Homem armado invade culto, ouve sermão e se converte ao Evangelho após receber oração

2

Um homem armado com um rifle semiautomático invadiu uma igreja no momento em que o pastor pregava o sermão e falava sobre o aumento da violência na comunidade. Atordoado, ele foi acalmado pelo pastor e terminou aceitando a Jesus.

O incidente aconteceu no dia 31 de dezembro, na cidade de Fayetteville, que pertence ao condado de Cumberland, no estado da Carolina do Norte. O pastor Larry Wright contou que no primeiro momento, achou que a arma era de brinquedo.

“Eu fui a primeira pessoa a vê-lo e eu pensei que era uma arma de manequim, mas então eu vi o clipe de bala em sua mão e as balas estavam brilhando”, contou Wright à CNN.

O pastor contou ainda que ao notar a gravidade da situação, desceu do púlpito e caminhou até o rapaz, e perguntou: “Posso ajudá-lo?”. O homem, ainda com a arma, perguntou se Wright poderia orar por ele.

Para evitar qualquer incidente maior, Wright pediu que ele entregasse a arma e a munição antes da oração, e assim, levou-o à primeira fila de cadeiras do templo, orou pelo rapaz, e continuou o sermão.

Um dos membros da igreja ligou para o 911, mas o pastor pediu que a Polícia aguardasse do lado de fora: “Eu terminei a mensagem, eu fiz a chamada de altar e ele ergueu a mão, aproximou-se do altar, e deu a sua vida a Cristo. Eu fui até ele e orei, e nos abraçamos. Foi como um pai abraçando um filho”, disse.

Ao final da oração de conversão, o homem pediu desculpas para a congregação, e contou que havia saído aquela noite com intenção de fazer uma loucura, mas sentiu que Deus falou com ele.

“Se ele fosse beligerante, eu estava indo para lidar com ele […] Eu quero seguir com ele e ver que ele está recebendo a ajuda e os recursos que ele precisa”, disse o pastor, em entrevista ao site local fayobserver.com.

Allison Woods, um membro da igreja, descreveu como se sentiu quando o homem armado chegou ao templo: “Não parecia real, porque era como a Escritura que o nosso pastor estava lendo, era como se ele pulasse para fora da página. No dia seguinte é quando você pensa em tudo o que poderia ter acontecido, o que poderia ter dado errado”, afirmou.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA