Igreja Católica confirma ter excomungado 384 sacerdotes em 2 anos por abuso sexual contra crianças

35

Números confirmados pelo Vaticano durante um painel das Nações Unidas, em Genebra, na última sexta-feira, revelam que 384 sacerdotes foram excomungados da Igreja Católica em 2 anos por abusar sexualmente de crianças.

Segundo dados da Associated Press o Vaticano excomungou 260 sacerdotes em 2011 e 124 em 2012, após o escândalo que explodiu na Europa. Além disso, bispos têm encaminhado centenas de casos para o Vaticano.

Os números foram confirmados pelo Vaticano na sexta-feira, e foram baseadas nas estatísticas publicadas em seus livros anuais de referência. Especialistas sobre abuso sexual na Igreja Católica dizem que os números representam um aumento de anos anteriores, mas não são surpreendentes, dado o escândalo que se desdobrou em uma organização global com mais de 412 mil sacerdotes.

Em 2001, o cardeal Joseph Ratzinger, que se tornou o Papa Bento XVI em 2005, determinou que todos os casos de abuso fossem enviados ao seu escritório na Congregação para a Doutrina da Fé, em Roma. Após escândalos de abuso sexual surgirem novamente nos Estados Unidos, em 2002, os bispos norte-americanos enviaram cerca de 700 casos de abuso para o Vaticano durante os próximos anos, afirmou Nicholas P. Cafardi, ex-reitor da Escola de Direito da Universidade de Duquesne, que escreveu um livro sobre a resposta da Igreja ao abuso sexual.


– Desde o escândalo americano, você teve casos expostos na Irlanda e na Austrália e em uma série de outros países. Os casos poderiam ser décadas atrás. É, certamente, um grande número, mas quando você olha a estrutura e o tempo envolvidos, é menos impressionante – afirmou.

Os casos de abuso por padres podem ser julgadas tanto na igreja como os tribunais civis. Porém a grande maioria dos casos não chega a ser processados por autoridades civis, muitas vezes porque estão fora do prazo de prescrição. Sob o direito canônico da Igreja, a excomunhão é a penalidade mais severa.

De acordo com o jornal The New York Times, a onda de sacerdotes excomungados mostra a resposta ao apelo daqueles que defendem as vítimas e pediram uma mudança na abordagem de décadas anteriores, quando os padres acusados de abuso eram rotineiramente transferidos para paróquias desavisados ou enviados para novas dioceses ou países.

Porém, nasce também um questionamento se a excomunhão por si só é o melhor método para proteger as crianças, pois aqueles sacerdotes que tenham sido destituídos por abuso infantil podem se mudar para locais onde ninguém sabe suas histórias.

Por Dan Martins, para o Gospel+


35 COMENTÁRIOS

    • Leía em 1Timoteo 4;vers 2 ,pela hipocrisia de homens que falam mentiras ,tendo cauterizada a sua propria consciencia vers 3 proibindo o casamento…,Portanto un sacerdote prohibir o casamento nao condiz com a vontade de Deus.Paulo nao se casou(ensinam em algunas igrejas que Pedro obrigou -sé a solteirice,grande mentira!,pois Jesus curou a SOGRA de Pedro)Paulo nao se casou porque Deus tirou o desejo sexual dele e nao qué o obrigaram a nao casar,.O povo precisa ler mais a Biblia pra nao ser enganado

  1. Eu concordo com as atitudes tomadas diante dessa situação, porém o que foi noticiado foi a ação tomada pela igreja punindo os sacerdotes envolvidos no escândalo. lamento que que a imagem da noticia explore uma acusação pretensiosa à igreja, Uma criança com uma mão de um adulto amordaçando sua boca. Diferente quando se noticia o escândalo vindo de denominações não católicas.

  2. Sem levar em conta temas doutrinários, a excomunhão é a pena mais branda em todo esse contexto. É preciso investigação policial e penalidade judicial adequada.

    • ENTÃO MEU AMIGO MAURO TALVEZ VOCÊ NÃO GOSTOU DAs vezes que questionei sobre pedofilia dentro da igreja, talvez não gostou quando pedi para o papa bento ser preso e pagar se não por pedofilia senão por esconder seus parfes, sei que parece duro, mas tenha em mente que para pastores muitas vezes pedi a morte, outras mais brando pedi o castramento quimico e prisão dobrada, e não pense que não sei do que falo, ao longo de 40 anos, vi o sofrimento de pessoas que foram abusadas por pedófilos na idade adulta, amargos desconfiados, e contra DEUS pois achavam que DEUS não os amava por terem sofrido abuso , também acompanhei menores abusados , que retraidos e tristes passavam os dias isolados, não havia brincadeira que os movesse , sim amigo sei do que falo, de crianças de mulheres abusadas agredidas, de gays que por terem sofrido esta agressão ingressaram as fileiras da auto destruição, em busca de explicações, então meu amigo, só quem trata e vive com o sofrimento de crianças tão frageis de mulheres e gays no fundo do poço sabe, de que falo, e por isto querido amigo sou implacavel e peço no minimo prisão para estas bestas, Mauro experimente trabalhar pelo menos com crianças que parecem tão frageis e sabera o que digo

      • A prisão e justiça civil Clamando somente o poder secular pode executar. Afinal já vai longe o tempo onde a IGreja executava seus pecadores. Agora acho difícil falar que depois de excomungar tantos alguém possa falar que bento XVI foi um cumplice ou ocultador dos pedofilos.

        • sim eu sei que só a secular, mas sei que enquanto fiéis podemos exigir uma mudança de nossos lideres, não deixarmos a igreja virar uma organização que se defenda mesmo quando o erro é tão grande

          • Pedofilia tem que responder criminalmente sim, mas líderes que se enriquecem as custas de ofertas e dizimos, não são pessoas melhores que pedófilos não, mas vocês defendem com unhas e dentes, pra mim é tudo farinha do mesmo saco, mas a alienação de vocês não permitem ver.

          • Cláudio,

            Tua igreja não tem clérigos que enriquecem dela não?

            Ora, se um discípulo de Cristo estava enriquecendo, então a tua igreja não tem?

            Explique aí o cardeal germânico que fez um castelo cujo preço faz uma casa em alfavile equivaler a um por cento, bem como o padre que estava com dinheiro em avião vindo da suíça e que está preso, do padre que foi pego com dois milhões no aeroporto do rio quando viajava pra portugal.

            Nunca vi padre reclamar da ausência de dinheiro, andam em carros novos, igual as freiras…

            Você parece pai ruim que somente consegue vê os erros dos filhos dos outros, os dos próprios filhos não vê pecados.

    • Clamando, ficamos tristes com os crimes é evidente, sou pai de três jovens e me coloco no lugar dos responsáveis pelas vítimas mas isso não me impede de enxergar os responsáveis sem generalizar. Vamos combater esse mal sem cessar.

      Não faço mais parte da coordenação porém continuo atuando em auxílio as pastorais e grupos ligados as famílias, e esse tema é fortemente debatido.

  3. Ate que enfim as igrejas tomam alguna actitudes!,embora pra esses monstruos excomunhao e nada porque eles podem ( e vao ) pra outras localidades e cometem o mesmo erro,melhor qué o costumeiro nada que a igreja aplicava, alias nada nao porque a igreja perseguía suyas vitimas e as tornava responsaveis dos atos desses filhos do demonio,!

  4. Listón Charlys sao suyas pesquisas?,mostré-nos aonde esta escrito qué o número de pastores pedofilos e padres sao iguais?,porque vc podé pesquisar sobre os padres pedofilos em revistas e ate em historicos policías e so pesquisar( isso ágora na modernidade, sem falar em toooooda historia da igreja ,e nem preciso falar na idade media aonde esta igreja teve o maior poder )Vc vai fazer ate uma utilidade publica,eu nao estou falando achismo ta?!,eu estou falando de pesquisa e estudios SERIOS!,te agradeco desde ja!

  5. A igreja católica está se limpando…. Quando será que as evangélicas vão fazer isso?
    Não falo de exclusão de membros, isso algumas fazem, mas… tem que começar pelas lideranças e pastores… Aí a conversa é outra, né?

  6. O CATOLICISMO ROMANO É UMA CLOACA DE DEVASSIDÃO E IMORALIDADES HÁ SÉCULOS! SÓ UM EXEMPLO: NO SÉCULO IX,DUAS PROSTITUTAS MARÓSIA E TEODORA,COLOCARAM NO TRONO PAPAL SEUS AMANTES,FILHOS E NETOS ADULTERINOS! ASSIM,POR GERAÇÕES,O VATICANO SE TORNOU UM ANTRO DE LIBERTINAGEM RECONHECIDO,MAS POUCO DIVULGADO! POR QUE MUDARIA?! PENA É,QUE EMBORA SEJA O COMEÇO DE UMA FAXINA MORAL,MUITOS OUTROS SACERDOTES CONTINUAM IMPUNES BEM COMO AQUELES QUE LHES DERAM COBERTURA!
    SERÁ QUE O POVO QUE DIZ ” SOU FELIZ POR SER CATÓLICO” CONTINUARÁ EM SUA GRAVE CEGUEIRA?! SERÁ QUE SEUS FILHOS ESTÃO SEGUROS NOS ANTROS,URBI ET ORBI,DESTA SEITA MALDITA?!

    • • Email
      Home » Destaque
      Número de casos de pedofilia cometidos por pastores superam os de padres nos noticiarios brasileiros
      Publicado por Renato Cavallera em 19 de julho de 2011

      No Brasil, país tido como o mais católico do mundo, a Igreja Católica não foi atingida pelo tsunami de denuncias de pedofilia que abalou a tradicional hierarquia religiosa de países como Alemanha, Bélgica, Holanda e Irlanda.
      Aqui, tem havido no noticiário da internet muito mais casos de pastores pedófilos ou suspeitos dessa prática do que os seus colegas padres, sem que a grande imprensa dê conta disso.
      Três exemplos recentes. No dia 20 de junho, a Polícia Civil de Duque de Caxias (RJ) prendeu o pastor Juarez Ferreira da Silva, 52, que estava foragido por ter sido condenado a 12 anos de prisão por ter estuprado quatro meninas. No dia 1º de julho, o pastor Dionísio da Silva Mattos, 55, de um templo da Assembleia de Deus em Magé, na Baixada Fluminense, foi preso sob a suspeita de ter abusado de uma menina de 12 anos. Dias depois, a imprensa portuguesa informou que o pastor Celso Miranda, 43, da mesma denominação, fugiu para o Brasil porque teria violentado um menino de 13 anos.
      A imprensa dá muito mais visibilidade aos casos de padres pedófilos, como se as vítimas deles fossem mais importantes. Os padres de Arapiraca (AL), por exemplo, têm sido contemplados pela cobertura dos grandes jornais, portais e TVs. A prisão do pastor protestante Edimário Gama de Freitas, 65, sob a acusação de abusar de filhos de fiéis, só foi noticiada pela imprensa regional, na Bahia.
      Se não fosse o noticiário da internet, principalmente de sites de pequenas cidades, não se saberia da existência de tantos pastores evangélicos suspeitos de abusar de crianças. Geralmente, as vítimas são de famílias pobres e ingênuas. Acreditam, pelo menos inicialmente, que massagens de pastor podem expulsar o Satanás do corpo e em sessões de oração de “cura interior”.
      Compartilhar
      Com base apenas nesse noticiário, não é possível dizer que existem proporcionalmente mais pastores pedófilos do que padres. Para isso, haveria a necessidade de um estudo aprofundado, que levasse em conta, por exemplo, a quantidade de pastores e de padres.
      Fonte: Paulopes

      • A imprensa espirita-católica -umbandista e ateísta escondendo casos de pedofilia de pastores?!,duvido e muito( nao que esses casos possam ser mentira,ou pastores pois Satanás usa quem se deixa usar ),gente ruim existe em qualquer lugar,más a igreja nao tem connivencia com eles e o Papado fica brincando de esconde,muda os pedofilos de lugar em vez de denuncia-los.Esta fonte e do proprio Vaticano que tem um fundo so para encubrir os casos de pedofilia,so fico imaginando as coitadas das criancas indias nas maos desses homens no passado,da do so de pensar!

        • Ta Daysie somos os católicos a ficar por ai falando que não se deve tocar no “Ungido do Senhor”, esta sal fonte de que tem um fundo no Vaticano so para pagar e silenciar os casos de pedofilia onde esta….

      • olha sabe oque eu acho vcs que sao catolicos ficam e procurando quem faz mais medas do que o outro,desculpe pelas palavras mais vcs defedem tanto sua religioa catolica que esquece que o unico que devemos crer e saber que e fiel e justo e so Jesus,os demais nos nao temos a certeza se podemos de fato confiar pois Deus disse que maldito o homem que confia no homem,sou evangelica e vc acha que eu defendo (pastores)que fingen ser oque de fato nao sao,e outra graças a Deus nos evangelico nao temos esse trem de um (cabeça)espiritual que sao um meio de seguir igual vcs seguem esses papas que a maioria sao pedofilo e satanico sem preconceito de religiao isso que eu penso ja e pessoal nao gosto da maioria das carinhas dele pois nao sei se e visao de Deus mais eu vejo que a maioria sao falsos mestres e tb vejo muitos no meio evangelico tb eu freguento igreja pois preciso de ter comunhao entre irmaos e e muito bom tirar um tempo para louvar ao senhor,mais nao passa disso de ficar idolatrando ninguem e pior ainda eu pagar uma furtuna pra ir ver pastor ou papa igual a genet ve quando o papa veio aqui no brasil que ridiculo um ser igual eu pecador e pode ser pior ainda do eu e vc vai saber ne ir la e chorar vendo ele a fala serio acho que as igrejas deveriam acordar pra vida pois estamos vivendo o apocalispso e nao temos que ficar defendendo ninguem que seja acusado pois se for mentira ou se for verdade nesse caso deixemos pra Deus pois o coraçao e a terra que homem nenhum pisa so Deus conheçe.que nos sejamos mais abertos para as coisas de Deus.naos sei se fui certa na resposta mais e oque eu penso abraços vivamos a Cristo e nao homens falhos como nos.

        • Não Mary cada um responde por seus atos. Agora de onde vc tirou que a maioria dos papas esta envolvido com pedofilia ou satanismo…. gostaria de ver a fonte de sua info. Me parece a mesma da Folha Universal ao falar que os atentados de 11 de Setembro eram culpa da ICAR. Em suma a base da acusações eram a apenas o “Eu disse e ponto”.

          Seria o mesmo que eu te acusasse levianamente de ser a filha do Anticristo. No dia em que a senhorita olhar o catecismo católico ou até mesmo o simples folheto da missa vai saber que é Cristo e não o papa ou outro mortal o centro de nossa adoração e liturgia.

          Se o fato de ser pecador invalida a autoridade concedida por Cristo a alguém então do mesmo modo vc nada deveria ouvir de um pastor que também nasce e morre em pecado como todo padre, bispo ou papa. É quase o mesmo que falar :”eu não vou ao médico e uso diretamente o remédio porque um médico também fica doente igual a mim”.

          E nunca vi nenhum católico ficar defendendo neste site clérigos acusados de pedofilia. No meu caso o máximo que falo é que devemos esperar o julgamento perante um juiz e júri para falarmos que alguém é de fato culpado. Mas sempre digo a mesma coisa quando vejo um pastor acusado.

          • Mauro

            Se eles ficassem apenas no sentir-se incomodados eu nem iria quiexar-me. Agora o pior é ficar falando que nós ficamos encobrindo ou perdoando criminosos de batina. Vc sabe muito bem como alguns deles são justiceiros e pedem punição imediata quando veem acusado católico. Por outro lado, se o réu é evangélico, o discurso muda de figura completamente, ai o suspeito é inocente, um sujeito acima da lei dos homens.

    • Mostra sua cara ô Mister M M e me diga o que a sua Seitinha tem feito de bom pela humanidade, com certeza muito pouco, portanto você não tem moral pra falar da igreja dos outros, ao invés de te doutrinarem pra evangelizar e praticar o amor ao próximo, você é doutrinado a distilar ódio e imbecilidades contra a igreja Católica. Se na sua igrejinha tiver alguém que chegue aos pés de pessoas com Francisco de Assis, Madre Tereza de Calcutá, Irmã Dulce dos Pobres, Zilda Arns e muitos outros que foram sal e luz no mundo como Jesus mandou, ai podemos conversar. Saiba que eu tenho aversão tanto quanto você contra pedófilos padres ou não, e mais ainda contra pastor estuprador e também pessoas que se enriquecem as custas de dízimos e ofertas e que mesmo assim vocês ficam lambendo…

      • Cláudio,
        Calma, pois ao falar dos pecados dos outros, com todo o respeito, isso significa amor.

        Amor à tua igreja, amor aos católicos, amor às vítimas.

        Ninguém aqui está comparando grandeza de santidades, pois apenas tais discussões são de caráter soberbo, mais a mais, nem você e nem eu temos conhecimento exato das atividades e boas ações das pessoas, apenas o que nós podemos enxergar.

        Tem pessoas, meu caro, que dão tantos recursos financeiros, que se aplicados corretamente pelas instituições que os recebem, mil madre tereza de calcutá não chega a uma eficácia igual nem daqui a mil anos.

        O mundo não é apenas o que você vê, afinal muitos fazem pra jogar pra galera, pra se mostrarem.

  7. A igreja católica deve apelar no sentido aos países que fornecerem os nomes dos investigados, afastá-los, efetuar investigação paralela e logo expulsar, repassando as provas conseguidas nos inquéritos próprios. Mas também tem que estabelecer regras claras quanto a presença de crianças e clérigos num mesmo ambiente, inclusive com câmeras.

    Fico a imaginar que se tais acusações pesassem contra uma igreja evangélica, ao certo já teria sido tido as portas fechadas, depredada. Apressem-se católicos, a justiça tem que ser rápida e presente.

    • Curioso toda vez que se lançam acusações, inquéritos policiais e judiciais contra personalidades evangélicas ai o senhor lembra que a justiça e a opinião pública estão condenando o cidadão sem o amplo direito de defesa e sem a conclusão do transito em julgado.

      Nem sempre rapidez na condenação garante justiça na mesma. Não vi nenhuma igreja evangélica depredada por algum pastor preso por pedofilia. Mas nunca vi nenhuma vigília de católicos pedindo libertação de padres acusados de algum crime. Agora já vi fieis evangélicos nas portas de fóruns e delegacias clamando pela liberdade de seu líder mesmo com evidencias abundantes contra os mesmos.

      • Meu caro,

        A manifestação de amor a quem não foi condenado é um ato que qualquer um pode fazer.

        Diga qual foi o pastor evangélico que ficou sendo transferido de igreja a igreja com quando sobre ele pesava fortes indícios.

        Se você estiver se referindo ao pastor marcos, do que sei algumas provas forjadas contra ele foram desmascaradas, talvez até por isso as manifestações em prol dele, mas daí dizer que é inocente, nem você e nem ninguém poderá apresentar como prova de suposta parcialidade.

        Não disse que tua igreja aja sem investigar. Sequer precisava, pois pela matéria não se pode dizer que ela somente excomungou os que já estão sendo processados, acredito que alguns casos derivem de processo administrativo.

        • Se fosse só o caso do Marcos Pereira levi então até eu diria que é caso isolado.
          E vc fala sobre transferencia de paroquia, mas isto geralmente ocorria quando ainda não havia evidencias fortes contra os suspeitos e aqui mesmo no gospel já se noticiou um pastor em Rondônia que conseguiu ficar foragido da policia 2 anos sendo escondido por seus seguidores.

          Torno a apontar que sua condenação rápida fica valendo somente para os clerigos da Catolica. Para os pastores vc diz que são inocentes até o ultimo momento.

          • Mostre o texto que você atribui da minha autoria zelando de modo excessivo supostos ungidos de Deus.

            Você, ao estilo do João sem-braço, quer que eu passe a proclamar essa tese de que não se deve mexer com os ungidos de Deus.

            Nunca tive ninguém por santo, nunca dei salvo-conduto pra ninguém.

            Se até os discípulos de Cristo eu trato de relembrar seus erros, coisa que algumas igrejas acham uma sandice destacá-los, aí eu vou defender como se advogado fosse quem eu não conheço de perto?

            Sabe-se que no mundo existe os injustiçados por calúnias, mas também os que cometeram impropriedades, sendo que nestes estão inclusos os já descobertos e julgados e os que esperam julgamento.

            Sua igreja já condenou mais de quatrocentos, como seja, havia fumaça sobre tais pessoas, ela investigou ou recebeu elementos investigativos do poder judiciário e praticou um ato administrativo, a expulsão.

            Ou seja, movimentou-se apenas em face do clamor público, em face das cobranças, em face da necessidade de ter que mostrar justiça sob pena da omissão se caracterizar como crime.

            Assim, repito, mostre onde foi que eu usei o argumento da imexibilidade do clérigo protestante, pois aí me internaria numa instituição de controle mental por defender tese que tem o mesmo sentido de condenar em cima de boatos.

  8. É por pensamentos iguais os seus que tem líderes se enriquecendo aos montes, como pode ser conivente com essas práticas só por que tem nas outras igrejas vamos aceitar que tenham na nossa também, se um padre praticar este absurdo eu já acho condenável e ele é sósinho, agora muito pior neguinho dar boa vida pra família toda

  9. […] –Cartilha Aprendendo a Prevenir. Promotoria de justiça de defesa da infância e da juventude. (Ótimo instrumento para trabalho do tema em igrejas, escolas e outros, com mais informações sobre abuso sexual infantil); -Gospel mais. Acessado em 10 de janeiro de 2016 em http://noticias.gospelmais.com.br/igreja-catolica-excomungou-384-sacerdotes-abuso-sexual-criancas-64… […]

DEIXE UMA RESPOSTA