Cristãos recebem treinamento militar para expulsar o Estado Islâmico do norte do Iraque

18

Uma força-tarefa multidisciplinar foi formada no Iraque para combater o Estado Islâmico com a ajuda de cristãos, que se aliaram ao exército do país e a um grupo de milicianos, que já vinham repelindo as forças dos terroristas.

A ideia é recuperar a cidade de Mosul, no norte do Iraque, conhecida como um reduto cristão no país, repleta de igrejas. Quando os terroristas dominaram a região, obrigaram os cristãos a fugirem, e os que ficaram, foram mortos de maneiras terríveis por não negarem Jesus Cristo.

Segundo informações do Christian Post, a força-tarefa é chamada de Unidade de Proteção da Planície de Nínive (NPU), e foi formada há dois anos após a onda de violência contra cristãos. Os responsáveis trabalham em parceria com o Governo Regional do Curdistão Iraquiano.

“Estamos atualmente com 600 combatentes treinados e mais jovens cristãos estão prontos para se juntar a nós”, afirmou o comandante da unidade militar cristã, Sefa Ilyas Checo. “Estamos prontos para lutar contra o Estado Islâmico dentro da cidade de Mosul”, acrescentou.

De acordo com informações do Voice of America, a NPU possui alta receptividade da população dos arredores de Mosul, justamente por causa de seu objetivo primário, que é expulsar os terroristas da região.

A NPU recebe apoio do grupo Sons of Liberty (“filhos da liberdade”, na tradução do inglês), que treina os voluntários da força-tarefa que não são membros do exército iraquiano. A parceria começou em dezembro de 2014.

“O objetivo da NPU está além de apenas lutar contra o Estado Islâmico. Não é apenas um projeto a curto prazo. Eles esperam se tornar uma força de segurança para a sua região a partir de agora, e conseguir provar ao seu povo que eles estarão seguros, que eles podem permanecer no país e que o cristianismo pode sobreviver no Iraque”, afirmou Matthew VanDyke, supervisor do Sons of Liberty, em entrevista ao Christian Post em abril de 2015.

18 COMENTÁRIOS

      • Os meninos, que Herodes mandou matar, não usaram a espada, mas foram mortos pela espada.

        Então Herodes, vendo que tinha sido iludido pelos magos, irritou-se muito, e mandou matar todos os meninos que havia em Belém, e em todos os seus contornos, de dois anos para baixo, segundo o tempo que diligentemente inquirira dos magos. Mateus 2:16

          • Essa história primeiro foi contada em relação a Krishna, Cláudio, Há três 5.000 anos, narram as Escrituras Védicas, o cruel rei Kansa, advertido da vinda de uma criança divina que tomaria seu trono e combateria o mal, empreendeu sua ira contra a mãe e o pai terrenos de Krishna, tudo fazendo para matar o menino assim que ele nascesse. Kansas matou diversas meninos, mas Krishna foi miraculosamente salvo. 3.000 anos depois, os evangelistas narram algo muito parecido.

          • Essa história primeiro foi contada em relação a Krishna, Cláudio. Há 5000 anos, narram as Escrituras Védicas, o cruel rei Kansa, advertido da vinda de uma criança divina que tomaria seu trono e combateria o mal, empreendeu sua ira contra a mãe e o pai terrenos de Krishna, tudo fazendo para matar o menino assim que ele nascesse. Kansas matou diversas meninos, mas Krishna foi miraculosamente salvo. 2000 anos depois, os evangelistas narram algo muito parecido em relação a Cristo.

          • Sandro,

            Deus não traz nada em segredo, muito que faz é não antecipar, bem provável por conta da nossa imaturidade em saber das coisas.

            Ora, com certeza Deus queria resgatar o homem, o pecador contumaz que desceu pra cá e ficou com as mesmas práticas e sem saber como se livrar da sua condenação.

            Manifestou Ele sua ideia de resgate via Cristo. Aí, pode ter certeza, que lúcifer ao saber, logo começou a ventilar a história nos ouvidos da humanidade, seja pra criar essa impressão de que os judeus copiaram de outras culturas, seja por conta de que ele não sabendo quem era esse salvador, diuturnamente trabalhava visando saber quem era essa figura que poria o reinado dele de joelhos.

            Veja que os demais povos, as figuras copiadas por eles não tiveram a mesma influência na história da humanidade quanto o Senhor Jesus Cristo. Lúcifer trabalha todos os dias sabendo do avanço da palavra dele no resgate das pessoas, além de sua prisão por mil anos. Não para um instante, meu caro, um sequer.

  1. PRA SE DEFENDER TA CERTO, MAS MATAR O SANTO ESPIRITO JA NAO CONCORDA!

    PROBLEMA E QUE SO ELES SABEM COMO ESTAO SEUS NERVOS, MESMO ASSIM DEUS PODE ACALMA-LOS E SE MORREREM EM CRISTO ESTARAO MELHOR NO PARAISO QUE NESSA PORCARIA AQUI!

  2. Por aí se vê que a segurança de um país não pode ficar naquele plano meramente supersticioso e mágico dos evangélicos, pois ao passo que estes dizem que o deus “homem de guerra” (Êxodo 15:3) fez o mar se abrir para o povo passar, hoje são obrigados a fazer treinamento militar. Só não entendo onde estão as potências cristãs que até agora não resolveram o problema criado pelo pentecostal George Bush e sua criminosa invasão ao Iraque, origem de toda essa carnificina que vemos hoje.

    • SANDRO

      É bem pior que isso, pois a invasão do Iraque foi “justificada” pelo horrível ataque de 11 de setembro, imagine um cara mandando destruir seu próprio povo.
      No mínimo ele sabia o que iria acontecer e deixou passar.
      Você já viu a filmagem do Bush numa escola infantil, quando chega alguém e fala que o país está sob ataque?
      Durante exatamente SETE minutos ele com a cara de paisagem, olhando fixo pro nada.
      Corajoso ele?
      Nada, era certeza de que não estava em perigo.

      George WC Bush é judeu, maçom e membro da organização satânica Sociedade da Caveira.
      Sabe por que os prédios caíram verticalmente, como numa demolição?
      Porque foi uma demolição, uma implosão.
      Várias vezes andares inteiros foram interditados por questões de “segurança”, mas na verdade foram recheados de explosivos, especialmente a Thermite, que gera extremo calor.

      E no subsolo foi detonada uma arma chamada Mini-Nuke, uma miniatura de bomba atômica, com a energia dirigida para cima, para enfraquecer a estrutura do prédio, ultra-resistente e forrado com vigas de aço especial.
      Aqueles prédios não cairiam com o choque de aviões.

      Sobreviventes relataram que ANTES do choque do primeiro avião, houve explosões no subsolo e na porta principal era um cenário de guerra, tudo destruído e centenas de mortos, parecia que o ataque tinha sido ali e não quase 100 andares acima.
      Leia o livro “Cara, cadê o meu País?”, você não vai acreditar no que esse cara foi capaz de fazer.

      E teve um prédio do conjunto, o WTC7, que não foi atingido por nada e também caiu.

      • E George Busch também é evangélico, Mariana. Esse pentecostal desestabilizou toda a região com sua agressão ao Iraque. Isso mostra o que seria do Brasil se fosse entregue aos cunhas da vida.

        • Sandro,

          Não é atoa que peço calma a você.

          Quem começou isso tudo foi saddam, em 1991, ao invadir, veja bem, um país cheio de petróleo, sob a alegação que era território iraquiano, cumprindo lembrar que tudo isso depois de uma guerra com o Irã, por dez anos, sendo acusado e depois comprovado de lançar sob uma comunidade de seu pais, substância proibida em guerras; Ficou o tempo todo dando a entender que possuía arma nuclear.

          Ora, é muito fácil dizer que os americanos invadiram por conta do petróleo, afinal sempre se falou aqui no Brasil que eles iriam tomar a Amazônia. Ora, o que motiva os EUA não invadir países da África ricos em petróleo, tipo a Nigéria?

          Meu caro, discurso fácil, discurso politiqueiro. A bem da verdade, quem costuma fazer esse tipo de agressão foi a Rússia, em especial nos tempos atuais.

          Menos, menos, menos.

  3. O deus “homem de guerra” (Êx. 15:3), supostamente ao comando de um velho, abriu o mar para dar passagem aos libertos do cativeiro no Egito (só que na história do Egito não qualquer menção a este feito miraculoso), mas não foi páreo para enfrentar uma simples tecnologia superior de guerra:

    “O Senhor despovoou as montanhas, porém não expeliu os moradores do vale, pois tinham carros de ferro.” (Juízes 1:19)

    Eu creio em DEUS, o SER SUPREMO, não no deus feito à imagem e semelhança de povos tribais.

    • Nos tempos bíblicos, esse deus destruía cidades inteiras (e até o Planeta) por causa da heresia e do pecado. Nos tempos modernos, cristãos tem que ser treinados para a guerra, assim como acontecia com os papas na Isade Média. Eita mundo cristão louco!

      • É verdade, Cláudio, e como o deus deles não abre mais o mar, destrói cidades inteiras, vence grande exércitos, como você diz, outra saída não resta senão apelar para armas convencionais. Só que o Cristo disse: “Bem-aventurados os pacificadores, pois eles serão chamados filhos de deus.”, opondo-se, portanto, ao espírito da guerra.

DEIXE UMA RESPOSTA