Capa

Equador decide também investigar a Igreja Universal por lavagem de Dinheiro

Comments (20)
  1. eliel disse:

    AH Edir se essa moda de investigação em outros paises pegar , ai, ai ai !

  2. Juliano disse:

    Se todos os países começarem a levar em consideração.

    E Edir pagar, será porque Deus viu iniquidade no que fazia. Logo só prevalece o que é BOM e o resto é cortado fora.

  3. Ederson Freitas disse:

    E Bom que seja investigado mesmo.

    Assim ficara provado que não a nada de irregular.

  4. igor disse:

    nesses comentários…. tem tanta gente que quer dar uma de Deus…
    pra julgar.
    pense em duas coisas amigo leitor.
    1 – em vez de julgar eu deveria estar preoculpado em me preparar para o dia do juizo. porque vou prestar contas da minha vida ao Senhor.
    2 – quem não tem pecador atire a primeira pedra.

  5. Ivan disse:

    Alguém saberia explicar por que o próprio Edir Macedo afirmou durante uma entrevista que religião é a coisa mais podre que existe no mundo?

  6. eliel disse:

    Ivan

    não vi a entrevista do Edir Macedo , mas a afirmativa dele é coerente, se nós formos falar de religiosidade , que não é sinonimo de religião; religião = crença na existência de forças sobrenaturais.
    religiosidade = tudo aquilo que leva a pessoa aos extremos , nesses extremos , vemos : poder , razão , falta de conhecimento ( eclesiático ).
    Poder – as pessoas usam o nome de Deus em vão , usando a biblía para seu próprio benefício , por ex: a igreja católica na idade média abusava da sua autoridade , autoridade esta investida pelo próprio imperador Constantino e daí veio as grandes atrocidades , como a caça as “bruxas” queimavam todos que éram de religião pagã , vendiam indugências etc…
    Razão – pessoas cheias de razões , pela razão se mata , veja o conflito no oriente médio , a religiosidade esta explícita naquela região , mas eles insistem que tem razão para pegar a terra que não o pertencem e aí pela razão , atentam contra a vida deles e dos que estão ao seu redor ( atentados suícidas ) fazem isso pela razão.
    Falta de conhecimento – as pessoas não sabem interpretar a bíblia , isso vemos o dia todo , é só ver o grande numero de denominações que aparece todos os dias , e por incrivel que pareça acham seguidores , um exemplo disso é o Henri Crist o cara tem mais de 3000 seguidores. a falta de conhecimento faz com que as pessoas sejam feitas massa de manobras desses lideres gananciosos , que não estão dando a mínima para vida daqueles que os seguem (seus ensinamentos).
    Então eu vejo que o sr. Edir Macedo fez essas declarações se baseando nisso , só precisamos ver se ele não se enquadra nesses perfil acima citados.
    Bem Ivan é isso aí , espero poder ajuda-lo . a paz.
    Eliel

  7. Karla Cristina disse:

    Igor é isso aí!

    Que legal…mais um país que irá provar a idoniedade da Universal,GRAÇAS a DEUS!!!

    rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

  8. sensata disse:

    Quem não tem pedra que atire o primeiro pecador! rsrs

  9. josé adilson disse:

    As intensas caçadas à iurd é meramente política e religiosa. Sabemos
    que a rede globo defende interesses da CNBB e partidos políticos, como PSDB E DEM, e isso é explícito. Bastar assistir o telejornal nacional. E as denúncias contra a rede globo? quem tem peito de ir contra?

  10. Karla Cristina disse:

    É isso aí José!

  11. Ivan disse:

    Eliel, entendo que você não assistiu a entrevista do Edir Macedo, mas é justamente essa a questão, durante a entrevista ele (Edir Macedo) se referiu apenas à religião e não à religiosidade, ou seja, ele, aparentemente, cuspiu no prato que comeu.

    Mais precisamente essa foi a frase que ele proferiu sobre religião: “É a coisa mais podre que existe na face da Terra. O maior inimigo de Deus é a religião. As religiões que dividem as pessoas, brigarem entre si, lutarem. As maiores guerras foram feitas em nome da religião”

    Para mim o que ele disse é a mais pura verdade, porém, partindo dele ficou totalmente estranho.

  12. Gerson disse:

    Tribunal Regional Federal da 4ª Região manda prosseguir denúncia contra o bispo Edir Macedo

    Extraído de: Espaço Vital – 17 de Agosto de 2009

    A 7ª Turma do TRF da 4ª Região deferiu, por unanimidade, um recurso do Ministério Público Federal e determinou que a Justiça Federal em Santa Catarina volte a analisar uma denúncia do órgão contra o bispo Edir Macedo. Ele e outras duas pessoas foram denunciadas à Justiça em 2008 por falsidade ideológica e uso de documento falso. Na análise do processo, o juiz federal Marcelo Adriano Micheloti negou o recebimento da denúncia. O magistrao entendeu que a pena máxima a que os réus seriam submetidos caso fossem condenados seria de dois anos. Para esta pena, o prazo para processar os responsáveis pelos delitos é de até quatro anos. Como a denúncia foi apresentada sete anos após o fato, o crime estaria prescrito. Para o procurador da República em Florianópolis, Marcelo da Mota, o juiz fez um “exercício de futurologia”. Segundo ele, a pena para o crime de falsidade ideológica varia entre um a cinco anos de prisão e o juiz não poderia ter previsto a pena que seria imputada aos réus em caso de condenação para considerar o crime prescrito. “Se levar em conta a pena máxima, que é de cinco anos, você leva a prescrição para 12 anos”, disse. Com a decisão, o processo deve retornar agora à Justiça Federal de Itajaí (SC). Na nova análise, o juiz levará em consideração os indícios de crimes presentes no processo. Segundo o TRF-4, ele não poderá voltar a alegar a prescrição do crime para recusar a ação. Para entender o caso * Segundo a denúncia do Ministério Público, Edir Macedo teria utilizado em 2002 uma procuração assinada seis anos antes pelo ex-colaborador da Igreja Universal Marcelo Nascente Pires, para transferir sem a autorização dele a Televisão Vale do Itajaí para o nome de outro colaborador. * De acordo com o MPF, Pires assinou o documento dando ao bispo plenos poderes para transferir ações em 1996, mas o espaço relativo ao nome da empresa que seria transferida foi deixado em branco. Segundo a investigação, a procuração foi completada pelo bispo em 2002, com o nome das empresas Rede Fênix, TV Vale do Itajaí e Televisão Xanxerê. O documento foi utilizado na transferência da TV Vale do Itajaí para Honorilton Gonçalves da Costa, também colaborador da Igreja Universal. * A procuração também foi apresentada para a alteração da composição societária da empresa junto ao Ministério das Comunicações. “A investigação demonstrou que esse tipo de documento era comum no grupo”, explicou o procurador. Segundo ele, as empresas eram registradas em nome de terceiros, mas pertenciam de fato ao bispo Edir Macedo.* Também foram denunciados à Justiça Honorilton Gonçalves da Costa e Júlio César Ribeiro, por terem – segundo o MPF – contribuído para a fraude. Eles teriam feito diversas transferências da propriedade da empresa entre eles, para mascarar o uso da procuração. Outro lado De acordo com o advogado de defesa de Edir Macedo, Arthur Lavigne, a “decisão do TRF-4 é uma perda de tempo. O advogado disse que irá estudar um recurso ao STJ e acredita que o tribunal decidirá pela prescrição do crime. “O tribunal não aceitou a prescrição por mera formalidade”, afirmou. Ainda segundo Lavigne, o uso da procuração em data posterior não configurou nenhum delito. Ele argumenta que o preenchimento posterior só seria crime se tivesse sido feito com o propósito de usurpar a televisão.

  13. Gerson disse:

    O CASO LUCAS TERRA ( CONDENAÇÃO CÍVEL )

    A Igreja Universal do Reino de Deus foi condenada a pagar indenização por danos morais de R$ 1 milhão, devidamente corrigidos, aos pais de João Lucas Terra, de 14 anos. O garoto foi assassinado em março de 2001 pelo pastor auxiliar Sílvio Roberto Santos Galiza, em Salvador, segundo o Superior Tribunal de Justiça (STJ).

