Igreja Católica perdoa padre Cícero e abre caminho para beatificação do religioso cearense

22

O padre Cícero Romão Batista, cearense, ícone dos católicos da Região Nordeste e popularmente conhecido como “padim Ciço”, foi perdoado pelo Vaticano das acusações de heresia.

Em 1889, padre Cícero passou a ser punido pela Igreja Católica após alegar que havia vivenciado um milagre por que uma hóstia teria sangrado na boca de uma beata. “Padim Ciço”, então, teria dado um pano para a fiel limpar a boca, e passado a mostrar o sangue como se fosse o sangue do próprio Cristo.

Nos dois anos seguintes, o fato teria se repetido, o que gerou novas punições, até que em 1892 ele foi impedido de oficiar missas por 24 anos. Especula-se que o sangue expelido pela beata fosse resultado de tuberculose.

Mesmo afastado da sacristia, o padre Cícero ganhou fama de milagreiro, passou a atuar na política, sendo eleito prefeito de Juazeiro do Norte (CE) em 1911 pelo Partido Republicano Conservador. Permaneceu no cargo por 15 anos, e em 1926 foi eleito deputado federal, mas não assumiu o mandato, e morreu em 1934, aos 90 anos.


Ao longo da vida política, enriqueceu, acumulando imóveis, grandes extensões de terra e milhares de cabeças de gado.

Agora, nove anos após um apelo do bispo dom Fernando Panico, da diocese de Crato (terra natal de Cícero), o papa Francisco enviou uma carta reconhecendo que não existem motivos para que o religioso não tenha sua condição perante a Igreja Católica reabilitada.

De acordo com o jornal O Globo, Francisco reconhece ainda que, caso os critérios estabelecidos para beatificação e/ou canonização sejam atingidos, “padim Ciço” poderá alcançar status de santo católico, mas frisa que a mensagem pregada através da figura do religioso cearense deve ser centrada em Jesus Cristo.

“A presente mensagem foi redigida por expressa vontade de Sua Santidade, o papa Francisco, na esperança de que Vossa Excelência Reverendíssima não deixará de apresentar à sua diocese e aos romeiros do padre Cícero a autêntica interpretação da mesma, procurando por todos os meios apoiar e promover a unidade de todos na mais autêntica comunhão eclesial e na dinâmica de uma evangelização que dê sempre, e de maneira explícita, o lugar central a Cristo, princípio e meta da História”, dizia trecho da carta enviada pelo secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin.

A história do padre Cícero atrai, todos os anos, 2 milhões de romeiros à cidade de Juazeiro do Norte. Armando Lopes, chanceler da diocese de Crato, comemorou a decisão do papa: “Com o perdão e reconciliação, fica entendido que padre Cícero não errou. Todas as punições foram suspensas. A Igreja entendeu que sua pregação estava no caminho certo, e por isso a devoção a ele continuou crescendo durante todos esses anos”, concluiu.


22 COMENTÁRIOS

  1.  Padre Cícero chegou a Juazeiro, no ano de 1872. Era de baixa estatura, pele clara, olhos azuis, acompanhado sempre de seu cajado, usava uma batina preta e um chapéu redondo da mesma cor. Mais conhecido como o “Meu Padrinho Padre Cícero”, carinhosamente chamado de Padim Ciço. Aos poucos começou correr a notícia de que ele operava milagres, e milhares de romeiros passaram a procurá-lo em busca de solução para seus problemas. Bem, o fato é que o reboliço foi tanto que o pequeno povoado transformou-se em lugar de romaria. O bispo cearense Dom Joaquim e até o Papa Leão XIII, em
    Roma, tiveram de investigar os milagres Juazeiro. O Padrinho chegou a ser recebido pelo papa no Vaticano. O bispo cearense e o papa não reconheceram os milagres e o Padre Cícero Romão foi punido com uma suspensão.

          Apesar de proibido de celebrar missas, sua residência passou a ser freqüentada por muitos romeiros. Apesar da Igreja Católica não considerar o Padre Cícero um santo, ela não censura os milhões de devotos que o consideram um santo.

          O Padim Ciço realizou boas ações para a população menos
    favorecida. Organizou mutirões e conseguiu construir pequenos postos de saúde, escolas e orfanatos, além de reformar e construir algumas igrejas católicas.

          Por outro lado, ele era amigo do peito de vários latifundiários da região, conhecidos como “os coronéis”. Esses senhores ilustres eram opressores dos pobres, marginalizavam os sertanejos, excluindo-os do direito à saúde, aos alimentos e até à vida. Pasme, o Padim Ciço pertencia a essa espécie de liga de coronéis do Ceará e a defendia.

          Enquanto o Padim Ciço
    destacava-se no Ceará com sua influência político-religiosa, o cangaceiro Lampião e seu bando amedrontavam os poderosos dos sertões nordestinos. O “Rei do Cangaço” era devoto do Padre Cícero. O Padre Cícero articulou para que o cangaceiro Lampião recebesse a patente de capitão dos Batalhões Patrióticos. Por volta de 1926, Padre Ciço já era mais político do que religioso, sendo anticomunista de carteirinha. Aproveitando a fidelidade do bandoleiro à sua pessoa, o pároco juntou-se com seus amigos fazendeiros e doaram armas e munição para o cangaceiro e seu bando atacarem “o revoltoso” Luiz
    Carlos Prestes e sua famosa “Coluna”. O curioso é que (dizem que a pedido do próprio Padim Ciço) Lampião nunca atacou os coiteiros ricos, os fazendeiros safados e os políticos corruptos do Ceará. Isso é que é amizade fiel!

          O Padim Ciço, do Juazeiro do Norte, é um ídolo nos lares de milhões de católicos. Em algumas casas, ele está presente no móvel da sala, na penteadeira do quarto, na parede do corredor e em cima do refrigerador da cozinha.

          No Velho Testamento, o primeiro e o segundo mandamentos são um
    “não” à idolatria (Êxodo 20.3-6). E mais: o idólatra deveria ser morto (Dt 17.1-7). Já no Novo Testamento, a punição é a morte eterna: “Quanto, porém,… aos idólatras… a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber, a segunda morte” (Ap 21.8). Entre aqueles que ficarão fora da Cidade Celestial estão os idólatras (Ap 22.15).

          Queridos irmãos e amigos, assimilemos o mesmo consolo e a mesma recomendação contida no final da Primeira Epístola de João: “Também sabemos que o Filho de Deus é vindo e nos tem dado entendimento para reconhecermos
    o verdadeiro; e estamos no verdadeiro, em seu Filho, Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna. Filhinhos guardai-vos dos ídolos” (1 Jo 5.20-21).

    • POIS É LUCIANTA, TÁ LA NO VELHO TESTAMENTO …..
      MAS E DAI ??
      QUE É QUE TEMOS A VER COM ISSO ??
      NÃO É CRIME TER IMAGENS DE SANTOS EM CASA, SUA BÍBLIA INSANA NÃO REGE AS LEIS DO BRASIL.

      MAS É CRIME INVADIR IGREJAS CATÓLICAS PRA DESTRUIR IMAGENS, COISAS QUE VOCES EVANJEGUES ADORAM FAZER.

      E AI ??
      QUEM É O CRIMINOSO AQUI ???
      QUEM SÃO OS INTOLERANTES ??

      • Conheço um senhor que tem uma loja de artigos de umbanda. Um dia desses a loja foi arrombado e quase todos os artigos foram destruídos, principalmente as imagens de pretos velhos. Eu te dou um panetone se você adivinhar quem foram os autores do vandalismo. Em frente à loja funciona uma seita evangélica – assembleia não-sei-de-quê.

  2. Independente do reconhecimento da santa se apostólica ., o padre Cícero do juazeiro ., sempre foi e será o santo do nordeste brasileiro.,,

    Bendito sejais Deus do universo , pelos seus anjos e Santos.,.

    E que a santa una igreja católica e apostólica continue produzindo seus frutos de santidade pelos séculos dos séculos .,amém

    Avante sevos do Altíssimo., santo padre Cícero pai dos romeiros do juazeiro , rogai por nós a Deus nosso senhor.

    A sua benção padre dos pobres., a sua benção meu pudim cicero.

    Alegra se o céus e terra pela sua beatificação ., hosana nas alturas.,. Louvado seja Deus nos s seus anjos e nos seus santos., por todos os séculos dos séculos ., amem

  3. Tai um adepto do romanismo que foi vítima da teoria da prosperidade,

    Tantos imóveis assim, eis que era um homem próspero. Terá enriquecido da igreja ou da política(prefeito)?

    • ta vendo leviano vc nem conhece o santo padre cicero e ja ta acusando o padre.,.
      incrvel vc leviano xinga a santissima virgem de demonio, o santo padre de besta do apocalipse., os catolicos de idolatras.,.

      nunca vi vcs hereges xingarem o demonio ., so xingam os anjos e santos de DEUS .,. MUITO ESTRANHO VCS PROTETSNTES .

      DEUS TENHA MISERICORDIA DE VCS

      • Lopes,

        Tenha pena do padre cícero, meu cara, pois julgado e executado por tua igreja durante anos e anos.

        Ora, tua igreja julga equivocadamente um filho, depois volta atrás, aí eu é que sou um mau julgador?

        Você é uma gracinha de tanta imbecilidade junta.

  4. Relação de pastor com menina de 13 anos veio à tona após flagra de esposa
    A relação amorosa entre um pastor de 46 anos e uma adolescente de 13, só foi descoberta depois que a esposa dele seguiu os dois em um encontro, e os flagrou entrando num motel. O caso ficou conhecido no dia 25 do mês passado, quando a mãe da adolescente denunciou o homem à polícia.
    Conforme o delegado responsável pelo caso, Paulo Sergio Lauretto, titular da Depca(Delegacia Especializada de Proteção à Criança e Adolescente), o pastor contou em depoimento que foi a esposa dele que descobriu o caso após seguí-los até o motel. A mulher teria contado tudo para a mãe da adolescente, que decidiu questionar a garota, após confirmar na escola que ela estava matando aula.
    O pastor, que não teve o nome revelado para preservar a vítima, ainda disse a polícia que conhece a garota há cerca de quatro anos e “não se preocupou em perguntar a idade dela”, mas “achava” que a menina tinha 15 anos.
    Os dois mantinham um relacionamento desde outubro, período em que se encontraram pelo menos uma vez por semana, sempre a tarde. Segundo a polícia, a menina matava aula e passava todo o período em um motel com o pastor, depois seguia para casa normalmente.
    O pastor, que é casado e tem filhos, disse a polícia que só se aproximou da menina porque estava com “problemas conjugais”. Apesar do consentimento da garota, o caso é caracterizado como estupro de vulnerável. O homem responde a acusação em liberdade.
    Campo Grande News

  5. MEU PADIM PADRE CICERO DO JUAZEIRO., ROGAI POR NOS QUE RECORREMOS A VOS.,.

    VIVA MEU PADIM CIÇO;.. VVVVVVVVVVVVVVVVVVIIIIIIIIIIIIIIIIVVVVVVVVVVVVVVVVAAAAAAAAAAAA
    VIVA.,
    LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO..E O POVO DO NORDESTE CLAMA
    PARA SEMPRE SEJA LOUVADO..

    • Lopes,

      Com certeza o padim cícero está rogando por nós, digo, por vós lá no céu.

      Mas você e ele se tivessem lido a bíblia veriam na parábola do rico e do pobre, Cristo dizendo que não adianta os pedidos dos que estão lá. não.

      Você se ajeite, senão não vai pro céu, palavra da salvação, que tua igreja não ensina, mas fica botando o povo a apelar pros católicos que morreram. Puro engodo.

      Leia a bíblia e peça a Deus sabedoria pra ensinar. Faça o seguinte, vá lendo e me perguntando, eu ensino tudo. Teus padres não sabem, e se sabem, invertem. É o mesmo que tá no mato sem cachorro, e sem coelho, Sim, e sem água, Sim, não é no mato, é no deserto.

      Salve sua alma e de sua família. Deus, quando você chegar no céu, vai apontar pra mim, e dizer a você que não tem perdão, pois eu o ensinei, Você é que ficou na sacangenzinha de zombar, de discutir.

      Vou dizer uma coisa: você vai sonhar com Cristo, aí vai lembrar do meu nome no seu sonho, tudo igual aos muçulmanos que estão sonhando com ELe e se convertendo. Assim que sonhar, diga, palavra não da salvação, mas profética, meu caro muçulmano, digo católico.

DEIXE UMA RESPOSTA