Famosa líder chinesa se converte e conta seu testemunho

15

Chai Ling, a única mulher líder nos protestos da Praça da Paz celestial, se converteu ao cristianismo e foi batizada. No dia de seu batismo, ela explicou os motivos que a levaram ao cristianismo: sua incapacidade de mudar a China e a dor de ver tanta violência em seu país, não somente no campo de direitos humanos e democracia, mas, principalmente, pelos abortos provocados pela lei que ordena que se tenha apenas um filho, definida por ela como “um massacre diário, mil vezes pior que o da Praça da Paz Celestial e feito às claras”.

O testemunho foi publicado na íntegra no site da ChinaAid (em inglês), no qual ela fala sobre os diversos encontros e dos amigos que colaboraram para que ela abraçasse o cristianismo. Chai Ling (foto) nasceu durante a Revolução Cultural, filha de soldados do Exército pela libertação do povo, na base nordeste da China. A conversão de Chai Ling é a mais recente entre as de diferentes líderes da Praça da Paz Celestial.

Durante os protestos na Praça da Paz Celestial em maio-junho de 1989, Chai Ling tinha 23 anos e estudava psicologia na Universidade de Beijing (Beishida). Ela era a única líder mulher, que previu com grande tristeza o triste fim do movimento democrático (“Haverá um banho de sangue”, disse ela em uma entrevista alguns dias antes de 4 de junho). Juntamente com outros 11 estudantes, ela fez um juramento que derramaria seu sangue pelo país, tendo como modelo os heróis chineses do passado, que cometeram suicídio para despertar o povo.

Depois do massacre, Chai Ling se tornou uma das 21 pessoas mais procuradas pela polícia chinesa. Com a ajuda de um grupo de budistas e organizações de Hong Kong, após um período escondida, ela conseguiu fugir para a França, e depois Estados Unidos. Morando em Boston, ela se formou em Economia em Harvard, e com seu marido, Robert Maggin Jr., criou uma empresa de software que emprega 300 pessoas. Ela nunca esqueceu seu juramento e sempre doava parte de sua renda para orfanatos e organizações chinesas.


As ameaças e as dificuldades a fizeram perder a esperança. “Apesar de todas as batalhas e sucessos, compreendi como sou pequena se comparada ao sistema. Como eu, uma simples cidadã, poderia enfrentar um sistema inteiro, com muitos recursos?”

Chai Ling não teve ensino religioso. “Na China, não podemos acreditar em Deus. ‘Deus’ foi classificado pelos líderes como o mal que os capitalistas usam para fazer lavagem cerebral nas pessoas. ‘Deus’ era uma palavra proibida em nossa sociedade. Como resultado, o amor de Deus também assustava. A sociedade estava repleta de ódio, desconfiança e medo.

Apoiada por seu marido, um cristão protestante, e alguns amigos que trabalham como voluntários contra o aborto, Chai Ling decidiu aceitar Cristo no dia 4 de dezembro de 2009. No dia 4 de abril, ela foi batizada. A fé na ressurreição de Cristo a deixa mais segura da “vitória em Deus” em meio às tribulações.

Em seu testemunho, Chai Ling demonstra compaixão pelos líderes chineses responsáveis pelo massacre: Ela disse que o perdão de Deus é tão completo que mesmo um dos criminosos que estava com ele na cruz, quando se arrependeu de seus pecados, recebeu a promessa feita por Cristo de levá-lo ao céu. “Se os líderes chineses soubessem que, não importa o que tenham feito, se eles se arrependerem, poderão receber o mesmo amor e perdão que todos nós recebemos. Qual é o presente que eles receberão? Liberdade para eles mesmos e para a China!”

Depois de lutar por ideias de igualdade e democracia, eles descobriram que só há razão em seu comprometimento com os direitos humanos se ele estiver baseado em Cristo. “Quando pensávamos que se iniciava um movimento democrático, gritávamos que todos os seres humanos são iguais. Agora, posso dizer isso com certeza, pois Deus nos criou iguais, segundo sua imagem e semelhança.”

Fonte: Arca Universal / Gospel+

15 COMENTÁRIOS

  1. Mas esse não é de perto, o motivo que nos levam ao Cristianismo. Só Jesus Cristo tem a capacidade de nos mover a tal decisão. Ser cristão, apenas para lutar, não leva a lugar nenhum. Ter a marca de Cristo é sobretudo, aceitar Jesus Cristo como único salvador e Senhor da sua vida. E o resto flui naturalmente.

  2. Glória a Deus por mais uma vida salva!

    Senhor Jesus, abençoe a todos o chineses, abrindo seus olhos para a Verdade, à Tua Palavra, que liberta, transforma e restaura. Dê sabedoria à Chai e aos seus irmãos para buscarem ao Senhor e proclamar Teu amor por lá, em Nome de Jesus!

    Obrigado, Pai, por mais essa vida em Tuas mãos!!!

  3. Minha Opinião: Tomara que ela realmente tenha se CON-VERTIDO à Jesus, por que se for somente para o cristianismo apenas, logo ela tem a sua fé massacrada dentro de uma denominação !

    Ela é um exemplo de luta, com certeza, de coragem !

    detalhe: Os Budistas esconderam ela e com certeza a alimentaram e ajudaram ela a se esconder. Pergunto: Será que se fosse um “crente politicamente correto” ele faria o mesmo ?… ou diria assim: “De jeito nenhum, ta amarrado, ela é fugitiva da policia, tem que ir presa”.

    CHEGA DO POLITICAMENTE CORRETO, NINGUEM AGUENTA MAIS !

  4. luis disse entre outras coisas….
    detalhe: Os Budistas esconderam ela e com certeza a alimentaram e ajudaram ela a se esconder. Pergunto: Será que se fosse um “crente politicamente correto” ele faria o mesmo ?… ou diria assim: “De jeito nenhum, ta amarrado, ela é fugitiva da policia, tem que ir presa”.

    CHEGA DO POLITICAMENTE CORRETO, NINGUEM AGUENTA MAIS !
    é mais ou menos isso que o coisa ruim quer…. que esqueçamos o foco e viemos a prestigiar o que os filhos dele fazem!!!!
    como assim chega de ser politicamente correto, e como julgar se um cristão lá na china faria ou não issso, aqui do nosso conforto é muito facil ficar nos nossos achismos…. mas e a verdadeira situação de um cristão na china hoje, alguém sabe me responder de fato o que é servir a Deus num país como aquele ou só sabemos através dessas noticias que cada vez mais focalizam nos feitos do capeta em vez de focalizar na verdadeira alegria: mais uma alma se salvou….., é por que talvez não daria tanto ibope…..

  5. À Paz queridos isso prova o quanto nosso Deus é tremendo vamos orar pela nossa nova irmã em Cristo para que Deus esteja fortalecendo sua fé e sua vida e que ela possa ser fiel ao Senhor Jesus até o fim da sua vida.Deus seja Louvado

  6. “Na China, não podemos acreditar em Deus. ‘Deus’ foi classificado pelos líderes como o mal que os capitalistas usam para fazer lavagem cerebral nas pessoas. ‘Deus’ era uma palavra proibida em nossa sociedade. Como resultado, o amor de Deus também assustava. A sociedade estava repleta de ódio, desconfiança e medo”. Aqui está um trecho da entrevista dessa chinesa que o Espírito Santo resgatou da morte para que ela pudesse testemunhar do poder que há no Deus Vivo chamado Jesus Cristo. Fica claro nessa entrevista, embora não fosse mencionado, que a imagem que se tem daqueles que falam de Deus, é a de que se pede muito dinheiro, e se mostra poucos milagres. A coisa é tão séria que em algumas cidades da América do Sul, os missionários quando chegam para pregar o evangelho são chamados de mercenários, e porque não dizer: de capitalistas!

  7. pois é,e essa imagem esta sendo pregada em todos os lugares pelos ateus com o intuito de envergonhar o verdadeiro evangelho, ”vigiem e orem para que ninguem tome as vossas coroas”

  8. Espero que não se converta só por faixada. Pois muitos chineses,cubanos que fogem para os EUA, se venderam ao capital ianque.
    POis teve no passado, muitos cientistas soviéticos que se venderam ao imperialismo ianque. Até cientistas brasileiros que se venderam à Washington.
    Pois aquele fÍSICO RUSO, sAKAROV, SE VENDEU POR uS$30.000,00 para o ocidente. Pois infelizmente, muitas igrejas evangélicas com a Teologia da prosperidade, se tornaram empresas com o fim do lucro.
    Por isso, que, muitos governos comunistas e mulçumanos, não aceitam igrejas evangélicas, por causa de mujitos pastores só pensarem no lucro, como vimos nos noticiários, pastores envolvidos no esquema de corrupação com o dinheiro público.

  9. Quandom teve a manifestação anti comunista na Paz Celestial, o povo chinês foi na rua para protestar contra os opositores, pois a mídia não mostrou esta reportagem.
    Pois o pastor Jimy Sueguer, teve uma revelação na década de 90, haverá uma abertura política na China. Pois creio que seja religiosa.
    Antes da revolução chinesa, o povo chinês rejeitava missionários, pois acreditavam que eram espiões ianques. Para derrubar o comunismo chinês, tem que derrubar o povo chinês. Pois o povo chinês tem o apoio da maioria do povo.

DEIXE UMA RESPOSTA