    A Terceira Turma do STJ não acatou o pedido da instituição para reformular uma decisão do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) que reconheceu o pastor como representante da Igreja Universal.

    Segundo informações do site do STJ, em primeira instância, o juiz de Direito da 3ª vara Cível da Comarca de Salvador julgou improcedente o pedido de indenização dos pais do garoto.

    Na segunda instância, a sentença foi reformada pela 2ª Câmara Cível do TJ-BA, que condenou a Igreja Universal ao pagamento de indenização por danos morais no valor de R$ 500 mil para cada um dos pais do garoto.

    A Igreja alegou que não teve responsabilidade no caso pois o crime não foi praticado no exercício do trabalho nem em razão dele. Conforme a decisão do TJ, o crime só foi possível devido a negligência da instituição religiosa, não só pela má escolha de um de seus membros pregadores – o pastor auxiliar Sílvio Roberto Santos Galiza – como também pela não vigilância do pastor.

    O garoto João Lucas Terra era obreiro da igreja e, segundo dados do processo, chegava a permanecer durante três turnos no período de férias na Igreja de Santa Cruz, em Salvador. Para os pais dele, não poderia haver lugar mais seguro para o menino do que o local onde professava sua religião.

  14. Karla Cristina disse:

    Você não tem argumentos…faça como o Gerson,rsrsrsrsrsrsrsrsrs,um cara totalmente ‘NEUTRO’,cheios de ‘amigos’ e uma ‘namorada’,que é da Universal,rsrssrsrsrsrsrsrsrsrsrrsrsrsrsrs e ‘grande’ escritor de ficção,rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

  15. Gerson disse:

    Caso Lucas Terra

    Introdução:

    Um destes dias recebi um email com uma carta em anexo. Esta carta foi escrita por CARLOS TERRA e conta o que se passou com o seu filho LUCAS TERRA, de 14 anos, em 21/03/2001.
    Como achei o caso muito forte, eu investiguei e tive a confirmação que o caso é real e por isso vou transmitir-vos aqui a indignação desse pai, através da transcrição da Carta que me foi enviada.
    Carta:
    «Meu nome é CARLOS TERRA, sou pai do estudante LUCAS TERRA, 14 anos, que foi QUEIMADO VIVO no dia 21/03/2001, segundo Laudo da Policia Técnica e Científica.
    Meu filho foi colocado dentro de uma Caixa de Madeirit, amarrado e amordaçado para não gritar. Carbonizaram seu corpo para encobrir os VESTÍGIOS de PEDOFILIA.
    No dia 24/10/2001 após 07 (sete) meses de minuciosa investigação a Policia Baiana concluiu o Inquérito Policial e indiciou o indivíduo SILVIO GALIZA como o AUTOR do HOMICÍDIO.
    O crime é Hediondo e Triplamente Qualificado, Motivo Torpe, Emprego de Fogo e Recurso que Impossibilita a Defesa da Vitima.
    No dia 08/11/2001 os Promotores do Ministério Público da Bahia pediram a Prisão Preventiva do Assassino, mas o Juiz não quis prendê-lo.
    No dia 15/01/2002 estive em Roma na Itália, denunciando o crime em ONG’s Internacionais de Direitos Humanos.
    No dia 18/02/2002 estive na cidade de Genebra na Suíça, pedindo ajuda aos Órgãos Internacionais de Direitos Humanos da ONU.
    No dia 04/07/2002, estive em Brasília no Ministério da Justiça onde falei pessoalmente com o Ministro pedindo a prisão do PEDÓFILO ASSASSINO de meu filho, mas ele não foi preso.
    No dia 22/08/2002, o Promotor de Justiça pediu a pronúncia para que o Assassino sente no Banco dos Réus.
    No dia 05/09/2002, o JUIZ da 1ª Instância deu a Sentença de Pronúncia para que o Homicida seja julgado no Tribunal do Júri, mas não assinou sua prisão.
    Nestes dois anos já estive em todas ONG’s de Direitos Humanos do Rio de Janeiro e São Paulo.
    O Autor do Homicídio e seus cúmplices não podem continuar desafiando a tudo e a todos.
    No dia 24/04/2003, os Dignos Desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia decidiram por UNANIMIDADE que o indivíduo GALIZA dever ser julgado pela SOCIEDADE BAIANA.
    Os advogados de defesa do Assassino entraram com recurso no Supremo Tribunal Federal em Brasília para que o Autor do Homicídio contra meu filho não sente no Banco dos Réus, desejam que o processo volte à Delegacia para lá ficar por uns 10 anos e cair no esquecimento.
    Quando morrem, os pais, perde-se o passado, mas quando morre um filho perde-se o futuro.
    LUCAS TERRA, nasceu em Salvador – Bahia, tinha um coração puro, voltado para Deus, impressionava a todos pela transparente seriedade de seu comportamento e de sua vida.
    Tinha um grande desejo de viver e contemplava a beleza da vida através de sua adolescência feliz, até que assassinaram covardemente meu filho, interromperam sua vida, sua força, sua alegria, sua felicidade, seu sorriso e seus sonhos.
    O criminoso e seus cúmplices tentam desmoralizar os poderes instituídos, engrandecendo o sentimento de impunidade e desafiando a credibilidade na justiça.
    Sei que na Justiça do meu País existem homens dignos e honrados que não se curvam diante do Poder Econômico.
    Não quero escandalizar a Justiça, Polícia, Políticos ou Religiosos, não sou contra nenhuma religião, não quero vingança, quero, somente JUSTIÇA!!!
    Não consigo me conformar que o indivíduo GALIZA continue PREMIADO com a LIBERDADE.
    Dói no profundo do coração e da alma ver o Assassino de meu filho sorrindo e andando LIVREMENTE pelas ruas de Salvador, enquanto que para mim e para minha família só restam a DOR e as LÁGRIMAS nesta luta DESIGUAL.
    Dói ver o Assassino sair de cada audiência, sorrindo e debochando de nossa família.
    A defesa do autor do homicídio tenta, desesperadamente, livrá-lo da iminente condenação pelo povo baiano. Ao assassino de meu filho, não falta dinheiro, seus Cúmplices financiam de forma MILIONÁRIA para que não venha delatá-los.
    Minha peregrinação pelo Brasil e pelo Exterior sempre foi com meus Recursos Próprios. Já gastei tudo que tinha nesses dois anos.
    Afirmo que o crime contra meu filho, jamais entrará para o rol de crimes insolúveis, lutarei até o fim da minha vida por justiça!
    NO BRASIL CRIME HEDIONDO TEM PRISÃO IMEDIATA, MAS O ASSASSINO CONTINUA LIVRE.
    Creio que neste TRIBUNAL ser uma vez mais mostrado a sociedade brasileira que este crime não poderá ficar impune, tampouco um assassino que busca as prerrogativas de ser pastor, ficar acobertado e longe das grades de uma prisão.
    Acredito e tenho absoluta certeza de que os Senhores saberão fazer caminhar com a CELERIDADE que é peculiar a este TRIBUNAL o processo onde SILVIO GALIZA foi indiciado, denunciado e pronunciado diante de inúmeras provas, como o autor da morte de meu filho LUCAS TERRA, para que em breve possa ser julgado por este CRIME HEDIONDO e TRIPLAMENTE QUALIFICADO e para que venha servir de exemplo a outros tantos pedófilos que abusam sexualmente de crianças indefesas e menores inocentes.
    Meu filho foi QUEIMADO ainda com vida, não teve DIREITO DE DEFESA. PELO AMOR DE DEUS, ALGUÉM NESTE PAÍS PRECISA ME OUVIR E PRENDER ESTE PEDÓFILO ASSASSINO.»
    CARLOS TERRA – Pai do jovem LUCAS TERRA, assassinado aos 14 anos por um PASTOR de uma IGREJA EVANGÉLICA. Tudo o que esse pai busca é justiça pela morte de seu filho. Há 2 anos ele tenta isso. Como sua fonte financeira se esgotou, ele vai quase todos os dias numa grande rua de Salvador com um cartaz exibir na sinaleira dessa rua a situação dele.
    Ele não quer dinheiro, apenas que a justiça seja feita.
    Se você quiser fazer algo por esse pai desesperado, não deixe essa corrente morrer! Repasse esse e-mail para todos aqueles que você conhece!
    Sem comentários, gente, só o pedido, REPASSEM, POR FAVOR…

  16. Gerson disse:

    “A Fazenda”: Público deseja que a Record imite a Globo

    24/08 – 11:26 – Mauricio Stycer, repórter especial do iG

    Entre os 14 candidatos do reality show da Record, vários com origem social humilde e histórias de vida edificantes, o público levou à final justamente os dois cariocas de classe média, da zona sul do Rio.

    Não por coincidência, Dado Dolabella e Danni Carlos encarnam o perfil que a Globo, por anos, tentou convencer o espectador ser o do brasileiro típico ou ideal. Além disso, tanto um quanto o outro devem o seu sucesso artístico à própria Globo.

    Como se sabe, Danni “estourou” depois que sua música “Coisas que Eu Sei” fez parte da trilha da novela “Duas Caras”, de Aguinaldo Silva, em 2007. E Dado, filho de dois eternos atores da Globo, só se tornou um “bad boy” de expressão nacional depois de ter feito “Malhação”, algumas novelas e seriados na emissora carioca, além de ter namorado meio elenco global.

    A Record omitiu propositadamente essas informações na noite de domingo, ao apresentar o perfil dos dois finalistas. E não era necessário agir de forma diferente – até porque o mau hábito de não mencionar a concorrência é uma regra geral na mídia brasileira. Difícil, em todo caso, acreditar que alguém que tenha assistido ao programa não soubesse desses detalhes sobre a carreira dos dois finalistas.

    Há dois tipos básicos de imitação na televisão. A mais ambiciosa busca extrair o sumo do original para superá-la. A mais pragmática procura adequar o objeto de sua cobiça às suas ambições, normalmente limitadas por dificuldades de orçamento ou falta de know-how mesmo. Neste segundo caso, a cópia costuma virar pastiche.

    (…)

    Ao ser anunciado como vencedor do programa, Dado Dolabella imediatamente ajoelhou-se. Depois, ao receber um cheque de R$ 1 milhão, disse: “Quero agradecer, em primeiro lugar, a Deus”.

    À 0h51, “A Fazenda” finalmente saiu do ar e, sem comerciais, a Record emendou a apresentação de “Fala que Eu Te Escuto”, programa apresentado por um bispo da Igreja Universal do Reino de Deus.

    Sucesso de público e comercial, o reality já anuncia a sua segunda edição, ainda este ano. Certamente, alguns detalhes serão aperfeiçoados, mas não é preciso mudar muita coisa.

    “A Fazenda” mostrou que o espectador também quer que a Record imite a Globo.

  17. Karla Cristina disse:

    HÁHÁHÁHÁHÁHÁHÁHÁHÁHÁ…

  18. Karla Cristina disse:

    Gerson,muito obrigada por você mostrar que a justiça inocentou,os outros acusados,que estavam nesse ‘rolo’,injustamente…e GRAÇAS a DEUS,que o verdadeiro culpado…o ex-auxiliar de pastor,Silvio Galiza já está preso e que foi provado que agiu sozinho…

  19. adolfo disse:

    bom é interessante a preocupação da globo para com a reede record!
    isso tudo é manipulação da globo ou realidade? bom toda vez que a rede record cresce um pouco sempre a globo impoe a atacar a record, a rede record lança acusações baseado pela STJ mas o MP eo STJ nao investiga a globo. será que a globo esta pagando para que ese povo nao faça nada contra ela e sim contra a rede record? quem é erado na historia? imagina só vc se acada produto lançado pela skoll a antarctica atacsse ela sem pudor ou se acada crescimento da peps a coca cola paga-se comercial pra denegrir a imagwem da concorrente> GLOBO FECHA O TACHO E ACEITA QUE TA PERDENDO PRA REDE RECORDKKKKKKKKKKKKKKKKK

  20. carlos ferreira disse:

    EDIR MACEDO É UM LADRÃO CORRUPITO QUE FICOU RICO DE MANEIRA DESONESTA,COMO SE EXPLICA UM HOMEN COMO ELE QUE NÃO TINHA ONDE CAIR MORTO CONSEGUIR COMPRAR UM CANAL DE TV.A UNIVERSAL É UMA MARFIA DE LADRÕES.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *