Divórcio: Kaká e Carol Celico se preparam para guerra nos tribunais, diz jornalista

44

Kaká e sua ex-mulher, Carol Celico, estariam se preparando para uma guerra judicial em torno do divórcio anunciado recentemente. Os rumores da separação começaram em junho deste ano e foram desmentidos inicialmente.

Após a confirmação do fim do casamento entre o jogador e a ex-pastora da Igreja Renascer em Cristo, ambos teriam contratado advogadas reconhecidas como especialistas em divórcio para discutir a partilha de bens na Justiça.

De acordo com a jornalista Mônica Bergamo, Kaká e Carol “se preparam para uma guerra em torno da oficialização da separação”. O jogador contratou a advogada Priscila Corrêa da Fonseca, conhecida como “Rainha do Divórcio”, enquanto Carol será representada por Gladys Chammas, que tem no currículo o fato de ter conseguido reverter a maior pensão já determinada pela Justiça.

No entanto, pessoas próximas aos dois disseram que a intenção de Kaká e Carol é que, na Justiça, as coisas corram bem e os atritos não sejam necessários, segundo Mônica Bergamo informou em sua coluna no site da Folha de S. Paulo.


“As ações que vão discutir pensão e patrimônio já correm na Justiça. Pessoas próximas ao ex-casal, no entanto, dizem que eles se armaram para a guerra com o objetivo de chegar à paz. Aos dois interessaria um acordo que evitasse uma longa disputa judicial”, escreveu a jornalista.

Kaká e Carol Celico se casaram dezembro de 2005 na antiga sede da Igreja Renascer em Cristo, em São Paulo. À época jogador do Milan, da Itália, Kaká sempre sustentou que se estava se casando virgem em respeito às recomendações bíblicas.

Eles tiveram dois filhos, Luca em 2008 e Isabella em 2011, e viveram juntos em Milão, na Itália, e posteriormente, em Madri, na Espanha, quando o meia defendia o Real Madrid.


44 COMENTÁRIOS

    • Esse Kaká tem cara de ser devagar na cama. Tá vendo? Por isso eu sou a favor do sexo antes do casamento. Com o test drive, o casal já tem uma noção se o casamento vai dar certo ou não. Afinal, sexo é indispensável no casamento e está diretamente ligado à paixão. Sem paixão, não há casamento.

      .

      • Mauro,
        Em seu comentário ficou bem obvio não entender muito sobre casamento e, muito menos, do que isso significa. Acima do sexo, está o companheirismo e a cumplicidade, alguém com quem você vai construir uma vida. Se você for fazer as contas, vai ver a proporção do sexo e de momentos juntos durante a vida de casado.
        Sem amor, companheirismo, admiração e, claro, atração, não há casamento. Então, falar que se não fizer “sexo drive” o casamento não vai dar certo, é um grande equivoco, aliás, conheço muitos casos que deram muito certo. O sexo, assim como o beijo, se encaixa com um tempo, com dialogo, sem contar que se existe sentimento e admiração e atração (coisa que não precisa transar pra saber), com certeza o sexo vai ser bom.
        Por causa desse tipo de pensamento que existe tanto divorcio, são pessoas que só querem saber disso e ai quando o tempo passa, não sobra nada do relacionamento, sentimento algum.

          • relaxa, janus…

            pare de praticar seus atos abomináveis e deixe seus pais orgulhosos.. ao menos uma vez na vida….

            pegue seu kit Anti DST, compartilhe com o Mauro, e vá em paz…

  1. OH, NÃO… SE DIVORCIARAM!! E AGORA???

    Bem, vou continuar com minha vida.. pq esse negocio de fofoca é pra mulheres e gayzinhos…
    O que eles fazem e pra quem tem que prestar contas é problema deles…

    Mauro, vc ´só é a favor de sexo antes do casamento pq sabe que gays não podem se casar e essa é a única alternativa sua..

    Abraços!!

  2. a Guerra por grana,vai começar quem fica com a porcentagem de que e de quem…quem sofre muito nesse momentos sao os filhos,que absorvem todo ambiente e a situação do momento,as pessoas tem de pensar muito na obrigação do termo”EU TE AMO” ATE QUE A MORTE NOS SEPARE,usando exemplos antigos de união de casais que hoje tem 80.90 anos de idade as pessoas tinham nivel de sentimentos embriagados nos relacionamentos maiores,o amor era demonstrado em cada gesto,ação,hoje o amor foi banalizado e transformado numa cultura de grana,banalizado nas novelas da rede podre,da recopia,e de outras redes,tudo e normal as pessoas nao se dao mais contam da responsabilidade de um relacionamento e de uma união,

    o ser humano esta cada dia mais intolerável,impaciente,buscando satisfazer sempre o proprio ego em cima do outro…a coisa hoje e muito baseado no que eu tenho,o que eu posso ganhar,alem do abraço da ilusao chamada beleza fisica,status holofote,coisas que passam e que vao pois tudo nesta vida e pura vaidade…

  3. Se ir na igreja salvasse casamento, nao teria pastor divorciando. Agora pq ele num ta frequentando lugar nenhum o povo fala q acabou pq o cara desviou? Aqui, e a Lauriete, Vanilda bordiere, Kleber Lucas, Jeronimo IEQ BH? pára ne?
    Casamento pra dar certo tem que depender dos dois abrirem mao. Mas uma garotinha mimada nao vai querer, e ele coitado…tb num vai baixar a bola.
    entao dá nisso.

  4. De uma coisa eu sei, que nós não temos nada com isso, que cada um sabe o que se passa dentro de suas casas e que em briga de marido e mulher ninguém deve meter a colher, aliás, ex marido e ex mulher!!! Independente se divorcio por razões triviais seja um erro na vida do cristão, não cabe a nós fazer julgamentos pricipalmente baseados em noticias que sabemos ter sensacionalismo infiltrado!! Cada um tem suas his?torias de vida, eu tive a minha e por isso digo que se ambos estão afastados da igreja ou não isso é a historia de vida deles, hoje tudo isso está acontecendo, amanhã podem estar juntos novamente e pronto, mas se nunca mais voltarem, problema deles!!!

  5. Tudo bem que eu não tenha nada a ver com a vida deles, só que quando casamos nós fazemos aquela promessa na alegria, ou na dor até que a morte os separe” devemos lembrar que prometemos não somente para o parceiro ou parceira nós prometemos também a Deus, e frase o que Deus uniu não separe o homem” bem o problema é que a promessa só tá ficando entre os homens mesmo, esse é o problema.

  6. A bíblia não diz que os humanos em momento algum teriam atração por pessoas do mesmo sexo, o que ela diz é que esse não é o padrão de Deus não é o que ele criou. Hoje somos imperfeitos Ele entendi nossas limitações sabe até onde podemos ir e se Ele pede para resistimos, por amor a Ele faremos isso.
    Não devemos julgar outris devemos olhar para bíblia como a um espelho afim de NOS ajustarmos .
    O casamento pra Deus é algo precioso, de valor devemos honra-lo, o divórciosem razões válidas é tão impuro quanto adultério, homicídio, roubo, homossexualismo. Mas a questão é: a quem vou obedecer a Cesar (ao mundo e meus desejos egoístas ou meus direito)) ou a Deus?

  7. A bíblia não diz que os humanos em momento algum teriam atração por pessoas do mesmo sexo, o que ela diz é que esse não é o padrão de Deus não é o que ele criou. Hoje somos imperfeitos Ele entendi nossas limitações sabe até onde podemos ir e se Ele pede para resistimos, por amor a Ele faremos isso.
    Não devemos julgar outris devemos olhar para bíblia como a um espelho afim de NOS ajustarmos .
    O casamento pra Deus é algo precioso, de valor devemos honra-lo, o divórcio sem razões válidas do ponto de vista de Jeová é tão impuro quanto adultério, homicídio, roubo, homossexualismo, incesto. Mas a questão é: a quem vou obedecer a Cesar (ao mundo e meus desejos egoístas ou ” meus direitos”) ou a Deus?

DEIXE UMA RESPOSTA