Destaque

Marina Silva: “O Brasil, graças a Deus, tem um estado laico”

Comments (14)
  1. Missionária Delair disse:

    Presidenciar um país é governar para o cidadão independente de sua profissão de fé.
    O mais comum é ver pessoas julgando as outras pela sua fé, o que é errado. Agora, as atitudes de um verdadeiro cristão, discípulo de Jesus é dar testemunho Dele em qualquer lugar, seja no trabalho, na escola, no meio da família, como presidente de um país, governador, prefeito, vereador, enfim, em todo lugar.
    As pessoa tem que ver Jesus no verdadeiro cristão. Quem é servo de Deus sabe bem do que eu estou falando. Do contrário:

    TITO 1:16
    Confessam que conhecem a Deus, mas negam-no com as obras, sendo abomináveis, e desobedientes, e reprovados para toda a boa obra.

    Mas Jesus disse: ATOS 1:8
    Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.
    Portanto:
    Seja político ou não, AO TESTEMUNHO!!!!!

  2. Delamar disse:

    Is.3:12-15
    12 Os opressores do meu povo são crianças, e mulheres estão à testa do seu governo. Ah! Povo meu! Os que te guiam te enganam e destroem o caminho das tuas veredas.
    13 O SENHOR se levanta para plei-tear e sai a julgar os povos.
    14 O SENHOR vem em juízo contra os anciãos do seu povo e contra os seus príncipes; é que fostes vós que consumistes esta vinha; o espólio do pobre está em vossas casas.
    15 Que tendes vós que afligir o meu povo e moer as faces do pobre? diz o SENHOR, o Deus dos Exércitos.

    3.10 DIZEI AOS JUSTOS. Isaías foi ordenado a encorajar os que permanecessem fiéis a Deus no meio de um povo ímpio. Os justos sofreriam agora por amor à justiça, mas
    posteriormente teriam vitória e Deus os recompensaria ricamente. Aos ímpios, porém, Deus reserva o castigo
    3.14 O ESPÓLIO DO POBRE. ( Espólio aqui, é literalmente bens tomados do próximo). Deus abomina maus-tratos aos menos afortunados da sociedade. Na igreja, também, Ele observa e leva em conta o modo de seus membros tratarem uns aos outros Deus requer que o crente demonstre amor, justiça e compaixão no seu relacionamento com o próximo.

    Sabemos que em tudo temos lutas no tocante ao expressarmos uma fé sólida em Deus único que criou o céu e a terra e todas as coisas, é perceptível a preocupação de pessoas que desconhece o temor e o amor deste Deus em querer se manter nas escuras sem que as pessoas notem, já é comum em meio a sociedade olhar para a fé cristã e não mais criticar porque agora já somos um povo que também contribuímos com o pais pagando os nossos impostos gerando emprego cuidando do social que muitas vezes o poder publico não consegue.

  3. Que conversa é essa de que a Marina deixou de ser católica e “virou” evangélica ao trocar o PT pelo PV? Ora essa, ela já era evangélica, membro da Assembléia de Deus, antes mesmo de iniciar a sua carreira política! E ela está certíssima, o Brasil é um país LAICO, ou seja, não tem uma religião oficial. Todas as religiões e todos os cultos estão sob a proteção da Constituição, a nossa Carta Magna. Não se faz necessário exigir um tratamento diferenciado a esta ou aquela religião, mesmo porque o Brasil não é um Estado teocrático, mas democrático e político. Os macumbeiros estão assanhados por um lado e alguns grupos evangélicos estão se assanhando pelo outro lado, fazendo passeatas, discursos inflamados e exigindo direitos e privilégios especiais. Nada disso é necessário, pois a Constituição já prevê todas essas coisas e já existe toda uma jurisprudência a respeito desse e de outros assuntos, pertinentes à liberdade de culto e de crença. É bom não andar embarcando em nenhuma canoa furada por aí e nem ficar pagando mico no Jornal Nacional ou no Fantástico. Quaisquer excessos ou descumprimentos das leis vigentes, basta procurar o Ministério Público ou a Polícia. E tenho dito!

  4. Daivid Silva disse:

    Apoio a missionária Delair, e se o Brasil não fosse laico, nem pense você que teriamos muitas igrejas evangélicas com liberdade de culto.
    já pensou se fosse como a China, Coréia do Norte, e União Soviética.
    ateus na prática e que mataram muitos cristaos.

  5. JOELINE disse:

    É ISSO AÍ. SÓ SEI QUE NADA SEI!!!!!

  6. Vinicius disse:

    Nossa… cada dia que passa eu vejo mais ignorancia no povo.
    China e Coreia mataram muito cristaos?? Tem gente precisando ler bastante livros de hístoria.

    O problema é alguem governar querendo impor seus dodmas religiosos a toda a população. Como já ouvi que ela defendia o ensino do criacionismo nas escolas.

  7. Diácono Jr. disse:

    É preciso que tenhamos Fé. Se for possível que seja eleita pelas suas idéias e pelos seus propósitos (sendo eles condinzentes com sua condição cristã) amém, caso contrário, será mais uma eleição de difícil escolha (sendo considerado para ser eleito o menos pior).

    Que o Espírito Santo a oriente.

  8. marcos disse:

    ela é evangelica mesmo ? ou é mais uma jogada politica ?

  9. GISELLA disse:

    pow !!!!!!!!!!!de novo só vivo moderada, o quê que eu falei d+????

  10. GISELLA disse:

    HUM!!!
    *OK!!!
    QUE BOM por isso amo meu país, quanto ao ser impedida por questões religiosas é muito triste… mas é assim mesmo, se fosse um homosexual no mínimo teria apoio…

  11. Carlos Roberto disse:

    BRASIL PODERÁ TER PRIMEIRA PRESIDENTE EVANGÉLICA?
    Mais engano à vista!

    Auto lá! EVANGÉLICA VÍRGULA! Tem algo muito podre nesta história e faz-se necessário esclarecer. Definir alguém como evangélico faz-se necessário ainda saber que tipo de evangelho esta pessoa professa uma vez que existem vários sendo pregados por aí como se fossem originais e não são; quais as suas posições e qual o seu comprometimento com a fé que professa. No caso da Ex-Ministra e Senadora é evidente que o evangelho por ela defendido passa longe daquele expresso nas Escrituras, afinal um cristão sincero em hipótese alguma se envolveria com as mazelas e com a podridão da política e as suas sujeiras, isto porque todos sabem que o meio político é um lamaçal onde quem entra jamais sai de lá limpo. No caso específico da senhora Marina Silva não tenho qualquer duvida ou receio em afirmar que ela jamais teve qualquer compromisso com o VERDADEIRO EVANGELHO de Jesus Cristo, e neste caso é aquela história de uma vela para Deus e outra para o Diabo e estamos quites. Causa-me espécie ler uma reportagem desta natureza onde o título não reflete em absolutamente nada a verdade dos fatos além de tentar passar para a população a idéia mentirosa de que tal pessoa representa o segmento evangélico o não tem qualquer sustentação se fundamentada nos ensinos sagrados. Ela é sim uma militante oriunda de movimentos sociais de base com raízes estabelecidas no catolicismo e que tem a sua trajetória política e social apoiada pela igreja católica iniciada no PCR – Partido Revolucionário Comunista, onde teve fortes laços com o deputado José Genoíno do PT. Marina da Silva começou sua carreira política militando nas CEBs (Comunidades Eclesiais de Base), ligada à Igreja Católica. Tinha o sonho de ser freira, mas ele foi derrubado pela militância política. Na universidade, militou em um grupo semi-clandestino que fazia oposição ao regime militar.

    A questão fundamental é que a Assembléia de Deus por motivos que só ela sabe e pode explicar, se enveredou vergonhosamente pelas fileiras políticas fazendo do Evangelho uma fachada para os seus interesses, seus projetos, para as suas realizações e seus negócios. Partindo deste princípio ela passou a aceitar nas suas fileiras qualquer pessoa, mesmo que esta não tenha tido qualquer experiência pessoal e verdadeira com Cristo; mesmo que esta não expresse nas suas ações e atitudes qualquer compromisso com as Escrituras Sagradas, e foi exatamente isto que aconteceu com a Senadora Marina e outros tantos políticos que encontraram na religião bases para garantirem uma votação segura nas disputas eleitorais, pois a igreja se transformou literalmente num CURRAL ELEITORAL onde o voto de cabresto é garantido com promessas de favores e de benefícios para o segmento religioso.

    Lamentavelmente o Evangelho, pelas suas características, tornou-se num instrumento preciosos para aqueles que aspiram um lugar ao sol no meio político, assim com as facilidades de se aliar a uma igreja que não fazem qualquer exigência para os seus militantes, os espertinhos encontraram nos terreiros religiosos uma maneira de se beneficiarem da total falta de cuidado de nossas lideranças religiosas no trato com a fé do povo. E viva a corrupção…

    O fato de a senhora Marina Silva fazer parte do rol de membro de uma igreja Assembléia de Deus, seja ela de qual segmento for, não dá a ela o direito de afirmar que é evangélica e muito menos cristã, ela é sim uma pseudo-evangélica que vive de acender uma vela para Deus e outra para o Diabo sem se importar com o zelo e com o cuidado que o verdadeiro cristianismo exige de seus seguidores. Ela como tantos outros encontraram na religião um meio fácil de implementarem seus projetos uma vez que o numero de pessoas que se declaram evangélicas no Brasil cresce vertiginosamente, sem qualquer critério sério que possa fazer uma seleção razoável dos que buscam a religião como razão de sua verdadeira fé.

    Volto a afirmar, o porco quando entra num poço de lama jamais sai de lá limpo e na política não é diferente, lá negociatas, imoralidades, conchavos, jogo sujo, tapinha nas costas, corrupção e todo tipo de sujeira são comuns e praticadas livremente coisas que jamais podem fazer parte da vida de um crente em Jesus Cristo. Aliás, se todo cristão observasse os ensinos de Jesus com certeza absoluta teríamos um mundo melhor e sem o domínio da corrupção, não precisaríamos das desculpas esfarrapadas de pessoas que afirmando serem evangélicas iriam fazer diferença no meio sujo da política.

    Lamento que as nossas lideranças religiosas estejam fazendo festa com tamanha hipocrisia e tamanho despropósito religioso, lamento que não saibamos definir com precisão Bíblica o que de fato representa um cristão. Infelizmente e para nossa vergonha os negócios do mundo estão substituindo os do Reino enganando e fazendo vítimas em tosas as partes. Jesus, o exemplo máximo está sendo trocado por negociatas e por interesses contrários aos seus ensinos. Não resta duvidas de que a senhora Marina Silva é mais uma oportunista nesta aventura de destruir o verdadeiro Evangelho estabelecido sobre os princípios básicos do abandono total das mazelas deste mundo.

    Sugiro aos evangélicos um estudo aprofundado e fundamentado nas escrituras sobre a palavra “ÉTICA”, sobretudo tomando como base os ensinos de Jesus. Recomendo ainda confrontar as práticas neotestamentárias com as práticas religiosas do século XXI e ver onde está a ruptura entre ambas.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  12. Carlos Roberto disse:

    A POLÍTICA ENLAMEANDO O EVANGELHO II
    COISAS DO MUNDO GOSPEL

    Fico me perguntando que tipo de cristianismo as pessoas defendem hoje e vejo com tristeza que não é o ensinado nas Escrituras Sagradas, antes é um cristianismo genérico onde o que vale é a aparência e não a submissão total ao Senhor Jesus. Querer justificar o apoio a candidatura da senhora Marina Silva a Presidência do Brasil usando o argumento de que ela faz parte da membresia de uma igreja e frequenta regularmente a mesma é no mínimo uma incoerência e uma falta de respeito ao sacrificio de Cristo na cruz, até porque membro de igreja hoje qualquer um pode ser e quando se tem uma posição de destaque na sociedade a coisa fica ainda mais fácil. Só lembrando, pelo que sei nenhum dos Apóstolos ou seguidores de Jesus se envolveram com as corrupções do mundo político de sua época, pelo contrário, muitos abandonaram tudo para seguí-lo. Na verdade a política hoje traz status para a religião e é exatamente isto que os evangélicos buscam hoje, querem a qualquer custo estar em evidência a para isto pouco importa que jogo tenham que fazer ou participar, se há sujeira ou não. Nesta linha ter uma candidata ao cargo maior na política Brasileira é algo perseguido por todos e parece ser uma questão de honra, mesmo que a podridão e a sujeira sejam as marcas comuns deste meio político em nosso país. As igrejas hoje estão repletas de convencidos e não de convertidos e esta é a diferença básica no exercício da fé, e aí eu desafio um destes políticos evangélicos a passar pelo apedrejamento como Estevão passou, será que estariam dispostos a de fato padecer pelo Evangelho? Com certeza, pelo partido político que defendem sim, mas pela fé que professam… Bem, deixa para lá!

    Os defensores da candidata citada deveriam dar uma estudada apurada nos Salmos primeiro e ver quais as recomendações ali contidas e como aplicá-las na vida cristã até porque o salmista não fez tais recomendações apenas por fazê-las. Quando ele fala sobre de “conselho dos ímpios” eu imagino que tipo de conselho é o dos políticos brasileiros; quando ele fala de “roda dos escarnecedores” eu imagino o escárnio com que a maioria absoluta dos políticos trata a religião e principalmente o Evangelho. Estes pseudo-evangélicos têm mais prazer nos “códigos de éticas” de seus partidos dos que na “Palavra de Deus” e a eles se submetem integralmente e por eles brigam com qualquer um.

    O crescimento dos evangélicos no Brasil não significa que também estejamos crescendo na qualidade da fé que se professa e se pratica, pelo contrário, o que se vê são distorções que são introduzidas nas igrejas para atender aos oriundos de outras religiões para se evitar que estes se dispersem ou abandonem o grupo. Imagino que carta Paulo escreveria às nossas igrejas hoje… As igrejas estão cheias de sujeiras sim, mas por culpa dos próprios crentes que não que não sabem mais como lidar com os invasores que buscam na religião uma maneira de colocarem seus projetos em prática e obterem lucros nas mais variadas áreas, inclusive na política. Os atrativos oferecidos pelo mundo tem seduzido as lideranças evangélicas levado invariavelmente a quase totalidade destas a se sujeitar às regras impostas pelo inimigo fazendo de nossas igrejas verdadeiros quartéis onde o general que dá as ordens não é o Senhor Jesus, mas sim Satanás. Por esta razão é que vemos os crentes, se é que podemos classificar assim, apoiando pessoas de suas comunidades religiosas que se enveredam pelo caminho sujo da política já que agradar a Deus não é mais atrativo uma vez que a oferta do inimigo vem recheada de coisas que satisfazem aos olhos, mas não trazem qualquer benefício para o coração e a alma do cidadão.

    As distorções dentro das igrejas existem, mas são por que nos afastamos dos princípios cristãos estabelecidos na Bíblia e a “Carta Magna” do cristão foi trocada por códigos de conduta estabelecidos por partidos e por pessoas que sequer se preocupam com a morte e o sacrifício de Cristo na cruz, assim é óbvio que a iniqüidade tem caminho aberto para se multiplicar levando pessoas a condenar que quer ver a Bíblia sendo respeitada e a religião voltando às suas origens apostólicas. Por causa do pecado que transforma o coração de carne em um órgão de pedra muitos estão sendo imunizados contra as verdades Bíblicas aceitando como natural este cristianismo genérico e de fachada que vemos dentro de nossas igrejas hoje sendo oferecido a preço de banana do alto de nossos púlpitos.

    Deixo para os cristãos relaxados e adeptos das práticas estabelecidas pelo mundo o texto de Romanos: “ROGO-VOS POIS, IRMÃOS, PELA COMPAIXÃIO DE DEUS, QUE APRESENTEIS OS VOSSOS CORPOS EM SACRIFÍCIO VIVO, SANTO E AGRADÁVEL A DEUS, QUE É O VOSSO CULTO RACIONAL. E NÃO VOS CONFORMEIS COM ESTE MUNDO, MAS TRANSFORMAI-VOS PELA RENOVAÇÃO DO VOSSO ENTENDIMENTO, PARA QUE ESPERIMENTEIS QUAL SEJA A BOA, PERFEITA E AGRADÁVEL VONTADE DE DEUS” – Romanos 12 : 1 e 2

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  13. levi varela disse:

    Carlos Alberto.

    Divirjo plenamente de suas conclusões, portanto a você e aos que assim pensam, sugiro ir a outro tema quanto a mesma política, no caso marina reunião com 800 pastores.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *