Maioria dos cristãos não conhece a Bíblia em detalhes, revela pesquisa; Dados são alarmantes

1

A maioria ampla das pessoas que se identificam como cristãs não conhece a visão da Bíblia Sagrada sobre assuntos cotidianos e princípios morais que devem ser aplicados diariamente. A constatação é de uma pesquisa realizada recentemente.

O American Culture & Faith Institute (ACFI, na sigla em inglês) produziu um levantamento com seis mil pessoas nos Estados Unidos, e descobriu que dos que se dizem cristãos, apenas 14% sabem responder questões básicas ligadas à fé que professam.

“Nossa pesquisa coletou informações sobre atitudes e comportamentos relacionados a questões práticas como mentir, trapacear, roubar, consumir pornografia, a natureza de Deus e as consequências do pecado não resolvido”, contextualizou George Barna, o líder do projeto.

De acordo com informações do portal Christian Today, os pesquisadores afirmaram que a constatação do levantamento expõe um abismo entre se identificar como cristão e viver como um seguidor de Jesus.


“Isso é o que torna a discrepância entre a porcentagem de pessoas que se consideram cristãs – mais de sete em cada 10 – e aqueles que têm de fato uma visão bíblica sobre o mundo – apenas um em cada 10. Isso é alarmante”, lamentou George.

A pesquisa, chamada Christianity 101 (‘Cristianismo 101’, em tradução livre) continha 20 perguntas, que os seis mil participantes responderam. Os temas abordados envolviam comportamento e conhecimento básico sobre o cristianismo.

Posteriormente, as respostas dos entrevistados eram avaliadas em comparação com a Bíblia Sagrada e as que eram consideradas corretas, computadas, formando faixas de acerto, como por exemplo, a categoria “discípulos integrados”, usada para identificar os entrevistados que demonstraram alto conhecimento bíblico sobre questões de fé e morais, e que transpareceram deixar esses princípios influenciarem sua vida cotidiana.

George Barna foi questionado se sua pesquisa tentava julgar a sinceridade da fé das pessoas, mas respondeu que a intenção do trabalho é mostrar, na frieza dos números, o nível de conhecimento e/ou envolvimento de quem se diz cristão com os princípios bíblicos, sem estabelecer julgamentos.

“Toda vez que você tenta medir a visão de mundo ou a posição espiritual das pessoas, você tem que pisar com cuidado. Reconhecemos que esta pesquisa fornece uma estimativa, não um absoluto. Somente Deus realmente sabe quem é um cristão. Só Ele sabe quem tem uma cosmovisão bíblica. Só Deus sabe o que há na mente e no coração de cada pessoa”, resumiu.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA