Brasil

Igreja Universal: Globo nega que estaria negociando para obter documentário francês contra a igreja

Comments (22)
  1. Valéria disse:

    Um é documentário da BBC de Londres,sobre como a Rede Globo manipulava e manipula os governos brasileiros e seu relacionamento estreito com a ditadura…o outro pelo que eu entendi é um ‘documentário’ feito pelo movimento carismático católico,que não é reconhecido nem pelo papa,tsc,tsc…

  2. JESUS ALVES disse:

    Será que vem aí uma “guerra santa”?…quanta perturbação, meu Deus!!!

  3. Karla Cristina disse:

    HÁHÁHÁHÁ…

  4. Karla Cristina disse:

    Guerra santa não sei,mas guerra de audiência,essa sim com certeza,rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrrsrss

    NESSE DOMINGO A RECORD FICOU 10 PONTOS A FRENTE DA GLOBO,rsrsrsrsrsrs

  5. dicipulo do rei disse:

    porque não temos que lutar contra carne e o sangue,mas sim contra os principados e contra potestades,contra os principes das trevas deste século,contra as hostes espirituais da maldade,nos lugares celestiais,ef cap 6 ver 12,verdadeiramnete isso não estou vendo só luta por ganancia e interresses pessoais…

  6. GISELLA disse:

    valeria- BLABLABLABLABLA…
    kala( a boca )cristina- cócócóricócó cócócócóricócócó…
    neete??????????????- língua não identificada
    disc.do…REI?- o q isso tem a ver com a materia…
    GISELLA A BOA- kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    “” UMA LEGIÃO DE FANÁTICOS””…
    …tinhamos medo de apertar a mão do EDI????
    é os ex-membros sofrem dessa síndrome, dão tudo o que tem depois se arrependem kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    fanáticos e burros!!!

  7. Karla Cristina disse:

    Gisella,pelos seus comentários,você é muito inteligente,rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

  8. GISELLA disse:

    Enfim vc reconhece minha superioridade kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  9. sensata disse:

    Quem não tem cão, caça com gato!

  10. Gerson disse:

    Norminha na Record

    O grande hit na festa da Record, quinta à noite, foi o tema da Norminha (Dira Paes), “Você Não Vale Nada”, do grupo Calcinha Preta, na novela “Caminho das Índias”.

    No que tocou, o elenco todo de “A Fazenda” e demais presentes caíram na pista. Cantando e dançando.

    você não vale nada mas eu gosto de você,
    você não vale nada mas eu gosto de você,
    tudo que eu queria era saber por que,
    tudo que eu queria era saber por que,

    —————————————

    Na noite de segunda-feira (13), Christiane Torloni e Caio Blat deixaram o set de Caminho das Índias, no Rio, e foram diretamente para a Casa Fasano, em São Paulo. Os atores globais participaram da festa de lançamento de Poder Paralelo, da Record, para prestigiar seus pares, o diretor da novela Ignácio Coqueiro e a atriz Maria Ribeiro, respectivamente. A trama de Lauro César Muniz estreia nesta terça-feira (14), às 22h15, na Record.

  11. Gerson disse:

    Os programas e cultos evangélicos da igreja Universal do Reino de Deus devem deixar a grade de programação da Rede Record no ano de 2010.
    O presidente da Igreja e principal acionista do grupo televisivo, Edir Macedo quer desvincular totalmente a igreja com a emissora de TV.
    Objetivo: mostrar ao mercado e aos espectadores que a Universal é somente um dos anunciantes da casa e não a proprietária do canal televisivo.
    O desligamento coincidiria com a fase em que a emissora começará a sua grande investida esportiva, com a exibição dos jogos de Inverno de Vancouver, em 2010 e, posteriormente, o Pan-Americano de Guadalajara.

  12. Karla Cristina disse:

    É Gerson….rrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs,você que é totalmente ‘NEUTRO’,rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs e mal informado,mas é isso que da se basear em blog de fofocas patrocinados pela Globo,rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrrs…tão imparcial,rsrsrsrsrsrsrsrs

  13. Karla Cristina disse:

    ISSO É FOFOCA E NÃO NOTÍCIA,rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

    Sinônimo : bisbilhotice, mexerico

    rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

  14. Gerson disse:

    CRIME x PUNIÇÃO – CASO LUCAS TERRA (14 ANOS) – OBREIRO DA IURD

    Hediondo e Triplamente Qualificado, Motivo Torpe, Emprego de Fogo e Recurso que Impossibilita a Defesa da Vítima

    Por Elizabeth Misciasci
    Dos Fatos, conforme Carlos Terra
    Meu nome é CARLOS TERRA, sou pai do estudante LUCAS TERRA (14 anos) que foi QUEIMADO VIVO no dia 21/03/2001, segundo Laudo da Policia Técnica/Científica.

