“Jesus me livrou”, diz homem que sobreviveu a atropelamento por trem

Ex-dependente do álcool, ele odiava os evangélicos e chegou a cuspir em um grupo de oração, mas o amor de Jesus Cristo se manifestou lhe trazendo salvação e o livramento de uma tragédia que poderia ter lhe roubado a vida

0

Enfrentando um dilema que afeta diversas famílias no mundo inteiro, que é a dependência do álcool, Julannan não podia imaginar o que estava prestes acontecer na sua vida e da sua família, quando um missionário da organização “Bíblias Para o Oriente Médio” lhe fez uma visita para entregar alguns panfletos sobre o evangelho de Jesus Cristo. Ele e sua esposa tinham repulsa dos “crentes” e num gesto de rejeição atearam fogo nos panfletos.

Esse não foi o único ato de rejeição e deboche de Julannan contra cristãos evangélicos. Certa vez ele cuspiu na direção de um grupo que orava ao ar livre, ouvindo um deles dizer em resposta ao gesto grosseiro que “Jesus é a ajuda instantânea para seus problemas. Ele está sempre diante de você, cuidando de você e curando suas enfermidades”, informou o Gospel Herald.

Julannan ficou ainda mais furioso com a resposta, pois como alguém poderia reagir com palavras de amor a um gesto tão agressivo? “Pai, os perdoe, porque eles não sabem o que fazem. Confesse seus pecados perante o Senhor!”, continuou dizendo o grupo de oração em público, enquanto Julannan apeanas ouvia sem acreditar.

Ele não conseguiu dormir naquela noite, pois, como está escrito no livro do Profeta Isaías, a Palavra de Deus quando lançada no coração humano, jamais deixa de produzir algum fruto:


“Porque, assim como desce a chuva e a neve dos céus, e para lá não tornam, mas regam a terra, e a fazem produzir, e brotar, e dar semente ao semeador, e pão ao que come,
Assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei.” (Isaías 55:10,11)

Naquela noite Julannan sentia que algo terrível estava para acontecer, então clamou à Deus com um grito que partiu da sua alma, “Jesus, Jesus, Jesus, salva-me”, foi o que ele disse.

Na manhã do outro dia, Julannan saiu apressado para o trabalho. Como todos os dias, ele precisava pegar um trem e sem querer perder mais tempo, resolveu arriscar cruzar as trilhas do trem para chegar à outra estação. Nesse momento, um trem que se aproximava com velocidade alcançou e derrubou Julannan no chão.

Para glória de Deus, Julannan não sofreu qualquer ferimento e saiu ileso do acidente que poderia ter ceifado sua vida. Nesse momento ele teve certeza que Deus teve misericórdia da sua vida, se tornando um cristão ainda mais fiel e servindo de testemunho para a organização “Bíblias para o Oriente Médio”, pela qual foi evangelizado através de seus missionários.

“Eu sei que meu Senhor e Salvador, Jesus Cristo, me salvou daquilo que poderia ter sido uma tragédia horrível”, disse ele.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA