Igreja Metodista lança campanha pastoral para combater o racismo

4

O Colégio Episcopal da Igreja Metodista lançou recentemente uma campanha pastoral de combate ao racismo que tem como objetivo discutir os pensamentos históricos que originaram o preconceito racial.

Segundo a agência ALC, a proposta da igreja é denunciar a origem no pensamento surgido durante o colonialismo europeu que criou uma visão patológica de que ciganos, indianos, árabes, indígenas americanos, nativos australianos e africanos, são “raças inferiores”.

A proposta analisa a institucionalização através das culturas da negação de direitos humanos básicos a alguns grupos étnicos, bem como a supervalorização dos povos europeus e norte-americanos, uma leitura cultural insegura que tende a uma visão empobrecedora das dos demais povos, rotulando-os como “diferentes, inferiores, exóticos, bárbaros”.

– [Tal pensamento] enxerga nas pessoas negras somente o ‘preto’, não vendo nos outros pessoas como ele próprio. A humilhação racista de outras pessoas, no fundo, é ódio mortal contra si mesmo – analisa o teólogo Jürgen Moltmann no livro ‘Experiências de reflexão teológica’.


Com esta campanha, os metodistas têm dois grandes objetivos. Por um lado, visam levantar uma discussão de forma de forma a estimular e contribuir para a reflexão sobre o racismo brasileiro. Por outro lado, a igreja quer promover ações proativas para a superação do preconceito, despertar a consciência crítica dos membros e fomentar a unidade do Corpo de Cristo.


4 COMENTÁRIOS

  1. Foi a própria igreja quem criou a escravidão e o racismo.
    Gálatas 3:29 E, se sois de Cristo, então sois descendência de Abraão, e herdeiros conforme a promessa.
    Gênesis 15:13 disse deus a Abrão: sua descendência será reduzida à escravidão,
    I Samuel 8:17 Tomará o dízimo servireis de escravos.
    Isaías 55:3 porque convosco farei um pacto eterno.
    Hebreus 2:15 por toda a vida sujeitos à escravidão.
    I Corintios 15:18 Logo, também os que dormiram em Cristo estão perdidos.
    Os padres são todos filósofos políticos que defende a monarquia como regime político,para a filosofia epicurista tudo acabam com a morte logo o sábio não tem com que se preocupar.
    Salmos 146:4 Sai-lhe o espírito (com a morte), e ele volta para a terra; naquele mesmo dia acabam os seus pensamentos.

    • Nao é verdade!!! a escravidao existiu muito antes, desde os povos nomades…VAI ESTUDAR

      ate na africa entre as tribos existia a escravidao…ate exercito de escravos existiam…vai estudar

  2. Eis aí o grande problema que origina as heresias (interpretação própria da Palavra de Deus sem a revelação do Espírito Santo e sem observar todo o texto). Quando Deus se refere a descendência de Abraão por Jesus Cristo, Ele fala da descendência espiritual. Todos os que nascerem do Espírito, serão chamados filhos de Deus, porque, Abraão creu nas promessas e isso lhe foi imputado como justiça. Jesus disse que os que ouvem as suas palavras e as praticam, são como Abraão e todos os seus descendentes biológicos que obedeceram a Deus pela fé deixando esse mundo material e passando a serem herdeiros com o Sr. Jesus Cristo do Reino Espiritual, assim como todos os que mesmo não sendo judeu, mas, quando recebem ao Sr. Jesus Cristo como seu Salvador único e suficiente, se tornam também descendentes do Reino dos Céus, pela Graça de Deus e herdeiros espiritual com o Abraão.
    O próprio Deus revelou ao apóstolo Pedro, no livro de Atos dos Apóstolos, que Ele é o Deus de toda a humanidade, e para Ele (Deus), não existe raça, posição, credo ou cor de pele, jogando por terra os pensamentos de que só os judeus tinham acesso à Ele. O próprio Jesus Cristo (Filho de Deus), lançou por terra esse pensamento hipócrita de que a Bíblia é racista, quando falou do amor de Deus e de sua salvação para todos os homens, com a Samaritana próximo do poço de Jacó. A igreja é formada por homens, portanto sempre será falha, mas os que são do Espírito, não abraçam práticas racistas, por que do contrário, negam os ensinamentos do Sr. Jesus Cristo e de Deus, e dessa forma, não são filhos da luz nem do seu Reino.

  3. Eu acho louvável ,essa iniciativa cristã , da igreja metodista , porém não concordo em todo , pois no decorrer de minha vida, tenho observado , que a maioria das pessoas rascistas , não são brancas , porém negras(e observem , que sou negro ) . É muito raro , um , um negro , ou negra , guando ficam ricos , ajudar os irmãos de cor , ou casar com uma delas .Geralmente , as atendentes de lojas , ou hospitais , guando são negras , não góstão muito de nós de sua mesma cor. Por isso , acredito , que não adianta querer acabar com o racismo dos brancos, guando a maioria dos próprios negros , é super-racista , em relação aos próprios irmãos..!

    • Irmão, normalmente falamos das coisas à luz de nossas experiências. Egoísmo existe em pessoas brancas e pessoas negras. O preconceito existentes nas atendentes, vendedoras e outros mais é fruto da educação preconceituosa, opressora que internalizou nos brasileiros que tudo que é branco ou vem dele é melhor, superior etc. A reprodução do aprendizado faz da população brasileira uma das mais racistas do mundo e um racismo horroroso porque nunca é declarado. Sugiro que estude bastante o assunto. Vai ajudar a si mesmo e a muitas pessoas. Boa noite.

DEIXE UMA RESPOSTA