Cristão é preso no Marrocos por “balançar a fé de um muçulmano”

9

No Marrocos, o cristão Mohamed el Baldi, 34 anos, foi condenado a dois anos de prisão por evangelizar dentro do país. Preso durante uma invasão em sua casa no dia 28 de agosto, o cristão foi condenado em audiência que aconteceu no último dia 03. O motivo de sua condenação foi “abalar a fé de um muçulmano”.

No momento de sua prisão, foram confiscados em sua casa diversos objetos ligados à sua fé, como a sua Bíblia. O cristão, que é da cidade de Ain Aicha, também foi condenado a pagar uma multa de cinco mil dirhams (o equivalente a 1.354,50 reais).

A divulgação da fé cristã é um crime previsto pelo artigo 220 do Código Penal marroquino, lei que diz ser ilegal impedir uma ou mais pessoas de praticar a religião pela força, violência ou ameaças, segundo o Ministério Portas Abertas. O Marrocos é o 39º país na classificação dos lugares onde há mais perseguição religiosa em todo o mundo.

A punição atribuída a el Baldi foi maior que a prevista pela constituição do Marrocos, segundo a qual a pena máxima para este crime é a reclusão de três a seis meses e multa de 200 a 500 dirhams (de 54,18 a 135,45 reais).


Convertido ao cristianismo há sete anos, Mohamed el Baldi admitiu na audiência que é amigo de dois cristãos norte-americanos, que lhe forneceram materiais para estudo. Além disso, ele confessou ainda ter participado de reuniões cristãs nas cidades de Meknes e Rabat.

Da população do Marrocos, composta por cerca de 33 milhões de pessoas, mais de 99 por cento é muçulmana; o restante é composto predominantemente de cristãos e judeus.

Por Dan Martins, para o Gospel+

9 COMENTÁRIOS

  1. Os cristãos devem usar dos mesmos procedimentos muçulmanos.

    Bombas, intolerância, perseguição, ausência de diálogo.

    Ora, ora, ora, está mais que passado o memento do povo muçulmano mudar de postura.

    Aquilo que ensinam de errado do seu alcorão está se virando contra eles próprios, pois fizeram vistas grossas quanto às barbáries religiosas.

    Refiro-me aos países com guerras civis, refiro-me aos talebãs,o não avanço de suas mulheres.

    Eles não conseguem solucionar questões práticas do dia a dia, aí se opõem primeiro contra os do acidente, percebendo que seus males não derivam do seus irmãos, mas sim das suas autoridades que não largam o poder, aí passam, num segundo momento, a brigar contra o Estado, mas antes ou depois,chegam às guerras particulares, como seja, as civis.

    Ninguém deve ser radical nem consigo e nem com os outros, pois Deus que é Deus não é com a gente.

    • Cambada de imbecis, para mim que sou cristao todos vos sois a vergonha chapada, do que ha de mais baixo, mais ignorante, ninguem absolutamente ninguem tem o direito de falar estudem historia, e nao estou a falar de cruzadas e inquisiçoes, nao foram eles que se meteram com o mundo ocidental, o que fariam vos se derepente um paises estrangeiros chegassem ai a vossa terra trassacem um espaço a volta de vas vossas cidades e dissecem que apartir desse monento essa terra nao era mais vossa e pertencia a outros, e tivessem de abandunar todas as vossas coisas e as cidades sobe pena de morte? ha nao estoua falar da palestina e de esrael isso era muito obvio informen-se, e as atrocidades feitas desda a descoberta dos vastos campos de petroleo por paizes ocidentais. tudo isso e muito mais AGORA COMFUNDIR RADICAIS ISLAMICOS QUE SAO UMA MINURIA EM RELAÇAO AOS MILHOES DE MUSSULMANOS E O MESMO QUE CONFUNDIR ABACAXI COM ANANAZ SAO PARACIDOS MAS NAO TEM NADA A VER.

  2. Assim quando falei em um outro comentário ainda teve um engraçadinho se doendo pelos muçulmanos, dizendo que os tais são uma beleza que tem vizinhos amigos que os filhos dele são amigos dos tais e tudo mais, desde quando um muçulmano e amigo de um não muçulmano mas não são mesmo, e os turistas cristão vivem la no Marrocos gastando dinheiro naquele pais, eu qui não vou em um pais deste, não merecem consideração alguma, pois os mesmos nos tem como impuros,

    • Nunca vi tanta imbecilidade num comentário só. Reveja o nome do “cristão”: Mohamed el Baldi. Em países muçulmanos, religião se confunde com estado, assim como os evangélicos sonham em fazer também no Brasil. Por isso, o que o Mahamed foi acusado de praticar a apostasia, o mesmo que, em menor escala, os fanáticos evangélicos fazem no Brasil. Deem poder aos fanáticos cristãos, permitam que aqui seja implantada a tão sonhada Revolução Evangélica, e verão coisa parecida por aqui. Só mudam as moscas, porque a podridão religiosa é a mesma.
      Na Idade Média, de onde muitos fanáticos herdaram o comportamento cruel para causar sofrimento psíquico nas pessoas, os hereges não eram só presos pelos cristãos bonzinhos – eram queimados na fogueira sem dó nem piedade. A História só se repete.

      • UM crente verdadeiro jamais usaria de violência não tao pouco mataria um seu semelhante por professar fe diferentes, Jamais Jamais, veja ai você me chamou de imbecil não e verdade, e eu te chamo de irmão mesmo que não professamos a mesma fe você e meu irmão queira você ou não, todos nos saímos de um so casal de uma so madre queira ou não você e um meu irmão irmao

    • TOUR ESTE AI É DA TURMA DA ESTRELA CAÍDA, NÃO QUER QUE SE FAÇA MISSÕES, QUE SE PREGUE O EV. É SÓ POR ISTO. NÃO TE ASSUSTE, AGORA ELES ESTÃO ATÉ ORANDO POR SUICIDA

  3. Só o titulo da matéria, fica claro a perseguição, Cristão é preso no Marrocos por “balançar a fé de um muçulmano” será que fosse um gay, ele estaria sendo coagido e preso será????????

    • Atente para o nome do “cristão”: Mohamed el Baldi. Ele em o nome do próprio profeta venerado pelos muçulmanos. Eu acho, no mínimo, uma falta de respeito para com a religião onde ele foi criado. Tudo graças ao tal “IDE”.

  4. Existem muitas religiões no mundo e muitos livros tidos como sagrados. Em meio a tudo isso, há uma maneira segura de reconhecermos a verdadeira Palavra de Deus e o seu plano de salvação. A Bíblia Sagrada prova ser verdadeira.

    Esse estudo está disponível em Evangelismo.blog.br. Nele, você descobrirá o engano do profeta Maomé, que sem qualquer fundamento ou verdade, afirmou que o Senhor Jesus Cristo nos ensinou a morrer e também a “matar” pela causa de Deus (Sura 9:111 – Alcorão).

    Convido a todos os muçulmanos que porventura acessarem esta notícia a raciocinarem:

    Faz sentido levar uma vida casta na terra (o Alcorão ensina isso) para depois no paraíso levar uma vida promíscua e libertina, com setenta virgens? Onde está a lógica nisso?

    Evangelismo.blog.br
    …………………………………..

  5. Diante do terror que o islam espalha pelo oriente médio, eu jamais seria muçulmano. Me desculpem mas os muçulmanos perseguem , crucificam e matam os cristãos, existem videos pela internet mostrando isso. Diante desse terror eu jamais seria muçulmano. Sou contra qualquer tipo de violencia, seja contra a vida ou contra a liberdade. JESUS CRISTO É O VERDADEIRO DEUS E VERDADEIRO HOMEM. Devemos adorar a Jesus, Devemos reverenciar a Jesus Cristo. Jesus disse: Eu sou o caminho, a verdade e a vida e ninguém vai ao Pai senão por mim.

  6. http://www.MaroccoEscursioni.com Nós organizamos viagens para o Marrocos para todos os gostos e orçamentos, de passeios de um dia com duração de até aguçar o apetite circuitos 10 dias para conhecer em profundidade. Temos até breaks em ambos os dias para escolher, e do tipo de acomodação ou cidades para visitar. Além disso, oferecemos o melhor serviço possível para que você possa desfrutar de suas férias em Marrocos: A ligação permanente com este país nos dá a oportunidade de manter contactos estreitos com os melhores revendedores e receptivo. Isso afeta uma grande proporção preço de viagens / qualidade ea capacidade de oferecer qualquer viagem como você quer. Nós nos adaptamos a você. Não perca a oportunidade de visitar Marrocos. Uma maneira de se aproximar de uma cultura nas proximidades e diferente ao mesmo tempo. Uma viagem no tempo que irá marcá-lo para a vida.

DEIXE UMA RESPOSTA