Extremistas cristãos sequestram ministro de Esportes da República Centro-Africana após culto

34

Um grupo de extremistas cristãos da República Centro-Africana é acusado de sequestrar um ministro de Estado do país, que atravessa um momento de guerra civil entre radicais muçulmanos e cristãos.

De acordo com informações da agência Reuters, Armel Ningatoloum Sayo, que é ministro de Esporte e Juventude do governo de transição da República Centro-Africana, foi sequestrado no último domingo, 25 de janeiro, quando saía de um culto.

Os extremistas que o levaram usaram seus veículos para bloquear a passagem do carro onde o ministro estava. Armados, deram tiros para o alto e levaram Armel, mas deixaram sua esposa. “O ministro e sua esposa estavam retornando de adoração na igreja protestante Galabadja quando dois veículos passaram seu carro e bloqueou seu progresso”, disse uma testemunha ouvida pelo jornal francês Le Monde.

A esposa do ministro também prestou depoimento e confirmou as notícias do rapto: “Meu marido foi realmente sequestrado na área Galabadja no 8º distrito, zona norte de Bangui (capital do país). Foi esta manhã, por volta das 9h00, enquanto ele estava dirigindo seu carro de comando. Éramos três no veículo, voltando da igreja. Os sequestradores chegaram em um táxi sem numeração ou placas”, relatou.


Embora a autoria do sequestro não tenha sido reivindicada, as autoridades locais atribuem o ato à milícia cristã anti-Balaka, que vem protagonizando embates com extremistas islâmicos. O conflito é visto como sectário e sem precedentes na história do país.

A Organização das Nações Unidas (ONU) acusa os dois lados de promoveram uma “limpeza étnica e religiosa” e estima que o conflito esteja colocando aproximadamente 1,3 milhão de pessoas, 25% da população do país, em situação de calamidade.

34 COMENTÁRIOS

    • Nem era preciso ter o trabalho de fazer isso. O pentecostalismo por conta de seus péssimos exemplos, já coloca o cristianismo em igualdade com os xiitas muçulmanos.

      E isso acontece pq os bons no meio evangélico, se calam diante de tudo o que tem ocorrido. Quando os bons se calam, os maus prosperam.

      • Slash,

        O contexto que estou colocando é o da violência e não dos maus exemplos, quanto a este quesito você tem razão.

        Em relação aos bons se calarem não é verdade, o problema é que estamos lidando com sistema poderoso que contaminou muitas mentes e os poucos que se levantam tem feito muito barulho e arrebatado a muitos deste covil de ladrões.

        • A Irlanda do Norte tem tradição com fanáticos fundamentalistas.Só porque
          60 por cento da população são protestantes,foram travadas varios conflitos e
          ataques terroristas entre cristãos católicos e crentes.Uma vergonha que
          sempre escandalizou e chocou o mundo.Por causa disso a Irlanda do Norte
          não é um País independente.A Inglaterra não confia.teme novas guerras
          santas em nome de JESUS.Tanto faz extremismo islâmicos como extremismo evangélico,é questão de poder.É só dar poder para eles mostrarem os vários lobos em peles de cordeiros.

    • Fato ocorrido na Angola.

      A matéria traz pouquíssimas informações, inclusive não relata a qual religião pertence o cidadão, logo, nem dá pra dizer que seja evangélico, apenas diz que é um pastor.

      O quadro da religião na Angola é o seguinte:

      55% Católica
      25% Religiões Afro
      10% Protestantes principais (Metodista, Baptista, Congregacionalista (Igreja Unida de Cristo) e Assembleia de Deus)
      05% Igrejas evangélicas brasileiras.

      Nenhuma das igrejas citadas possui esse tipo de prática. Pode ser o caso de que o sujeito não seja evangélico ou então pertença a alguma denominação brasileira de malucos que se instalou por lá. Nem a Universal com suas heresias promoveria tal ato.

      A noticia é pra lá de vaga.

    • Sujeito, falar essa barbaridade depõe contra sua fé e sanidade. Como sua coragem é diretamente proporcional ao seu bom senso, você se esconde detrás de um nickname fajuto. Espero que as pessoas citadas tomem medidas legais contra seu ato delinquente.

      • JP SILBESTEIRA
        AQUI O ÚNICA QUE PROFESSA UM ATO DELINQUENTE É VOCE, QUE SAI EM DEFESA DAS BARBARIES COMETIDAS POR MUÇULMANOS QUE MATAM CETENAS DE CRISTÃOS AO REDOR DO MUNDO TODOS OS DIAS, CADEIA PARA TI, QUANTO AOS OUTROS NÃO MUÇULMANOS SÃO OS ATEUS E GAYS QUE ASSIM COMO VOCE DEFENDE A BARBARIE MUÇULMANA EM DETRIMENTO DE CRISTÃOS, ESPERO QUE VOCE SEJA DESCOBERTO E PRESO POR INCITAR ÓDIO CONTRA CRISTÃOS

  1. Deem o poder, num governo teocrático, aos fundamentalistas evangélicos e eles instaurarão um regime tão cruel e opressivo quanto o de certa religião fundamentalista que domina alguns países.

    Provas? Vejam o apoio que evangélicos deram à lei brutal da Uganda condenando gays à morte.

    • Sandro

      Espera aí! O que mata é essa forma generalizada que vocês falam! Tirando o dellphone, não conheço um cristão que deseje a morte de quem quer que seja!

      Eu jamais apoiaria a morte de pessoas por religião, opção sexual ou qualquer outro motivo

      Então antes de generelizar as pessoas, reflita pra não se tornar tão ou mais intolerante quanto os próprios que você mesmo acusa de intolerância!

      • Mas ele não está generalizando.

        Fundamentalistas evangélicos não é o mesmo que, evangélicos em geral. Saiba reconhecer a diferença e principalmente, reconhecer que há fundamentalistas no meio evangélico.

        Nem queria saber o horror que será, em caso destes chegarem ao poder. Não podemos permitir isso de forma alguma, pois serão as futuras gerações que vão sofrer se deixarmos que um erro desses, aconteça.

        Onde estão os BONS no meio evangélico? O SILÊNCIO de vcs, está contribuindo para tudo isso que ocorre e para o que ainda pode acontecer.

        • Slash, cada vez mais os grupos fanáticos e fundamentalistas aqui no Brasil
          estão se reduzindo a guetos.Foli assim nos Países de primeiro mundo.Aqui
          eles não crescem por falta de apoio e por serem severamente criticados e
          perseguidos por cristãos católicos,evangélicos sérios,gays,ateus e sociedade em geral.Basta ver aqui neste site como eles sofrem diante de tantas
          criticas e rejeição.Mas fazem por onde merecer.Eles não assustam.Eles é
          que vivem assustados.

        • Slash

          A questão é bem mais complexa do que a “simples” briguinha entre cristãos e não cristãos!

          O mundo inteiro(inclusive você e eu), cristãos e não cristãos, também está em silêncio diante das barbaridades dos terroristas islâmicos!

          Então partindo por esse princípio, você também é conivente com essa barbaridade!

          O que não significa que estejam de acordo, mas se seguirmos o seu raciocínio, você também é responsável!

          A mesma situação vale para esses casos.

      • Elder evanjegue,leia sobre os evangélicos fanáticos e fundamentalistas da Uganda.São iguais
        aos terroristas do Estado islâmico,é só dar poder.O presidente e a primeira dama se dizem evangélicos ungidos,mas apoiaram leis para matar gays e os simpatizantes mesmo sem
        cometer crimes.Tinham 200 gay famosos no País na lista da morte – da forca.Não foram avante
        porque os Países ricos ameaçaram dar todo o dinheiro para fortalecer os gays e a oposição em Países vizinhos com o objetivo de derrotá-los.Como eles vivem na linha da miséria,ficaram
        com medo,e também todas as autoridades do judiciário foram contras.As passeatas dos
        fanáticos promovidas pelas seitas evangélicas ficaram desmascaradas.JESUS chama-os de
        fariseus,hipócritas,víboras,bestas-feras terríveis…É só dar poder.A Uganda está a caminho de
        uma teocracia evangélica,a mesma religião do irã,Afeganistão e mais 36 Países amaldiçoados
        por DEUS.

        • Janio

          Para pessoas coerentes eu procuro responder com a mesma coerência, Para jumentos alienados iguais a você, prefiro utilizar as ironias.

          Entendeu, ou quer que eu des… Esquece, no seu caso nem desenhando!

  2. Já repararam como as religiões abraâmicas aparecem, ao longo da história, sempre envolvidas em atos de intolerância, opressão, perseguição, guerra e derramamento de sangue?

    • Já reparou que quando uma pessoa se declara CRISTÃO(Ã), automaticamente já é obrigada a carregar consigo inúmeros rótulos que o(a) ridicularizam, por pessoas autamente “liberais”?

      Mas curiosamente esses liberalismo só é usado quando lhe é conveniente, ou seja: “A democracia só vale pra mim, pra você não”!!!

DEIXE UMA RESPOSTA