    Meu filho foi amarrado e amordaçado para não gritar e colocado dentro de uma Caixa de Madeirit. Carbonizaram seu corpo para encobrir os Vestígios de Pedofilia.

    Relato

    No dia 24/10/2001 após 07 meses de minuciosa investigação a Policia Baiana concluiu o inquérito Policial e indiciou o indivíduo SILVIO GALIZA como o AUTOR do HOMICÍDIO.

    O crime foi qualificado como Hediondo e Triplamente Qualificado, Motivo Torpe, Emprego de Fogo e Recurso que Impossibilita a Defesa da VÍtima.

    No dia 08/11/2001 os Promotores do Ministério Público da Bahia pediram a Prisão Preventiva do Assassino, mas o Juiz não quis prendê-lo.

    No dia 15/01/2002 estive em Roma na Itália, denunciando o crime em ONG’s Internacionais de Direitos Humanos.

    No dia 18/02/2002 estive na cidade de Genebra na Suíça, pedindo ajuda aos Órgãos Internacionais de Direitos Humanos da ONU.

    No dia 04/07/2002, estive em Brasília no Ministério da Justiça onde falei pessoalmente com o Ministro pedindo a prisão do PEDÓFILO ASSASSINO de meu filho, mas ele não foi preso.

    No dia 22/08/2002, o Promotor de Justiça pediu a pronúncia para que o Assassino sentasse no Banco dos Réus.

    No dia 05/09/2002, o JUIZ da 1ª Instância deu a Sentença de Pronúncia para que o Homicida fosse julgado no Tribunal do Júri, mas não assinou sua prisão.

    Naqueles 02 anos estive em todas ONG’s de Direitos Humanos do R.de Janeiro e S.Paulo.

    No dia 24/04/2003, os Dignos Desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia decidiram por UNANIMIDADE que o indivíduo GALIZA deveria ser julgado pela SOCIEDADE BAIANA.

    Os advogados de defesa do Assassino entraram com recurso no STF em Brasília para que o Autor do Homicídio contra meu filho não sentasse no Banco dos Réus, desejando que o processo voltasse à Delegacia para lá ficar até cair no ESQUECIMENTO.

    Quando morrem, os pais, perde-se o passado, mas quando morre um filho perde-se o futuro.

    LUCAS TERRA, nasceu em Salvador – Ba, tinha um coração puro, voltado para Deus, impressionava a todos pela transparente seriedade de seu comportamento e de sua vida. Tinha um grande desejo de viver e contemplava a beleza da vida através de sua adolescência feliz, até que o assassinaram covardemente, interromperam sua vida, sua força, sua alegria, sua felicidade, seu sorriso e seus sonhos.

    DESABAFO

    O criminoso e seus cúmplices tentam desmoralizar os poderes instituídos, engrandecendo o sentimento de impunidade e desafiando a credibilidade na justiça.
    Sei que na Justiça do meu País existem homens dígnos e honrados que não se curvam ao Poder Econômico. Não quero escandalizar a Justiça, Polícia, Políticos ou Religiosos, não sou contra nenhuma religião, não quero vingança, quero apenas JUSTIÇA!!!
    Não consigo me conformar que o indivíduo SILVIO ROBERTO DOS SANTOS GALIZA continue PREMIADO com a LIBERDADE.

    Dói no profundo do coração e da alma ver o ASSASSINO de meu filho sorrindo e andando LIVREMENTE pelas ruas de Salvador, enquanto que para mim e para minha família só restam a DOR e as LÁGRIMAS nesta luta DESIGUAL.

    Dói ver o Assassino sair de cada audiência sorrindo debochando de nossa família…
    A defesa do autor do homicídio tenta desesperadamente livrá-lo da iminente condenação pelo povo baiano.

    Ao assassino de meu filho, não falta dinheiro, seus Cúmplices o financiam de forma MILIONÁRIA para que não venha delatá-los.

    Minha peregrinação pelo Brasil e pelo Exterior sempre foi com meus Recursos Próprios. Já gastei tudo que tinha nesses anos.

    Afirmo que o crime contra meu filho, jamais entrará para o rol de crimes insolúveis, lutarei até o fim da minha vida por justiça!

    NO BRASIL CRIME HEDIONDO TEM PRISÃO IMEDIATA MAS O ASSASSINO CONTINUA LIVRE.

    Creio que neste TRIBUNAL será mostrado à sociedade brasileira que este crime não ficará impune nem tampouco um assassino que usa prerrogativas de ser PASTOR, ficar acobertado e longe das grades da prisão.

    Acredito e tenho absoluta certeza de que os Srs. saberão fazer caminhar com a CELERIDADE que é peculiar a este TRIBUNAL o processo onde SILVIO GALIZA (foto) foi indiciado, denunciado e pronunciado diante de inúmeras provas como o autor da morte de meu filho LUCAS TERRA, para que em breve possa ser julgado por este CRIME HEDIONDO e TRIPLAMENTE QUALIFICADO e para que venha servir de exemplo a outros tantos pedófilos que abusam sexualmente de crianças indefesas e menores inocentes.

    Meu filho foi QUEIMADO ainda com vida, não teve DIREITO DE DEFESA. PELO AMOR DE DEUS, ALGUÉM NESTE PAÍS PRECISA ME OUVIR E PRENDER ESTE PEDÓFILO ASSASSINO.

    Carlos Terra – Pai do jovem Lucas Terra, assassinado aos 14 anos por um alguém que se dizia “Pastor de uma Igreja”. Tudo o que eu como pai, busco desde então, é justiça pela morte de meu filho.

    Publicado – Entenda mais o Caso

    Um crime que chocou baianos e continua sem solução. Em março de 2001, Lucas Terra, 14 anos, foi assassinado brutalmente. O corpo do adolescente foi encontrado carbonizado em um terreno baldio na avenida Vasco da Gama.

    O suspeito de dar fim à vida do jovem, o pastor Silvio Galiza, da IGREJA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS, que já foi julgado e cumpria pena na penitenciária Lemos Britto.

    Ele teria contado com a ajuda do também pastor Joel Miranda e do BISPO FERNANDO APARECIDO DA SILVA, que não sofreram condenação. Naquele ano, os pais de Lucas Terra iniciaram – como mostra a reportagem – a batalha por justiça.

    O pai de Lucas Terra foi recebido por representantes da Organização das Nações Unidas (ONU), na sede do órgão, em Genebra, na Suíça. Na audiência, José Carlos Terra foi recebido pela comissária dos Direitos Humanos Internacionais da ONU, Verônica Birga, que já o havia recebido em 2001, quando a apuração do caso ainda estava no início, e ele pedia agilidade policial.

    Nesta audiência, o pai de Lucas pedia apoio para prender os dois acusados pela morte do menino, da Igreja Universal, que continuaram soltos. O juiz recebeu o pedido de prisão do Ministério Público.

    Lucas Vargas Terra, de 14 anos, foi assassinado em 21 de março de 2001. O jovem foi queimado vivo, após ser colocado dentro de uma caixa de madeirite, amarrado e amordaçado.

    Reviravolta

    Em março de 2006, o coordenador do Centro de Apoio Operacional ao Combate às Organizações Criminosas (Caococ), o promotor de Justiça Oscar Araújo da Silva, anunciou uma reviravolta no caso do assassinato do jovem Lucas.

    O pastor Sílvio Galiza, condenado em novembro de 2005, a 18 anos pelo assassinato do garoto, ocorrido em março de 2001 pediu para prestar novo depoimento ao MP, quando se declarou inocente e apontou os pastores Fernando Aparecido da Silva e Joel Miranda como executores do crime.

    * Com informações de Deodato Alcântara, do A Tarde.

    Caso Lucas Terra: Ministro do STF acata pedido de ‘habeas-corpus’ para bispos Junho 28, 2008

    Por Rosane – Diga não a erotização Infantil -Na íntegra

    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) de Brasília Ricardo Lewandowski acatou o pedido de habeas-corpus do advogado César Faria para os BISPOS FERNANDO APARECIDO DA SILVA e JOEL MIRANDA, acusados por SÍLVIO GALIZA, que cumpria pena de 18 anos, de serem co-autores no assassinato do adolescente Lucas Terra, em 2001. Lewandowski argumentou que não havia provas da autoria nem motivação por parte dos acusados e expediu alvará de soltura para Fernando da Silva, que deixou o prédio da Polinter, anteontem à noite, em Salvador, e um contramandado de prisão em favor de Joel Miranda, que até então não havia se apresentado em juízo.

    César Faria assumiu a defesa dos dois bispos da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) depois que o advogado Márcio de Oliveira Filho alegou questões pessoais para deixar o caso. Ele considera que a vitória no STF “é o começo da comprovação da inocência dos clientes”. Mostrando o parecer do ministro Lewandowski, informa que, “primeiramente, ele (o ministro) diz não haver evidência da participação dos bispos no assassinato”. Ainda com base no documento do STF, o advogado diz que os dois pastores tinham sido citados através de cartas precatórias, sendo normal que fossem ouvidos nos locais em que moram, em Pernambuco (Fernando Aparecido) e em Recife (Joel Miranda).

    “O ministro acrescentou que não ficaram esclarecidas a autoria nem a motivação para que ambos tenham participado de um crime tão hediondo”, reforça Farias.
    O advogado dos pastores, que também é professor da Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia (Ufba), informou que não havia motivo para que fossem marcadas tantas audiências em Salvador, já que o próprio juiz expediu carta precatória para que ambos pudessem ter oitivas nas cidades em que moram. “Em nenhum momento meus clientes se recusaram a ser ouvidos pela Justiça. Pelo contrário, se não estou enganado, Joel Miranda tinha sido ouvido em Cabo Frio e alguns dias depois foi expedida a prisão preventiva contra ele”, disse Faria. Disse também que o bispo Fernando Aparecido iria ser ouvido no último dia 5, em Recife.

    “Na verdade, eles nunca faltaram a audiências, mas a série marcada para Salvador deixou-os em situação vexatória diante da opinião pública. Mas vamos reverter este quadro”, assegura o advogado. O próximo passo da defesa agora será solicitar uma audiência com o juiz Vilebaldo Freitas, titular da 2ª Vara do Júri, no Fórum Ruy Barbosa, e o promotor público Davi Gallo Barouh para o prosseguimento do caso, logo após o término da greve dos servidores do Judiciário.

    Pai da vítima expressa revolta

    “Uma decepção muito grande. Nem tenho palavras para demostrar o tamanho de minha revolta. Acreditei na Justiça”, desabafou Carlos Terra, pai de Lucas Terra, sobre a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, que concedeu o habeas-corpus aos bispos Fernando Aparecido da Silva e Joel Miranda. “Esta decisão só reforça a tese de que as leis brasileiras, infelizmente, têm brechas para favorecer pedófilos, assassinos e demais criminosos”, desabafou.

    Para Carlos Terra, a decisão judicial pôs em liberdade pessoas que, ao logo do tempo, poderão cometer novos crimes. “Eles violentaram, espancaram e depois queimaram vivo meu filho porque ele flagrou Fernando e Joel mantendo relações sexuais.

    Como alguém pôde soltar estes monstros. Se fizeram isso com meu Lucas, podem fazer com outros jovens também”, disse em tom de indignação… Sete anos após o crime, Carlos Terra diz que a dor da impunidade é a mesma de quando recebeu a notícia de que os restos mortais de seu filho caçula haviam sido encontrados na Avenida Vasco da Gama. “E a família, como fica? Meu filho está morto e os assassinos estão na rua. Que país é este?”.

    Mesmo diante de toda a situação, Carlos Terra garante que não desistirá. “Vou continuar lutando com todas as minhas forças, nem que seja a última coisa que faça na minha vida, mas vou vê-los atrás das grandes, de onde não deveriam ter saído”, esbravejou. Carlos aguardava o fim da greve dos servidores do Judiciário para que o juiz Vilebaldo Freitas, titular da 2ª Vara do Júri, informasse o dia da tão esperada acareação entres os dois pastores e Galiza, no Fórum Ruy Barbosa. (BW)

    *Na íntegra – Por Rosane – Diga não a erotização Infantil

  15. Gerson disse:

    EX-OBREIRO DA IURD VÍTIMA DE CRIME HEDIONDO
    VÍDEO DISPONÍVEL NA INTERNET – ÍNTEGRA DO CASO

    O CASO LUCAS TERRA (14 anos) – crime foi qualificado como Hediondo e Triplamente Qualificado, Motivo Torpe, Emprego de Fogo e Recurso que Impossibilita a Defesa da Vítima

    VÍDEOS YOUTUBE – ENDEREÇO:
    http://www.youtube.com/results?search_query=CASO+LUCAS+TERRA&search_type=&aq=f

  16. Gerson disse:

    “A Fazenda”: Público deseja que a Record imite a Globo

    24/08 – 11:26 – Mauricio Stycer, repórter especial do iG

    Entre os 14 candidatos do reality show da Record, vários com origem social humilde e histórias de vida edificantes, o público levou à final justamente os dois cariocas de classe média, da zona sul do Rio.

    Não por coincidência, Dado Dolabella e Danni Carlos encarnam o perfil que a Globo, por anos, tentou convencer o espectador ser o do brasileiro típico ou ideal. Além disso, tanto um quanto o outro devem o seu sucesso artístico à própria Globo.

    Como se sabe, Danni “estourou” depois que sua música “Coisas que Eu Sei” fez parte da trilha da novela “Duas Caras”, de Aguinaldo Silva, em 2007. E Dado, filho de dois eternos atores da Globo, só se tornou um “bad boy” de expressão nacional depois de ter feito “Malhação”, algumas novelas e seriados na emissora carioca, além de ter namorado meio elenco global.

    A Record omitiu propositadamente essas informações na noite de domingo, ao apresentar o perfil dos dois finalistas. E não era necessário agir de forma diferente – até porque o mau hábito de não mencionar a concorrência é uma regra geral na mídia brasileira. Difícil, em todo caso, acreditar que alguém que tenha assistido ao programa não soubesse desses detalhes sobre a carreira dos dois finalistas.

    Há dois tipos básicos de imitação na televisão. A mais ambiciosa busca extrair o sumo do original para superá-la. A mais pragmática procura adequar o objeto de sua cobiça às suas ambições, normalmente limitadas por dificuldades de orçamento ou falta de know-how mesmo. Neste segundo caso, a cópia costuma virar pastiche.

    (…)

    Ao ser anunciado como vencedor do programa, Dado Dolabella imediatamente ajoelhou-se. Depois, ao receber um cheque de R$ 1 milhão, disse: “Quero agradecer, em primeiro lugar, a Deus”.

    À 0h51, “A Fazenda” finalmente saiu do ar e, sem comerciais, a Record emendou a apresentação de “Fala que Eu Te Escuto”, programa apresentado por um bispo da Igreja Universal do Reino de Deus.

    Sucesso de público e comercial, o reality já anuncia a sua segunda edição, ainda este ano. Certamente, alguns detalhes serão aperfeiçoados, mas não é preciso mudar muita coisa.

    “A Fazenda” mostrou que o espectador também quer que a Record imite a Globo.

  17. Karla Cristina disse:

    HÁHÁHÁHÁHÁHÁÁHÁHÁHÁHÁHÁ…esse Gerson,rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

    Ainda bem que a justiça ainda funciona e que foi provado que o autor do crime agiu sozinho…o ex-auxiliar de pastor Silvio Galiza…

    Gerson,muito obrigada por você ter colocado isso…de qua a justiça absolveu os outros acusados e que estavam sendo acusados injustamente…muito obrigada mesmo!

  18. Karla Cristina disse:

    Tá vendo…a jsutiça pode ser falha,mas ainda funciona…

  19. Jack disse:

    Quanta Tolice Karla Cristina Você tem exatamente o Perfil dos Oportunistas da Igreja Universal, mas calma ai você acha que esta brincando com a cara de quem ?
    Cuidado que Deus não dorme e e infelizmente o castigo pra quem usa o nome dele da forma que a Igreja Universal faz é bem mais severo

    mais pra que recordar disso neh ? Vamos Brincar continue Fazendo Deus de Palhaço eu tenho certeza que ele ADOOORAA

  20. soares disse:

    JACK:ELES ESTAO BRINCANDO COM DEUS, ELE AMOR E TAMBEM JUSTIÇA.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *