Dilma diz que Jean Wyllys será “representante da juventude brasileira”; Malafaia reage: “Evangélicos, acordem!”

214

A presidente Dilma Rousseff (PT) anunciou na última semana que Jean Wyllys (PSOL) será o “representante da juventude brasileira” no seu governo.

O deputado federal e ativista gay, que foi opositor da presidente e teceu diversas críticas a ela por recuar diante dos protestos da bancada evangélica e não acatar parte das exigências da militância homossexual, agora virou seu aliado.

A justificativa usada por Dilma Rousseff para indicar Wyllys para a função foi repetir o discurso dos ativistas gays: “Tenho o compromisso de lutar contra a discriminação da juventude negra neste país, contra os autos de resistência, contra esse morticínio, assim como eu tenho compromisso de lutar contra violência que motiva a mulher, assim como contra a homofobia, temos de criminalizar a homofobia”, disse a presidente, segundo informações do portal Terra.

Durante a reta final dos programas da propaganda eleitoral gratuita, Dilma mostrou imagens de um discurso do ex-presidente Lula, e ela aparece acompanhada de Jean Wyllys e de uma mãe de santo.

O pastor Silas Malafaia comentou o episódio e afirmou que a união política de Dilma e Wyllys é simbólica: “Evangélicos acordem! Dilma escolheu o deputado ativista gay Jean Wyllys para representar a juventude. É o mesmo que luta contra nossos princípios”, criticou o pastor.

No Facebook, Wyllys rebateu as postagens de Malafaia dizendo “aceita que dó menos”.

“Bateu o desespero nos fundamentalistas! Depois de terem apostado todas as suas fichas na campanha do Aécio (inclusive alguns que, na eleição anterior, apoiaram a Dilma), as pesquisas estão frustrando suas esperanças de eleger o governo dos seus sonhos, mistura de neoliberalismo radical, conservadorismo extremo e macartismo vintage. E, desesperados, querem um culpado”, escreveu Wyllys, insinuando que tornou-se alvo de ataque porque Dilma poderia vencer as eleições.

Alguns internautas se posicionaram sobre o assunto e criticaram Jean Wyllys: “Sou gay e não concordo com você, aliás, não da nem pra confiar em você pôs você vivia criticando a Dilma e agora está inventando as coisas pra eleger a mesma. Vai ganhar algum cargo de ministro?”, questionou um dos usuários da rede social.

214 COMENTÁRIOS

  1. Melhor um deputado gay honesto e trabalhador, do que um vagabundo que se diz representante de Deus e ficou milionário com o dinheiro dos tontos perseguindo minorias.

    Melhores Deputados – Congresso em foco

    1 – Jean Wyllys (Psol-RJ)
    2 – Romário (sem partido-RJ) – indicado em votação espontânea pela internet
    3 – Chico Alencar (Psol-RJ)
    4 – Luiza Erundina (PSB-SP)
    5 – Ivan Valente (Psol-SP)
    6 – Manuela D’Ávila (PCdoB-RS)
    7 – Alessandro Molon (PT-RJ)

  2. I – CATEGORIAS GERAIS

    Melhores Deputados – Congresso em foco

    1 – Jean Wyllys (Psol-RJ)
    2 – Romário (sem partido-RJ) – indicado em votação espontânea pela internet
    3 – Chico Alencar (Psol-RJ)
    4 – Luiza Erundina (PSB-SP)
    5 – Ivan Valente (Psol-SP)
    6 – Manuela D’Ávila (PCdoB-RS)
    7 – Alessandro Molon (PT-RJ)

      • Marina? Tá de brincadeira! Nenhum politico vai fazer nada pelo Brasil! Homem não muda nada! quem esperar no homem a resolução dos problemas, vai ter a maior frustração da vida! Se esqueceu o não sabe que ela negou a palavra de Deus no programa “Roda Viva”? Não sabe que ela pregou ‘nova política”, Jeito novo de fazer política”, Desceu o sarrafo no Aécio mas, no segundo turno, se aliou àquele a quem tanto criticou, chamou de corrupto e tudo o mais? Acorda, Maria Eliza! Espere em Deus!

  3. Eu sou um Cristão deste os meus 13 anos de idade já vi muita coisa feia acontecer, mas o que estamos vendo hoje só nos mostra o quanto a volta de Jesus está próxima de acontecer, está se cumprindo tudo o que a Bíblia nos diz. Acorda igreja não e tempo mais de brincar de ser crente pois o diabo não brinca de ser diabo.

  4. Evangélicos são mentirosos,
    aqui mesmo esta circulando a noticia que a Dilma indicaria o Jean o “representante da juventude brasileira

    isso é MENTIRA, o proprio jEAN ESTA DESMENTINDO ISSO EM SUAS REDES SOCIAIS

    Mais uma vez, os evangélicos jogando sujo, mentindo – MENTIR TAMBEM É PECADO –
    espalhando o ódio, tudo em nome de Jesus

    olha a mensagem postada pelo próprio Jean
    e de uma vez por todas, parem de mentir . . . . .

    Está circulando por aí um boato de que o deputado Jean Wyllys foi indicado para ser o “representante da juventude brasileira” no governo federal. É MENTIRA! Esta é mais uma das diversas mentiras criadas e espalhadas por quem se opõe às bandeiras que o Jean defende na Câmara nos Deputados, sobretudo por quem não admite que os direitos humanos sejam garantidos a todos e todas, em especial aos grupos historicamente marginalizados. Cuidado com o que é compartilhado na internet. Verifique sempre a fonte das informações!

  5. “…temos de criminalizar a homofobia…” — Dilma

    Bem o que é homofobia? Homofobia é bater em um cara gay que você nem conhece, só por preconceito. Homofobia é negar emprego ao homossexual. Homofobia é ter nojo e criticar (somente com o intuito de fazer mal) o homossexual. Isto que é homofobia!

    Agora, homofobia não é demonstrar a sua fé. Minha fé crê que homossexual não vai para o céu. Professo a minha fé. Vão criminalizar a minha fé?

    • Quem dera que vocês simplesmente declarassem que o homossexuais não vão pro ceu. Quem dera! Antes disso, vocês declaram que homossexuais são abominações, que são possuídos por demônios, que destroem famílias (como se os homossexuais nascessem de um pé de alface) e outras imbecilidades que para vocês soa como normal.

      .

      • A sua raiva não está nos cristãos (evangélicos e católicos) está em Deus, porque é Deus que fala através da Bíblia. Só lamento se você e todos os que pensam como você não creem na Bíblia. A violência, a acepção de pessoas (geral) é condenada, já existe lei para isso. Se a justiça não funciona, se existem pessoas que são fora da lei, é outro assunto.

    • Eu por exemplo teria nojo de estar em um local e dois homens começarem a se beijar na minha frente, e continuarei tendo nojo e me recuso a ficar perto de tal aberração, pois até onde sei nem cachorros vira-latas fazem tem tal comportamento nojento.
      Se isso é homofobia então sou homofóbico e com orgulho, e como homossexuais são são minoria isso nem vai afetar a população normal.

      • Eu não sabia que cachorros se beijam. Você diz que tem nojo de ver dois homens se beijando, mas não diz o mesmo com relação a duas mulheres. Eu vou te explicar por que: o sonho de todo macho e manter relações sexuais com duas ou mais mulheres. No ato, elas podem se beijar, se tocar, se lamber, que não há problema. Pelo contrário, aumenta a excitação do macho. Portanto, você não passa de um falso moralista, preconceituoso e reprimido. Um dia desses, vi duas mulheres se beijando num cantinho do prédio onde eu trabalho. As pessoas passavam e olhavam como se estivessem vendo um ET. Eu passei, vi a cena e continuei meu caminho. Eu outra ocasião, vi uma moça praticando sexo oral em um rapaz e minha atitude foi a mesma. É assim que pessoas civilizadas devem se comportar.
        .

        • Não me referi a mulheres mas penso o mesmo, mas ainda que o sexo em loca não adequado como você citou assustou algumas pessoas, ainda era o”normal”digamos assim inda que eu um local inadequado, agora homem com homem e mulher com mulher é a mesma nojeira, e não sou falso moralista, apenas digo o que penso, eu seria um falso moralista se eu fingisse algo para agradar alguém, coisa que eu não faço.
          Quanto aos cachorros eu não me referi a beijos, eu quis diser que mesmo os vira latas que se trepam nas cadelas em qualquer lugar, nem entra eles existe homossexualismo.

          • claro que existe homossexualismo entre os cachorros
            e muitas outras espécies tbm

            vá se informar antes de se orgulhar de ser um homofóbico

            agora me responda, se gays pagam os MESMOS impostos que voces, porque não tem os mesmo direitos ??
            se um casal hetero pode se beijar dentro do metro
            porque um casal gay não poderia ???
            tem muitas coisas que eu não gosto, mas não posso impedir que elas aconteçam simplesmente porque não gosto

            heterossexuais tem regalias agora ??
            sua religião não rege as leis do Brasil
            e a Bíblia não é a Constitução

    • Concordo com vc, Mara. Direitos iguais para todos.Liberdade de expressão para todos;dentro de seus limites, desde que não fira à liberdade do próximo.Cada um com o seu cada um.Jesus não julgou ninguém.Muito pelo contrário.Ele justificou o pecador, sendo o nosso pecado condenado pela justiça da fé.

  6. Os fundamentalistas já mostram a cada dia oque são filhos do pai da “MENTIRA” O DIABO.
    VEJA.
    O deputado federal Jean Wyllys (Psol-RJ) protocolou nesta quinta-feira (22) uma denúncia à Polícia Federal (PF) contra o pastor Morgado, do site Rede Promessa, por ter publicado uma notícia do site de humor Sensacionalista sobre ele como se fosse um fato real. Segundo o parlamentar, o texto fictício, “Bancada gay lança projeto de lei para proibir casamento evangélico”, foi republicado três vezes, sem citar a fonte, mesmo depois de Wyllys ter alertado ao site que a reportagem não era verídica. “A matéria foi criada por um site de deboche, que cria MATÉRIAS FICTÍCIAS E IRÔNICAS por diversão e que, originalmente, foi muito compartilhada por quem depreendeu, dela, a ironia e a proposital inversão de sujeitos a fim de demonstrar quão ridícula é a interferência da bancada fundamentalista em um assunto exclusivamente de âmbito civil”, afirmou o deputado em sua página do Facebook, em menção ao direito do público LGBT ao casamento civil. Wyllys afirma ainda ter sofrido ameaça de morte por conta da notícia falsa. “Para quem duvida que foi má-fé do Pastor, a NOTÍCIA FALSA foi publicada não só uma, mas pelo menos três vezes para mais de um milhão de seguidores e mesmo depois de minha equipe ter entrado em contato com o pastor, através de suas redes sociais, solicitando que este retirasse a postagem (que inclusive, registraram várias ameaças de morte, que também foram denunciadas à Polícia Federal)”, ressaltou.

  7. O tempo de vocês fundamentalistas de pregar ódio a discriminação e até a morte das minorias está acabando.
    A criminalização da homofobia e a união de casais homoafetivos apareceram pela primeira vez na série de entrevistas que a presidenta Dilma Rousseff tem dado para quatro emissoras de tevê aberta nesta segunda e terça.

    “Darei integral apoio a isso [a criminalização da homofobia]. Acho que essa é uma medida civilizatória. O Brasil tem que ser contra a violência que vitima a mulher, a violência que, de forma aberta ou escondida, fere os negros, que são maioria da população. E contra a homofobia, porque isso é, de fato, uma barbárie”, afirmou a presidenta em entrevista ao jornalista Kennedy Alencar gravada e exibida na noite desta terça-feira, 28, no SBT.

    Sobre a união de casais homoafetivos, Dilma afirmou que, quanto ao casamento religioso, cada igreja deve decidir sua posição. “Apoio a decisão tomada na suprema corte que reconheceu todas as características do casamento civil”, completou.

    Ao final da conversa, o jornalista listou esse e outros temas que apareceram durante a campanha, pedindo que a presidenta as comentasse. O primeiro deles seria um possível retorno do ex-presidente Lula à corrida presidencial em 2018. “Já disse uma vez e volto a dizer: o que o Lula quiser ser, eu apoiarei.”

    Outro assunto que surgiu foi a regulamentação da mídia. “Não vou regulamentar mídia no sentido de interferir na liberdade de expressão. Eu vivi sob a ditadura e sei o imenso valor da liberdade de imprensa”, afirmou a presidenta, acrescentando que o papel da imprensa, contudo, seria amplamente discutido. Quando ao direito de resposta, disse: “Direito de resposta é algo democrático. Tem de ser de fato regulamentado, pois não a pessoa não pode se dar o luxo de bloquear informações porque se sente ofendida ou ferida”.

    Pouco antes, ao falar sobre as investigações dos escândalos da Petrobras, Dilma citou indiretamente o assunto da capa da revista “Veja” que circulou desde o final da semana passada. “Farei uma comunicação integral de todas as informações para a população, de forma que vazamentos seletivos que interessam a grupos que manejam essas informações não os beneficiem mais. Eu fui vítima nos últimos dias da minha campanha de um vazamento estranhíssimo, porque a acusação não foi feita às claras e a prova não foi mostrada.”

    Minutos antes, Dilma também deu entrevista ao vivo ao jornalista Ricardo Boechat, da Band, no qual abordou temas como a economia, a previdência e a reforma política. Sobre o último tema, comentou especificamente as críticas que já recebeu de Renan Calheiros:

    “Vi nessa campanha uma ânsia imensa pela reforma política, um movimento muito forte de vários segmentos irmanados nessa questão, que me apresentou entre 7 e 8 milhões de assinaturas que serão encaminhadas ao Congresso Nacional dentro do princípio de que, a partir daí, é possível uma legislação de iniciativa popular que coloque na pauta essa questão. Todos defendem a consulta popular, seja na forma de referendo, seja na de plebiscito, o que deságua numa assembleia constituinte. Vai ser muito difícil essa não ser uma discussão interativa. A forma como vai ser eu ainda não sei, mas é muito difícil que não exista essa consulta popular.”

    “Eu acho que não é uma negociação toma lá, dá cá. Tem que ser uma negociação sobre questões importantes para o futuro do País. É obvio que podemos perder a votação no Congresso. O que eu acho que vamos ter de discutir não são questões pontuais, mas como encarar daqui para frente as reformas fundamentais. Essa da reforma politica, como encaminhar a reforma tributária. As questões que vão encaminhar o País.”

  8. O tempo de vocês fundamentalistas de pregar ódio a discriminação e até a morte das minorias está acabando.
    A criminalização da homofobia e a união de casais homoafetivos apareceram pela primeira vez na série de entrevistas que a presidenta Dilma Rousseff tem dado para quatro emissoras de tevê aberta nesta segunda e terça.
    “Darei integral apoio a isso [a criminalização da homofobia]. Acho que essa é uma medida civilizatória. O Brasil tem que ser contra a violência que vitima a mulher, a violência que, de forma aberta ou escondida, fere os negros, que são maioria da população. E contra a homofobia, porque isso é, de fato, uma barbárie”, afirmou a presidenta em entrevista ao jornalista Kennedy Alencar gravada e exibida na noite desta terça-feira, 28, no SBT.

    Sobre a união de casais homoafetivos, Dilma afirmou que, quanto ao casamento religioso, cada igreja deve decidir sua posição. “Apoio a decisão tomada na suprema corte que reconheceu todas as características do casamento civil”, completou.

    Ao final da conversa, o jornalista listou esse e outros temas que apareceram durante a campanha, pedindo que a presidenta as comentasse. O primeiro deles seria um possível retorno do ex-presidente Lula à corrida presidencial em 2018. “Já disse uma vez e volto a dizer: o que o Lula quiser ser, eu apoiarei.”

    Outro assunto que surgiu foi a regulamentação da mídia. “Não vou regulamentar mídia no sentido de interferir na liberdade de expressão. Eu vivi sob a ditadura e sei o imenso valor da liberdade de imprensa”, afirmou a presidenta, acrescentando que o papel da imprensa, contudo, seria amplamente discutido. Quando ao direito de resposta, disse: “Direito de resposta é algo democrático. Tem de ser de fato regulamentado, pois não a pessoa não pode se dar o luxo de bloquear informações porque se sente ofendida ou ferida”.

    Pouco antes, ao falar sobre as investigações dos escândalos da Petrobras, Dilma citou indiretamente o assunto da capa da revista “Veja” que circulou desde o final da semana passada. “Farei uma comunicação integral de todas as informações para a população, de forma que vazamentos seletivos que interessam a grupos que manejam essas informações não os beneficiem mais. Eu fui vítima nos últimos dias da minha campanha de um vazamento estranhíssimo, porque a acusação não foi feita às claras e a prova não foi mostrada.”

