Homem mata esposa e sogra, invade igreja e faz fiéis reféns durante fuga da polícia

1

Uma igreja se tornou cenário de uma história que parecia ter saído de um filme de terror, mas era real. Um homem, em fuga da polícia após ter matado a esposa e sufocado a sogra, invadiu o templo e fez os frequentadores de reféns.

Billy E. Varner, 54 anos, matou sua esposa, Peggy Henderson, de 61 anos, com um facão. A violência dos golpes quase decapitou o corpo da mulher. Quando sua sogra suspeitou do sumiço de sua filha, Billy a matou sufocada.

O crime aconteceu no estado de Illinois, próximo à fronteira com Dakota do Norte, nos Estados Unidos.

Desaparecido, Billy foi identificado por uma pessoa que estava numa missa, em Dakota do Norte. Com uma espingarda, o assassino mandou o padre “calar a boca” e pediu que os fiéis se encostassem numa parece. Na sequência, jogou um saco e ordenou que as pessoas depositassem objetos de valor.


Mike Weyrauch, um dos fiéis que testemunharam a ação, disse que a expressão de Billy era intimidadora. “O olhar em seu rosto tinha me assustado. Provavelmente o mais chocante que eu já encarei em toda a minha vida”, afirmou em entrevista ao jornal The Chicago Tribune.

Depois de um certo tempo, Billy liberou os reféns e fugiu, mas foi capturado durante uma blitz de trânsito, de acordo com informações da polícia local.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

1 COMENTÁRIO

  1. que coisa horrível eu já fiquei na mira de um revolver 38 via as balas no tambor em um assalto do pagamento de operários inclusive o meu, e não e nada bom mesmo eu que tenho intimidade com armas pois tenho treinamento militar do exercito não gostei e não desejo isto a ninguém e muito menos dentro de uma igreja seja ela o que for nesta hora não tem crença ou doutrina ou denominação nossos irmãos católicos não merecem isto assim como nos evangélicos também não, e tenho dito

DEIXE UMA RESPOSTA