Deputado sugere criação e distribuição de “Kit Bíblico” em escolas públicas

27

Um deputado ligado à Igreja Mundial do Poder de Deus propôs a distribuição de um “Kit Bíblico” aos alunos da rede estadual de ensino em São Paulo.

Rodrigo Moraes (PSC) é deputado estadual em São Paulo, e na justificativa da proposta, diz que “este projeto de lei pretende amenizar os conflitos nos lares, nas escolas, nas ruas e na nossa sociedade de um modo geral”.

“Sabemos que a palavra do Senhor é viva, eficaz e tem grande poder para mudar a história destas famílias, independente de religião ou de preconceitos criados pela sociedade. O contato com a palavra de Deus proporcionará aos alunos um desenvolvimento intelectual, social e cultural mais produtivo, tornando-os mais solidários e altruístas”, complementa o deputado.

Se aprovado nas comissões pelas quais tem que tramitar, o projeto de lei será enviado para votação no plenário e depois, se aprovado, será analisado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), que decidirá se o “kit bíblico” deve ser sancionado ou vetado.


Por Tiago Chagas, para o Gospel+

27 COMENTÁRIOS

  1. A idéia é interessante, porém não vai encontrar respaldo na lei, visto o Brasil ser um estado laico ( não tem religião oficial ) desde 1891. Se o kit biblico for aprovado, então abrirá a brecha na lei para a criação do “kit alcorão”,, ” kit candomblé” e outros kits das mais variadas religiões.

    Penso que a religião deve ser separada do estado, então cada familia deve instruir os filhos na religião que escolher. Se querem que os filhos tenham ensinos biblicos, já existem diversas denominações com EBD ou semelhantes que ensinam sobre a bíblia.

    Temos que ter leis para evitar que nós cristãos sejamos prejudicados, mas não leis para que tenhamos privilégios perante a sociedade, um kit biblico em detrimento das outras religiões não é prudente. Religião é assunto de familia, assunto de cada pessoa e não atribuição do estado…

    Deus abençoe a todos.

  2. POR QUE? POR QUE? POR QUE?

    Quantas vezes nos perguntamos: Por que uma bala perdida atinge uma criança? Por que uma criança nasce paralítica? Por que uma tragédia acontece ceifando vidas, sem nenhuma explicação? São tantas coisas que acontecem que ficam sem respostas; não é verdade? Talvez os religiosos digam: Castigo de Deus, destino ou são pecadores, mas quem não é? Não creio nestas hipóteses!
    O profeta Habacuque, também buscava respostas, e a conclusão que ele chegou foi. “ O meu justo viverá pela sua fé ” Isso quer dizer que não é pelas nossas obras, justiça e tampouco importa o que aconteça! Não podemos culpar a Deus, é preciso estancar o choro, levantar a cabeça, sorrir e ir em frente!
    Deixo como exemplo a oração do profeta: “Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas sejam arrebatadas do aprisco, e nos currais não haja gado;
    Todavia eu me alegrarei no Senhor; exultarei no Deus da minha salvação.
    O Senhor Deus é a minha força, e faz os meus pés como os da corça, e me fará andar altaneiramente.” Hc 3: 17,18,19
    Boa semana a todos e vamos em frente

  3. Stardust quero te dizer que neste seu comentário eu concordo contigo, isto na realidade traria desavenças e atritos com outras religiões e isto definitivamente não e bom, por isto eu concordo contigo

  4. Não é assim que se faz, isso dai não muda nada, nem vai ser aceito para começo de conversa, ei politicos religiosos, entendam isso, a coisa certa a ser feita é CRIAR ESCOLAS E FACULDADES somente para cristãos e simpatizantes, isso que tem que ser feito mas esses caras ai, tanto catolicos quanto evangelicos são muito burrinhos para entender como funcionam as coisas, outra coisa excelente, para fugir da doutrinação estatal comunistalha é o HOMESCHOOLING, que tambem deve ser incentivado no meio cristão e de pessoas de bem.

    • Homeschooling não e’ solucão para o problema da educacao, mas uma medida drastica para ser usada quando por N motivos, o estudante nao pode ir a escola, como reacao por sofrer bullying ou incapacidade para se relacionar socialmente, Nada substitui o ato de ir a escola, aprender coletivamente e interagir com outros alunos e professores. Credo religioso nao deveria ser ensinada nas escolas, A religião por si so’ e’ divisiva, escola não e’ lugar para ela.

    • já sabemos o que esperar dos teus filhos, pessoas sem esccrupulos que gostam de perseguir pessoa com pensamentos diferentes, acostumados a atirar pedras, dai surgem os assassinos ladrões drogados efeminados e tudo o que não presta

          • Eu tenho um filho de 7 anos e nunca dei mal exemplo pra ele! Eu só não quero que façam com ele o que fizeram comigo ,quando eu era criança!Me fizeram acreditar num ser imaginario,que era puro amor e bondade!mais quando li o tal livro sagrado vi que a historia era bem outra!

          • Anny
            tenho muita compaixão desta pobre criatura.
            Vai sofrer pior que sovaco de aleijado.
            E o pior que pelo jeito pela vida devassa que você leva.
            Vai deixa-lo órfão cedo.
            Sem pai,sem mãe o pobre diabo ta frito.
            Converta-se Anny .

  5. Projeto sem o menor sentido! Não é função do estado promover religião/religiosidade em nenhum momento. Não é por ter a Bíblia em mãos que alguém vai mudar, mas por aprender e praticar os princípios de vida nela contidos. O relacionamento com Deus é algo pessoal, que se constrói a partir de um encontro espiritual, místico; e deve ser ensinado em família, na igreja, sinagoga ou outro lugar determinado para tal. Não se muda nada com imposições ou leis, mas sim com conscientização, ensino, exemplo, atitude! Se a “igreja” organismo realmente cumprir o “indo” sendo portal das verdadeiras boas novas, algumas mazelas sociais serão amenizadas, e de fato, algumas o são: orfanatos ou lares de transição dirigidos por religiosos, mudando vidas de crianças (eu conheço em B.H, Fortaleza, Natal, São Paulo). Casas de recuperação de dependentes químicos (existem sérias). Atitudes como estas, que refletem o amor de Cristo, têm mudado circunstancias de indivíduos e famílias por esta nação; e muitas sem o menor envolvimento político! Não precisamos de kit Bíblico!

  6. Se o Brasil não estivesse vivendo uma desfiguração total de seus valores, eu seria contra.

    Mas a verdade é uma só, os pais pedem ajuda, as escolas pedem ajuda, o estado pede ajuda, o judiciário pede ajuda.

    Bom, em tempos de exceções, que é o caso do nosso país, aliás, há quase vinte anos que isso vem se destroçando a olhos nus, tem que ser feito alguma coisa.

    O pior governo que existe é o que não tenta coisa alguma para mudar, o que é conduzido pela opinião não formada de alguns cidadãos, os que somente contestam por contestar, os que não sabem enxergar uma luz vinda numa noite escura.

    No corpo da coluna do que se conclui, tem-se que o deputado não propôs kit religião, sim bíblico, então não sei porquê tanta histeria contra.

    Ora, se os contrários me convencerem que a bíblia não possua ensinamentos que tendem a fazer o homem refletir e mudar sua vida, então eu sou uma farsa, pois se não fossem os seus ensinamentos, ao certo teria sido bandido com certeza.

    Outra coisa, para não ficar nessa discussão que se trata de lavagem cerebral, que se junte em cada livro religioso os temas que substanciam a tese suscitada no projeto do deputado, qual seja, a de formar cidadãos, e com todo o respeito, no corão e noutros livros lá existem isso, podendo o país ser destaque e exemplo para o mundo que não é um país excluidor, do contrário, retém de todas as direções religiosas a sabedoria para forjar uma sociedade melhor, sociedade aglutinadora, como Cristo o foi, que deixou de lado o dispositivo da lei mosaica que pregava a morte de adúlteros e não a utilizou.

    Será que depois de vivermos nesta terra há mais de vinte mil anos ainda somos como os dinossauros, como seja, somente força bruta, inteligências não pensantes, cérebros do tamanho dos de formigas?

    Cadê a evolução natural do ser humano?

    Cadê o ensinamento de Paulo de reter das coisas apenas o que edificava?

    Os nossos jovens não sabem nem da bíblia, nem do corão, nem do torá, nem de confúcio, nem dos indigenas, só conhecem a selvageria das drogas, do consumo, da internet naquilo que destrói, do rancor, dos maus exemplos…

    • Neste site vejo que me tomam como o bomba humana, pois o que escrevi está passando por triagens dos censores, quando nada há a censurar, a ninguém manifestei ofensa alguma.

      Não mais entendo essa censura e demorada, pois quando decidirem publicar o projeto já esteja ou arquivado ou aprovado, bem assim já não mais exista interesse dos demais internautas sobre o assunto.

  7. Sera que num tem um deputado alma boa pra por em pauta o kit real não, eu tou precisando tanto de uma pequena quantia supra de 700,000,00 e tao pouco se um deputado fazer isso eu ate pensaria em dar um votinho mixuruco prele

  8. Faz vinte e quatro horas que este blog está apreciando o que escrevi, para depois publicar.

    Será que Cristo já arrebatou a igreja e os do site foram embora e eu fiquei?

    Pergunto por eu achar que não tem ninguém dentro dos quadrantes em que se encontra estabelecida a sede deste site.

    Cavallery, meu caro, a pressa é inimiga da perfeição prejudicando tanto quanto a morosidade, assim que não corram muito, mas também não parem, pois aí chega ser afrontoso em termos de inteligência humana.

  9. Em Rm 10.17 confirma que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus, assim como a parábola do semeador em Mc 4.14, Jesus confirma que o que semeia, semeia a palavra (kit) e os que estão junto ao caminho são aqueles em quem a palavra é semeada. Se lermos atentamente está parábola, veremos que: eu, tu, ele; somos solos diferentes. E somente uma minoria de terra boa frutificarão. Assim temos que admitir que o ilustre Deputado teve uma idéia nascida no coração de Deus.

  10. Amados e amados, filhos e criaturas de Deus, na minha insignificante trajetória cristã, penso que este espaço não é o lugar para expressar opiniões que acabam descambando para defesas pessoais ofensas e agressões sem sentido, como o espaço é aberto cada opinião deve ser respeitada, pois assim que se constroem as opiniões, pelo visto este espaço não tem a pretensão de ser tendencioso, devemos ter respeito uns pelos outros.

DEIXE UMA RESPOSTA