    Minutos antes, Dilma também deu entrevista ao vivo ao jornalista Ricardo Boechat, da Band, no qual abordou temas como a economia, a previdência e a reforma política. Sobre o último tema, comentou especificamente as críticas que já recebeu de Renan Calheiros:

    “Vi nessa campanha uma ânsia imensa pela reforma política, um movimento muito forte de vários segmentos irmanados nessa questão, que me apresentou entre 7 e 8 milhões de assinaturas que serão encaminhadas ao Congresso Nacional dentro do princípio de que, a partir daí, é possível uma legislação de iniciativa popular que coloque na pauta essa questão. Todos defendem a consulta popular, seja na forma de referendo, seja na de plebiscito, o que deságua numa assembleia constituinte. Vai ser muito difícil essa não ser uma discussão interativa. A forma como vai ser eu ainda não sei, mas é muito difícil que não exista essa consulta popular.”
    “Eu acho que não é uma negociação toma lá, dá cá. Tem que ser uma negociação sobre questões importantes para o futuro do País. É obvio que podemos perder a votação no Congresso. O que eu acho que vamos ter de discutir não são questões pontuais, mas como encarar daqui para frente as reformas fundamentais. Essa da reforma politica, como encaminhar a reforma tributária. As questões que vão encaminhar o País.”

    • Você acredita mesmo em Comunistas? Entrega sua vida à eles cegamente? Em CUBA, na revolução do FIDEL, eles matavam todos homonexuais, ou torturavam em campos de concentração, juntamente com os cristãos… Eles apenas estão usando esta causa, para tomar o poder… Esta é a estratégia gramisciana, amigo. Vocês são apenas instrumentos deles para concluir a revolução, mas uma vez concluída… se preparem.. Da uma olhada na mãe Russia, como tratam os homossexuais por lá…

  9. Não discordo da defesa das minorias e contra a discriminação, mas privilégios a homossexuais nada a a ver, e um veado desses não me representa nem de longe, se alguém se sente representado por esse ser eu apenas lamento.
    Mas o Silas também exagera gente.

  10. A sua raiva não está nos cristãos (evangélicos e católicos) está em Deus, porque é Deus que fala através da Bíblia. Só lamento se você e todos os que pensam como você não creem na Bíblia. A violência, a acepção de pessoas (geral) é condenada, já existe lei para isso. Se a justiça não funciona, se existem pessoas que são fora da lei, é outro assunto.

  11. O brasileiro é muito individualista não se importa com nada, ele estando
    bem é o que basta, vão a igreja para fazer parte de uma sociedade não para
    seguir os mandamento. Ignora a a saúde e a segurança achando que Deus os protege.
    Isso é Brasil um povo que vê e se cala devido ao seu bem estar.

  12. o engraçado é q vc estao pedindo respeito para com os gays… mas estao se esquecendo q os evangelicos e outros tem sua opiniao e vcs devem a respeita.. preconceituosos…. FFF

  13. Em Cuba, na revolução armada, eles torturavam e matavam homossexuais e cristãos, e todos que ousavam ter opinião. Que o LULA apoia, e fez acordo com FIDEL, todos já sabem, já tem video do lula na internet assumindo tudo, que está expandido o regime de cuba pela America Latina.toda .. E quando o PT concluir a revolução aqui e não precisar mais destes o que ele fará? Se preparem povo que se vende e acredita no homem. Até hoje na Coreia do Norte há um sistema de campos de concentração para torturar cristãos, homossexuais e todos que ousam ter opinião contrária ao governo…

    noticias.gospelmais.com.br/coreia-norte-70-000-cristaos-presos-campos-concentracao-40155.html

    Este é o governo que o PCdoB brasileiro emitiu uma nota de APOIO junto com PT e todos os movimentos ‘independentes’ que na realidade são braços do PT.

  14. Parem de perseguir e matar homossexuais. Eles tem tanto direito de viver quanto qualquer outra pessoa.

    Não entendo como podem se dizer cristãos e perseguir e matar minorias só porque não se encaixaram em seus padrões de suposta perfeição.

  15. Desculpe, mas, não existe “casal gay” e sim “par gay” para ser casal, tem de ser um de cada gênero. Outra coisa, não existe “cirurgia para mudança de sexo” e sim mutilação. Mutilar o penis não vai fazer com que o cara tenha útero, ovários, ovule, se engravide, etc. Vai continuar sendo homem, um homem faltando um pedaço do corpo. Porque “Macho e Fêmea os criou”! Uma mulher pode pressionar os seios, cortar os cabelos como homem, se vestir como homem, caminhar como homem, porém, nada nesse mundo vai mudar sua condição de mulher. Não terá próstata, testículos e mais uma infinidade de coisas. Resultado? Frustração! Por isso esse ódio contra heteros.

    • Acho que já chegou ao limite de tantos comentários! Não vejo que deva existir tratamentos diferenciados, creio que apenas se deve seguir a CF, não devemos condenar ninguém por sua escolha, e tão pouco condenar “um diferente”. Sou contra algumas colocações, as pessoas nem se quer sabem o significado de pre conceito. Prefiro acreditar que a palavra chave é RESPEITO. Havendo o respeito em todos os aspectos tudo seria diferente. Não sou defendo o homossexualismo, mas também não sou a favor da homofobia. Fala-se tanto em tratamento diferenciado para algumas classes que da qui a alguns dias esqueceremos o significado de isonomia perante a CF.

      • Homossexualismo não está adequado, porque não se trata de escolha, como o feminismo, ou cristianismo. O adequado é Homossexualidade, pois se trata de uma qualidade, uma orientação que não dependeu da autonomia do indivíduo.

  16. oo que essas pessoas vão entender que nós cristãos não somos homofóbicos ainda que alguns não sabem se expressar pois era melhor que se calassem, repito não somos homofóbicos e não apoiamos isto o que insulta e ofende os princípios cristão que foi fundado por Cristo e é de geração em geração praticado por famílias e sim querer fundamenta o homossexualismo como algo normal não adianta a homossexualidade sempre foi e sempre sera algo contra a natureza do homem e do Criador não combatemos o homossexuais em si mas o que eles querem promover o que chamamos de iniqüidade todo homem é convidado a conhecer a Cristo mas a condenação e esta que preferem as trevas e Deus entregou tais as trevas que o Senhor venha ter misericórdia de todos nós!!!

    • meu amor, me desculpa, eu vi seu comentario, e não poderia deixar de lhe falar, olha com muito amor e carinho do fundo do meu coraçao eu lhe falo, talvez até entendo que vc não conheça livros, ou que talvez vc le biblia e não lembre se de nada que já tenha lido, acontece que ao contrario do que vc falou a homossexualidade é mais antiga do que vc imagine, e mais ao contrario ainda do que vc disse ,éla não contra a natureza do homem não, isto seria muito contraditorio, uma vez em que é o homem que a vive, mais nos aprofundando mais ainda, vc sabia que existe animais que praticam a pratica homo, vc sabia disso.olha eu sou hetero, não gosto de mulheres, mais é que não me conformo com a ignorancia. Agora se vc me dissesse que por motivos religiosos , vc não concorda, ok eu vou entender. bjs

  17. “FILHINHOS É CHEGADA A ULTIMA HORA E O USURPADOR E TENTADOR JÁ GOVERNA NO MEIO DE VÓS, SABEIS QUE DIAS DE TREVAS SERÃO E AFLIÇÕES, A INIQUIDADE JÁ SE MANIFESTA E A APOSTASIA OPERA EM NOSSO MEIO. FILHINHOS LEMBRAI-VOS DA FÉ NÃO FINGIDA E DA VOSSA GRAÇA EM CRISTO SABENDO QUE SE COM ELE ESTIVERMOS TEMOS ESPERANÇA DA CONSOLAÇÃO DO GRANDE DIA DO JUÍZO DE DEUS CONTRA TODOS QUE NÃO ACEITARAM O SACRIFÍCIO DE JESUS CRISTO POR INTERMÉDIO DA FÉ. SEDE FERVOROSOS EM CONSTANTE ORAÇÃO PARA QUE ALGUNS POSSAM SER SALVOS POIS ESSA É A VONTADE DE DEUS QUE O MUNDO SEJA SALVO POR ELE”

DEIXE UMA RESPOSTA