Ex-Bozo conta que, antes de se converter ao Evangelho, “cheirava até o nariz sangrar” para manter a alegria

16

Entre as décadas de 80 e 90, o ator Arlindo Barreto ficou conhecido em todo o Brasil como o palhaço Bozo. O personagem foi criado em 1946 pelo norte americano Alan W. Livingston, e teve três intérpretes no Brasil no tempo em que foi ao ar pelo SBT, sendo Barreto o mais aclamado no papel.

Porém, Barreto revelou que toda a animação e felicidade e animação que demostrava quando estava vestido como o palhaço era na verdade efeito de drogas. De acordo com o ator, para “manter o pique” das gravações ele “cheirava até o nariz sangrar”. Revelando como o vício das drogas destruiu sua vida e sua convivência com sua família, o ator afirma que só conseguiu se ver livre disso quando conheceu o Evangelho, e se converteu.

– Eu tinha um pique incrível. O calor infernal dos estúdios, aquela roupa, a gritaria das crianças, tudo aquilo era desgastante, e, mesmo assim, eu ficava com a corda toda (…). Eu era considerado o melhor Bozo. O primeiro foi demitido porque falava muito palavrão, os outros não gostavam muito de criança e faziam aquilo por dinheiro. Eu adorava ser o Bozo, só que não conseguia ter toda aquela alegria sem usar drogas – afirmou Barreto, segundo a folha de S.Paulo.

Ele conta que ninguém do SBT percebia seu consumo de drogas, e que seu sucesso na pelo do Bozo lhe rendeu cinco troféus Imprensa e muito dinheiro, mas que o combustível que usou para esse sucesso, a cocaína, destruiu sua vida pessoal, e suas relações familiares. Ele afirma que cheirava tanto, que seu nariz chegava a sangrar.


– Minha mulher me abandonou e levou meu filho. Meu nariz começou a sangrar. Eu tinha que gravar os programas com um algodão no nariz – afirma.

Consumido pela agonia provocada pela situação na qual vivia, Arlindo Barreto conta que pediu demissão do SBT, e tentou buscar em muitas fontes um caminho para reverter sua situação. Ele relata que apelou para a sonoterapia, para a macumba e o candomblé, mas que nada disso o ajudou.

A mudança em sua vida veio após um acidente doméstico que quase tirou sua vida, quando um colega de emissora, que levou um pastor batista para pregar o evangelho a ele. Após sua conversão, ele afirma ter descoberto verdadeiro caminho do palhaço Bozo em sua vida, e começou a espalhar a palavra de Deus vestido como o personagem.

Atualmente missionário da Igreja Presbiteriana do Brasil, Arlindo Barreto terá sua vida contada no filme “Vida de Palhaço”, que está em pré-produção e contará com o ator Wagner Moura como protagonista.

Por Dan Martins, para o Gospel+


16 COMENTÁRIOS

  1. “Guerra entre Edir Macedo e Valdemiro tem novo episódio: drogas

    A guerra entre Edir Macedo e Valdemiro Santiago está longe de acabar. Não há espaço para bandeira branca, em nenhuma hipótese.

    Por trás dos ataques, tem de tudo um pouco:
    interesses ligados à política, espaço na televisão, perda de fiéis, de faturamento, troca-troca de pastores e bispos. Enfim, um cenário típico de novela, mas daquelas, onde os dois lados só enxergam vilões. Não existem mocinhos. Agora, a coisa entrou também por um enredo mais pesado, com acusação de envolvimento com drogas. Drogas mesmo.

    Edir Macedo está disponibilizando nas redes sociais, como em seu Blog, Facebook e YouTube, vídeo de uma gravação onde um homem, acompanhado da mulher, foi ouvido pelo bispo da IURD Clodomir Santos e revela que passou a se envolver com maconha, crack, cocaína, bebidas, após trocar a igreja Universal pela Mundial.

    Lá, na nova denominação, foi incentivado por
    pastores a usar drogas e fazia reuniões com fiéis, inclusive, completamente drogado. O título é um ataque direto da Universal ao rival Valdemiro: “Era Pastor da Mundial e Fazia Reuniões Drogado!”.

    A apoteose dessa gravação acontece com um
    ritual de exorcismo de Clodomir, sem nada a dever aos bons filmes do gênero. No blog de Macedo, muitos se colocaram a favor da “matéria”, mas houve também quem a criticasse.

    “Pessoal, sou da Universal, mas não concordo com esse tipo de matéria, pois qdo (sic) o homem falha é ele que tem de dar contas dos seus atos e não a instituição a qual ele congrega, na Universal também há pastores que falham, ou vocês duvidam, vamos parar com essa hipocrisia…”, crítica um seguidor.

    Os ataques entre essas igrejas se acentuaram principalmente após Valdemiro Santiago perder a Rede 21, do Grupo Band, para a Universal, no ano passado, por atraso no pagamento para a emissora da família Saad.

    Além disso, uma reportagem do “Domingo Espetacular”, da Record, rede de Macedo, informou que Valdemiro comprou fazendas com dinheiro da Mundial”

    FONTE : coluna flavio ricco – uol

      • este é o nome de um centro de recuperação que abri e hoje não funciona mais em 1973, o negócio do teu amigo a i é mais antigo que isto, depois virou musica, pesquise que ta por ai

        • clamando, falando serio agora, vc deveria se revelar e nos contar mais sobre o seu trabalho social, Sabemos que vc e’ uma mula, mas uma mula de bom coração e pelo que diz tem feito bastante para ajudar as pessoas. Mas por outro lado, o trabalho tem que ser colocado diante de Deus e nao dos homens, pois e’ d’Ele que vc recebera’ a recompensa, e olhando por esse lado o anonimato faz sentido.

          • vejo que voltou a razão, realmente não me interessa em nada divulgar estas, obras, e por vario motivos, mas o principal com disse é o anonimato, os lugares onde estão as missões que realizamos, sofrem perigo de morte todos os dias, lugares onde cristãos são odiados, e também nosso ministério , não precisa de ajuda financeira, oque é gerado dentro da igreja, supre plenamente, todas as necessidades, não temos missionários abandonados em parte alguma do globo, os casados e suas familias, nada tem falta, os que ficam no seu país de origem, recebem toda assistencia, assim como a igreja batista nós também, mantemos clinicas ou somos parceiros delas , as familias tem bom plano de saúde, e escolar, missionários ficam tranquilos para trabalhar.. esta estrutura tem parceiros no mundo espalhado por onde andamos…fique na paz paulo

  2. Não tive tempo para ver o bozo na televisão, ate por que nem tinha televisão, pois fui coxado no trabalho desde os 8 anos de idade, aos 12 e 13 anos estava a 400 km longe da casa dos meus pais trabalhando como candieiro em carro de boi emprassando lenha para forno de cozer carvão na serra da saudade precisamente em uma fazenda no municipio de rio paranaiba para frente de guarda dos ferreiro bem pra frente uns 25 km, então não tive tempo de ver televisão como toda criança de hoje tem, mas via falar do então palhaço bozo, fico deveras contento e feliz por ele, por o mesmo ter tido oportunidade de conhecer ao Senhor Jesus e ter aproveitado a visitação que lho foi oferecida pelo Senhor, e hoje o mesmo ser mais um irmão querido em Cristo Jesus, que o Senhor Jesus o Abençoe mais e mais ricamente que o mesmo se torne um arauto de grande valor diante de Deus, AMEM

  3. eu só dou a gloria a Deus, assiti o programa do Bozo, nunca imaginei q ele já tinha sido escolhido pelo pai do céu, continui no caminho de vitoria com CRISTO JESUS, Deus o abençoi

DEIXE UMA RESPOSTA