Evangélicos doam mais de R$1 bilhão por mês para igrejas

33

As igrejas evangélicas no Brasil recolhem por mês entre seus fiéis mais de R$ 1 bilhão – precisamente R$ 1.032.081.300,00. A Igreja Católica, que tem mais adeptos espalhados pelo País, arrecada menos: são R$ 680.545.620,00 em doações. Os números estão na pesquisa sobre religião realizada pelo Instituto Análise com mil pessoas em 70 cidades brasileiras.

Entre os evangélicos, as igrejas que mais recolhem são as pentecostais, como a Assembleia de Deus, e neopentecostais, como a Universal do Reino de Deus. Seus cofres engordam mensalmente com doações que chegam a quase R$ 600 milhões. Cada fiel doa em média R$ 31,48 – mais que o dobro das esmolas que os católicos deixam nas suas paróquias (R$ 14,01).

Os evangélicos não-pentecostais, chamados de históricos (presbiterianos e batistas, por exemplo), são os mais generosos. Doam em média R$ 36,03, o que dá um faturamento mensal de R$ 432.576.180,00 às igrejas.

E para onde vai tanto dinheiro? Alberto Carlos Almeida, diretor do Instituto Análise, aposta que os políticos são um dos destinatários. “Parte desse dinheiro é usada para financiar campanhas. É só reparar no aumento dos candidatos evangélicos e no fato de os não-evangélicos cortejarem as igrejas nas campanhas.”


A pesquisa mostra que o número de católicos continua em declínio. No Censo de 2000, eram 73,77% da população ante 15,44% de evangélicos. Nessa pesquisa, o número de católicos caiu para 59% e o de evangélicos subiu para 23%. “Ou seja, dois em cada dez brasileiros são evangélicos”, diz Almeida.

O cientista político Cesar Romero Jacob, autor do Atlas da Filiação Religiosa e Indicadores Sociais no Brasil, se diz surpreso com a queda de “15 pontos porcentuais” no número de fiéis da Igreja Católica. Mas não tem dúvida sobre a força dos pentecostais e neopentecostais no voto do brasileiro.

Depois de analisar o mapa eleitoral das últimas cinco eleições presidenciais constatou que Fernando Collor, Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva usaram a mesma estratégia para vencer. Nos grotões do Nordeste, fizeram aliança com as oligarquias. Nas periferias, acordos com pastores e partidos populistas. “O debate político é intenso sobretudo na classe média das grandes cidades. Nos grotões e na periferia o que funciona é a máquina. Seja ela das igrejas pentecostais, dos populistas ou das oligarquias.”

Figura polêmica, o Bispo Macedo, fundador da Universal do Reino de Deus, é conhecido pela maioria dos brasileiros. Mas sua imagem não é das melhores. Para 70% dos entrevistados, “ele usa o dinheiro da Universal para enriquecer”. Entre os próprios evangélicos, 57% têm essa impressão. E 18% dizem que “ele é bom e tudo o que faz com o dinheiro da Universal é para o bem de seus fiéis”.

A pesquisa mostra que a estratégia de recolher doações funciona muito bem, sobretudo na Universal. “Os pastores falam de dinheiro o tempo todo”, constata a antropóloga Diana Lima, do Instituto Universitário de Pesquisa do Rio, o Iuperj. “Além do dízimo, os fiéis são estimulados a fazer propósitos com Deus e pagam por isso.”

O Bispo Macedo, que responde a processo criminal por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, levou ao máximo a Teologia da Prosperidade, criada por americanos no início do século 20. “A relação com Deus é de contrato. Não se espera a salvação para depois da morte. O que interessa é o aqui e agora”, analisa Diana, que há cinco anos frequenta cultos, para entender o que move uma pessoa pobre a doar o pouco que tem para Macedo e seus pastores.

Diana defende a tese de que a Universal estimula o empreendedorismo dos fiéis. “Não é aquele negócio de pedir uma casa a Deus e ficar esperando que caia do céu. Não. Eles querem oportunidades. E sobretudo não querem mais ser humilhados.”

Ela destaca que os pastores falam muito nisso. “Quem tem dinheiro se locomove confortavelmente no seu carro, não passa pela humilhação de andar no trem.” O discurso se baseia na lógica do dinheiro. “Os fiéis investem agora, dando dinheiro à igreja nesse acordo com Deus, para ter o lucro lá na frente.”

Diana comprovou que os fiéis não se incomodam com o enriquecimento dos pastores. “Uma das explicações é que o pastor está num lugar santificado. Então, faz sentido estar economicamente bem.” Quando ouvem acusações de desvio de dinheiro, como a que levou o casal de bispos Estevam e Sonia Hernandes, líderes da Igreja Renascer, para a cadeia, preferem não julgar. “Os fiéis acham errado, mas defendem que cada um tem de se preocupar com seu compromisso diante de Deus. Isso não desautoriza a igreja.”

Para Diana, os fiéis aprovam o uso político do dinheiro doado. “Acreditam que o Brasil está perdido. Que as drogas, o alcoolismo, a violência são coisas do mal. Portanto, ter na condução da sociedade alguém alinhado com a palavra de Deus é bom”, explica. “Logo, precisam ter representação política.”

Fonte: Estadão / Gospel+
Via: Pavablog

33 COMENTÁRIOS

  1. O verdadeiro discípulo de Jesus cumpre os mandamentos Dele. Um deles é o dízimo, que em outras religiões não é levado a sério. As ofertas também ajudam as obras da Igreja. Só que não tem conhecimento do funcionamento de uma Igreja é que critica os dízimos e as ofertas voluntárias. Mas quem é servo de Deus sabe de onde vem o mandamento. Jesus disse que não veio ab-rogar a lei e sim fazê-la cumprir:
    Mateus 5:17
    17 Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir.

    Isso joga por terra qualquer contestação sobre o tema porque muitos dizem que dízimo e oferta é coisa do Velho Testamento. Mas acima está a prova que a Bíblia toda deve ser levada a sério. Não se deve isolar o Velho Testamento do Novo.

    Tens fé pra isso? Então prove a prosperidade de Deus :

    Malaquias 3:8 ao 12
    8 Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.
    9 Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação.
    10 Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.
    11 E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.
    12 E todas as nações vos chamarão bem-aventurados; porque vós sereis uma terra deleitosa, diz o SENHOR dos Exércitos.

  2. Não precisa nem ser inteligente para chegar a uma conclusão, se nós evangélicos estamos doando, é sinal que Deus está nos prosperando!

    Deus abençoe!

  3. DIGNO É O OBREIRO DO SEU SALÁRIO. SOU DIZIMISTA E NÃO ME IMPORTO COM O QUE A IGREJA VAI FAZER COM A MINHA OFERTA SO SEI QUE A MINHA PARTE EU FAÇO. E DEUS É DEUS E SABE TODAS AS COISAS E TENHO PENA DE QUEM ROUBA DE DEUS PORQUE SÓ EXISTE UM FIM MAS, ORAMOS A DEUS PARA QUE SE ARREPENDAM SEUS MAUS CAMINHOS E SE CONVERTAM. AMEM

  4. Eu sei que vocês gostam de enfatizar o dízimo, mas ele foi dirigido aos judeus e não aos gentios! Agora, se vocês são judeus, tudo bem!
    Eu conheço muitos pobrezinhos que são dizimistas, pois o dízimo, a cada dia que passa está sendo cada vez mais exigido dos fiéis! Isso em todas as denominações! E, eu não vejo esse retorno, nem para a sociedade, nem para os fiéis! Vejo, isto sim, cada vez mais igrejas e televangelistas crescendo e se expandindo como se fossem empresas multinacionais!
    Não sou contra ofertar, elas devem ser voluntárias, expontâneas, sem constrangimento, segundo as nossas posses, e devem ser dadas com alegria!

  5. Vejo tudo isso de uma forma bem pratica, quem vai as igrejas não são obrigados a ofertarem, e nem é colocada uma arma na cabeça de ninguem pra contribuirem. Dar exemplo de pessoas que contribuem sendo pobres é o mesmo que dizer que o povo evangélico é “burro”. Mas na verdade estamos vendo é um grande ataque ao nosso povo que muito contribui neste País para diminuição da violencia, recuperação de drogados e tantas outras coisas que se fossemos listar não acabariam… e para isto ninguem faz pesquisas… estou cansado de pessoas que nem sabem o que estão falando e querem meter o bedelho onde não são chamados… antes de dizer que frequenta cultos à cinco anos, deveria colher os testemunhos de curas e milagres que se operam nas igrejas, e isto motivado pela pela palavra de Deus.

  6. Falo da igreja que congrego e não das que não tenho conhecimento:
    O nosso objetivo com os dízimos e ofertas é para manutenção do templo e ações sociais com o objetivo de alcançar estas almas para Deus.

    Realmente, o dízimo tem que ser dado com alegria, por expontânea vontade. Porém, é uma obrigação sim de todo crente. É um ato de fé.

    E o fato de você ser abençoado por ser dizimista, não quer dizer que eu tenho que ter bom emprego ou, boa casa, ou carro novo, etc.

    Eu sou testemunha disso que no momento estou desempregado e com o que ganho do seguro desemprego, eu dizimo.

    E por vezes eu passei por apertos financeiros. Pórém, nunca me faltou nada e posso deitar minha cabeça no travesseiro que consigo dormir em paz.

    Diferente de pessoas que se diz abençoadas por ter muitos bens materiais mas, não tem paz em sua vida.

    Louvo a Deus, por permitir estas coisas em minha vida, porque assim, eu posso vê-lo agir e permitir que eu possa busca-lo cada dia mais.

    “Onde estiver o seu tesouro, ali estará o seu coração”.

    A Paz do Senhor, queridos.

  7. È verdade sim, que a biblia fala sobre ofertas e dizimos, mas devemos estar atento a pelo menos duas coisas:

    1- Com que motivação eu oferto.
    Em 1. Cor 13 diz: Que eu posso dar.

    >Toda minha fortuna aos pobres.
    >O meu corpo para ser queimado.
    >Tivesse uma fé que transporte montes.

    Observa que se conhecer-mos alguem que façam isto diremos este é fiel a Deus.

    Mas; pra Deus não importa o ato, e sim o motivo do ato. O texto termina dizendo: Se não tiver AMOR. Não vale nada o tamanho da oferta.

    Uma pergunta: Por que motivo vc oferta… por amar verdadeiramente a Deus e sua obra independente das circunstancia… ou pelo que vai receber depois.

    2- Onde eu estou ofertando.

    A biblia diz: pelos fruto se conhece a arvore.

    Não é justo criticarem os fieis por enrriquecerem os pastores. pois vivemos em um sistema onde jogadores ganham milhões que de certa forma são doados por seus”fieis” Vamos ver os frutos:

    >No meio das torcidas> Violencia descontrolada inclusive entre os jogadores.

    >No meio dos evangelicos> Uma paz que contagia milhões e não custa nada,A oferta é algo voluntario.

    >Nas torcida> Não existe salvação, familias não são reestruturadas ao contrario mortes, espancamentos e etc.

    >Nas Igrejas Sérias> Pessoas sendo salvas todo dia, libertas das drogas, alcoolismo, tabagismo e muito mais, familias que são restauradas e milhões de pessoas felizes.

    Isto é só um ponto basta ser inteligente, pra trocar de clube, e investir mais ainda em uma Igreja Evangelica Séria.

    A Deus seja a Glória.

  8. É verdade que existem muitas Igrejas e ate Pastores aproveitadores, mas tratamos destes como exceção e não como representante de Deus.

    Sempre será difícil falarmos sobre dinheiro, devemos pensar porem que existem milhões de pessoas que são escravos de vícios, e hábitos ant-social. E que para mante-los gastam a maior parte de sua renda mensal, deixando a família na miséria, sem que os bares, boates, bingos, casas noturnas sejam sequer questionados.

    Mas haverá sempre uma Igreja aberta esperando por uma mãe que chora, por uma esposa (o) que sofre, por um filho que sente a separação dos Paes que ama.

    Como milhares que já tiveram suas vidas mudadas, você é nosso convidado a fazer parte deste grupo de vencedores.

    E o dinheiro> o deixe em casa ou onde você achar melhor, só traga o coração aberto para Deus.

    Eu disse uma Igreja seria.

    Só Jesus Cristo salva.

  9. ” verdadeiro discípulo de Jesus cumpre os mandamentos Dele. Um deles é o dízimo, que em outras religiões não é levado a sério”?? “RETORNAMOS O DIZIMO E DEUS NOS ABENÇOA ISSO É BIBLICO ML 3,8 A 12 SE O MUNDO RETORNASSE PARA DEUS O DIZIMO NAO TERIAMOS TANTA MISÉRIA NO BRASIL”?? HUAHUAHUAHAUHAUHAUAHA…. Sinceramente, se isso fosse verdade, a europa, sobretudo França, seriam paupérrimas, e o Brasil seria a superpotência mundial! Aliás, o Japão já teria deixado de existir!
    Crentes, acordem pra vida!! Dízimo é um ROUBO, é uma mentira que usa pressão e manipulação psicológica pra arrancar dinheiro dos trouxas!!!
    Eu dizimei por 10 anos, com sinceridade, e quando fiquei desempregado trabalhei na rua vendendo salgadinhos e doces em terminais de ônibus pra DAR O DÍZIMO! E o que aconteceu comigo? Fui perdendo tudo… Cheguei a ter que dormir na rua!
    Hoje tenho carro zero, moto zero, apartamento comprado à vista, viajo duas vezes por ano e vivo muito bem, obrigado. Estou terminando minha pós-graduação e sou um profissional de renome. E sabe quando minha vida começou a melhorar? QUANDO ABANDONEI ESSA RELIGIÃO MALDITA CHAMADA CRISTIANISMO!
    Acordem pra vida, meus caros! A fé é individual, cada um crê no que quer. Mas parem de dar suas vidas pra essa merda de igreja! Parem de tirar comida da boca dos próprios filhos pra financiar campanhas políticas de safados sem-vergonha que usam o nome de Deus pra se elegerem, e depois roubam até a sua cueca se puderem!! Parem de financiar esses estelionatários ladrões mentirosos que viagam pros EUA com dinheiro escondido DENTRO DE UMA BIBLIA!! Parem de ouvir: “ou dá ou desce” e responder “eu dou!” Mandem esses safados religiosos pra CADEIA!!

  10. Olá amados!…

    Muitas vezes queremos colher aquilo que não semeamos, achando que a terra tem por obrigação nos suprir simplesmente porque temos necessidades. É como olhar para um determinado pedaço de terra e esperar que de lá cresça uma linda plantação de milho. Devemos entender que para Deus não existem impossíveis; Deus move céus e terra para favorecer os seus filhos mas não devemos ser tolos. Se queres que no teu pedaço de terra produza espigas de milho, semeie grãos de milho. “Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás” Eclesiastes 11: 1. Será que você já pensou em quantos grãos você precisa plantar para que dê uma espiga de milho? Ah, pense também: quantos grãos têm aproximadamente uma espiga de milho? Um grão de milho, que pesa aproximadamente 0,3g, em poucos meses gera uma planta adulta, que produz de quinhentos a mil grãos. Seu ciclo, desde a semeadura até a maturação, é de aproximadamente 160 dias, ou 120 dias no caso do milho de pipoca. Então podemos entender que a terra multiplica infinitamente mais o que plantamos. Pra cada ação existe uma reação. Quem planta vai colher no seu devido tempo, mesmo que tenhas plantado apenas um grão. O que você espera de Deus? O que tens feito para que haja multiplicação na tua vida? O que você quer colher? Adão queria alguém como ele, assim como os demais animais possuíam o seu par; ele nem sabia o que era uma mulher mas ele acreditou que Deus poderia surpreendê-lo de forma sobrenatural. Adão permitiu que Deus tomasse uma de suas costelas para fazer a mulher, algo que ainda não existia. Eiiiiiiii… PARE… PRESTE ATENÇÃO… “ainda não existia a mulher”; hoje tudo o que você deseja e precisa já existe. Lembra o que disse no início? Deus move céus e terra para favorecer os seus filhos mas não devemos ser tolos.
    Você também já parou para pensar o que é “DAR UMA DE SUAS COSTELAS”?
    Queridos, é preciso ir mais fundo nas coisas espirituais do que nos nossos próprios “achômetros”. Há quanto tempo você deixou de plantar? Se você ainda não chegou neste nível de comprometimento e fé, faça o mínimo o que a terra necessita para te retribuir com uma boa espiga de milho: “SEMEIE NO MÍNIMO UM GRÃO”…
    Deus te abençoe.
    No amor de Cristo

    Pastor Miro Pereira e
    Pra. Fabiana Pereira

  11. O SANTO DÍZIMO DO SENHOR

    Se um advogado honesto ou um conhecedor de leis, sem a intervenção da opinião de outrem e sem considerar o campo da fé, lesse e estudasse toda a bíblia para que por fim, manifestasse sua opinião na problemática da igreja evangélica brasileira, o parecer dele seria tão simples quanto seria considerado um absurdo. Simples porque assim é o evangelho de Cristo, absurdo porque ele reuniria ‘gregos e troianos’ contra seu veredicto insano. Primeiro ele diria que está tudo errado. Diria que ao ler a bíblia entendeu que tudo apontava para o sacerdócio de Cristo e que nEle toda a lei se cumpriria. Os israelitas entenderam como um agravo quando Jesus apareceu alegando ser Ele o filho de Deus e o Messias esperado. Jesus não foi recusado apenas por ser pobre. O grande problema girou em torno da revolução libertadora que ele proclamava. As regras da lei das quais os israelitas se orgulhavam de ter sobre eles, não poderiam ser alteradas. Mesmo que não cumprissem a lei, eles se beneficiavam de seus estatutos para extorquir do povo menos informado, os bens que lhes davam uma vida de regalias. Jesus poderia ser, dizer ou fazer tudo, menos tocar na confortável vida de servidão que a lei lhes oferecia. Logo este advogado iria concluir que alguns creram e foram salvos por Jesus. Com uma teologia simples, seus seguidores explicaram que toda a lei fora cumprida em Cristo. Agora todos sob uma nova aliança em Cristo, poderiam chegar a Deus sem um mediador humano. Nem Jesus e nem seus seguidores deixaram o modelo de igreja empresa que existe hoje. Reuniam-se em lares, pela vontade única de louvar a Deus pela alegria de estarem livres da lei que os escravizavam. Nenhum de seus seguidores jamais exigiu que fosse observado o ofertar ou o dizimar como ordenança. Ofertar seria um gesto voluntário com uma finalidade específica. Este advogado, como já disse, sendo uma pessoa sincera iria concluir que aí está todo o problema. Tudo se resolveria se vivêssemos como libertos por Cristo. Sua simples teologia reza que hierarquicamente, o maior sempre servirá ao menor. Que o maior sempre terá menos que o menor e que aquele que deseja um posto superior, terá uma vida de renúncias maior que a de seus companheiros. Neste ponto, os “gregos e troianos”, ou seja, a ortodoxia e os neoliberais reunirão forças contra este advogado. Seu veredicto simplista, caso fosse aceito, tiraria o poderio conquistado ao longo de anos pelo clero dos evangélicos. Mas o pior de tudo seria tocar na ordenança do dízimo. Contra esta verdade, há quase um mesmo pensar no chamado “corpo de Cristo”. Eles param qualquer guerra interna para refutarem esta realidade bíblica. O corpo está dividido quanto à forma que os recursos arrecadados são usados, mas estão unidos na maneira que se arrecadam estes recursos. E o problema reside no segundo caso. O primeiro passo para resolver o problema da exploração em meio aos evangélicos, seria admitir o envolvimento de quase todos na terrível mentira sobre o dízimo. Esta chantagem secular e não bíblica realizada em nome de Deus, é sem dúvida a raiz de todos os males da igreja congregada atual. Estão embebidos de amor ao dinheiro. Não são usados por Deus, tentam usá-Lo. Jesus só serve para a igreja como teria servido para Israel. Ele pode ser, dizer ou fazer tudo, menos tocar no santo dízimo do Senhor.

  12. “Não precisa nem ser inteligente para chegar a uma conclusão, se nós evangélicos estamos doando, é sinal que Deus está nos prosperando!”

    Logo, Deus não gosta dos católicos, afinal, eles doam menos, sinal de que prosperam menos… rsrsr

    É cada uma que eu leio…

  13. Deus precisa de verdadeiros filhos ,como verdadeiros adoradores que adorem em espirito e em verdade
    irmãos e irmas precisamos ler mais a biblia
    o assunto sobre o dizimo é muito interessante .
    sendo que muitos não sabem a sua origen
    faça uma pesquisa sobre o dizimo e estude o assunto quantas vezes for o necessario
    observe:no novo testamento não se encontra o cristão pagando o dizimo e nem nas cartas de Paulo até apocalipse não existe a cobrança do dizimo e sim as ofertas segundo propos nos nossos corações.

    Que Deus abençoe.

  14. Todo mundo fala a respeito do dinheiro movimentado pelas igrejas, mas o nosso Deus é o dono de tudo;Esse dinheiro ainda é pouco para pagar milhares de programas de rádio,tv,satélites,despesas com centros de recuperação,viagens missionárias,equipamentos para as igrejas e salários de funcionários;mas não há dinheiro que pague a regeneração de um traficante e mais a salvação de uma alma, devemos parar de nos preocupar com o dinheiro isto é material e ficará aqui na terra.

  15. Sou contra a não dar o dízimo.

    Seja dar o dízimo, seja ofertar. Existem vários versículos que comprovam o pedido do Senhor. E em Malaquias 3:10 é uma ordenança.

    Muitas pessoas, pra se justificar naquilo que acreditam, pegam trechos e alguns versículos e contam histórinhas para tentar camuflar a verdade.

    A Paz do Senhor, queridos.

  16. Tem muitas pessoas que falam falam e não provam nada …

    Na igreja que estou o faturamento mensal e de 45 a 100 mil reais …

    Esse dinheiro e revertido para Casa de Recuperação que tem na cidade que estou e uma em MT e os Missionarios fora do país na India e na Africa …. Que pena que essa midia safada não coloca essas coisas no ar …. para mostrar onde vai o dinheiro das igrejas … e facil falar em pastores ricos .. mais queria ver se um deles que falam pagariam mais de 1 milhão para aparecer na tv … Esses faladores tem que ficar quieto e não julgar … Como todo as Igrejas tb tem seus lobos que são desmascarados … Mais as Ovelhas verdadeiras estão trabalhando sem para … A Assembleia de Deus tem missão em vários paises inclusives no Amazonas … Facil e julgar o duro e fazer … a midia engana muita gente infelizmente ….

  17. Ivan,

    Deixa eu te explicar, a oferta ou dízimo, não importa o valor em si…

    Uma certa viúva, entregou o que para muitos era uma miséria, mas diante de Deus, ela estava entregando o seu melhor.

    Muitas vezes as pessoas entregam um “grande” valor, mas talvez essa entrega não lhe custa nada, para ela é só uma oferta de rotina, não é algo que realmente custa.

    Os evangélicos, são ensinados dessa forma, o que sobra não me custa nada, é muito fácil doar o que sobra, difícil é entregar o que me custa, entregar o melhor para o Senhor. O milagre sempre será maior que a oferta.

    Experimente viver esse milagre, a não depender de valores, mas depender de Deus, se estamos doando por mês mais de 1Bilhão, que daqui um ano seja 2, 3, 4 Bi…agora se os católicos, doam menos ou mais, são menos ou mais abençoados, esse assunto eu não manjo muito…rsrsrs…

    …o povo entrega, o povo prospera e a igreja cresce e o evangelho avança!!!

    Deus abençoe!!!

    … (Valeu Valéria)

  18. Elizeu, se você, de fato, viver esse “milagre” de não depender de valores, nesse mundo em que vivemos, vai ser difícil convencer o caixa do supermercado, o cobrador de ônibus, o dono da imobiliária de que você escolheu uma nova forma de viver, sem depender de valores. Quem sabe eles entendam essa forma “milagrosa” de viver e deixem que você leve as compras, prossiga na viagem e more na casa alugada tudo isso de graça. Somente a igreja precisa de dinheiro para sobreviver, nós NÃO.

  19. o dízimo não pode ser encarado como , moeda de troca , como muitos lideres tem enfatizado , a biblia no famoso livro de malaquias 3:10 , nos ensina que é a maneira de reter o devorador de nossas finaças , e que o autor se expressou daquela forma , pois as pessoas estavam levado o resto para DEUS , como o animal coxo ! hoje nos só devolvemos 10% , e é por isso que muitas pessoas como diz a pesquisa , que ganham pouco conseguem viver uma vida digna pois DEUS é fiel a tua palavra .

  20. Então quando Deus em sua infinita sabedoria, após reclamar da infidelidade do seu povo…entendam bem, Ele está falando com o povo dEle, por isso alguns não entendem essa ordenança ao ponto até de não reconhecer, ou zombar dessa ordenança…voltando ao assunto…Deus reclamou da infidelidade do seu povo e deu uma ordem de que o povo dEle se conserta-se e esse conserto era “”voltarem a dar novamente os dízimos e ofertas”” e mais ainda, por causa desse conserto, Ele em sua infinita sabedoria disse “”PROVAI-ME NISSO””…então segundo alguns comentáristas esse “”PROVAI-ME”” foi a toa, foi por nada, foi em vão, falou só por falar…hehe…é cada coisa que leio desses irmãozinhos…hehe…

  21. Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído. (Gálatas 5.4).

    Aqueles que defendem os dízimos como ordenança, só agem assim por uma das duas razões.

    Primeiro: jamais leram toda a bíblia, não se importam com isso. Têm a bíblia como um amuleto e não como a palavra de Deus, e provavelmente não entenderam nada do sacrifício de Cristo na cruz. São leigos em matéria do conhecimento e desprezam a sabedoria vinda de Deus.

    Segundo: são aqueles que mesmo entendendo o que leram, foram seduzidos pelo amor ao dinheiro. Geralmente este segundo grupo são os que se beneficiam com a grande fábula a respeito do dizimar para adquirir bênçãos, ou o não fazer, trazendo sobre si maldiçoes.

    Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito. (Rm 8.1)

  22. É realmente, isso só confirma o que eu escrevi : “”então segundo alguns comentáristas esse “”PROVAI-ME”” foi a toa, foi por nada, foi em vão, falou só por falar…hehe…é cada coisa que leio desses irmãozinhos…hehe…””

    “”Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim para revogar, vim para cumprir.”” ( Mateus 5 : 17 )

    “”Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho e tendes negligenciado os preceitos mais importantes da Lei: a justiça, a misericórdia e a fé; devíeis, porém, fazer estas coisas, sem omitir aquelas!”” ( Mateus 23 : 23 )

    O Senhor Jesus que é Deus, em sua infinita sabedoria deve também ter pregado essas palavras a toa…hehe…esses irmãozinhos…hehe…

    A matéria acima “”Evangélicos doam mais de R$1 bilhão por mês para igrejas””, não está tratando de arrependimento e nem de salvação, mas está tratando das doações feitas nas igrejas…e não podemos deixar de comentar que essa comparação com a igreja católica é absurda, pois a religião catóica é uma e com um grande “”rendimento”” e as igrejas evangélicas são muitas, tradicionais, pentencostais e neo-pentencostais, ajuntando todas elas chega a essa marca…

  23. Ivan. VocÊ distorce tudo o que os outros dizem para ficar da forma que mais lhe convém, e a mesma coisa você faz com a Bíblia. Do que adianta alguém dizer algo a você se você não está á procura de respostas, mas sim de criticar e zombar? Tudo o que disserem a você não será bem vindo, pois sua mente está fechada e pronta para rebater.
    Eu sou dizimista fiel e sempre fui abençoada de forma grandiosa por Deus…e issso não tem que ser provado para ninguém, Deus é fiel e ponto! Agora se o número de doaçôes para a igreja evangélica é maior, Glória a Deus por isso. Muitas igrejas evangélicas não tem a ajuda de ninguém para pagar água, luz, telefone…Diferente das igrejas católicas que são amparadas pelo governo, e não importa se seus menbros dizimam ou não, eles terão suas contas pagas.

DEIXE UMA RESPOSTA