Globo atende exigências de evangélicos e Babilônia começa a recuperar audiência perdida

43

A novela Babilônia vem recuperando espaço no Ibope após a TV Globo implementar mudanças profundas na trama. A decisão foi tomada diante do fracasso de audiência do folhetim após um boicote promovido nas redes sociais por evangélicos.

Dentre as principais queixas sobre a novela estavam o beijo gay do casal de lésbicas, a busca insaciável por sexo da personagem Beatriz (Glória Pires) e a promessa de cenas de prostituição com a personagem Alice (Sophie Charlotte).

Com o boicote, Babilônia chegou a marcar média de 23 pontos de audiência, quando normalmente as novelas das 21h00 registram 38 no Ibope. Junto a isso, o sucesso da “novela bíblica” da Record, Os Dez Mandamentos, acendeu a luz de alerta na Globo.

Para as mudanças surtirem efeito, a emissora tomou a decisão de escalar o autor Silvio de Abreu para supervisionar a história escrita por Ricardo Linhares, Gilberto Braga e João Ximenes Braga. Recentemente, Abreu interviu em uma série de 12 capítulos, transformando-os em apenas seis depois do corte de cenas consideradas descartáveis.


Além disso, a Globo optou por modificar a história de um personagem, que se revelaria gay. Carlos Alberto (Marcos Pasquim) se assumiria homossexual, mas agora terá sua “aversão” a mulheres explicada de outra forma: ele teria perdido a esposa em um acidente de carro, e desde então, preferiu não se envolver com ninguém.

“O novo destino de Carlos Alberto será mais uma alteração em Babilônia. Soma-se à de Alice (Sophie Charlotte), que não entrou para prostituição; à de Beatriz (Gloria Pires), agora uma mulher apaixonada e cada vez mais distante da ninfomaníaca da primeira semana da trama; à de Inês (Adriana Esteves), que era obcecada pela amiga e isso foi transformado em vingança; e aos cortes dos beijos e carinhos entre Teresa (Fernanda Montenegro) e Estela (Nathalia Timberg)”, explicaram os jornalistas Márcia Pereira e Daniel Castro, do site Notícias da TV, listando as mudanças feitas pela Globo na novela.

As medidas começaram a surtir efeito, e na última semana, Babilônia marcou média de 29,4 pontos de audiência no Ibope, número que não alcançava desde o terceiro episódio, segundo informações do site Meio Norte.

Diante disso, a Globo decidiu ser cautelosa e não apresentou a personagem vivido pelo ator transexual Rogéria. “Estou aguardando em casa o chamado da direção da novela para começar a gravar, mas até agora não recebi nenhuma ligação. Sinceramente, eu não sei o que vai acontecer com a [personagem] Úrsula e com o núcleo dela, que também está bem sumido. Tenho acompanhado ‘Babilônia’ e todo mundo sabe que a novela precisou passar por algumas adaptações, mudanças e por isso o melhor a fazer é esperar, torcer”, disse Rogéria, em entrevista ao Uol.

A precaução com os rumos da novela, porém, não é a mesma quando se trata de comemorar cada novo ponto de audiência conquistado: “Babilônia ainda não decolou, é certo.  Por isso, toda boa pontuação da novela é comemorada na Globo com champanhe. No sábado, por exemplo, em plenos feriado, quando a audiência cai, Babilônia registrou 29 pontos no Rio de Janeiro, de acordo com o Ibope. É o recorde da novela aos sábados”, informou o jornalista Lauro Jardim, da revista Veja.

No entanto, Gilberto Braga, um dos autores de Babilônia, negou que as mudanças implementadas pela direção da Globo na novela tenham sido motivadas pela rejeição do público ao beijo do casal de lésbicas: “Fizemos uma pesquisa sobre isso e tenho o parecer em mãos, mas é sigiloso’, despistou em entrevista à Veja Rio.

43 COMENTÁRIOS

  1. O boicote evangélico e a queda da audiencia após isso é uma prova incontestável que boa parte dos evangélicos dão audiencia para as novelas. Isso é um fato.

    • Depois que os evangélicos ficarem viciados com essa novela, a Rede Globo voltará com as cenas do seu jeito, pois a Rede Globo nunca se importou com protestantismo.

    • Falta de dinheiro para contratar o serviço da TV a cabo. Como fica a tal “teologia da prosperidade” neste caso? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Bando de lascados que sentem escolhidos. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      .

  2. Nos anos noventa houve uma novela com o mesmo tema, mas que foi objeto de rejeição da sociedade como um todo.

    Agora querem passar a mecha de intransigentes aos evangélicos.

    Com todo o respeito, foi a sociedade que não o quis quando antes. E a outra não havia cenas picantes.

    Católicos mesmo.

    • Outra coisa, não faz seis meses que acabou uma outra com enredo parecido. A atriz central foi geovana…

      Como foi a postura dos evangélicos.

      É o modo como vem sendo o tema colocado, é a novela em seus enredos que não agradou, inclusive o em discussão.

      • Agora está acabando um com o tema espírita, mas como foi desenvolvido de forma sem apelar, ninguém até agora se manifestou contra.

        Evangélicos culpados, por favor.

        • claro que são Levy, enquanto as novelas estavam mostrando somente estupradores, assassinos, bígamos, estelionatários, etc, e mostrando doutrinas do espiritismo, a audiência estava boa, mas foi só começar a mostrar o beijo gay com mais ênfase que alguns pastores aparecerem na TV para pedirem que os evangélicos não assistissem a novela e pronto, a novela despencou.

          agora fica vc ai tentando tapar o sol com a peneira e com esses seus discursozinhos ridículos na defesa do indefensável.

          admite que dói menos Levy.

          • Nostafora,

            Tudo isso que você falou está na bíblia, na literatura brasileira, o detalhe é que certas coisas a sociedade entende que não.

            Nos anos noventa duas atrizes fizeram um par romântico, e a sociedade não aceitou. Não foi coisa de evangélico, pois a maioria encontra-se nesse horário ou nas igrejas ou no caminho de ida ou de volta pra igreja.

            Vê-se que você é analfabeto ou então um de nenhum poder cognitivo.

    • tá errado Torreal.

      vemos nesta oscilação de audiência que são os evangélicos que em peso que são os telespectadores da globo, e se a globo não se pautar pelas regas homofóbicas dos protestantes, ela perde audiência.

      vemos também que os evangélicos gostam mesmo é de controlar o rabo alheio, já que outras novelas mostra-se bigamos, assassinos em série, estelionatários, e eles não fazem campanha para diminuir audiencia de novelas, mas se mostrar beijo gay, ai não pode.

      a globo passa constantemente novelas e programas com cunho altamente “espírita” como é o caso de outras novelas, inclusive a do horário anterior a “Babilônia” tem grande apelo espírita, mas os evangélicos só não gostam do beijo gay, afinal, cuidar da “bun da’ alheia é o unico foco evangélico.

  3. o que stardust não diz, fez festa ao saber que os evangelicos aqui falam na verdade são cristãos nova era como ele que adora a rede esgoto de televisão, os evangélicos estes sim não deixam esta imundicie entrar nos seus lares

  4. Evangélicos, você não têm espelho em casa? Tomem vergonha na cara, pois onde já se viu tanta presunção em achar que a Globo atendeu exigência de vocês e por causa disso a audiência melhorou. É muita pretensão! Além disso, pelo que sempre soube, inclusive porque já fui evangélico, é que eles não assistem novelas, filmes, futebol, carnaval, etc., pois são, como eles mesmo dizem, separados do mundo e dos mundanos.

  5. Quem assiste novela e jacu, tipo catulicos espiritas ateus e mais um bandos de jacu, os verdadeiros Crentes não assiste nuvela, quanto mais novela da rede sanitaria escorbuto de televisão, as tais das nuvelas e para otarios animais de carga abestaiados xibungos, afora os pai deguas cabras da pexste dos efeminados catulicos efeminados ateus efeminados espiritas, á e tem tambem os cristãos stardustianos, os evangelicos stardustianos, os cristãos mais perdidos que cegos e tiroteio, evangelicos efeminados, e mais umas dezenas de classes de humanos perdidos, É uai foi isso mesmo que afirmei e afirmo, e quem achar ruim come mais pouco, e não adianta escrever nada ao contrario que não tou nem ai bando de dominados, sem mais fui

    • Depende. Ateus cultos como eu não assistem a novelas. Eu prefiro o canal Art 1, da tv a cabo. Não perco meu tempo com essas besteiras. Já as evangélicas com quem eu trabalho adoram novelas da Globo. Só ouço os comentários no dia seguinte: olha, fulana fez isso; fulano fez aquilo.

      .

  6. evanjeg

    não só gostam comO IMITAM
    os personagens
    essa semana a filhinha de um pastor(Victoria Souza de Miranda, de 16 anos,Praça Seca, Zona Oeste do rIO)
    deu no pé de casa
    por causa da “vigilancia ferrenha”

  7. Que bom que o povo evangélico não tem mais o beijo gay para os incomodar, pode continuar a assistir sua novela preferida com assassinatos, adultério, corrupção, chantagens e traição, sem protestar.(hipócritas!)

  8. O que dizer? Preciso dizer alguma coisa?
    Só porque mudou algumas coisinhas nessa novela e a audiência já está aumentando? Evangélicos vocês tem que se decidir o que vocês querem!

    Preciso mostrar para vocês o quanto essa novela é podre e quer fazer que vocês façam de acordo com o que ela mostra? Precisa ainda… SALVE-SE, QUEM PUDER!

  9. O título da matéria cada um da como quer. A audiência aumentou pq a trama bem escrita e interessante. Em época de internet é normal cair. Integra é a família do aderbal pimenta, que tem princípios religiosos ! Interessante como em um país laico, a religião , seja qual for , gosta de interrometer.

  10. Bem, primeiro queria apenas deixar claro, existe um pequeno aparelho chamado “Controle Remoto” e com ele escolhemos o que queremos ver ou não, eu sou evangelico, essa novela trata da realidade, embora deploravel, dessa nacao, lembremos amigos do livre arbitrio e que cabe apenas a Deus julgar as pessoas, embora eu nao concorde com a pratica homossexual, respeito quem a pratica, assim como tambem espero que seja respeitado o direito das igrejas se posicionarem contra, apenas uma questao de cada um cuidar da sua vida, nao cabe a igreja condenar essas pessoas ou criticar uma novela, noss dever e ganhar almas para cristo, nao ficar sentados assistindo novela, por isso a hipocrisia cresce nas igrejas, muito irmao vendo a globo e poucos lendo a biblia, queremos mudancas, oremos por elas, Deus é o Deus do impossivel

  11. Hipocritas do inferno, sedendo a Rede do Capeta,vao junto com ela pro inferno.Crente evangelico nao entram no ceu.Quem ira subir sera a Noiva de Cristo que vive na contra mao da sociedade.

  12. Com ou sem Beijo Gay não recomendo nenhuma novela da globo. Infelizmente o povo evangelico ainda não amadureceu o suficiente pra entender as astúcias do diabo. .

  13. O mundo sempre foi gay. Bons e maus, como em tudo na vida. Pedofilia, incesto, prostituicao, roubo…esta na biblia. So os evangelicos sao bons e puros.

  14. Acredito que se o telespectador entende que a programação é imprópria para a sua família simplesmente evite esta programação, a Globo pode por o produto que quiser na telinha, mas ela não obriga ninguém a assistir. É estranho pessoas que são contra o conteúdo pedirem para amenizar e mascarar a trama para poderem assistir sem uma meia culpa a consciência, sendo que o mais pesado das tramas teledramaturgas são a desvalorização da família, mentiras adultérios, sensualidade, vingança dentre outros. Acho um falso moralismo. Mateus 5:37

    • A Globo estava perdendo pontos na audiencia,ou seja, menos público para ver os comerciais,logo uma diminuição nas propagandas e nos anunciantes também. Em resumo,”prejuizo”.
      Nao foi por causa q um grupo religioso X ou Y deixou de ver a novela não, minha gente.Como bem disseram acima,o telespectador tem o poder nas mãos,com o controle remoto.Está ofensivo o q vê?Assista a um bom filme ou a um telejornal.Ou deixe na TV Cultura,que tem programação de qualidade diuturnamente.
      Agora não adianta reclamar das opções que permitimos que entrem em nossas casas.

  15. O que fez a audiencia cair foi uma historia ruim, escrita por um autor que nao consegue se resiclar cm temas kda vez mais rapidas. Desde celebridade que isso foi mostrada, avenida brasil mudou o estilo de contar uma historia e muitos autores perceberam isso, aguinaldo silva e walcir carrasco sao exemplos, ate silvio de abrel se nao tiver cuidado vai dançar.
    Se fosse realmente uma boa historia nem o papa teria boicotado-a

DEIXE UMA RESPOSTA