiriam o templo em tres dias….

    Faço minhas as palavras que fiz referencias, no início…

    Se esses homens fossem feiticeiros, ou classificados com outra extirpe de má conduta, desprezaríamos o que disseram, mesmo sendo verdade, só porque suas vidas não condiziam com suas mensagens?

    Eu sei que testemunho fala mais alto que palavras, mas desprezaríamos uma verdade só porque o mensageiro era indígno?

    Sei que muitos ataques a eles são politiqueiros, e não em defesa da fé, pois dá pra se perceber o espírito com que falam.

    Outra coisa: Abraçaríamos uma suposta mensagem da fé, só porque quem está falando consegue usar bem os verbos, em detrimento de uma mensagem, por eles atacada, mas que devolveu esperança, fé, ousadia e vida às pessoas?

    Às vêzes penso que esses “defensores da fé” seriam bons inquisidores, e trabalhariam muito bem, ao lado dos judaizantes que persrguiram a Igreja, no início dela.

    Se quiserem desconsiderar o testemunho desses homens que resgataram a vida da Palavra, pelo menos deveriam investigar com responsabilidade o que homens como Bud e Hagin ensinaram ao povo.

    Não há distorção nenhuma na exposição dos textos sagrados!

    Parece haver um medo, uma inveja…. Sei lá o que, mas há algo que cegou esses supostos defensores, de sorte que entendem errado, tanto os textos bíblicos, quanto às explicações oferecidas pelos pregadores da fé!

    Tais opositores ainda têm a coragem de se intitularem como defensores.

    O órgão utilizado para expor suas razões, denominado: Defesa da Fé’ , melhor se denominaria “Oposição à Fé”.

    O pior é que muitos estão se deixando convencer, pois aceitam essas faláceas da increduludade, sem ao menos investirem tempo em comprovar, quem de fato está com a Palavra!

    Até ministros e estudiosos estão se deixando persuadir por meia dúzia de palavras bem elaboradas, mas sem poder algum.

    Basta pegar uma variante do vocabulário grego ou hebraico, juntar com uma teologia fracassada, ensaiar uma boa oratória, e pronto, alguns abandonam a fé e voltam ao velho pão bolorento, dormido e vencido, que muitos estão enjoados, mas outros estão deixando o manà pra irem em busca do pão bichado.

    Queridos, não se deixem enganar, não voltem aos velhos rudimentos…

    Não voltem à velha forma.

    Vocês até poderão se tornar bons teólogos, mas suas doutrinas serão as mesmas de onde vocês vieram e que nada pôde fazer por vocês, enquanto estavam lá, e nada pode fazer por milhares que ainda estão, senão oferecer uma forma religiosa, bem aparentada, mas sem resposta pra milhares de pessoas, senão frases secas e sem vida, que tentam consolar, se desculpar, e/ou culpar Deus, dizendo que Ele fez, permitiu, ou quis assim.

    Teria muito pra falar, inclusive sobre a prosperidade mal compreendida, e mal interpretada por eles, quanto ao que o irmão Hagin ensina.

    Os opositores da fé estão equivocados em muitas coisas, quanto ao que falam da fé pregada pelos ministros do Avivamento da Fé.

    Mas, minha esperança é que, os que posso alcançar, pelo menos sejam mais cuidadosos, mesmo com relação ao que os pregadores da fé ensinam, mas igualmente, ponderem o que os que falam contra a Palavra da fé estão dizendo.

    Que Deus exalte a Sua Palavra.

  12. Andre Luis disse:

    Quando se ensina a orar e se preparar para não receber ,e ensina a ter fé nas promessas do Senhor ou demonstrar que o pregador é incrédulo ?Me mostre nas orações de Jesus essa teologia de ore e não espere receber ,ele não disse seja feita conforme a sua fé.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *