Obama quer formar coalizão internacional para impedir recrutamento de jovens pelo Estado Islâmico

12

A escalada das barbáries promovidas pelo Estado Islâmico no mundo levou o presidente Barack Obama a propor uma coalizão internacional contra ações de extremistas religiosos.

Obama se reunirá ainda nesta semana com representantes da União Europeia, organizações não-governamentais (ONGs) e o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, para debater sobre quais meios podem ser utilizados na luta contra o terrorismo motivado pelo extremismo religioso.

A necessidade mais urgente é encontrar uma forma de deter o recrutamento de jovens por jihadistas, estratégia muito utilizada pelo Estado Islâmico, e também combater preventivamente os atos radicais, comparados com terrorismo.

De acordo com o portal Terra, o presidente dos Estados Unidos quer que essa coalizão tenha participação dos países onde há empenho na luta pela liberdade religiosa.


“Queremos organizar uma rede ampla para combater o extremismo violento. Queremos agir”, explicou um alto funcionário do governo norte-americano.

O evento que acendeu a luz de alerta para a questão foi o atentado contra a sede do jornal francês Charlie Hebdo, que deixou 17 mortos. Logo depois, em Copenhague, Dinamarca, outras duas pessoas foram mortas por extremistas em nome do profeta Maomé.

Mais recentemente, a divulgação da morte por decapitação de 21 cristãos coptas egípcios na Líbia, forçou o Egito a agir e bombardear instalações dos extremistas.

Agora, temendo que as ações terroristas do Estado Islâmico cheguem ao ocidente, o governo norte-americano vai reunir empresários, especialistas, governantes e representantes da União Europeia para decidir quais passos serão dados.

“Escutaremos o setor privado, as cidades do mundo, as ONGs e todos aqueles que puderem contribuir para dar uma solução”, disse outro funcionário da administração Obama, explicando que as iniciativas sugeridas serão aplicadas de forma concentrada na contenção da radicalização, o recrutamento e a incitação à violência por questões de fé.

12 COMENTÁRIOS

  1. NÃO VAI ADIANTAR MUITO, POIS ESTA CENA SE DESENROLA NO AUGE DESTA GERAÇÃO PERDIDA, PARA QUE O ANTI-CRISTO SURJA, SATÃ JÁ TEVE SUA RELAÇÃO COM A MULHER CÃO, NÃO SEI SE A ELIZABETTE OU A JANETE, MAS O CERTO, QUE LOGO ELA VAI DAR CRIA A ELE. KKKK
    MAS SABEMOS QUE É ESTA A REALIDADE, FALTA POUCO PARA O MARANATA
    MAS CLARO ESTA COALIZÃO PARA NÓS É PERFEITA TEMOS MUITOS VOLUNTÁRIOS PARA LUTAR CONTRA AQUELES QUE MATAM OS GAYS, TEM O MAURO SANDRO PELIPE WANDERLEI JANIO E O CHEFE DESTA LEGIÃO STARDUST…KKKK SÓ BRINCADEIRA É CLARO QUE ELES NÃO VÃO BRIGAR COM ELES POIS SAÕ DO MESMO TIME

    • Uai só com acento no o, esqueceste de mencionar, o boca de sulapa aquele que nosso irmão Elder Lima diz que fica em um outro sitio servindo de chacota para os outros ou melhor o bobo da corte kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, ou boca de sulapa kkkkkkkkkkkkkk

    • clamando e suas asneiras.Até hoje dou risada quando comparou o malacraia com PAPA.
      Depois fica irado quando é chamado de fanático,burro, analfabeto funconalmula-sem-cabeça……Seja inteligente,velho,JESUS te ama.Fanatismo é doença espiritual que
      afeta corpo,alma,espírito levando as pessoas à depressão.

      • nunca que iria eu comparar um servo de Deus como malafaia com o filho da besta o papa, falei do vaso de ouro do sanitário de ouro onde o papa faz toto, claro tem trouxas como vcs. gays que pagam pelas indulgencias. alienados

  2. A quaresma chegou.São 40 dias.Sugiro aos evangélicos sérios que façam como os cristãos
    católicos praticantes que jejuam todos esses dias até à tarde,apenas o almoça e sem
    carnes.pode ser um jejum mais suave.Vale a imitação de JESUS que fez 40 dias de jejum
    no monte e depois foi tentado pelo diabo.Como jejum é santificação,esqueça novelas,fofocas,sexo
    mesmo se for casado e tudo que for pecado.Também não demostre que está jejuando.É
    entre a pessoa e JESUS CRISTO.É uma prática católica,mas qualquer pessoa pode fazer.É
    Bíblico e sem placa de igrejas.Não peça nada em troca,pois,JESUS sabe de suas necessidades antes mesmo de você pensar.É proibido falar besteiras,ofender fanáticos ou
    qualquer pessoa e por isso não estou jejuando.O compromisso assumido com DEUS tem que ser sério e movido a santidade.

    • Evangélicos sérios não praticam rituais pagãos Sr. Janio! A quaresma, ao contrário do que o sr. afirma, não é uma prática de origem católica, mas sim babilônica, onde se faziam quarenta dias de pranto e jejum à Tamuz, deus babilônico filho de Semíramis, mulher cuja figura deu origem ao culto pagão da deusa mãe perpetuado em várias nações, povos e tribos, prática que se perpetua até nossos dias, graças, também, à ajuda da Igreja Católica, apesar da prática deste culto à “Rainha do Céu” ser clara, literal e terminantemente proibida, não pelos evangélicos, mas pela própria bíblia católica (Jr. Capítulo 7 e todo o Capitulo. 44). Jejuar é obviamente um prática bíblica e recomendável, mas a prática da quaresma não, pois para Deus não importa a quantidade de dias ou a intensidade da abstinência, mas a qualidade e a sinceridade deste ato.

  3. Os estados que professam a fé islâmica devem mostrar que o corão tem partes neles que não deva ser tomado ao pé da letra como a bíblia também não se toma.

    Assim, devem tais estados exigir que nas igrejas islâmicas não mais se fale com rancor contra os outros credos, nada de dizer e pensar que devem acabar e matar os que não pensam de igual modo.

    Quem planta vento, colhe tempestade. Veja que os filhos do islamismo absorveram essa ideia, agora estão fazendo justiça com as mãos em matar qualquer um, até os do islã também.

    Não é atoa que Cristo ensinou que nós dessemos a outra face, que não teve atrito físico com os do judaísmo.

    Senhores líderes, só a palavra positiva volta positiva; qualquer ensinamento com certo grau de crueldade humano retorna doentio e num processo de autofagia.

    A bíblia fala que devamos matar nossos filhos desobedientes, qual dentre os seguidores da bíblia que fizeram isso? Cristo não matou a mulher adúltera. Vamos acabar com a cultura da morte, pois esta somente trás o caos, caos em que todos os países árabes estão vivendo.

    A Síria se matando, a Líbia se matando, o Egito se matando, O Iraque se matando, o Líbano se matando, a Nigéria se matando, a Somália se matando, todos esses em guerra civil, aliás como previsto nos livros proféticos da bíblia, em que Israel ficaria somente observando a justiça de Deus. É hora de parar com esse rancor contra a casa do vizinho, contra o modo de vida do vizinho. Deus está fazendo eles se digladiarem contra si. Irmãos contra irmãos, tudo por causa do ódio que nutrem contra o povo de Israel. Essa constante obsessão contra Israel. Não existe palavra de irmandade, todos descendentes de Abraão, mas que sãos inimigos ferrenhos uns dos outros.

    A paz começa com cada um perdoando, pondo as armas no armário, abandonando a cultura da vingança, do ter, do meu, do de direito.

    Uma luta regional que virou internacional, mas até agora essa radicalização não frutificou ante o problema e o povo palestino, cujas crianças e mulheres padecem por força das armas sempre postas à matar, nada de ninguém recuar, e quando recua, é pra tomar forças.

    Façam um grande pacto pela paz.

  4. A Dilma, dos corruPTos afirmou em seu discurso na ONU que deve se dialogar com esses terroristas assassinos islamicos, essa corruPTa afirma isso pois terrorista apoia terrorista.

  5. Para quem não sabe, Lula doou 16.000 metros quadrados para construir a embaixada palestina,ou seja, para um país que nem existe, e isso em Brasília. Agora, ninguem pode revistar entrada e saída lá, porque se tornou embaixada, ou seja, território internacional. Então, se quiserem transportar material explosivo para Brasília, ninguem vai saber. Acorda, Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA